História Blinded - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Justinbieber
Visualizações 19
Palavras 1.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hi gorgeous!! Aqui vai o segundo capítulo da fic, espero que gostem!!

Capítulo 2 - Some Dreams


Fanfic / Fanfiction Blinded - Capítulo 2 - Some Dreams

Charlotte's point of view

Foi extremamente difícil dormir com a notícia que eu tinha recebido na noite anterior, passei horas e horas acordada naquele apartamento vazio sem saber bem o que responder. Muito menos se eu realmente mandaria algum retorno. Meu emprego aqui em     
 Nova York não era o melhor de todos, nem chegava perto disso. Eu nunca poderia comparar um emprego em uma cafeteria com uma vaga em uma agência de modelos. Mas essa madrugada me fez repensar muito nessa possibilidade de finalmente eu conseguir realizar meu maior sonho, ser uma modelo de sucesso. Milhares de garotas tendo o mesmo desejo que eu, e talvez eu seja a escolhida para esse ramo tão disputado. Isso é surreal. 
  Mas como nem tudo são flores, meus pensamentos foram interrompidos pelo barulho irritante e comum de meu despertador, aqueles que são vendidos em banquinhas baratas em qualquer esquina. Chegou a hora de voltar à realidade. Aperto o pequeno botão do despertador o desligando, levanto calmamente da cama enquanto passando as mãos por meu rosto. 
 
  - Hoje definidamente será o meu pior dia de trabalho... - Murmuro para mim mesma dando de ombros enquanto caminho até o banheiro. Eu estava muito cansada, nem múltiplos copos de cafeína conseguiriam me deixar com uma disposição agradável. Meus olhos estavam pesando. Abro a porta do banheiro com um pouco de pressa, eu precisava me aprontar, afinal, hoje o dia seria mais longo e cansativo do que qualquer outro, pelo fato de eu não ter conseguido dormir em hipótese alguma.  
Me olho no espelho e acabo me assustando com a tonalidade e profundidade de minhas olheiras. Elas sempre foram bem perceptíveis, mas hoje quiseram sem mais exageradas que o normal. Dou de ombros suspirando pesadamente ao olhar para o relógio pregado ao lado direito da parede branca do banheiro. Eu definidamente queria ser pontual, pelo menos hoje. 
Faço uma maquiagem leve e natural, penteio meus cabelos louros com cuidado para evitar o máximo acabar com o ondulado deles. Olho em minha volta e avisto meu uniforme de trabalho que eu teria jogado em um canto qualquer do banheiro sem perceber, pego o mesmo e o visto com agilidade. Estava com um cheiro não tão agradável de fritura, mas eu não tenho tempo para detalhes, estou literalmente atrasada. 
 Me olho uma última vez no espelho  para ter certeza que eu estou apresentável mas não tão exagerada demais. Depois de alguns minutos me analisando em frente ao espelho, saio correndo para fora do banheiro e vou em direção a cozinha, pego minhas chaves e ando até a porta destrancando a mesma. Saio de meu apartamento e tranco a porta novamente colocando às chaves no bolso de minhas calças, logo após saindo correndo pelos corredores indo para fora do apartamento. 
 Meu apartamento é comum, mas confortável. É uma típica moradia de um adolescente que acabou de sair da casa dos pais e está ingressando na vida adulta, tentando conquistar o máximo que pode. Eu realmente quero ser uma pessoa que tem muito mais que um apartamento. Não gosto de pensar pequeno, expandir minha mente ao extremo é o que mais me faz querer uma vida diferenciada. E agora, andando pelas ruas gélidas e não tão aconchegantes de Nova York, olhando todas essas pessoas ao meu redor, eu tenho a certeza de que quero um futuro diferente para mim. 
 Ando mais algumas quadras e chego em frente a cafeteria que eu estava trabalhando no momento, entro no local que já estava aberto mas a únicas pessoas que habitavam o local eram os funcionários que eu não tinha tanta intimidade. Olho em volta procurando por Drake e suspiro pesadamente vendo que o mesmo ainda não tinha chegado ao local. Ele sempre era o primeiro a chegar na cafeteria. Eu preciso achar um jeito de conta-lo sobre essa oportunidade. Mas talvez ele não tenha a reação que eu espero. Então prefiro falar por partes. Nós quase não conversamos sobre esse meu sonho, talvez por ser uma possibilidade um pouco inédita. 

 Ao ouvir o barulhinho do sininho da porta da cafeteria, percebo que meu expediente acabara de começar, as pessoas já estavam começando a entrar no local. Levo minhas mãos até meu rosto novamente, tentando de alguma forma me sentir mais acordada.      Quando eu finalmente iria ir até o meu armário pegar o meu avental, sinto cutucadas nas minhas costas, me viro bruscamente vendo Drake atrás de mim com o meu avental em suas mãos. Deixo um sorriso enorme tomar conta de meu rosto ao ver o meu melhor amigo parado ao meu lado. Era agora. Agora era a hora que eu finalmente poderia contar para ele o quanto eu estava feliz, mas ao mesmo tempo tomada pela dúvida. Quando eu estava prestes a abrir meus lábios falar deixar as frases saíram, fui interrompida. Droga. 
 
 - Charlotte, você está bem? Quê olheiras são essas...? - 

  Eu senti a preocupação em sua voz, ele sempre se preocupava muito comigo, já que eu não tinha ninguém que se importasse tanto Nova York. 
 
 - Eu estou melhor do que você imagina, pode ter certeza. - Sussurro rindo animada pelo nariz. 

 Mas na verdade eu não estava mentindo, minha vida está abrindo portas que eu nunca tive a chance de conquistar. 

 - Sério ? Porque a minha virou de cabeça para baixo em um piscar de olhos. - Ele murmurou sem ânimo. 

 E foi definidamente nesse momento que minha expressão calma e singela se transformou em preocupação. Eu não sabia o que esperar nos próximos momentos. Não queria mais contar sobre o meu sonho que estava prestes a se tornar realidade. 

 - O que aconteceu ?- 

 Perguntei tentando ser o mais compreensível possível, não queria o deixar pressionado. 
 
 - Eu falarei. Mas apenas se nós dois contarmos ao mesmo tempo o que está acontecendo.- 

   Ele disse curto e seco fazendo meu corpo estremecer por inteiro. Eu realmente estava com medo do que eu escutaria. Apenas assenti balançando minha cabeça e ele entendeu o recado. Respiramos fundo e... 

 - Engravidei uma garota e meus
pais me colocaram no exercício.  - 

 - Recebi uma proposta de uma agência de modelos. - 

    Falamos ao mesmo tempo, e nossas palavras calaram nós mesmo. Eu não sei se ele entendeu o que eu quis dizer, porque falei rápido demais, mas se ele não tiver entendido agradeço eternamente à mim mesma. Eu definidamente não quero demonstrar minha felicidade agora, esse momento não é apropriado. Meu melhor amigo acabou de perder o controle da própria vida, e eu não sei como lhe confortar, ou como reagir. Estou em choque, e prefiro deixar a minha felicidade em segundo plano para poder reconfortá-lo. Se minha vida perdesse o controle desse jeito, e saísse do roteiro de planos e coisas que fantasiei a minha vida toda, eu não saberia como lidar.


Notas Finais


Sobre postar todos os domingos e quintas-feiras galera, esses serão os dias fixos para postarmos a fic, mas caso ja tenhamos um capítulo corrigido e pronto para ser postado, adiantaremos a postagem como fizemos hoje, ok?
E lembrem-se de comentarem o que estao achando em? Justin já já entra na história:)

xoxo all the love gorgeous!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...