História Blood in the dimensions - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Anjos, Demonios, Dimensões, Lutas, Morte, Sangue, Segredos, Violencia
Exibições 1
Palavras 2.012
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ouçam essa música enquanto leem esse capitulo: Nicky Romero vs. Volt & state – Warrios
E também ouçam - Fall out boy- my songs know what you did

Capítulo 6 - A última batalha.


Fanfic / Fanfiction Blood in the dimensions - Capítulo 6 - A última batalha.

Peter acorda e vai em direção a John e fala:

- Eu tive um sonho muito estranho, meus pais estavam lá e havia um anjo e um demônio lutando lado a lado com os mesmos objetivos.

Na mesma hora que John ia falar algo chega um soldado dizendo:

- Peter guardian, estão querendo falar com você no laboratório de observação da fenda, agora.

Então Peter se levanta da cama e vai em direção ao laboratório, quando chega lá a Dr. Peterson fala:

- No meio do deserto uma fenda dimensional se abriu.

Então Peter pergunta:

- como você sabe disso? Aqui não e só o laboratório de observação da fenda?

A doutora se levanta e aponta para um quadro que mostrava vários países e diz:

Não aqui e o ponto de controle no mundo todo nós sabemos quando uma fenda se abre e quando ela se fecha, e uma bem grande está se abrindo no meio do deserto do Egito, e como isso não é comum de se acontecer precisamos que você vá até lá com sua equipe, ok?

- Claro doutora só de um tempo para minha equipe se arrumar.

Peter sai do laboratório e se lembra do seu sonho dos seus pais dizendo:

- Você e a chave agora e com você.

Ele balança a cabeça e vai em direção ao seu quarto avisar a sua equipe que vão viajar para uma missão. Todos se arrumam e vão em direção ao avião, então Luna em Miguel e diz:

- Amor não vou correr o risco de te perder de novo e você não saber, que você será pai.

Os olhos de Miguel enchem de lagrimas ele abraça Luna e grita para Peter:

- Você ouviu essa, você vai ficar para tio “irmão”, quando voltarmos vamos comemorar.

Peter sorrir só que um pouco preocupado e sem graça, pois nunca havia sido aberta uma fenda dimensional tão grande, em direção ao deserto, Peter fala para o John:

- O sonho que eu tive, eu acho que foi um aviso para hoje.

E John fala:

- Relaxa aviso ou não eu sei que você não deixará nada de ruim acontecer a nos.

Peter só olha para John, balança a cabeça e diz:

- Nunca.

Ao chegarem lá ouve-se raio e relâmpagos voando para fora da fenda dimensional, Peter fica assustado e surpreso como John Luna e Miguel, eles vão andando para perto da fenda, a doutora tenta se comunicar com eles através do rádio, mas nada, depois que pousaram no deserto, a Dr. Peterson perdeu o contato com eles, e Peter olhando para o que estava acontecendo e fala:

- A Dr. Peterson não está conseguindo falar com a gente, estamos sós agora.

Olhando para a fenda dimensional se rompendo ele fala:

- E como ver o mundo como se fosse um espelho se rachando, você sempre viu no espelho, como é seu mundo, mas nunca soube o que realmente estava atrás dele.

Luna olha impressionada e fala:

- Para ser só mais uma fenda dimensional ela e bem mais impressionante que as outras sem falar do tamanho.

Na mesma hora quando Luna fecha a boca sai uma voz da fenda dimensional dizendo:

- Não e por que essa aqui nasceu no nada que ela se tornara nada, e nem por que ela apareceu por último que ela e a menos importante, assim como em as guerras, quem tem todo poder, quem orquestra tudo, e sempre o último a aparecer.

Peter reconhece a voz do seu sonho, ele vê que era o mesmo mestiço do seu sonho, então ele grita:

- Essa luta não e de vocês, vocês não morrerão por uma luta que pertence a mim.

Peter levanta uma mão e na mesma hora uma barreira da cor roxa começa a se levantar entre ele e seus amigos, envolvendo Peter e a fenda dimensional a cobrindo um espaço de 4km nada conseguia entrar e nem sair, quando a barreira se forma, a fenda dimensional se abre por completo deixando sair o mestiço, ele pisa no chão e diz a Peter:

- Quando você quebrou a barreira entre as dimensões, você também permitiu que nós pudéssemos vim à tua dimensão a terra sem precisar do seu corpo e mesmo que lá, onde você quebrou a ordem natural das coisas, fosse apenas outra dimensão o que você fez doeu muito e agora vamos retribuir.

O mestiço corre em direção ao Peter, porem ele só pega no mão do mestiço e o deixa passar direto, antes dele passar totalmente dele, Peter levanta uma das mão e dá um murro nas costas dele, pegou o pelo pé, subiu voando e o jogou de lá de cima fazendo com que abrisse uma cratera no chão, presos no chão tentavam se levantar e Peter desce como uma estrela e cai com os pés em cima dos peitos do mestiço, da boca dele só deu pra sair sangue com aquele golpe, com os pés em cima dele Peter invoca uma espada e a levanta com a intenção de enfiar no peito deles, quando Peter vai golpear, eles se dividem em dois, o anjo diz:

- Invoking heavenly Guardians.

E dos céus começam a cair anjos com armaduras e espadas, e cada um com asas enormes e 2 pares de asas. Então o demônio diz:

- Invoking Infernal Guardians.

E do chão começa a subir demônios, com garras e unhas.

Então do corpo de Peter sai dois clones dele, então um de seus clones vão até os demônios e o outro até os anjos, e 1 a 1 começam a mata-los sem nenhum esforço, o anjo e o demônio se juntam em mestiço novamente e vão até Peter com a mão levantada, pronto para dar um soco, Peter corre em direção do mesmo jeito, quando os dois se tocam os jogam longe Peter soca o mestiço e o mestiço o Peter, Peter invoca uma espada, e vai para cima do mestiço, que apenas segura a espada dele e fala:

- Essa sua barreira e para nos impedir de chamar mais de nós.

Peter apenas sorri e diz:

- Você e muito inocente achando que a barreira e para impedir de vocês entrarem, a barreira e para eles não entrarem. (Apontando para John, Luna e Miguel) vocês podem vir quantos quiserem não importam o que façam eu vou ganhar.

O mestiço irritado com que o Peter diz puxa a espada dele e o soca o arremessando longe, ele pega a espada e quebra no joelho, Peter se levanta do chão, ele e seus clones esticam as mãos ao mesmo tempo para frente e uma onda de energia expulsa para longe todos os inimigos, e então o clone que estava lutando contra os anjos levanta a mão direita para o céu e assume sua forma de anjo e uma luz branca sai de Peter e entra nele, o clone que estava lutando contra os demônios coloca a mão direita no chão entra em sua forma de demônio e então uma luz avermelhada sai de Peter e entra nele e o Peter coloca a duas mãos em direção ao seus clones na horizontal, os anjos e demônios vão correndo até os clones de Peter com espadas e garras e o mestiço voa até Peter, mas antes deles tocarem em Peter e seus clones eles dizem:

- Interdimensional Union.

Na mesma hora, anjos que seguiam a mãe de Peter aparecem e se colocam na frente do clone do Peter e fala:

- Ninguém toca na princesa Ariel.

E do outro lado aparecem demônios que eram súditos do pai de guardian se colocam na frente do clone do Peter e dizem:

- Ninguém toca no rei guardian.

Mas na mesma hora o mestiço grita:

- Eles vão proteger os seus clones mais que vai te proteger.

O mestiço chega perto de Peter mais antes dele tentar qualquer coisa Peter pega nas duas mãos dele o puxa acertando uma joelhada no queixo dele e diz:

- Pode deixar que eu me protejo.

Peter o pega pelo pescoço e sobe voando com ele quando ele chega bem alto, ele o pega pelas asas gira, e o joga a 50 metros de distância dele, Peter desce e corre em linha reta, e seus dois clones correm em direção a Peter na diagonal, quando eles se aproxima dele, eles voltam para o corpo de Peter, o mestiço se levanta, mas na mesma hora Peter com o poder de um anjo e de um demônio socam o mestiço, os outro anjos e demônios lutam uns contra os outros, enquanto Peter e o mestiço trocam socos, e a cada soco era um estrondo como de um trovão, que abriam buracos no chão e mesmo bem longe da barreira dava pra se ouvir e sentir os tremores, o mestiço e o Peter já cansados recuam, e depois de segundos correm em direção ao outro, mas dessa vez os anjos e os demônios que estavam a ordem de Peter e do mestiço pararam de lutam um contra o outro, os anjos e demônios de Peter cravaram as espadas e garras no mestiço e a mesma coisa aconteceu com Peter com os anjos e demônios dos mestiço, o mestiço não conseguia dizer uma palavra de tanta dor, já Peter não precisava dizer nada para invocar algo, então ele invoca uma espada corta as mãos dos anjos e demônios e totalmente debilitado ainda andou em direção ao mestiço, ele chegou bem perto dele a ponto de conseguir falar no ouvido dele, e com a mesma espada cortou as asas do mestiço, colocou a mão na cabeça dele e uma luz começou a descer da cabeça do mestiço até o peito dele, a luz começou a corromper a carne dele, então Peter enfiou a outra mão no peito do mestiço arrancando o coração dele e destruindo-o e então ele fala:

- Você queria tanto meu corpo, bora ver se vai gostar tanto dele se ficar preso dentro dele para sempre, então Peter pega com as duas mãos na cabeça do mestiço, então ele começa e se desfazer e entrar através dos dedos de Peter, quando o mestiço entra totalmente Peter olha para John Luna e Peter e diz:

- Nunca vou esquecer de vocês.

Então ele entra na fenda dimensional, enquanto seus amigos esmurram a barreira tentando entrar, mas sem nenhum efeito, e então Peter olha para baixo e fala:

- Se eu sou a chave, o que acontece com uma porta sem chave?

Então Peter levanta uma mão e abaixa outra e as bate uma contra outra quando ele faz isso a fenda dimensional se fecha, com ele dentro dela, a barreira some, John Miguel e Luna correm até onde ficava a fenda dimensional e tenta encontrar Peter por horas, mas não conseguem nada, quando eles voltam ao acampamento e vão ao laboratório com a esperança de encontrar Peter, a Dr. Peterson fala:

- Todas as fendas dimensionais se foram e todos anjos e demônios junto com elas, mas cadê o Peter?

John olha para ela e abaixa a cabeça, a doutora logo entende que só se fecharam pelo sacrifício dele.

Depois de 5 meses que isso aconteceu não tinha mais nada para atrapalhar a reconstrução da terra, ainda existia humanos com poderes, mas o governo arrumou uma maneira de neutralizar aqueles que só queriam o mal e se aliar aqueles que queriam ajudar.

Depois de 5 anos Peter foi reconhecido como o herói que salvou todos então aonde começou tudo, construíram uma estátua dele lutando contra anjos e demônios.

John reencontrou o amor, e construiu uma nova família, ele se casou com uma mulher chamada Joana, com ela teve 2 filhos, uma garota que chamou de Rebeca e um rapaz que chamou de Peter.

Miguel e Luna tiveram 3 filhos, Lester, Michael e uma garota que chamou de alicia.

Todos os dias 17/10 Luna John e Miguel vão a algum lugar em lembrança de Peter comemorar mais um aniversário dele, desde que ele sumiu entre as dimensões até que um dia e um bar eles escutam uma voz dizendo:

- Olá eu sou Karen, eu estou procurando Karlos Peter Guardian alguém o conhece?

Então John se levanta e vai até a porta que e onde está a mulher e fala:

- Eu o conheci, a senhora o conheceu de onde?

Então de trás da mulher sai uma criança de aproximadamente 5 anos e diz:

- Oi eu só vim conhecer meu papai.

                         Fim.


Notas Finais


Me falem oque acharam e agradeço a todos que leram até aqui.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...