História Blood, sweat and tears - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Sadomasoquismo, Yaoi
Visualizações 3
Palavras 424
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


O primeiro capítulo foi feito pela visão do Angus, o restante será uma narrativa em terceira pessoa. Nesse capítulo, ele está conversando consigo mesmo, fingindo falar com Vicent.

Capítulo 1 - 1. Não tenha medo do escuro


Fanfic / Fanfiction Blood, sweat and tears - Capítulo 1 - 1. Não tenha medo do escuro

Eu te observo dormir todas as noites. Oculto na escuridão do seu quarto, bem naquela parte que você evitava olhar quando era criança, por medo de que, entre as sombras, estivesse alguém ali,

te observando,

te sondando,

prestes a por as garras em você enquanto seus pais dormiam, tolos, no quarto ao lado.

Mas eu nunca apareci, não é mesmo ? Você cresceu, eu acompanhei seu crescimento, sem ainda prestar muita atenção em ti, afinal, eu tinha outras pessoas para observar durante a noite também. Mas, se te interessa saber o porquê você se tornou meu preferido, é simples: desde que você era criança, eu te ouço chamando pelo mesmo nome todas as malditas noites. Os outros, como é de se esperar dos humanos, sempre mudavam de paixão como trocam de roupa. Mas, você ....

você ainda chama por ele.

Ele é o cara que está com você nos retratos e nas fotografias, espalhados pela sua casa, não é mesmo ? Ele é seu amigo de infância, que dormia no seu quarto enquanto eu os observava, silencioso, me deliciando com o fato de saber que você o desejava, mas, ele ...

ele não desejava você. Pelo menos, não da mesma forma.

Quantas vezes uma mensagem dele não chegava no meio da madrugada e você pulava da cama porque ele havia se metido em outra briga, num bar diferente ? Quantas vezes ele não te alugava por noites a fio contando sobre as mulheres que ele havia partido o coração ? Ele ria. Você não.

Mas não é culpa dele, não é mesmo ? Você nunca contou que o amava. E ele sempre foi bronco demais para perceber.

Recentemente você têm mudado. Andou dormindo fora de casa, até senti sua falta várias noites seguidas. Começou a beber, chegando cheio de ferimentos e roxos pelo corpo, que ficavam deliciosamente à mostra quando se deitava na cama só com a roupa de baixo.

Você sempre foi um menino de imaginação fértil, cheio de malícias, e eu gosto disso. Na verdade, eu vivo disso. Você amavelmente me alimentou durante todas as noites em que desejava seu amigo ... Oh, só eu sei o tipo de coisas que passavam na sua mente quando estava fantasiando com ele ... Passo a língua nos lábios só de lembrar.

Bom, detesto quando fico nostálgico, relembrando das coisas passadas, mas é um mal necessário. Preciso manter minha mente ocupada enquanto você está longe ... Já passam das três da manhã e você ainda não voltou para casa ... O que anda fazendo ?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...