História Blood Sweat Tears part. I. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Suga
Exibições 79
Palavras 1.947
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá gente linda <3

Essa é minha SugaMin, inspirado em Blood Sweat & Tears.

Essa fanfic é cap. único, porque eu vou fazer parte por parte separadamente, assim como as partes cortadas em WINGS.

Logo menos, vai ter outra -q

Não me matem pelo close errado Jimin & Suga.

Espero que gostem!

Boa Leitura a todos.

Capítulo 1 - The past. - Lost in his arms.


Fanfic / Fanfiction Blood Sweat Tears part. I. - Capítulo 1 - The past. - Lost in his arms.

Jimin POV. 

Fazia cerca de dois anos que ele tinha ido embora. 

Doía. 

Não só  psicologicamente, mas também fisicamente. 

As marcas da violência física continuavam no meu corpo. 

- ESTÚPIDO! - Gritava o loiro enquanto me batia. 

Parecia loucura, mas eu ainda sentia falta dele. 

'Yoongi'. 

Min Yoongi, era a quem eu estava me referindo. 

O garoto loiro que eu tinha conhecido no colegial, o qual fomos amigos, namorados e amantes. 

Conheci Yoongi quando eu tinha 14 anos, quando eu estava no meu primeiro ano do ensino médio, ele era o valentão da escola e todos tinham medo dele, acabei por fazer amizade com ele depois que dei uma surra em um garoto que havia mexido comigo e desde então, nesse tempo ficamos amigos. 

Os anos se passaram rápidos nessa época, conforme nossa amizade foi se firmando acabamos por gostar um do outro, foi com 17 anos que tivemos nossa primeira noite de 'amor', se rebelando um para o outro. Nessa parte de nossas vidas, eu acabei me apaixonado de verdade, assim como ele e por fim tivemos um relacionamento, o qual acabou há dois anos. 

Não foi algo simples, e sim um fim conturbado e doloroso. 

E esse fim tinha um nome:

Jeon Jungkook. 

Amigo do meu irmão mais novo, apareceu em nossas vidas como um 'Furacão'. 

Certa vez, Yoongi foi para Daegu, sua cidade natal porque sua avó estava muito doente, ele ficou cerca de um mês por lá, nesse meio tempo, não sei o que aconteceu e como aquele moleque conseguiu se enfiar na minha casa em um mês todinho. 

Em um dia de madrugada, eu estava dançando no meu quarto para apresentação que eu ia ter e ele apareceu lá. 

- Oii Jimin. - Falou me dando um belo de um susto e fechando a porta. 

- Não te dei permissão para entrar no meu quarto moleque. 

- Eu sei, eu precisava conversar com você a respeito do seu irmão. 

Preocupado, pedi para que ele pegasse a cadeira na mesa do computador e sentasse, assim como eu, que já estava sentado na cama. 

- Sabe...eu acho que seu irmão é apaixonado por mim. 

- E o que tem demais nisso? 

- Jimin, eu sou apaixonado por outra pessoa, eu não quero magoar seu irmão. 

- Sente com essa pessoa, conversa e vê primeiro se vocês dão certo, caso não der, você tenta com meu irmão. 

- Sabe, essa pessoa já namora. 

- Complicado. Quem é? - Perguntei esperando uma resposta que não  veio. 

O maior se levantou e pediu para que eu levantasse também, por fim, ficamos cara a cara. 

Em um ato rápido, ele levou as mãos até minha camiseta, começando a desabotoar, botão por botão, logo eu retirei a mão dele dali, sem entender o 'porque' daquilo. 

- Deixe-me te mostrar uma coisa, por favor. - Implorou e eu assenti ainda estranhando aquele jeito. 

Depois de ter tirado minha camiseta por completo ele se inclinou começando a chupar meus mamilos e estimulando-os, enquanto eu me sentia queimar com aqueles toques. 

- Pare! - Pedi e ele se afastou me olhando nos olhos. 

- Eu gosto de você Jimin. 

E novamente, o maior me surpreendeu com um beijo, o qual pelo calor da emoção eu retribui. 

Ele me jogou na cama, e por fim, fizemos sexo a noite toda. 

Na manhã seguinte, ainda dormindo, acordei com o olhar frio de Yoongi, dentro do meu quarto vendo eu e o mais novo na mesma cama nus. 

- Yoongi não é nada disso que você está pensando. - Falei assustado e ele não disse nada, apenas saiu. 

Fui atrás dele com uma roupa qualquer, e não o achei, decidi ir até a casa dele. 

- O senhor Yoongi estava te esperando, pode subir. - Disse o mordomo. 

Subi correndo pro quarto de Yoongi, a porta do quarto estava aberta e eu entrei vendo-o na sacada. 

- Eu estava esperando por você. 

- Yoongi deixa eu te explicar. 

- Não precisa, eu vi. 

- Mas não foi nada disso que você está pensando. 

- Suas palavras não condiz com as camisinhas cheia de porra no chão do seu quarto na hora que eu cheguei. 

- Ele me seduziu. 

- VOCÊ É UMA BELA DE UMA PUTINHA MESMO JIMIN! - Alterou a voz e eu me encolhi, eu via o fogo nos olhos dele. 

- D-desculpa! - Falei sentindo meus olhos lagrimejados. 

O loiro veio andando até mim e parou na minha frente. 

- Y-Yoongi...- Sussurrei e o mais velho continuava com a raiva nos olhos. 

Em ato rápido, o primeiro soco me foi acertado, e assim continuou em uma sequência sem parar. 

- ESTÚPIDO! - Gritou o loiro enquanto me batia. 

Socos, chutes e ponta-pés. 

- VAI EMBORA DAQUI SEU MERDA! 

Sem consegui falar, eu fui me 'rastejando' para a porta do quarto ainda levando chutes até consegui sair. 

Cheguei em casa com muita dificuldade, e logo meu irmão veio me ajudar, mas eu recusei a ajuda, apenas me tranquei no meu quarto e fiquei ali. 

Se passou três meses e eu me mudei para Busan novamente, minha cidade natal, só que agora sozinho, e desde então eu estou aqui, tentando recomeçar. 

Ainda sinto falta de Suga. 

Todos os dias me lembro dele, mesmo com as feridas ainda que nem o tempo conseguiu curar. 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Nesse exato momento eu estava chorando com uma foto dele na mão. 

- Eu tenho que parar com isso. - Suspirei e larguei a foto dele secando minhas lágrimas. 

Me levantei do sofá, calcei os sapatos e sai de casa, sem rumo. 

Pelas ruas escuras de Busan, eu andava lentamente ainda com aquela dor da ausência dele e da culpa. 

- Psiu. 

Olhei para trás para vê se era comigo, e de repente algo tampou meus olhos. 

- SOCORRO! - Eu gritava. 

- Shhh! Se você não gritar a gente não te machuca. - Ouvi uma voz grossa desconhecida e senti meu corpo tensionar. 

Andei sendo guiado pelo individuo até certo ponto, subi umas escadas e fui jogado no chão brutalmente.

- QUEM SÃO VOCÊS?! - Gritei assustado recebendo o primeiro soco. 

Dor. 

Depois daquele soco, as sequências começaram, socos, chutes, coronhadas com algo que parecia barra de ferro, eu ainda estava vendado. 

Eu sentia ele ali. 

Ele estava tão longe, mas eu sentia ele tão perto. 

A dor do passado era a mesma. 

De olhos vendados sentindo aqueles chutes e socos, eu ria. 

Talvez aquilo era um 'alívio' para a dor que eu havia sentindo nos últimos dias. 

- Do que esse esquizofrênico está rindo? - Ouvi uma voz desconhecida  e logo um soco em cheio acertou minha boca. 

- Suga. - Chamei levando outro soco. 

Meus ossos se quebravam e eu sabia:

Ele estava ali. 

Os socos e chutes cessaram, de repente um silêncio tomou conta do ambiente por longos minutos. 

Ouvi passos vindo até mim. 

- Q-quem...está...ai? - Gritei não recebendo resposta. 

Senti um puxão de cabelo pendendo minha cabeça para trás. 

- Eu senti sua falta, Jiminnie. - Aquela voz que eu já conhecia sussurrou ao meu ouvido me fazendo arrepiar. 

- S-Suga? 

- Você fica tão sexy sangrando, isso me excita. 

- S-Suga...m-me p-perdoa. - Sussurrei esperando uma resposta, mas o silêncio se fez. 

Senti as mãos grandes em mim, me levantando com cuidado e me levando para outro lugar, o que não demorou, e logo fui arremessado contra algo macio que parecia uma cama. 

- Eu senti sua falta Jimin...- A voz se fez presente. 

- Deixe-me te ver Suga. 

A venda que me cegava foi tirada dos meus olhos, e eu pude ver ele. 

Diferente. 

Agora com os cabelos pretos, o olhar continuava frio, e um sorriso maldoso. 

- Yoongi...

- Aquele dia Jimin, doeu. Doeu mais em mim, no que em você com aquela surra que eu te dei. - Falou se sentando na cama. - Jimin, eu te amei por tanto tempo, desde o dia que o garoto de cabelos vermelhos havia pisado naquela escola. Quando conseguimos nos relacionar, eu mudei, não só por você, mas por nós dois para que dessemos certo. Depois que te bati, fiquei me perguntando 'por que ele fez aquilo comigo?'... E não conseguia achar a resposta. Foi doloroso. 

- Yoongi, eu não queria...

- Porque fez então? Só de lembrar, isso me da mais raiva! EU PASSEI ESSES DOIS ANOS SOFRENDO! 

- Naquela noite, ele me seduziu e eu me entreguei, mas não foi por querer. - Falei e logo recebi um tapa na cara. 

- VOCÊ SE ENTREGOU! - Gritou. - QUAL FOI?! ELE FODIA BEM MELHOR QUE EU? AQUELE MOLEQUE ESTÚPIDO? 

- YOONGI ME OUÇA! - Brandei já irritado com a situação. - Eu sei que errei, os dois anos que se passaram, desde aquele dia eu nunca deixei de me culpar, me mudei pra cá para tentar esquecer, mas de qualquer forma, eu sempre vou lembrar! Não me cansou de me bater ainda? Me mate logo, eu estou de saco cheio disso! 

O moreno me olhava agora assustado. 

- Cadê sua reação? ME MATE! Você mandou me darem uma surra, eu estou dolorido e agora?! Estava me culpando por tudo de dois anos atrás? EU TO CANSADO DESSA VIDA MALDITA E DOLOROSA YOONGI, ME MATE! 

- Não. - Falou se aproximando de mim e tomou meu lábios. 

- Suga...- Sussurrei entre o beijo. 

- Jimin...

Não demorou e logo estávamos nus, enquanto Suga me chupava lentamente me proporcionando um prazer intenso, enquanto me estocava com dois dedos em minha entrada. 

Eu sentia falta daquilo. 

- S-Suga...- Gemi e ele me olhou entendo o que eu queria. 

Soltei um gemido desaprovador assim que ele retirou seus dedos de dentro de mim e parou de me chupar, mas eu sabia que a melhor parte viria agora. 

Um beijo necessitado e cheio de amor. 

Enquanto aos machucados? 

Não doíam mais. 

Suga se ajeitou entre minhas pernas e com suas mãos separou minhas nádegas, logo guiando seu membro rígido e grosso sobre ela. Não demorou muito e logo eu gemi com o incomodo da dorzinha enquanto ele se afundava mais em mim, com seus olhos fixados aos meus. 

Aquele Yoongi frio tinha desaparecido. 

O silêncio falava por nós dois. 

- J-Jimin...- Gemeu assim que estava inteiro dentro de mim. 

Logos minutos parados ali, até a dor passar, eu sorri.

- S-Suga...v-vem. 

As estocadas começaram devagar e logo se tornaram rápidas, assim os nossos gemidos altos ecoavam pelo ambiente com pouca luz. 

- Eu te amo. - Suspirou no meu ouvido e eu sorri. 

- Eu te amo Suga! - Sussurrei. 

Mudamos de posição, acabando por ele ficar sentado e eu sentar de frente para ele, sem perdemos o contato visual, ele estimulava meu membro esquecido. 

- Y-Yoong...e-eu...vou....

Me desfiz em suas mãos e vi um sorriso resplandecer no seu rosto, ele levou suas mãos até a própria boca lambendo meus vestígios de prazer. 

- Agora é minha vez. 

Suga me virou de quatro e apressadamente colocou seu membro com força dentro de mim, me estocando rápido assim como seus tapas e puxões de cabelos, eu gemia alto assim como ele. 

- J-JIMINN! - Gemeu e segurou meu quadril com força pressionando seu membro dentro de mim. 

Por poucos minutos, assim que ele saiu de dentro de mim, ele caiu do meu lado em cima daquela cama, ofegante e me puxou para deitar no seu peito. 

Nossos corações estavam acelerados. 

- Me...p-perdoa Jimin. - Falou Suga, e logo se levantou pegando algo no criado mudo. 

Não entendi aquele ato, mas assim que vi o objeto que ele estava na mão me assustei. 

Uma arma. 

- Eu te amo Jimin...

Fechei meus olhos. 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

To be continued....

{...~♪
 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...