História Blood Sweat Tears - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jhope, Jimin, Jin, Kook, Rapmonster, Suga, Vampiros
Exibições 20
Palavras 1.336
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


terceiro cap espero que gostem (:

Capítulo 3 - Lembrança.


Fanfic / Fanfiction Blood Sweat Tears - Capítulo 3 - Lembrança.


-Ei ( seu nome) ! -Jin me despertou de meus pensamentos  e eu caminhei até onde ele estava-
-Pois não? -dei um sorriso sem graça-
-Sente-se. -Ele sorriu de volta apontando para o lado da grama que estava vazio.-
-Você quer conversar aqui mesmo?
-Sim, se não se importar...
-Claro que não . -risos-
-Então, você  sabe que somos o clã mais antigo da coreia certo?
-Sim.
-Por séculos  eramos os únicos mas com o passar dos anos muitos vampiros surgiram e agora querem tomar nosso lugar.
-Entendo... Por isso estou aqui.
-Preciso que faça um feitiço de proteção ao redor dessa casa, impedindo que outros vampiros além de nós sete entrem aqui.
-Claro, isso é fácil.
-Também preciso que use um feitiço localizador, tem um vampiro antigo que anda causando problemas nas redondezas, atacando humanos.
-Ok... Mas... ''atacando humanos'', você fala como se ...
-Nós não fizéssemos isso?
-É.
-Nós não matamos humanos, só nos alimentamos deles. Sabemos nos controlar.
-Nunca encontrei vampiros assim...
-É uma maneira mais digna de sobreviver.
Jin me surpreendeu, sem duvidas ele era um ótimo líder.
-Tudo bem, é só isso?
-Por enquanto sim.
-Ok, eu vou precisar de um mapa e pelo menos uma gota de sangue de cada um de vocês.
-Espere aqui, já volto com tudo isso.
Ele se foi como um volto, alguns minutos depois voltou da mesma forma trazendo um mapa e um cálice de prata.
-Aqui está o sangue e o mapa.
-Ok. Hum... eu vou começar pelo feitiço de proteção.
-Quer que eu saia?
-Não, pode ficar. Só preciso que fique em silencio está bem?
-Que legal ! Nunca vi uma bruxa usando magia antes.
Ele parecia um jovem normal de 23 anos ás vezes e em outras um senhor de meia metade.
Me levantei e segurei firme a taça com as duas mãos.
-Et sunt quatuor virtutes terra, ignis, aqua, aer angulos store;
Tutor spiritus lapidibus loci custodiam.
Si tu sta, et non nihil nemo intrat Nen.
Hic quatuor angulis per singulos angulos habet lepos;
Fermentum, nonummy, adsidua et resistentia.
vel in absentia mea coram me et custodiunt regency.
Hoc est mittere alica emediato aget, signatus est enim et nunc.
*(São quatro poderes terra,fogo,água e ar, para cada canto guardar;
Espíritos das pedras guardiães, vigiem este lugar 
Defenda se precisar,mas não deixe nada e nem ninguém entrar.
Neste lugar a quatro cantos,cada canto tem um encanto;
Proteção,Vigilância,Persistência e Resistência.
manterão a regência tanto na minha presença ou na minha ausência.
Assim que este feitiço é lançado ele agirá de mediato,pois aqui e agora esta selado.)*
Um vento soprou por todo lugar, era o sinal que o feitiço havia sido selado.
-Já esta feito. -Jin me olhava com os olhos brilhando-
-Uau ! -eu podia jurar que ele ia começar a bater palmas a qualquer minuto-
-Agora só falta o de localização, mas esse eu prefiro fazer a noite sob a luz da lua. Tem algum problema?
-Claro que não, a bruxa que manda. -ele me deu uma piscadinha-
-Está bem. -sorri de volta-
-Ei,  o que vocês estão fazendo? -Kook disse acompanhando de V, Hope , Namjoon e Suga-
-A ( seu nome) acabou de fazer um feitiço de proteção, vocês perderam ela é demais !
-Ah poxa, faz de novo ( seu nome) disse J-hope fazendo biquinho.
Eu fiquei totalmente sem graça, eles pareciam garotos normais.
-Uma outra hora eu faço um feitiço qualquer e vocês vão ver. -sorri ainda tímida-
-Agora vamos caçar ! -disse Namjoon com um olhar malicioso-
-A luz do dia? -perguntei-
-Não existe hora quando estamos com fome. -Disse suga-
-Não é perigoso alguém ver vocês?
-Vivemos assim a séculos, não se preocupe ( seu nome) -Disse Jin-
-E o Jimin não vai? -porque eu tive que abrir a boca pra perguntar sobre ele-
-Não, ele ''comeu'' logo cedo. -Disse Kook-
-Ok.
-Até mais tarde. -Disse todos eles logo saindo e me deixando sozinha-
Resolvi voltar para meu quarto, eu não tinha nada para fazer de qualquer maneira então ia ler algumas de minhas anotações.
Passei pela sala, mas meus olhos involuntariamente olharam para o alto da escada.
''Será que ele está lá em cima?'' 
Eu comecei a pensar em Jimin, em querer vê-lo. Eu não tinha mais controle sob meus pensamentos e antes que eu pudesse pensar em outra coisa me vi subindo as escadas e chegando a um corredor cheio de portas.
''Que merda estou fazendo?'' 
Eu sabia que não podia fazer aquilo, era extremamente proibido para uma bruxa manter qualquer tipo de relação com o clã que ela estivesse ajudando. Mas é como se de repente eu estivesse ignorando todas as regras e leis do meu mundo. 
Me vi ali caminhando naquele corredor, como se de repente a porta do quarto dele fosse abrir e ele fosse sair dele.
1º regra da bruxaria - Tome cuidado com as palavras, ela tem poder.
Uma porta no fim do corredor se abriu e eu me vi em frente a ela .
''Entrar ou não entrar?'' Fiquei com esse dilema rondando minha cabeça até que resolvi entrar.
-Jimin? 
PORQUE EU TINHA QUE CHAMA-LO.
-Me procurando, de novo? -A voz dele vinha por detrás de mim-
-Você me assustou -me virei para encara-lo com a mão esquerda sob o peito-
-Achei que não tivesse medo. -ele deu um sorriso sarcástico-
-E não tenho, é que você surgiu do nada.
-Do nada?, foi você que entrou no meu quarto. A proposito como sabia que era esse?
Eu não podia falar que eu desejei saber.
-A porta estava aberta.
-Não lembro de te-la deixado aberta.
-Hum... Eu não sei...
-E o que você faz aqui?
-Nada, é que os outros foram ''comer'' e eu vi que você não foi...
-É porque eu já ''comi'', se estiver disposta eu posso ''comer mais um pouco''. -Ele veio para cima de mim com um olhar malicioso, e eu fui dando passos para trás. Ele ainda se aproximava com um sorriso de lado e eu continuei andando para trás até que cai por cima da cama. Ele ainda se aproximou de mim debruçando seu corpo em cima do meu. 
Meu coração nunca havia batido tão rápido, era possível ver que minha respiração estava acelerada, e com certeza ele notou que os pelos de minha nunca estavam arrepiados.-
-Qual é bruxinha, não vai se defender?
Era como se eu tivesse perdido a capacidade de pensar, ele aproximou os lábios dos meus.
-In-cen- -minha voz estremeceu-
-O que você está tentando fazer? -ele ainda me olhava malicioso-
Minha boca parecia não querer me obedecer.
-Phasmatus incen... 
-Shiiii -ele colocou o dedo sob minha boca- Parece que o seu ''feitiço '' não vai funcionar comigo, que pena esperava mais de você. Como pode proteger sete vampiros se não consegue proteger a si mesma?
Senti meu sangue ferver de raiva, ele estava mesmo duvidando de minhas habilidades como bruxa?
-Dor! -falei. 
E assim Jimin se levantou rapidamente encostando na parede com as duas mãos sob a cabeça, caminhei até ele.
-Ainda duvida?
-Isso aqui não me faz nem cócegas! -ele tirou a mão da cabeça e deu um sorriso sarcástico-
-MAIS FORTE. -eu disse e ele voltou a colocar as duas mãos na cabeça-
-MAIS, MAIS!
E Jimin caiu no chão.
-Por favor, pare. 
Então eu parei.
-Nunca mais diga que eu não sou boa o suficiente pra alguma coisa.
-Ok Bruxinha, você venceu dessa vez.
-Ótimo.
Eu dei passos até a porta de seu quarto mas ele segurou meu braço me encostando na parede.
-Lembre-se que não vai acabar aqui.
-Qual o seu problema comigo afinal?
-Eu não gosto de bruxas.
-Pois pareceu que você gostou de mim, até demais!
-Não se engane -ele deu um sorriso sarcástico- Você só me lembrou algo, só isso.
-Algo ou alguém? -ergui uma sobrancelha-
-Não é da sua conta !
Ele me jogou pra fora de seu quarto trancando a porta.
-Quem será essa pessoa que ele disse?
Eu ainda não sabia quem era, mas com certeza iria descobrir. 
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...