História Blood Sweat and Tears - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jungkook, Suga
Tags Bangtan Boys, Bdsm, Bts, Hobi, Hoseok, Jeon, J-hope, Jungkook, Lemon, Sobi, Suga, Yaoi, Yoongi, Yoonkook, Yoonseok
Visualizações 471
Palavras 1.411
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Pego em uma mentira.


 

Naquela segunda noite com o carro estacionado aos portões da imponente mansão, Yoongi não perguntou-se o que fazia ali, pensava apenas nas respostas, queria novamente aqueles olhos, aquele toque, aquele corpo o tomando sem pudor, queria a noite passada naquela noite.

 

Ouviu a voz jovem no interfone e os portões abriram-se.

 

-Seja bem-vindo senhor Min, vou recepciona-lo, o senhor Jeon, o espera.

 

Yoongi não perguntou-se o quão poderoso era Jungkook enquanto dirigia pela estrada iluminada que levava até a casa principal, não questionou quanto poder ele tinha quando o jovem rapaz que parecia ter a mesma idade que a sua e que comprovava a teoria de que era mordomo de Jungkook abriu as portas reverenciando-se para ele, Yoongi apenas sorriu agradecido, cego pelo desejo em seu corpo, cego pelo homem que o esperava no topo das escadas.

 

-Hoseok, pode pedir que preparem algo para nós? Você escolhe, aposto que o senhor Min irá gostar da sua escolha.

 

Yoongi não viu a expressão no rosto de Hoseok, nem sua breve confirmação, apenas subiu as escadas com os olhos fixos em Jungkook, que vestia um roupão de seda, parecia esperar Yoongi justamente para o que ele queria.

 

Jungkook estendeu-lhe a mão e o puxou para um beijo, o apertou forte pela cintura enquanto chupava-lhe os lábios, fazendo com que sua língua o invadisse e se esfregasse na sua.

 

-Estive ansioso por você o dia todo –Jungkook sussurrou em seus lábios. Yoongi sentiu um calor percorrendo seu corpo, estacionando entre suas pernas.

 

-Eu não consegui pensar em outra coisa –Yoongi confessou e o rapaz sorriu em seus lábios, um sorriso cheio de satisfação e vitória.

 

Jungkook o puxou pelo braço, o arrastando pelos corredores sem muita delicadeza, Yoongi não se deu ao trabalho de notar a mansão luxuosa ao seu redor, nem questionou-se o motivo de tantos quartos, apenas o seguiu, cego, fitando o corpo do homem que o puxava, a nuca, a silhueta, o roupão que se abrira e flutuava com os passos apressados.

 

Jungkook entrou em um dos quatros e o soltou de forma um tanto brusca, fechando prontamente as portas, virou-se e avançou sobre o corpo parado, ofegante de Yoongi, o beijou ansioso, o despindo prontamente.

 

-Eu estava louco pra ver a sua pele. – Yoongi sentiu a palmada em sua bunda com força e tremeu segurando-se aos braços de Jungkook, notando pela primeira vez os músculos que ele tinha ali. –Você deve ficar em um tom lindo ao apanhar.

 

Yoongi o analisou pela primeira vez naquele momento, ouvindo aquelas palavras, nunca questionara-se se gostava de apanhar, mas aquela mão estapeando a sua bunda, enquanto sussurrava em sua orelha parecia obriga-lo a gostar.

 

Jungkook o segurou pelo rosto e apertou de leve suas bochechas, Yoongi o encarava de olhos marejados, estava excitado demais para questionar ou protestar, seu corpo foi jogado de encontro a cama e ele afundou no colchão surpreendentemente macio.  

 

Jungkook despiu-se do roupão por completo, Yoongi o observava sentindo a ereção crescer entre suas pernas, não tivera tempo de imaginá-lo nu e a visão era deliciosa. O abdome definido, assim como os braços e as pernas, o tom de sua pele era uniforme, parecia incrivelmente bem cuidado, o pênis ereto entre as pernas, Yoongi lambeu-se sem perceber, observando o rapaz caminhar em sua direção.

 

-Fiquei pensando sem parar as inúmeras coisas que posso fazer com seu corpo para tingir sua pele de vermelho. –o Tom de voz excitava Yoongi, assim como a forma que o rapaz o encarava, havia algo de cruel naqueles olhos que fazia seu pênis escorrer de tesão. Não pensava bem sobre o que o rapaz estava falando ou sobre o que pretendia, apenas queria aquele corpo dando-lhe prazer.

 

As mãos de Jungkook trabalharam rápidas movendo-se, pegando coisas ao lado da cama, Yoongi sentiu algo ser colocado em seu pescoço, em seus cabelos e recebeu um rabo felpudo o encarou curioso e Jungkook o colocou em sua boca.

 

-Chupa ele, comprei pra você. –As mãos do homem que ordenava deslizavam pela ereção de Yoongi, o masturbando, apertando a sua glande, enquanto o rapaz chupava obediente o plug anal que era decorado por uma calda felpuda em tons ruivos e brancos, com um laço cor de rosa.

 

Jungkook brincou com o pré gozo escorrendo pelo pênis de Yoongi e tirou o plug de seus lábios, o enfiou sem delongas em sua entrada, o fazendo gemer alto de prazer. O rapaz segurou-se aos lençóis e abriu mais as pernas inclinando-se contra a mão de Jungkook que brincava com o plug em sua entrada.  

 

-Quantos anos você tem senhor Min? –Jungkook quis saber brincando com os testículos do rapaz que contorcia-se com os mamilos róseos acesos de tesão.

 

-Vinte e três. - Yoongi respondeu entre gemidos, seus olhos recusavam-se a abrir em meio ao prazer.

 

-Como pode ter vinte e três e ser tão apertado, não teve muitos parceiros, não é?

 

-Qua-quantos anos você tem? –Yoongi tentou encará-lo. Tinha os olhos marejados, a boca não conseguia fechar-se, estava ofegante, suando, seu corpo inteiro estava tremulo de prazer.

 

-Eu tenho dezenove. – Jungkook o puxou pelos cabelos na nuca e o fez ficar de pé, o arrastou pelo quarto e o colocou de frente ao espelho na parede, encostou a boca em sua orelha e continuou masturbando seu pênis. –Seu corpo consegue ser sensível a um simples toque com essa idade, me sinto lisonjeado. –O rapaz riu com deboche enquanto chupa o pescoço de Yoongi, que olhava-se vendo a coleira em seu pescoço, com um guizo pendurado no centro, as orelhas de gato em sua cabeça e o rabo longo entre suas pernas, em outra ocasião sentiria-se envergonhado, seu corpo parecia mais jovem e delicado que o do rapaz que brincava consigo, mas naquela ocasião sentia-se ainda mais excitado por servir tão bem. Sentiu a mão do rapaz o batendo com força na bunda e tremeu apertando o plug em sua entrada.

 

-Você é tão excitante – As unhas do mais novo deslizavam pelas coxas de Yoongi, cravando-se sem piedade. –Olha como os seus mamilos ficam duros e o seu pênis escorre sem controle, isso me deixa louco pra te foder até gritar, eu vou fazer isso, mas quero que você olhe.

 

Jungkook o fez apoiar as mãos no espelho enquanto beijava suas costas deslizando as mãos por seus mamilos, os beliscando, tirou o plug da entrada e fez seu pênis encaixar-se entre as nádegas, roçando entre elas, o sentiu lubrificado, mesmo sem ter visto quando o rapaz o fizera. Yoongi mordia o próprio lábio desesperado, gemeu fechando os olhos e sentiu mais um tapa forte em sua bunda.   

 

 

-Eu quero que se olhe. –Ordenou e o mais velho obedeceu.

 

Sua pele mudara de cor, suas coxas continham uma trilha de arranhões, seu rosto estava vermelho, assim como os seus mamilos, que continuavam sendo apertados, seus lábios tornaram-se rosados, devido as mordidas insistentes que aplicava ali e seus olhos mal abriam, sentia tanto prazer que seu gozo quase escorreu ao sentir o pênis do mais novo o invadir por completo sem nenhum aviso.

 

Gemeu alto e dessa vez era ele quem não guardava nenhum pudor, tentou segurar-se ao espelho enquanto o mais novo o estocava forte, segurando-se em sua cintura com força, pareceu encontrar o seu ponto certo de primeira e permaneceu o estocando no mesmo lugar. Jungkook o olhava através do espelho.

 

-Eu vou me divertir muito com você Yoongi. –Jungkook o fez gozar com pouco e o rapaz tremia extasiado de prazer; adorava como Jungkook tirava o controle das suas pernas e da sua mente e em seguida o segurava forte pela cintura, o mantendo de pé.

 

O mais novo parecia entorpecido de prazer, o estocando sem parar, o segurando forte, Jungkook o fez virar e roubou seus lábios enquanto masturbava-se, chupou sua língua e as fez roçarem juntas, selou ambos os lábios finalizando o beijo e o encarou.

 

-Me bate.

 

Yoongi o encarou confuso e o mais novo segurou sua mão, a colocou em seu rosto e gemeu masturbando-se apressado.

 

-Me bate. – pediu mais alto e o mais velho obedeceu estapeando seu rosto. Jungkook gemeu alto de olhos fechados, ofegou desesperado. –Mais forte. –Yoongi o fez e o observou deliciado, estava gostando daquela reação. – Mais. – o mais novo parecia desesperado por aquilo. Yoongi o estapeou com força dos dois lados e sorriu satisfeito ao ver o gozo escorrer pelo pênis do mais novo, que gemia ficando de joelhos, tremendo de olhos fechados.

 

Havia descoberto algo novo, algo deliciosamente novo.

 


Notas Finais


-Reviso logo mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...