História Blood Sweat & Tears (Imagine BTS Harem) - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Bangtanboys, Bts, Got7, Harem, Hoseok, Imaginebts, Jackson, Jaebum, Jhope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Namjoon, Rap Monster, Suga, Taehyung, Tuan, Wang, Yugyeom
Visualizações 117
Palavras 940
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Harem, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Visual Novel
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie amores! Já que vocês pediram ai está Jackson Maravilhoso Wang 😍
Boa leitura 🙏

Capítulo 36 - 3 Encontro


Fanfic / Fanfiction Blood Sweat & Tears (Imagine BTS Harem) - Capítulo 36 - 3 Encontro

Hoje o encontro seria com o Jackson e eu estava super curiosa em como seria, ele não aparenta ser um cara muito romântico então não criei muitas expectativas.

- Vamos baby?! - Jackson me ofereceu sua mão. 

- Vamos - sorri e segurei sua mão. 

- Estou de olho em você Jackson - Jaebum avisou ele. 

- Eu também - Youngjae aproveitou. 

- Todos nós estamos - BamBam concluiu. 

- Olhem a vontade - ele se virou para eles e beijou seu biceps.

- Ridículo - Yugyeom debochou. 

Ao contrário de Youngjae, Jackson foi o caminho todo falando, ele não parava nem para respirar era uma palavra atrás da outra. Paramos em frente ao McDonald's. Ao sair do carro ele pegou minha mão e entramos. 

- Eu não sei se você gosta de lanches. Você gosta? - Ele estava preocupado. 

- Sim eu gosto - na verdade nunca tinha comido.

- Qual você vai querer? - Ele apontou para o cardápio. 

- Eu vou querer o mesmo que você querer - Eu não fazia idéia de como era então confiei em seu gosto. 

Jackson fez o pedido e escolhemos uma mesa para sentar. 

- Você está muito bonita - ele encarou meus olhos e sorriu. 

- Obrigada, você também está - fiquei corada. 

Sem querer a imagem de Jackson só de toalha me surge a mente e eu queria me matar por isso. Justo agora?? 

Não demorou muito e nosso pedido chegou, estava curiosa para saber qual seria o gosto e era surpreendente! Maravilhoso! Magnífico! Nunca havia comido nada igual. 

- É muito bom! - Falei de boca cheia. 

- Experimenta a batata - Jackson põem uma batata frita em minha boca. 

Até que ele não era tão bruto como imaginei. 

Ficamos comendo, conversando e rindo, ele era muito engraçado. Depois fomos em uma feira. 

- Olha só quem está aqui - uma voz chata surgiu atrás de nós. 

- O que você está fazendo aqui?! - Jackson perguntou irritado para a garota. 

- A rua é pública e eu ando por onde quiser - Ela resmungou. 

- É com isso que você está andando agora? - Ela me olhou com nojo dos pés a cabeça. 

De novo não! Pensei comigo. 

- Se enxerga garota! Você nunca vai chegar aos pés dela! - Ele me defendeu. 

- Há há há - Ela forçou uma risada. 

- Boa sorte pegando meu resto querida. Ele é inútil mesmo - Ela riu. 

- Escuta aqui projeto de gente. Você tá querendo arrumar confusão?! - Peitei a garota. 

- Por que? Você vai me bater? Ai que medinho - Ela zomba. 

- Jackson segura minha bolsa! - Entreguei para ele. 

- Nada disso - ele me pegou no colo apenas com um braço. 

- Isso dai não vale a pena - ele fuzilou a garota e me levou para longe. 

- Quem era aquela idiota? - Perguntei depois que ele me soltou. 

- Minha ex namorada - ele parecia envergonhado disso. 

- Nossa...ridícula - ajeitei minha roupa. 

- Ia brigar por mim é?! - Seus olhos se encheram de empolgação. 

- Eu não ia deixar ela ficar falando aquelas coisas de você - respondi tímida. 

- Você é tão fofa bravinha - ele apertou minhas bochechas. 

Dei um tapinha em seu braço. 

Já estávamos no final da tarde, o sol estava dando o seu lugar para a linda lua que surgia.

- Quero te mostrar um lugar - ele entrelaçou nossos dedos e caminhamos um pouco. 

Paramos em uma ponte, o local era um pouco deserto. 

- Eu sempre venho aqui quando preciso de paz - ele se debruçou sobre a ponte observando o rio abaixo de nós. 

- Este lugar é incrível oppa! - Fiquei admirando cada pedacinho do lugar. 

- Eva... - Jackson se virou para mim. 

- Sim - olhei para ele. 

- Me desculpe - seu olhar era indecifrável. 

- Desculpar pelo o que oppa? - Não estava entendo nada. 

- Por isso - Jackson segurou em meu pulso e me puxou para ele me dando um beijo calmo. 

Seus lábios eram quentes e gostosos, eu não queria solta-los nunca mais. 

Ele descolou nossos lábios e me deu um beijo na testa. 

Fiquei parada sem saber o que fazer. 

- Temos que ir agora - ele saiu andando em minha frente. 

Demorei alguns segundos para perceber que Jackson estava se afastando de mim, sai correndo feito criança atrás dele e grudei em seus braços caminhando ao seu lado, ele riu do meu jeito desengonçado. 

Talvez eu estivesse começando a entender pelo o que a minha mãe passou, eu beijei três caras e senti o mesmo sentimento por ambos, isso era estranho. 

A volta para casa foi diferente, Jackson estava silencioso, apenas cantava as canções que tocavam na rádio.

- Jackson - agarrei seu braço impedido que ele saíssem para entrar em casa. 

Ele me olhou confuso sem falar nada. 

- Me desculpe por isso - segurei seu lindo rosto entre minhas mãos e o beijei. 

- Obrigada pelo dia de hoje - dei um beijinho em sua testa e sai do carro. 

Ele pareceu ficar bobo com minha atitude e demorou a sair do carro. Ao entrar em casa percebo que Jaebum e Youngjae pareciam aliviados em ver que eu já estava em casa novamente. 

- Boa noite meninos - mandei beijinhos no ar e subi para meu quarto. 

Me joguei na cama.

- Eva... Eva... - A voz estranha me chama. 

- Quem está ai?! - dei um pulo da cama e fiquei em alerta olhando ao meu redor. 

Ninguém respondeu. 

- Devo estar ficando louca - resmunguei sozinha. 

Tomei um banho e fui deitar. 



Notas Finais


Gente me desculpe se o capítulo ficou meio bosta, eu estou praticamente dormindo já então peço desculpas por terem criado expectativas altas no encontro com Jackson, irei recompensa-las. Eu nem terminei essa fic e já estou pensando em uma segunda parte, vou enlouquecer 🙈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...