História Blood Diamonds - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Dari4

Postado
Categorias Cameron Dallas, Gigi Hadid, Halsey
Personagens Cameron Dallas, Gigi Hadid, Halsey, Personagens Originais
Tags Assalto, Cameron Dallas, Gangue, Gigi Hadid, Halsey, Império, Joias, Morte, Romance
Visualizações 14
Palavras 1.120
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii gente,tudo bom? Como vcs viram estamos de capa nova e queria agradecer ao Fuck Design que fez ela ficar tão linda!!!
Espero que gostem do capitulo!

Capítulo 2 - O Encontro


Fanfic / Fanfiction Blood Diamonds - Capítulo 2 - O Encontro

P.O.V Cameron

—Eu sou o Cameron,um amigo próximo de amigos do seu pai.-eu disse lembrando da história falsa que tinha contado para ela.

—Exato,falei com tantas pessoas que acabei esquecendo seu nome.-ela disse dando um sorriso sem graça.

—Como andam as investigações?-perguntei.

—Os policiais só sabem que foi de uma gangue famosa da cidade,mas não sabem quem foi o culpado.-ela respondeu um pouco triste.

—Tenho certeza que eles vão descobrir logo,mas você me parece bem melhor do que o outro dia.-eu disse.

—Estou me recuperando pouco a pouco,não é tão simples assim. Agora eu vou continuar com o negócio da minha mãe, vou administrar a loja dela,pois tenho certeza que era isso que ela gostaria que eu fizesse.

—Você com certeza da muito orgulho para ela.-eu disse fazendo ela ficar vermelha.

—Vai fazer alguma coisa hoje a noite?-perguntei.

—Não, por quê?

—Que tal um jantar?

—Pode ser.-ela respondeu.

—Toma aqui o meu número, me passa seu endereço, te pego as oito.-disse dando um beijo na bochecha dela,pegando meu casaco e saindo.

 O plano tinha começado com o pé direito.

Dirigi até a casa da Halsey ao chegar bati na porta.
-Que foi?- ela disse ao abrir
-Posso entrar?- disse entrando
-Ja entrou mesmo!
Ela passou por mim e se sentou no sofá.
-Você vai continuar com essa atitude até quando?

P.O.V Halsey


Eu não acredito no que estou escutando, ele pensa que é quem para falar assim comigo?
-Que atitude? Por mais que seja meu namorado eu não deixo de ser a líder da guangue e não vou mudar por você!
-Não é sobre isso que eu estou falando, desde que eu comecei esse trabalho você está brava comigo.
-Você não tinha que ter se oferecido! Não tem experiência!
-Você só está com ciúmes! Inclusive eu vou sair com ela hoje!-disse se exibindo.
-Eu ciúmes? Eu sei que você se rasteja por mim! Ela é só uma missão! É bom você cumprir-la direito, se não...
-Sei sei...agora vem cá!
Ele se aproximou e me segurou pela cintura.
-Está querendo se divertir, por que de noite vai ficar entediado é?
-Você me conhece muito bem! Você sabe que eu sou seu, eu preciso de você!- Ele disse e me beijou
Segurei seu pescoço e o puxei mais para mim. Ele me jogou no sofá e ficou por cima beijando meu pescoço, tirei sua camisa.
-Não cansa de ser gostoso não?
Ele riu e voltou a me beijar.

                Horas depois...

Estava deitada no peito do Cameron, quando ele disse:
-Preciso ir! A mimada está me esperando.
Revirei os olhos e o beijei.
-Boa sorte com esse encosto e juízo!
Ele riu, levantou, pegou suas roupas e foi embora.
Me levantei segurando o lençol fui até a cozinha peguei uma garrafa de vodka e passei o resto da noite bebendo, como eu amo fazer isso.

P.O.V Gigi

Passei o dia todo pensando o motivo de ter aceitado esse encontro,eu ainda não estava bem,ter notícias minhas e fotos de paparazzis iria mostrar que em apenas uma semana eu já estava na pista novamente,mas não é essa a questão, eu ainda estou mal,só que não posso deixar isso afetar minha vida.

 Coloquei um cropped moletom preto e uma saia com babados,da marca de roupas de um amigo famoso. Não coloquei nada demais para não pensarem que isso é um encontro,porque na verdade não é. Ou talvez seja,eu sei lá.

Uma hora antes eu já estava pronta,acho que não deveria estar ansiosa igual acho que estou.

A campainha tocou e meu coração disparou. Fui abrir a porta e me deparei com o Cameron com uma camisa social preta e uma calça também preta,ele estava incrível.

—Você está linda.-ele disse me olhando de cima a baixo.

—Muito obrigada,você também está.-disse envergonhada.

 Gentilmente ele abriu a porta do carro para mim e logo em seguida a fechou. No caminho do restaurante o ambiente ficou meio silencioso,parecia que nem eu nem ele estávamos com coragem de puxar assunto. Até que enfim chegamos no restaurante.

—Ja veio aqui?-ele perguntou.

—Primeira vez.-respondi.

—Você vai gostar.-ele disse.

 Ele pediu uma mesa para dois,e logo em seguida nos sentamos. Ele ficou olhando fixamente nos meus olhos e eu sorri.

—Você é admirável.-ele disse.

O garçon chegou,o que me fez ficar um pouco menos envergonhada. Eu pedi um risoto italiano e o Cameron pediu a moda da casa. E um vinho para beber,é claro.

—O lugar é muito agradável.-disse observando o lugar.

 O restaurante era a meia luz,do jeito que eu gostava.

—Vamos falar de você,o que você faz?-perguntei.

—Eu trabalho em um escritório aqui na cidade,arrumando uns papéis e atendendo telefone.Nada tão interessante.-ele disse.

—Na verdade não é tão ruim assim. Na verdade ser modelo é ben cansativo, as vezes eu só queria poder sentar em uma mesa e mudar alguns papeis de lugar.-eu disso e nós rimos.

—Não me parece ser nada cansativo,você viaja para os melhores lugares,exibe roupas lindas e todos ficam de queixo caido com sua beleza.

—Não é para tanto,essa é só a parte boa,ainda tem a parte de ser obrigada a manter um peso,eu já até desmaiei por que não comi,para não engordar,eu quase tive anorexia.

—Acho que as pessoas não sabem desse lado,somente do lado que você ganha milhões,desfila com as melhores roupas e aparece nas revistas mais famosas.

—Infelizmente as pessoas só vêem isso mesmo.-disse um pouco desaminada.

—Na verdade eu não vejo só isso,você é mais que uma modelo,você é uma mulher guerreira.-fiquei meio surpresa com o elogio pelo fato de ele nem me conhecer direito.

—As pessoas muitas vezes nem conhecem a minha historia e me  julgam de "mimada" ou "filhinha de papai". Sem saber tudo que eu passei para chegar aqui.

Não demorou muito e a comida chegou.

—Esse risoto é um dos melhores que eu já comi,e olha que eu já comi vários.

—Eu disse que aqui era o local ideal.-ele disse e eu concordei.

 Se passaram mais meia hora que ficamos conversando sobre assuntos aleatórios que vinham na cabeça. Cameron era muito bom de conversa,ele era engraçado e me fez rir bastante,por uma pessoa que tinha acabado de sofrer uma grande perda,acho que eu estava bem demais.

Ele então me levou para a casa,bem tarde por sinal.

—Foi um prazer sair com você.-disse ainda dentro do carro.

—O prazer foi todo meu,deveríamos fazer isso mais vezes.-ele disse e eu concordei.

—Qualquer coisa que precisar estou aqui.-ele disse.

—Obrigada por tudo,e claro,pela noite.-disse.

Ele se aproximou para me dar um beijo de despedida e acabou sendo um pouco inesperado. Até o entanto eu fui para apenas dar um beijo na bochecha e ele virou o rumo do seu rosto,quase me dando um beijo na boca,eu apenas desviei e dei um beijo na bochecha dele.


Notas Finais


Comentem o que acharam,compartilhem com os friends e favoritem!!!
Até o próximo capitulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...