História Blood Sweat Tears - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Yuzumin

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Blood+, Bts, Hoseok, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lágrimas, Masoquismo, Namjin, Namjoon, Sadismo, Sangue, Seokjin, Suga, suor, Sweat, Taehyung, Tears, Yoongi
Exibições 74
Palavras 780
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Obrigada por ler!! (Nota finais)

Capítulo 3 - Monólogo 3


Fanfic / Fanfiction Blood Sweat Tears - Capítulo 3 - Monólogo 3

P.O.V Jin

 

   Por algum motivo desconhecido, ou talvez não, o clima tinha começado a esquentar, e pelo jeito eu era o único que tinha percebido ou simplesmente sentido essa mudança. A cada desvio de olhar que eu dava em direção ao homem que andava de um lado para outro na minha frente, eu ficava mais quente e por consequência, meu rosto expunha mais vermelhidão. 


   Ele tinha percebido minha situação e me provocava ainda mais com palavras e olhares que me deixavam sem ter onde me esconder para evitá-los. Jimin ao meu lado era minha salvação, mas não por muito tempo. 


   Senti que algo me incomodava no meio das pernas, e eu não fui o único a notar. O doutor Kim Namjoon, que me encarava descaradamente por pelo menos três vezes por minuto, me ajudou a identificar o grande volume em minha calça, analisando-me da cabeça à meu íntimo, olhando-me com uma expressão sádica no rosto. Eu não sabia o que fazer. O chão que eu pisava, a cadeira que eu sentava, as pessoas a minha volta, tudo sumiu e a única coisa que eu podia ver era o sorriso que aquele homem tinha dirigido a mim e meu amigo lá de baixo. 


   Rapidamente, peguei minha mochila e a coloquei sobre meu colo para poder evitar que mais alguém soubesse que eu estava duro e me achasse um pervertido que não sabia se controlar. Tá, vamos confessar, eu não sei me controlar, mas isso não vem ao caso no momento. 


   Olhei para meu relógio no pulso e deduzi, que pelo horário, a palestra já estava no fim. Senti um alívio gigantesco quando ouvi o palestrante dizer que estava abrindo espaço para perguntas. Ele não prestaria mais atenção em mim.


   Enquanto respondia às perguntas, tentei me acalmar um pouco respirando profundamente, sentindo o ar artificialmente gelado do ambiente provocado pelo ar condicionado. Meus batimentos cardíacos ainda estavam acelerados, mas nada que sair correndo para longe dali não melhoraria. 


   Então, meu alívio se deu por completo quando o doutor pervertido anunciou que o tempo havia acabado e meu sofrimento, quer dizer, a palestra tinha chegado ao fim. Assim dito, minha primeira ação foi pegar minhas coisas e correr auditório a fora. Nem tive tempo de me despedir do Jimin, que ficou para trás quanto mais eu me afastava do local. 


   Com o corpo e mente mais calmos, segui até meu carro, ligando-o e me dirigindo até minha casa para me preparar para as aulas à tarde. No entanto, no caminho de volta, meu pensamento voltou ao homem de terno preto chamado Kim Namjoon. Seus olhares maliciosos em minha direção, insinuações e gestos, aquilo me deixou louco! Como isso era possível?! A sensação que eu tinha acabado de me livrar, voltou com força total, me deixando tonto e sem ar. Minha imaginação me levou a ter pensamentos impróprios com o moreno, como ele me amarrando e me mordendo e...


  -Ngh! - gemi baixo com meus delírios. Encostei o carro e coloquei minha cabeça entre os braços que estavam apoiados no volante, suspirando pesadamente, tentando me manter calmo. Sem sucesso. A ereção que eu tive mais cedo não ia passar da mesma forma, eu teria que agir logo, e rápido. 


   Guiei meu carro até uma área um pouco mais deserta da cidade, estacionando perto de uma árvore que me ajudaria a me esconder. Tirei minhas mãos do volante do veículo dirigindo-as diretamente para a fivela da minha calça que estava começando a me apertar. Me ajeitei no banco, abrindo um pouco as pernas ao mesmo tempo que descia o zíper da peça de roupa que estava impedindo que eu me aliviasse. Abaixei um pouco a calça já aberta junto com minha roupa íntima deixando o grande e teimoso volume aparecer. Com meus olhos já fechados, arqueando levemente meu pescoço para cima, comecei a fazer movimentos lentos para baixo e para cima, apertando levemente a glande, que era minha parte favorita. Mas algo estava tirando minha atenção do prazer. 


   Uma música alta começou a tocar ao meu lado, que vinha diretamente do bolso da frente da minha mochila, deixando-me assustado e paralisado em um primeiro momento. Voltando à racionalidade, percebi que era o meu celular que emanava o toque alto e irritante, me fazendo trocar o destino de minhas mãos para alcançá-lo. Abri a mochila e verifiquei o número, que era desconhecido. Atendi mesmo assim, poderia ser algo importante. 


    -Alô?! - disse com o aparelho já na minha orelha - Quem é?!


   Senti um arrepio descer na minha espinha. Eu conhecia aquela voz grossa e viciante e me arrependi de ter atendido o telefone assim que a pessoa do outro lado da linha começou a falar. 
 


Notas Finais


Ooi, povo lindo! Bom, é a primeira vez que escrevemos nas notas finais hehe
Então, para explicar um pouco Colômbia funcionar a fic e vocês não ficarem muito perdidos. Cada capítulo vai ser revezado pelo Jin e Namjoon, sendo assim, pelo ponto de vista deles.
Pretendemos postar quase todos os dias ou a cada 2 dias, assim não fica chato ter que ficar esperando quase um mês pelo capítulo novo HSUAH (Tia Min sabe como é sofrer por isso, então seremos pontuais quanto a postagem!)

Mas e aí? O que vocês acharam do capítulo? Tá legal? Tá corrido demais? Tá incrível? Contem pra gente nos comentários!!

~Beijos da Tia Min e Tia Nalu~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...