História Blood - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Top, UP10TION
Personagens Bit-to, Cap, Changjo, Chunji, Gyujin, Hwanhee, Jinhoo, Kogyeol, Kuhn, L.Joe, Niel, Ricky, Sunyoul, Wei, Wooshin, Xiao
Tags Drama, Hwanxiao, Khunyeol, Kpop, Revelaçoes, Romance, Up10tion, Vampiros, Weiyoul, Wooto
Exibições 48
Palavras 1.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Atualizada finalmente...
Mil desculpas pela demora. A faculdade tem tomado grande parte do meu tempo.

OBS: Está fic contém conteúdo Homossexual e cenas de sexo. Se não gosta ou é menor de 18 não leia. Gostaria de lembrar que está é uma fic Yaoi, mas isso não significa que os cantores da banda sejam Homossexuais, muito pelo contrario.

Capítulo 28 - Selvagem


Fanfic / Fanfiction Blood - Capítulo 28 - Selvagem

Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cada manhã traz consigo um mistério do incerto bem como aquele conflito interno. É importante prestar atenção nos detalhes do cotidiano e viver cada minuto do dia como se fosse o último. As alegrias de bons momentos devem ficar guardadas na memória e no coração, mas não podemos apagar a tristeza, pois é ela que nos torna fortes. Aquele que nunca caiu não saberá como se levantar.

Não importa o quão devagar você vá desde que você não pare perante um obstáculo. Um homem pode ser tão grande quanto ele desejar se ele não tiver medo de lutar e do que os outros vão pensar.

---*Visão C.A.P*---

Eu certamente não contava com aquele contato dele. Não esperava que ele fosse insistir em fazer algo ali sabendo as circunstancias e o perigo. Contudo quando senti seus lábios sobre os meus daquela forma intensa eu apenas me entreguei. Ou melhor, o dominei como a muito desejava eu determinado a esquecer de tudo por algumas horas e fazer dele meu mais uma vez.

Mordi o lábio inferior com desejo, inverti nossas posições e fiz de tudo para conseguir que o corpo que estava sob o meu reagisse como eu queria. Desejava ter os seus olhos olhando área mim intensamente de forma fixa enquanto eu apenas enlouqueço o seu corpo e a sua mente mias uma vez.

Podia perfeitamente sentir a batida frenética de seu coração, suas veias de homem lobo pulsavam fortemente em seu pescoço. Coloquei as minhas pernas em cada lado da sua cintura, querendo o manter imóvel me aproveitando de que  a minha  força é muito superior a sua.  

---*Visão ChangJo*---

Eu me senti satisfeito quando ele não me rejeitou. Aquele corpo forte e trabalhado estava sobre mim e logo seus braços me envolveram completamente.

Isso obrigou a minha mente para parar de funcionar por alguns segundos bem como fez o meu coração acelerar. Era uma honra para qualquer beta estar nos braços do Alfa e mesmo sabendo que não sou e nunca vou ser o único com esse privilégio já fico satisfeito de satisfazê-lo um pouco e ajuda-lo a tirar toda essa tensão acumulada em seus músculos e em sua mente.

Diferentemente dos vampiros, nós não acreditamos em amor ou em laço afetivo. Apenas acreditamos na reprodução forma pela qual mantemos nossa espécie viva e é claro sentimos prazer.

-O que é que eu vou fazer com você?

Ele sussurrou provocativo e eu falei:

-Me domine. Esqueça-se de tudo por um momento.

Ele deixou escapar um pequeno sorriso e logo selou os meus lábios nos seus de forma intensa e selvagem. Achei que ele ia falar algo, mas ele apenas partiu para a ação demonstrando que apesar de resistente no começo agora nada o controlaria. Nossas roupas voaram por alguma parte da floresta e eu apenas torci para elas ainda estarem ali quando tudo acabasse.

---*Visão C.A.P*---

Eu explorei cada canto da sua pele com meus lábios como se fosse à primeira vez, lambendo, mordendo e beijando. Brinquei com seus botões e logo senti a sua ereção tensa tocar meu corpo. Senti ele se arrepiar por completo quando levei meus dentes em um dos seus botões, notando-os extremamente sensíveis.

Eu sabia como o deixar louco, e certamente me aproveitei de tal feito.

Levei as minhas mãos até as suas pernas e logo as separei, ele não tentou resistir. Na verdade apenas cedeu ansioso pelo quente contato. Eu estava desesperado para penetrá-lo e sem poder me conter mais eu apenas o fiz dominado pelo desejo.

---*Visão SunYoul*---

Estávamos ali sozinhos quando o Wei perguntou:

-Será que está tudo bem? Eles estão demorando demais.

Ri com aquilo e falei:

-Eles só vão voltar pela manhã.

Ele me olhou confuso e eu falei:

-Eles estão ocupados. Intimamente ocupados.

Ele pareceu surpreso e eu falei:

-Os dois estavam nitidamente tensos e isso sem falar nos olhares que ambos trocaram. Eles podem não ter sentimentos um pelo outro, mas algo certamente ocorre ali.

Ele concordou conformado, mas antes que pudesse falar algo bolas de fogo voaram em nossa direção. O Wei felizmente as notou e nos desviou dessas. Nós não sabíamos da onde aquilo estava vindo, mas tínhamos certeza de algo. Precisávamos sair dali depressa.

---*Visão ChangJo*---

Eu suportei como pude, mesmo quando parecia me afogar de tanto prazer eu não separei os nossos corpos. O oxigênio parecia ter terminado, mas meu corpo apenas permaneceu ali sentindo cada toque. Cada contato.

Eu não me queixei, até que ele estrou em mim completamente. O meu corpo ainda  um pouco tenso sentia uma mistura de dor e prazer. Ele não havia me preparado, mas eu nunca esperei que ele o fizesse. Não fazemos isso durante nossos atos, pois isso torna algo com mais sentimento coisa que como lobisomens não devem ter.  Sua mão livre agarrou quase de forma dolorosa o meu quadril, empurrando, me fazendo vibrar com cada impulso para o meu corpo.  Ele me saciou completamente com aquilo.

Suas mãos massagearam as minhas nádegas e logo senti como ele intensificou os movimentos indo mais fundo no meu interior. Não sei quanto tempo ficamos ali, mas sei que senti quando ele sem prévio aviso ejaculou em meu interior e gemeu dominado pelo prazer de se satisfazer. Eu também gemi naquele instante e me corri em meio aos nossos suados abdomens.

Íamos ficar ali sentindo o suor percorrer pelos nossos corpos, mas não pudemos, pois logo ouvimos explosões próximas dali. Não entendemos o que era aquilo, mas rapidamente nos vestimos e fomos à procura dos vampiros que a essa altura não sabíamos nem se haviam sobrevivido. Os procuramos por um tempo, mas sem acha-los saímos dali.  A floresta havia se tornado um mar de fogo em minutos e eu sinceramente não sei se seremos capazes de sobreviver a isso.

Sem saída assumimos a nossa forma selvagem e corremos dali.


Notas Finais


Gostaram?

QUER PEDIR UMA FIC? SAIBA COMO AQUI! :D
https://socialspirit.com.br/perfil/vikapagliarin/jornal/solicite-sua-fic-4604918

Minhas amigas e leitoras criaram um fandom para mim kkk
Nesta página estou a postar as novidades sobre meus trabalhos então quem quiser me acompanhar de pertinho é só curtir lá a ok?

Link: https://www.facebook.com/pages/Pagliaretes-Fandom-da-Virginia/1465901393717917

Fiquem de olho no grupo do face para ficarem cientes do que vem por ai...

Beijos de morango, VirginiaOtaku


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...