História Bleeding Out - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Tags Sterek
Exibições 211
Palavras 631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Lírica, Luta, Magia, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Notas De Rodapé


Fanfic / Fanfiction Bleeding Out - Capítulo 11 - Notas De Rodapé

Bleeding Out

CAPÍTULO ONZE

Notas de rodapé

 

Isso é sobre eu e você

E o que não faz parte disso apenas são notas de rodapé


 

    Na manhã seguinte, Stiles não conseguiu evitar um sorriso ao ouvir a voz de Derek falando com o seu pai no andar debaixo, nem conseguiu evitar rir ao ouvir Isaac resmungar que Derek ia matá-lo por estarem deitados na mesma cama.

   Foi engraçado ver o rosto de Derek ao vê-lo deitado ao lado de Isaac, que aparentemente tinha mais sono que medo. Foi difícil tirá-lo da cama, mas sem querer Stiles o empurrou com um pouco mais de força e o mesmo caiu da beirada do colchão. Isso fez Derek sorrir e, por inércia, fez Stiles sorrir também.

  Isaac beijou a têmpora esquerda do amigo e foi embora, as embalagens vazias de comida jogados no cesto de lixo — normalmente destinados a bolinhas de papel — ao lado da escrivaninha.

 “Então...” Stiles se pronunciou após alguns minutos de um silêncio constrangedor, Derek suspirou pondo as mãos no bolso da jaqueta de couro. “Tudo bem?” tentou, não sabia muito bem o que dizer.

 “Certo”, Derek falou recebendo um olhar confuso de Stiles.  “Isaac me disse que seu pai tinha dito que eu ia sair com alguém ontem e que eu deveria falar com você. Então, pra começar, não foi o que aconteceu eu-.” isso fez Stiles rir, direto como sempre.

 “Derek, você não precisa me explicar nada”, falou tentando esconder o quão incomodado estava, mas Derek farejou o ar e soube, e Stiles notou.

 “Não Stiles, eu-”, ele tentou falar, mas Stiles interrompeu.

 “É sério Derek”, continuou quase que gentilmente.  “Não precisa me explicar, nós não temos nada. Somos só amigos, quer dizer eu nem sei se somos amigos, a três meses você estava me jogando contra uma parede e ameaçando me destruir com os seus dentes.” Derek se sentiu culpado, mas deixou o outro falar.  “E você é um cara”, ambos franziram o cenho.  “Quer dizer, olha pra você eu tenho certeza que todo mundo se joga pra cima de você.” ele fez careta.  “Mas eu não sou todo mundo, a qual é, olha pra mim.” entretanto, em vez de abrir os braços e sorrir com escárnio, Stiles se encolheu abraçando as pernas e se envolvendo com o cobertor.  “Olha o que eu me tornei, olha isso, eu sou patético.” Derek achava a verborragia de Stiles adorável, mas agora apenas queria que ele se calasse, queria que parasse de se martirizar.  “Eu nem sei mais do que eu tô falando.” resmungou voltando a se deitar e fechando os olhos.

 “Você está falando coisas que estão me deixando seriamente irritado”, retrucou se aproximando e sentando ao lado do menino, que se encolheu contra a parede e o encarou com aqueles olhos âmbar que —  ultimamente — tanto o encantavam

 “Sourwolf”, resmungou, a sua voz saiu abafada pelo cobertor.  “Como você é delicado.”, Bingo! Ai estava o humor sarcástico que tanto sentira falta, Stiles pareceu não notar o sorriso involuntário de Derek, mas sentiu a mão pesada do mesmo sobre os seus cabelos, afastando o cobertor e os afagando gentilmente. Os fios castanhos enroscavam-se nos dedos de Derek com delicadeza e faziam Stiles praticamente ronronar, desde do acontecido Stiles não aceitava toques com facilidade — com exceção a Scott, o Pai, Isaac e agora Derek.

 “Não diga essas coisas de si mesmo”, ralhou recebendo um resmungo como resposta.  “Você não é um idiota, patético ou qualquer outra coisa.”

 “Quem é você e o que fez com Derek Hale?” indagou erguendo os olhos, murmurando algo incompreensível, pois o carinho em seus cabelos o estava fazendo se sentir bem.

 “Cala a boca Stiles.” resmungou com um sorriso e sendo espelhado pelo menino, que com movimentos hesitantes se aproximou e deitou a cabeça em sua perna.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...