História Bleed for me - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Exo, Hunhan, Ot12, Vampiros
Visualizações 54
Palavras 2.247
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Genteee primeira fic minha com o EXO ;u; espero que tenha ficado boa, to pensando nela desde que entrei nesse site :V.

Capítulo 1 - The begin


Fanfic / Fanfiction Bleed for me - Capítulo 1 - The begin

  “Preciso do seu sangue mais do que tudo. Seu sangue é minha fonte de vida. Seu sangue é uma porta para o meu prazer eterno. E apenas você Byun Baekhyun pode saciar a sede que sinto.”

 

⚀ ⚁ ⚂ ⚃ ⚄ ⚅

 

 Park Chanyeol acordou de seu pesadelo, suado na cama apenas bufou. Sempre tivera este sonho com um rapaz nomeado “Byun Baekhyun” mesmo que nunca tenha o encontrado durante sua vida inteira. Era sempre o mesmo sofrimento; o rapaz a cada vez que ficava mais longe em um labirinto sem fim mais a sede de Chanyeol era insaciável. Chanyeol já estava farto de todas as manhãs acordar desejando sangue; sim, sangue. Chanyeol nasceu em uma renomada família vampira. Os tão famosos “Sangues puros”. O garoto foi criado com muitos mimos apenas para preencher o vazio de não ter seus pais presentes o tempo todo, mas Chanyeol nunca deu muito bola, sabia que a vida de seus pais eram complicadas. Ele cresceu e se tornou alguém frio, porém esperto. Um jovem bonito pretendente de muitas mulheres, mas nunca se interessou por nenhuma delas. Depois da morte trágica de seus pais, o garoto se tornou dono de tudo que seus pais lhe deixaram ;terras;poder;e o mais importante de tudo, o anel da família que ele prometeu proteger com sua vida. Mas algo o incomodava, queria muito saber quem era esse tal de “Byun Baekhyun” e o porque dele o atormentar todas as noites. E por isso teve a grande ideia de preparar uma festa afinal era seu aniversário.

“Você tem certeza senhor?” – Perguntara seu melhor amigo e mordomo Sehun. Chanyeol o encarou com o cenho franzido.

“Olha Sehun não precisa me chamar de senhor, nos conhecemos a tanto tempo.” ­– Disse observando uma foto de seus pais, o garoto de cabelos negros assentiu com um leve sorriso no rosto. Chanyeol apesar dos mimos sempre foi muito honesto e humilde com quem merecia.

“Ahhh e não se esqueça do que eu te pedi. Mande um convite para a família Byun do norte.” –Sehun apenas deu mais uma olhada em seu amigo e se retirou da sala murmurando um quase inaudível sim. A verdade era que Sehun odiava quando Chanyeol mencionava esse nome, sabia que a família Byun era traiçoeira e que a qualquer momento eles poderiam atacar a mansão Park. Sorte que Chanyeol fez uma aliança com muitas famílias.

 

⚀ ⚁ ⚂ ⚃ ⚄ ⚅

 

  O salão de festas estava impecável com uma decoração dourada e vermelha juntamente com uma mesa farta de alimentos , empregados andavam de um lado para o outro enquanto Chanyeol apenas observava a movimentação dos galhos que o vento proporcionava. O garoto era fascinado pela natureza desde muito pequeno, mas sempre teve medo de se aproximar de algum animal e acabar o fazendo mal, por mais que tentasse levar uma vida normal Chanyeol sempre soube que no fundo ele era um monstro; uma aberração. Por isso optou em viver uma vida solitária afastado de seres vivos, menos Sehun que foi o único que ficou ao seu lado desde sempre. Tinha um amor enorme por Sehun e o via como um irmão mais novo, mesmo que o menino tenha sido criado na mansão para lhe servir. Chanyeol se retirou do local para dar mais espaço aos seus empregados e se dirigiu até o seu escritório, os convidados já estariam chegando e ele não poderia recebe-los sem aquilo. Abriu uma pequena gaveta e dentro dela continha apenas uma caixinha preta, Chanyeol a abriu e colocou seu anel; a jóia que representa a família. Todas as famílias ricas usam joias preciosas para se reconhecerem como por exemplo a família Kim que usa uma rubi para representar sua família. No caso da família Park a joia preciosa que representa a família é uma Jade. Chanyeol mexia nervoso em seu anel já colocado, ele não era acostumado a receber visitas mesmo que ele tenha a fama de “Melhor anfitrião” é apenas para manter as alianças com as famílias. Sehun entrou no escritório do garoto e o mesmo deu passagem para que ele falasse.

“Sen-.....Chanyeol hyung seus convidados chegaram.” – Disse e se retirou, não queria que Chanyeol visse seu rosto vermelho por tê-lo chamado quando costumava fazer quando eram pequenos. Chanyeol achou estranho a atitude de Sehun mais deu de ombros, atravessou o grande corredor e parou nas escadas enquanto os empregados anunciavam a sua chegada. Eram muitas pessoas, até mesmo pessoas que ele não conhecia estavam naquele salão. Engoliu em seco a multidão e esperou o barulho cessar.

“Queridos convidados, sejam bem vindos á minha casa. Por favor sintam-se a vontade, serei seu anfitrião mais uma vez. Se divirtam.” – Chanyeol terminou seu pequeno discurso e desceu as escadas sendo aplaudido e reverenciado. Ele avistou um grupo e logo foi falar com eles.

“Ora ora, então vocês vieram!” – Falou surpreendendo seus amigos.

“Olhaaa só o próprio aniversariante vindo falar com a gente. Nossa.” – Brincou Kim Jongin enquanto dava leve socos em seu grande amigo. Chanyeol era bem alto.

“Aishh...fico feliz da família Kim ter vindo. Seus pais vieram?” – Chanyeol ignorou completamente o brincalhão do Jongin e se dirigiu até Minseok, o irmão mais velho. Minseok negou com a cabeça, sua família passava por vários momentos difíceis que também podiam atrapalhar nos serviços de Chanyeol. Mas sua aliança com a família Kim era mais que apenas negócios, e sim amizade. Kim Yoona teve muita sorte de ter muitos filhos, no total são 4;Kim Minseok;Kim Junmyeon;Kim Jongdae;Kim Jongin. Quem dera se Chanyeol tivesse irmãos.

“Entendo...mas fico feliz de ver vocês aqui.” – Chanyeol comentou e continuou conversando com os meninos. Mal ele percebeu que estava sendo vigiado por um garoto de cabelos negros e pele bem clara, seus olhos que trocavam de cor de acordo com a iluminação e suas roupas nada decentes para uma festa de gala. Ele andava observando o grande salão tentando não tirar os olhos de Park Chanyeol, pensando em uma maneira de lhe chamar a atenção. Sua mãe Byun Taeyeon lhe obrigou a sair de seu conforto para vir a uma festa entediante, pelo menos era isso que Baekhyun pensava antes de grudar seus olhos em Chanyeol, absolutamente tudo nele o atraia de uma forma inexplicável era como se ele fosse um imã e Baekhyun só quisesse ficar perto. Claro que ele sabia que sua mãe só aceitara o convite por assuntos que nem ele gostaria de se envolver, sabia muito bem o mal que sua mãe causara para as outras famílias e ele sentia muita repulsa por ela mas como um filho ele ainda a amava.

 

 

  Já em outro canto da festa Sehun não tirava os olhos de Byun Baekhyun, sabia muito bem quem ele era e isso incluía até a aparência, diferente de Chanyeol que só via uma silhueta e vozes repetindo o nome do garoto afinal eles nunca se viram antes. Mas Sehun já o vira milhares de vezes em reuniões do conselho em que Chanyeol se recusava a ir fazendo Sehun ir no seu lugar para lhe representar. Odiava a forma em que o garoto considerava as coisas, na cabeça de Sehun ele era apenas um irresponsável que vive em baixo da saia da mãe, seus costumes peculiares diferente de qualquer nobre e seu jeito desleixado de se vestir. Tudo isso irritava Sehun, mas não podia ignorar o fato de que seu senhor convidou Baekhyun para que finalmente se conhecessem e Sehun de forma alguma iria decepcionar seu amigo. Com má vontade ele se desencostou do pilar e foi em direção a Baekhyun que o reconheceu na hora.

“Sehunnieee!!” – Gritou praticamente se jogando em cima de Sehun.

“Byun Baekhyun, você é mais velho do que eu. Aja como tal.” – Disse frio soltando o garoto no chão, mesmo sendo mais novo Sehun conseguia ser mais alto que Baek e isso o incomodava. Não queria ver baek como um irmão mais novo.

“Ok ok, vou tentar ser um hyung melhor para você daqui para frente.” – Comentou ficando nas pontas do pé para bagunçar os cabelos de Sehun e o mesmo reclamou baixinho para que ninguém o escutasse. Arrumou seus cabelos e olhou para o pequeno na sua frente.

“Baekhyun vou te levar até Chanyeol. Meu senhor quer te conhecer.” – Finalmente falou quebrando o silêncio e pode perceber a incerteza e ao mesmo tempo felicidade na expressão de Byun, depois de minutos hesitando Byun finalmente assentiu pois sua intenção era chamar a atenção de Chanyeol e sozinho ele não teria coragem de ficar perto do gigante , Sehun o levou até Chanyeol que continuava sua conversa com a família Kim. O mesmo se virou para ver o que Sehun queria e quase não percebeu a pessoa que estava ao lado de seu amigo.

“Sehun....quem é esse?” – Tentou disfarçar cochichando para Sehun mas o mesmo permaneceu calado. “E porque ele é tão pequeno?” – Chanyeol continuou e essa foi a gota D’Agua para que Baekhyun que estava escutando tudo se intrometesse.

“Permita-me me apresentar senhor Park. Meu nome é Byun Baekhyun vindo do norte de Sindria.” – Falou um tanto que orgulhoso de si mesmo por estar sendo tão formal, isso é raro de sua parte e até Sehun se surpreendeu. Park Chanyeol arregalou os olhos assustando Baekhyun que ficou todo encolhido. De alguma maneira Park Chanyeol era ameaçador mas ao mesmo tempo misterioso. O tipo de gente que Baekhyun adorava.

“Uau, que surpresa maravilhosa. Fico feliz em saber que a família Byun também veio.” – Suho que estava o tempo todo ali cortou o clima meio tenso que ficou no ar.

“Sim resolvemos vir.....mas quem é você?.” – Baekhyun perguntou deixando Suho meio desapontado com sua pergunta, pois eles se conheciam de muitas das reuniões em que Suho foi como representante da família.

“Você...não se lembra de mim?” – Diferente do que todos achavam Suho ficou realmente chateado com tal ação. Baekhyun parou para pensar e logo abriu e fechou a boca varias vezes seguidas como se quisesse dizer algo, ele claramente se lembrou de Suho em algumas das reuniões do conselho. Ficou envergonhado e apenas se desculpou com o mesmo que acabou por ficar com pena do Baek e sua total falta de atenção. Chanyeol desde então ainda encarava Baekhyun, não podia acreditar que finalmente conheceu aquele ser que o incomodava durante o sono. Não podia acreditar em quão belo era o ser a sua direita, cabelos lisos e macios;pretos como um mar profundo; sua boca levemente rosada por sua pele ser muito branca; e suas órbitas escuras encantadoras e profundas que certamente guardavam um segredo e se já não bastasse Baekhyun também lançava olhares para Chanyeol que parecia um bobo sorrindo sem perceber. Eles 4 conversaram muito (Suho,Chanyeol,Sehun,Baek) e por fim a família Kim teve que ir embora mais cedo por causas particulares. Sehun deixou Byun e Park sozinhos, ele não queria mas teve que resolver algumas coisas da festa. Chanyeol apenas encarava Byun e ainda se perguntava se essa pessoa a sua frente poderia ter algum defeito.

“Porque me olha tanto senhor Park?” – Chanyeol se assustou com a pergunta inesperada de Byun, e o mais estranho é que cada palavra que saia de sua boca eram ditas de uma forma maliciosa deixando Chanyeol ainda mais louco para conhece-lo. Teve certeza de que o pequeno fez aquilo para o provocar.

“É que você...bom...Baekhyun você é muito lindo.” – Respondeu sem pensar, e então Baekhyun corou. Ele não esperava essa resposta do maior, tinha certeza de que só estava sendo encarado por estar atrapalhando ou algo do tipo. Mas não. Ele recebeu um elogio e não fazia a mínima ideia de como agradecer. Acontece que Chanyeol achou uma gracinha Baekhyun corando e isso fez com que algo dentro dele se despertasse. Algo que ele ainda não compreendia.

“Filho aqui esta você.” – Uma mulher de cabelos compridos e negros se aproximou dos dois, seus olhos vermelhos e sua roupa completamente escura como se estivesse preparada para um enterro. Chanyeol sabia quem era.

“Olá senhorita Byun.” – Disse formalmente beijando a mão da linda mulher como um comprimento, ela apenas sorriu. Igual Baekhyun ela tinha a pele bem pálida e os cabelos bem escuros. Chanyeol não sabia o porque mas algo nela o incomodava.

“Desculpe se meu filho causou algum problema senhor Park, ele não é acostumado a vir em festas de gala. Veja, ele não sabe nem se vestir direito.” – Ela disse e finalmente Park deu uma olhada melhor no que o garoto estava vestindo. Uma camisa social branca um pouco aberta deixando sua pele branquinha a amostra com a gravata desamarrada em seu pescoço, ele carregava o terno em sua mão e usava all-stars. Chanyeol queria rir das vestimentas do pequeno mas achou errado ao ver que o mesmo estava vermelho de vergonha e tentava arrumar a gravata para parecer mais decente. Chanyeol como o bom anfitrião que é se aproximou mais de Baek, abotoo sua camisa da forma correta e deu um nó em sua gravata o deixando muito impecavel. O pequeno queria apenas voltar para casa e esquecer de tudo. A mãe de Baekhyun observava tudo calmamente e com um sorriso cínico no rosto ela finalmente viu uma oportunidade única de se aproveitar do filho de Park Yoosuk; Park Chanyeol.

“Senhor Park, creio que nos encontraremos novamente!.” – A mulher falou impressionando até mesmo seu filho. Ela então agarrou Baekhyun que nem teve a oportunidade de se despedir e foram rumo a saída da grande mansão. Chanyeol ficou desconcertado com a situação e sem entender foi se despedir do restante dos convidados.


Notas Finais


Prometo que vou tentar não vou demorar muito :) eu sinto mais confiança em escrever algo desse tipo <3. Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...