História Blood sweat and tears - Capítulo 6


Escrita por: ~, ~PomPomCute e ~Dannypark

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Romance, Tragedia, Violencia
Exibições 26
Palavras 1.238
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Estupro, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora, meio que o capítulo foi grande e estava sem tempo para fazer lá, emfim tenham uma boa leitura e desculpa os erros

Capítulo 6 - "Não Jungkook não"


Assim que entramos Jungkook desaparece entre a multidão e brota do nada do meu lado com duas bebidas "mas que tipo de macumba foi essa?"

- Você quer?

- Eu nunca...

- ah, não? Vai esprementa - disse já colocando o copo em minhas mãos, dei um grande gole na bebida sem saber oque estava fazendo ao certo, aquela bebida desceu rasgando em minha garganta, Jungkook riu da careta que fiz automaticamente. Logo pegou em minha mãe e saiu me guiando entre as pessoas que estavam dançando, subimos algumas escadas e Jungkook abriu uma porta me empurrando pra dentro - lá estavam Jimim, Tae, Suga, o cara do carro preto que estava de costas mais logo se virou para me encarar, e mais um que não conhecia, reparei que tinha mais duas garotas meio de canto oque me aliviou um pouco. Jimim foi o primeiro a se manifestar.

- Eu conheço você, certo? É aquela garota que ajudei? - balançei a cabeça afirmando.

- Então essa é a minha prima que falei, Chanyeol - Jungkook segurou em meus ombros me colocando a sua frente, acenei de forma tímida.

- Até que enfim pude te conhecer, Jungkook não parava de falar de você - disse o cara do carro preto e Jungkook engasgou atrás de mim - aliás me chamo Namjoon.

- Beleza? - o cara que não conhecia disse sorrindo de forma doce - eu sou Jin

As duas meninas começaram a falar alguma coisa e chegar cada vez mais perto.

- Olá Chany, parece que já te conheço de tanto ouvir falar em você - percebi que Jungkook serrava os olhos na direção da garota de cabelos castanhos - aliás me chamo Min A mas prefiro apenas de Mina, sei que vamos nos dar super bem.

- Eu sou Sheyla prazer - disse uma de cabelos claros. Logo se afastaram e sentaram perto dos garotos.

Jungkook chegou perto do meu ouvido e sussurro:

- Viu? Eu disse que eles eram legais

Ele foi conversar com Jimim. Assim que Suga me viu sozinha veio falar com migo.

- Lembrei de onde te conheço, você estudava na minha universidade, certo? Você é Chanyeol a garota que tentou se... - calou-se ao me ver com um olhar de desespero. Então ergueu as sobrancelhas em sinal de compreensão - tenho dó de você por ser prima do Kookie, ele é muito agitado.

Jungkook pareceu escutar a nossa conversa, pois estava com parecendo pensativo. Ele me ofereceu mais bebida mais ela parecia estar mais forte, minha cabeça começou a rodar e minha visão ficou meio sem foco, fiquei meio assustada com a situação. Descemos para a festa e Jeon trazia mais e maos bebidas, eu como sou curiosa e não sei recusar, até que chegou ao ponto de estar tudo girando e eu estar indo com o Kookie dança. Acho que fiz merda.

- Chany - ele gritou por cima da música ao me ver tropeçar em meus próprios pés e me agarrar em sua camisa. Ele começou a rir e eu também - você está bem?

- Não - respondi não conseguindo para de rir.

Ele me puxou para um lugar menos agitado da festa parecia ser um tipo de corredor, não sei ao certo do que estávamos rindo quando Jungkook colocou as mãos em minha cintura para me equilibrar. Coloquei as minhas em seu ombro por impulso.

- Você nunca foi a uma festa? - ele questionou quebrando o silêncio

- Não - ri um pouco - as pessoas me ignoravam e não gostavam de mim, então não fazia questão de ir às festas.

Jungkook ficou sério por alguns minutos. Mas logo volto a rir quando cambaleei para trás e bati as costas na parede, ele me apertou um pouco mais forte ainda rindo da minha cara, fechei os olhos envergonhada por estar caindo a todo momento. Quando abri-los novamente percebi que Jungkook havia se aproximado mais de meu rosto. Seus olhos me encaravam de forma desejosa, mordi  os labios de forma automática, também o desejava de forma intensa, queria dizer para ele se afastar mas... não tinha forças para isso, ao mesmo tempo que o desejava de forma que nunca havia desejado antes, sabia que aquilo era errado. Deixei escapar um suspiro quando seus labios ficaram a centímetros do meu, assim que nossos labios se tocaram uma explosão de sentimentos se fes presente em minha barriga, foi então que notei o quanto precisava daquilo, apertei mais forte os ombros de Jeon ao sentir minhas pernas fraquejar. Sua língua se enroscou na minha, me fazendo desmanchar em prazeres, o puxei para mais perto de mim e sua mão subiu de minha cintura até minha nuca enrolando seus dedos em meus cabelos, intensificando ainda mais o beijo. Jungkook iria me levar a loucura se não fizesse alguma coisa, criei coragem e forças par o empurrar para longe arfando.

- Não - fiquei em choque ao notar oque tinha acabado de acontecer - Jungkook não...

- Chany - disse em um tom de desculpas ao me ver abaixar a cabeça.

Quando ele se aproximou de mim para me tocar, sai correndo empurrando quem estivesse em minha frente já sentindo meus olhos se encherem de lágrimas. Jungkook me seguiu até o meio da rua, onde me encontrou procurando desesperada por um táxi, queria sair dali o mais rápido possível.

- Chany - me gritou - espera por favor eu não deveria...

Um táxi apareceu e dei o sinal para que parace.

- Me deixa em paz Jungkook - pedi entrando no táxi com rapidez. - por favor.

Disse o endereço assim que o carro começou a andar, mais não foi o endereço da casa da tia Jennie. Arrisquei um olhar para trás e vi Jungkook socar o ar e bagunça os cabelos em forma desesperada.

Quando o carro parou dei uma nota de cinquenta para o motorista e disse para ficar com o troco. Desci do carro cambaleando nas escadas do prédio abandonado onde costuma ir quando era zoada na escola e queria ficar sozinha. Sentei me no chão do terraço e por lá fiquei me odiando pelo que tinha acabado de acontecer.

Acabei passando a noite acordada. Quando me dei conta já era de dia, minha cabeça doía como se um carro tivesse passado por mim. Não queria voltar para a casa da tia Jennie e dar de cara com Jungkook, porque isso teve de acontecer quando?

Olhei as horas e vi que eram 5h da manhã, pensei com migo mesmo que talvez Jungkook não tivesse voltado ainda, então sai do prédio e fui em uma rua movimentada a procura de um táxi. Paguei o motorista com o dinheiro que tinha testado. Entro em casa em silêncio, mais acho que não deu muito certo...

- Chanyeol - ouvi a voz de Jungkook vida da sala, o encarei com o coração já acelerado. Quando me viu se levantou rapidamente do sofá - onde você estava por todo esse tempo? Cheguei em casa e você não tava aqui, fiquei desesperado achando que tinha acontecido alguma coisa. Você quase me matou de susto.

Bufei por ter dado de cara com Jungkook e subi correndo as escadas, Jungkook tentou me alcançar, mais assim que entrei no quarto fechei a porta na sua cara e a tranquei. Ele bateu na porta de leve, mais logo se tornaram mais desesperadas.

- Chany por favor me deixa entrar, temos que conversar por favor, Chanyeol estou implorando.

O iguinorei e entrei no banheiro iniciando um banho demorado. Quando terminei fui dormir. Estava de saco cheio para olhar para a cara de Jungkook.


Notas Finais


Eu disse que esse capítulo seria revelador esperam que tenham gostado, não se esqueçam de comentar oque acharam e dar sua opinião vou gostar muito de saber oque vocês pensam e aonde vocês acham que poderia melhorar. Beijinhos até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...