História Blood , Sweat And Tears - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Rap Monster, Suga
Tags Namgi, Namjoon, Sugamon, Yoongi
Exibições 281
Palavras 1.197
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie pessoinhas , tudo bem com vocês ?

Eu to otima , por isso to postando uma oneshot no meio da madrugada pra alegrar a vida de vocês <3

Eu , sinceramente , adorei essa oneshot e nem sei de onde saiu tanta coisa boa

Ela é super , ultra , mega , blaster , master inspirada em " Blood , Sweat and Tears , então vão ter varias referencias a música nela :)

Aproveitem ai !

Capítulo 1 - Capitulo único


 

Meu sangue, suor e lágrimas, minha última dança.

Leve-os todos

Meu sangue, suor e lágrimas, minha respiração fria.

Leve-os todos

Meu sangue, suor e lágrimas.

 

Respiro fundo, meu peito subia e descia rapidamente, meus olhos e o lábio preso entre os dentes tentando conter os sons que insistiam em escapar de minha boca. A ardência em meu peito era torturante, os vergões vermelhos deixados pelo chicote se estendiam de meu peito as minhas coxas seguindo uma longa trilha de sangue e suor por meu corpo.

 

Responda-me Yoon, a quem você pertence? – Ouço a voz rouca e baixa soar perto de meu ouvido e logo após sinto uma lambida em meu ombro e uma forte mordida sem depositada no mesmo

 

Meu sangue, suor e lágrimas e.

Meu corpo mente alma

Saiba perfeitamente que sou todo seu

É um feitiço que me pune

 

Eu pertenço a você, Namjoon – Respondo com a voz baixa e fraca, ouço Namjoon soltar uma risadinha baixa e morder o lóbulo de minha orelha, arrastando os dentes lentamente ali.

 

Tão submisso. – Sussurra antes de se afastar um pouco e se ajoelhar entre minhas pernas, apenas encarando meu corpo.

 

Subo os olhos por seu corpo observando cada mínimo detalhe, o tronco definido, a pele bronzeada em contrate com minha pele extremamente pálida e por fim o rosto. Lábios chamativos que se curvavam em um sorriso malicioso, os olhos em tom escuro e o cabelo castanho meio bagunçado.

 

Ele é, com certeza, um deus grego.

Poderia ate ser assemelhado com um anjo, mas um anjo com asas de demônio.

 

Pêssegos e creme

Mais doce que um doce

Bochechas de chocolate

E asas de chocolate

Mas suas asas são as de um demônio

Antes da sua doçura, há um gosto amargo, amargo.

 

Por trás daquele sorriso com covinhas, o ar gentil e meio atrapalhado, havia um homem sádico e possesivo.

 

 Eu sabia que deveria ter me afastado na primeira oportunidade que tive, mas não, eu quis ficar, eu queria mais...

 

Conhecemo-nos na faculdade, eu era o calouro perdido e ele o veterano popular, é bem clichê...

 

Viramos amigos e começamos a namorar meses depois, ate ai estava tudo bem, mas certo dia ele disse que tinha algo para me dizer.

 

Ele revelou ser sadomasoquista

 

Eu achei estranho no começo, mas ao mesmo tempo eu fui consumido por uma enorme curiosidade, eu queria me afundar naquele mundo novo e diferente.

 

E bom, aqui estou eu, me afogando nesse mundo sem coragem para pedir ajuda.

 

Fui arrancado de meus devaneios ao sentir um tapa forte em minha coxa e arfo baixo arqueando um pouco as costas ouvindo o barulho das algemas que me prendiam na cama. Foco meu olhar no rosto de Namjoon quando ele puxa meu rosto, forçando-me a encara-lo, sinto nossos lábios roçarem por alguns segundos ate que ele morde meu lábio inferior com certa força, sugando-o logo depois me fazendo soltar uns pequenos gemidos de dor.

 

Beije-me, não importa o quanto doa, torne este laço mais forte

Até que não possa doer mais

Querida, tudo bem me embriagar, porque agora eu bebo de você.

No fundo da minha garganta, está o uísque que é você.

 

Por mais que machucasse, eu amo sentir os lábios de Namjoon sobre os meus, suas mãos percorrendo meu corpo, apertando varias partes, deixando marcas e mais marcas.

 

Sinto seus lábios se afastarem dos meus e descerem por meu pescoço deixando algumas mordias e lambidas antes de descer ate meu peitoral, sorrindo enquanto passava a ponta da linga pelas marcas avermelhadas que se encontravam ali.

 

Remexo-me embaixo de seu corpo quanto sinto seus dedos passear perigosamente por minha virilha e por um momento parar em meu membro, dando um forte apertão em minha glande, o que me fez soltar um gemido bem alto, fazendo Namjoon gargalhar.

 

Eu odiava aquilo, mas no fundo queria muito aquilo tudo...

 

Meu sangue, suor e lágrimas, minha última dança.

Leve-os todos

Meu sangue, suor e lágrimas, minha respiração fria.

Leve-os todos

 

Eu te quero muito, muito, muito, muito.

Eu te quero muito, muito, muito, muito, muito, muito.

Eu te quero muito, muito, muito, muito.

Eu te quero muito, muito, muito, muito, muito, muito.

 

Suspiro baixo quando ele solta meu membro e direciona os dedos ate minha entrada, apenas a rodeando com os dedos de forma lenta e torturante, me fazendo soltar resmungos baixos.

 

Eu precisava daquele homem, agora!

 

Você esta sendo um garoto obediente, vou lhe recompensar por isso. – Diz sorrindo e segura meu quadril com uma mão e com a outra segura seu membro posicionando-o em minha entrada, penetrando-me de uma vez só, me fazendo soltar um gemido de dor e prazer ao mesmo tempo em que ele soltava um gemido rouco e mais contido.

 

Não importa o quanto doa me aperte mais, para que eu não possa escapar.

Abrace-me fortemente e me balance até que eu fique inconsciente

 

Fecho os olhos sentindo algumas lagrimas descerem por meu rosto, por mais que eu já tivesse feito isso algumas vezes, ainda doía demais. Sinto alguns beijos em meu rosto e um selar delicado em meus lábios antes de Namjoon começar a estocar lenta e profundamente, me arrancando gemidos manhosos e finos.  

 

Suas mãos agarravam minhas coxas com força, desferindo alguns tapas entre as estocadas, me fazendo gemer ainda mais.

 

Aquilo era dolorido, mas me deixava ainda mais excitado.

 

Eu estava viciado em Kim Namjoon e em seu jeito sádico e possesivo

Eu havia aceitado a bebida sabendo que o veneno estava presente naquela linda taça.

 

 

Beije meus lábios, lábios, esse é um segredo que fica apenas entre nós dois.

Eu estou viciado nessa prisão que é você

Eu não posso adorar ninguém mais além de você

Eu sabia muito bem que estava bebendo do cálice envenenado

 

Namjoon se inclina um pouco e leva os lábios ate meus mamilos , mordendo , chupando apertando-os entre os dedos, e tudo isso que ele fazia me arrancava gemidos ainda mais altos e um pouco esganiçados.

 

Permito-me sussurrar seu nome entre alguns gemidos vendo o sorriso em seu rosto se alargar e logo sinto sua mão envolver meu membro, começando a me masturbar de maneira rápida enquanto aumentava a velocidade das estocadas, surrando minha próstata.

 

No momento eu me encontro em êxtase, sinto fortes espasmos percorrem por meu corpo e meus gemidos altos indicavam que eu havia finalmente chegado ao meu orgasmo.

 

Sinto uma das mãos de Namjoon tapar meus olhos enquanto ele dava as ultimas estocadas e logo sinto seu gozo preencher meu interior. Ouço sua risada baixa e fraca perto de meu ouvido e logo seus lábios estão sobre os meus apenas se roçando.

 

Mate-me com cuidado

Feche meus olhos com o seu afago

 

Eu te amo, Suga – Sussurra Namjoon e sorrio de lado ao ouvi-lo usar o apelido que ele havia me dado.

 

Também te amo, Nam. – Sussurro e fecho os olhos, descansando por um momento.

 

Eu não poderia rejeitar, de qualquer forma.

Eu não posso mais nem tentar escapar

Você é muito doce, muito doce.

Porque você é muito doce

 

Eu sabia que não poderia deixa-lo, eu não conseguiria deixa-lo. Ele é, perigosamente, doce demais, instigante demais, então apenas o deixa levar tudo.

  

Meu sangue, suor e lágrimas.

 


Notas Finais


<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...