História Blood in the dimensions - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Anjos, Demonios, Dimensões, Lutas, Morte, Sangue, Segredos, Violencia
Exibições 5
Palavras 2.415
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Música: The lifted - Mr.Sandman https://youtu.be/0lp30VzORzY
Vai ter uma luta diferente então 1 aspa e a luta contra o anjo e 2 apas e contra o demônio.
Espero que gostem

Capítulo 5 - Sangue nas 3 dimensões.


Fanfic / Fanfiction Blood in the dimensions - Capítulo 5 - Sangue nas 3 dimensões.

Depois de tudo que aconteceu, Peter John Miguel e Luna voltaram para o acampamento chegando lá, Miguel ficou na enfermaria junto com Luna, Peter e John vão até o bar, eles pedem um Chopp para relaxar e John fala:

- Você sabia que todos nós podíamos estar mortos depois de hoje ne.

- Sim sabia, o Miguel não é um anjo ele poderia ter sido morto apenas com aquela espada, a sorte e que ela não acertou nenhum ponto vital dele, e as habilidades de anjo dele conseguiu se curar e fechar o sangramento.

John abaixa a cabeça pega o copo e vira e ainda de cabeça baixa fala para Peter:

- Sim todos poderíamos estar mortos depois dessas duas lutas, mas agora vamos descansar um pouco já esta tarde.

Peter virou o copo de cerveja se levantou se despediu do John e foi para o seu quarto, e deitou na cama, depois de um tempo pensando noque aconteceu no dia ele adormeceu, mais não demorou muito para ele ouvir gritos de pessoas desesperadas, gritos de agonia, ele acorda assustado e John está chamando ele:

- Acorda Peter, acorda você precisa ver o que está acontecendo lá fora.

Ele se levanta correndo e vai até uma janela porem ele não vê nada, nem monstros, demônios, anjos ou pessoas na rua, ele desce intrigado até a rua e vai andando para fora do acampamento e John grita:

- Peter você não está vendo que o problema está aqui, volta para cá moço.

Mais ele continua indo para fora do acampamento só que a uns 10 metros a sua frente ele vê uma arvore de duas cores diferentes um lado dela tem a cor branca como se estivesse nevando e suas folhas ficaram cheias de neve e o outro lado da cor avermelhada como se estivesse no outono, só que quando ele se aproxima mais ele vê 2 anjos e 2 demônios lutando, porém não e uma luta normal anjos contra demônios e sim anjos contra anjos e demônios contra demônios, Peter começou a andar entre eles como se nada estivesse acontecendo e como se aqui fosse uma coisa normal, até que um demônio falou assim:

- Então e por isso que você luta guardian, você e o rei das portas do inferno e por isso que você, vai abandonar seu trono?

E o anjo logo completa falando para o outro anjo:

- E por isso que você vai desistir do céu Ariel, vai desistir dos seus poderes, por um simples humano?

Porem nem o demônio chamado guardian nem o anjo chamado Ariel falavam nada, os outros dois continuavam fazendo a mesma pergunta a eles, e mandando demônios e outros anjos em direção a Peter, porem eles entram na frente deles e derrotando-os 1 a 1 até o ponto que quem estava fazendo as perguntas parou de mandar os demônios e anjos e foram até eles e simplesmente falaram:

- Vocês são a única coisa que nos separa dele mais não vai ser assim por muito tempo.

Eles começaram a lutar e entrem socos e socos o demônio guardian e o anjo Ariel gritaram:

- Ele nunca pertenceu a vocês, e nunca vai pertencer, ele e nosso filho, nosso filho, vocês nunca usarão ele como parte do plano macabro de vocês.

Era como se a alma dos dois estivessem ligadas e a única coisa que separava era a arvore de duas cores, as lutas nunca aconteciam do mesmo lado da arvore, mas era engraçado por que mesmo que as lutas aconteciam em lados opostos era a mesma luta mesmo socos mesmas formas de defender, depois de um tempo não era apenas a arvore que estava diferente de acordo com o lado o mundo também, o lado branco da arvore era um lugar todo branco e lindo, que acalma só de se olhar a única coisa que estava manchando aquele lugar era o sangue dos anjos mortos, e o outro lado era um mundo em chamas um cidade abandonada porem com fogo que nunca se apagava, e o sangue dos demônios que estavam no chão não fazia diferença pois o chão já estava cheio de sangue, a única coisa que impedia dos anjos e demônios tocarem Peter era o demônio guardian e o anjo Ariel, porem a árvore começou a prender eles com suas raízes, e por mais que eles tentavam lutar para se soltar nada ocorria, então os outros anjos e demônios vieram até Peter um pegou no braço direito de Peter e o outro no esquerdo já que não podiam passar um para o lado do outro, só que nenhum deles matou Peter as mãos dele começou a sugar eles para dentro de seu corpo, ele não conseguia se mexer por mais que lutasse não conseguia fazer nada contra isso, ele fechou os olhos e no mesmo instantes que ele abriu ele viu o mundo ao seu redor mudar completamente, a arvore sumiu tudo que tinha ao seu redor sumiu, ficando apenas o chão que começou a se encher de um líquido negro e grosso chegando a altura do calcanhar, de longe ele viu uma luz e começou a ir em direção dela, porem quando ele chegou bem perto ele viu que era o anjo que entrou para o seu corpo e segurando a mão dela estava o demônio e os dois começaram a se unir em um só e quando isso aconteceu formou a mesma coisa que o Peter tinha se formado mais totalmente sem a parte humana e eles disseram assim:

- Peter você e a chave para que nós possamos ir para o seu mundo, todo demônio e anjo precisa de um corpo humano para andar no seu mundo nos até conseguimos ficar em nossas formas mais não por muito tempo, e por isso precisamos do seu corpo, o poder que você sentiu ontem e só o seu poder imagine com o nosso poder junto ao seu?

Peter estende a mão para eles, porem ele retoma a consciência do que está acontecendo e fala:

- O poder não pertencem a pessoas que o querem e sim aqueles que o merecem.

Na mesma hora Peter tirou a mão e a criatura mestiça gritou:

- você não vai nos dar o seu poder então vamos tomar, não precisamos de você e sim do seu corpo, você serve morto também.

Mãos começaram a aparecer e segura Peter pelos braços e pernas então a criatura se aproxima de Peter pega no queixo dele e fala:

- Não vai doer nada.

Mas aparece o anjo Ariel e o demônio guardian como espirito aponta as mãos em direção a criatura e falam:

- Repulsion.

Da mão dos dois sai uma onda de energia que se choca contra a criatura os jogando para longe e os deixando inconscientes, eles tocam nas costas de Peter e o solta das mãos, ele se levanta e pergunta:

- Quem são vocês?

O demônio chega perto dele e entra em sua forma humana e falou:

- Peter eu sou seu pai, eu sei que não nos vemos a anos, mais eu sempre estive lutando para te proteger.

Com lagrimas nos olhos ele fala para o seu pai:

- Por que me deixou naquele lugar abandonado aquele dia?

Guardian coloca a mão no ombro dele e diz:

- Filho aquele dia eu morri para te salvar os demônios que te atacaram não eram simples demônios e sim mandados por aquele que esta deitado ali, ele se chama tracchamar, isso que você ver aqui não é um sonho mais também não é real, você e a chave por isso quando chegamos na rachadura dimensional ela se rompeu, isso que você ver aqui são as 3 dimensões, céu, inferno e terra, você e a única coisa que separa as duas, e esse anjo aqui se chama Ariel.

Então o anjo chega perto dele entra em sua forma humana e fala:

- Oi Peter, desculpa por não estar com você durante seu crescimento, não podia arriscar que os anjos fossem atrás de você.

Peter olha para ela e com os olhos cheios de lagrimas diz:

- Eu senti tantas saudades.

Ele corre e abraça ela, Ariel olhando para Peter a pergunta:

- Tem quando anos agora?

E ele:

- 19.

Ela começa a chorar e abraça Peter com muita força e fala:

- Já faz 8 anos que não te vejo, depois que a fenda se abriu nunca mais consegui te ver.

Mas logo uma voz demoníaca diz:

- Olha só que lindo, reunião de família, vocês são os únicos que podem nos deter, porem estão todos aqui e vão morrer todos aqui.

Rapidamente voltaram a suas formas de anjo e demônios correram em direção a criatura mestiça e Peter correu junto com seus pais, guardian deu um murro no rosto do mestiço, mas ele segurou como se não fosse ninguém, Ariel tentou acertá-lo do mesmo jeito mas ele os segurou, então ele pega Ariel pelos cabelos e guardian pelo pescoço e jogam um contra o outro como bonecos, Peter corre e tenta acerta um chute na barriga do mestiço mas o pé dele entra na barriga dele como se ele estivesse tentando chutar lama, Peter invoca uma espada e o acerta no braço, porem na mesma velocidade que ele corta o braço renasce, Peter pula pra distante do mestiço, porem no mesmo instante ele aparece na frente dele o pega pelo pescoço, joga ele no chão e o chuta pra longe, a Ariel voa em direção a Peter o pega do chão e mãos começam a sair do chão e segurar o mestiço, mais mesmo preso ele consegue pegar na asa de Ariel e arranca 1 das 4 asas dela, ela cai no chão, e Peter cai rolando do colo dela, ele corre pra levanta-la e guardian aparece atrás de Peter e fala:

- Essa luta não e mais nosso amor, você sabe o que temos que fazer.

Ela se levanta vai para de trás do Peter e guardian e Ariel falam:

- Nós te amamos filho. Total Transfer.

E uma luz ia passando no corpo dos dois dos pés a cabeça e onde a luz ia passando a parte anjo e demônio ia se tornando humana, e todo o poder ia entrando para o corpo do Peter, porem ele não se transformava em nada continuava com sua aparência de humano, quando eles se transformaram totalmente em humanos eles disseram:

- Agora e com você filho, você e a resposta para tudo.

Depois seus corpos se desfizeram em cinzas, o mestiço foi correndo como um raio em direção ao Peter, como se fossem dar um soco no rosto dele, porem antes de tocar no rosto dele Peter com uma mão segurou o soco e com a outra invocou uma espada sem dizer uma palavra, a espada cortou o braço do mestiço e em vez de nascer novamente como da outra vez secou o que fazia o corpo dele não ser atingido ou fazer com que as partes do seu corpo crescessem de novo o mestiço gritou:

- O que você fez com meu braço, o que você fez com meu corpo?

Peter apena se levanta e vai em direção ao mestiço com uma velocidade incrível, corta uma perna dela que o fez cair no chão ele pisa no peito dele levanta a espada enfia no peito do mestiço e com ele cravado no chão começa a socar eles com ele socando eles, um raio cai em suas costas, suas mãos brilhavam com o brilho da energia e a cada murro que ele dava, dava pra ver o rosto do anjo e do demônio se separando por alguns instantes, o anjo e o demônios se separaram e a espada que prendia o mestiço se soltou, na mesma hora eles voltaram para aonde estava a arvore de duas cores, e como da outra vez não podiam passar um para o mundo do outro, então Peter olha para os dois e fala:

- Tudo acaba aqui e agora.

- O demônio fala, você até pode matar um de nós, mas não os dois ao mesmo tempo.

Peter apenas fala:

- Blood Brothers.

E dele sai um clone, um vai para o lado do demônio e o outro para o lado do anjo.

‘ Peter corre vai para cima do anjo e soca no rosto o arremessando para longe, sangue começou a sair da boca do anjo, o anjo começou a subir.

“ O Peter correu como uma luz em direção ao demônio, o pegou pelo pescoço e o jogou contra o chão e o chutou pela barriga que o fez voar em direção a barreira que separava um mundo do outro e bater na barreira.

‘ Peter subiu voando em direção ao anjo, umas asas saíram de suas costas, mas parecidas com feixes de luz, quando ele chegou perto do anjo, o anjo tentou soca-lo, ele desviou e pegou em uma de suas asas, e jogou na barreira fazendo com que o anjo e o demônio ficassem de costas para o outro.

Os dois Peters começaram a socar os dois, com golpes iguais e sincronizados, e com os socos a barreira começou a rachar, quando o anjo e o demônio se tocaram eles se tornaram novamente o mestiço, o que fez a barreira quebrar totalmente, então ele sai voando e os dois Peters vai um por um lado e o outro para o outro lado atrás do mestiço, quando eles chegam perto do mestiço eles a pega pela cabeça e fala:

- Divine Punishment.

Que faz sair um feixe de luz das duas mãos dele, arremessando os dois Peters para longe, só que no mesmo instante, eles voltam como uma estrela e enfiam uma espada no mestiço de cada lado formando um x eles pegam nas asas dele e as arrancam, o fazendo cair, os Peter se juntos em 1 novamente, e antes dele cair no chão, Peter subiu em suas costas invocou uma espada enfiou no peito do mestiço e um raio caiu em suas costas a corrente de energia passou de suas costas até suas mãos e espada, a energia debilitou totalmente o mestiço, o desmaiando, quando eles caíram no chão Peter disse:

- Eternal Prision.

Algo como concreto puro começou a entrar nas veias do mestiço na boca nos olhos, ele acordou de tanta dor, quando ele tentou se levantar, o liquido entrou em toda parte do seu corpo e cobriu a sua pele e o congelou, Peter invocou os chicotes enrolou na estátua e subiu voando com ele e de lá de cima a arremessou contra o chão, a quebrando em pedaços, na mesma hora a arvore passou a ser de 1 cor só, um branco avermelhado.

E então Peter acorda no outro dia assustado olha para o John e John fala:

- Você não calou a boca a noite toda, da próxima vez te acordo.


Notas Finais


E isso aí galera espero que gostem, deixe oque acharam nos comentários, obrigado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...