História Bloodborn - God's War - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bloodborn, Bloodborn Gw
Exibições 21
Palavras 1.340
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Violência
Avisos: Canibalismo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


>>>Valahastos<<<
>>>Capitais<<<
Agora na metade dos confrontos, espero que desfrutem do cap.
Se acomoda aí e vem com o pai!

Capítulo 10 - Elazir x Cidade de Erganor


Fanfic / Fanfiction Bloodborn - God's War - Capítulo 10 - Elazir x Cidade de Erganor

Erganor, a cidade subterrânea de Nortrend. Pelos seus habitantes considerada um reino também, e quem são seus habitantes? Nada mais nada menos que os simpáticos Anões. Que eras e após eras ainda são a civilização mais avançada de Nortrend. Com suas engenhocas e bugigangas. Erganor é a típica cidade anã, com grandes monumentos, edifícios personalizados que deixavam explícitos sua cultura. Conhecidos pela incrível habilidade com forja de armas, os homens são brutos, carrancudos, forjam armas, armaduras e seus incríveis robôs de guerra. Feitos à ferro puro e aço, criados em uma era em que os anões disputavam uma feroz guerra contra os elfos de Trundar por recursos da floresta Trundariana que resultou na morte de milhares anões e elfos. As mulheres ótimas artesãs e cozinheiras, podia se dizer que Erganor era um reino dentro de outro.

Assim como Trundar, tinham seu Rei, Tadeus III vindo de uma longa linhagem de brutos anões de guerra. Erganor mantinha seu mercado aberto tanto para humanos como para com os elfos. Mesmo que tivessem um pé atrás com as "gazelas", assim chamados todos os elfos.

[Edifício Real Rethor]

- Agora com vocês o vosso Rei Tadeus III! - anuncia um jovem anão em cima de um palanque de madeira.

As grandes portas de ouro e cobre se abrem e acompanhado de outros quatro anões fazendo segurança adentra o Tadeus, um anão diferente, assim como seu pai e seu avô, tinha o curioso gosto para usar branco, sua armadura era em aço, até mesmo sua coroa, a mesma era adornada por diamantes que emitiam um forte brilho azul, seus cabelos eram castanho e seus olhos um azul diamante igualmente.

- Vamos dar início à reunião de guerra! - fala Tadeus em uma mesa oval, reunido com seus generais de guerra.

- senhor, valahastos estão atacando as respectivas capitais do reino! - fala um de seus generais.

- mas medidas já foram tomadas, já reforçadas estão as entradas para Erganor! - articula Tadeus. - falemos sobre o que interessa! Se devemos contar com o apoio dos templários na linha de frente contra Gehenna!?

- já estão nessa linha de frente! Porém vejo como tremenda irresponsabilidade deles não terem informado à Letherus e as Gazelas saltitantes de Trundar sobre os Valahastos! - fala um general carrancudo.

- valahastos não abrem os portões de Gehenna e saem andando! Esqueceram? - indaga Tadeus com um olhar de decepção! - Valahastos são invocados! Alguém está mandando!

- Lúcifer certamente! - sussurra com o outro um dos seus guardas reais.

- sim...! - responde Tadeus. Tocando sua barba! - essa guerra terá ares dramáticos se ambos os lados ficarem apenas se encarando! Pois a cada dia ameças maiores vem surgindo! A qualquer momento um valahasto ou um conquistador Valahanico baterá à nossa porta! E como vai a produção dos defensores e artilheiros Rethor? Comandante Fartrid?

- não está terminada mas, defensores Rethor já estão positivos e operantes! - comenta o comandante Fartrid anão de barba curta e cabelo em um rabo de cavalo longo enrolado em seu pescoço!

- Ótimo, espero que estejamos prontos para receber os valahastos caso venham!

[9° Portão de acesso à Erganor]

- Rethor 8, sem ameaças detectadas! Portão nove, limpo! - fala o operador do robô Rethor.

- Não sou uma ameaça!? - fala a voz tenebrosa surgindo das sombras!

- Atenção! - grita Rethor 8, em um tipo de funil que funcionava como um auto falante. - Valahasto! - e logo outros Rethores chegam para auxiliar na defesa!

- Mun'lu'Huld!

[…]

[Edifício Real Rethor]

- meu rei! Valahasto! Um no portão nove!

- Rethores já estão lá? - indaga preocupado Tadeus.

- sim meu rei!

- Fartrid! Vá! - completa Tadeus!

- agora mesmo meu rei!

[9° Portão de acesso à Erganor]

- Ameaça neutralizada? - Fala o valahasto.

- Elazir! Herói Gehennico!? - fala Fartrid! Em sua armadura de guerra, um Rethor sem arcabuzes nas laterais dos braços e sim espadas.

- E você deve ser um dos fortes daqui?! - fala Elazir, o cavaleiro negro, que minutos atrás havia proferido um feitiço de clone sombrio, a cada momento um clone seu aparecia.

Sem mais delongas, Fartrid salta abusando da força do Rethor e coloca uma das lâminas à frente, e logo muitos dos clones de Elazir se põem à frente!

- impossível passar a barreira sem antes lutar contra os próprios clones! - fala com confiança Elazir.

- Rethor General! Solicito ajuda! Enviem Rethores para o portão nove!

- não baixe a guarda! - exclama Elazir desferindo um forte soco em Fartrid o fazendo subir aos ares. Na queda o mesmo vai de encontro com o chão, caindo de bruços!

- jor hun verdizki! - labaredas de fogo envolvem a lâmina de Elazir e todos seus clones!

- vai usar magia maldito? - berra Fartrid se levantando.

- não tenho culpa se anões não sabem magia! - retruca Elazir! Ele aponta para Fartrid e seus clones avançam contra ele, e antes do choque...

- comandante Fartrid! - grita um dos soldados da guarda real em um Rethor, havia chegado a ajuda! Era uma cena de fazer o chão tremer, os Rethores em uma batalha frenética contra os clones de Elazir!

- argh... Isso está entediante! - fala Elazir. Vendo a luta dos gigantes! - Abysinthius! - com um movimento sublime de sua espada Elazir dispara a pequena bola verde de energia atingindo um monumento gigantesco de Tadeus I no centro da cidade, derrubando-o em cima da grande feira cuja a mesma estava lotada de anões que seguiam seu dia a dia, que sequer sabiam que havia um valahasto em Erganor!

- comandante! O monumento de Tadeus I caiu sob a feira... E ela estava... Movimentada! - fala com pesar um soldado recém chegado ao cenário de luta!

- agora é pessoal! - fala Fartrid baixando a viseira do elmo de Rethor e correndo em velocidade, derrubando vários dos clones de Elazir e próximo dele...! - Arcabuzeiros disparem! - vários disparados de arcabuz consecutivos atingem Elazir o derrubando com o impacto das balísticas!

- hora de cortar o mal pela raiz! - grita Fartrid! - cravando ambas as lâminas de Rethor no elmo de Elazir e separando ambas, rasga não só a carne de dentro mas o elmo! Revelando apenas um vazio escuro e gélido! Então a voz diz:

- não sou um ser de carne e osso anões estúpidos! - soltando uma gargalhada!

- impossível! - fala Fartrid!

Então da armadura negra uma grande sombra se ergue com uma silhueta maligna.

- mortais! São tão previsíveis! - fala Elazir! Soltando gargalhadas. - ei o que está fazendo? - exclama Elazir assustado!

- você disse que não é de carne e osso! - fala Fartrid pegando a armadura de Elazir caída no chão! - mas é um ser invocado! Existe algo que te prende à vida! - Fartrid com a armadura de Elazir em mãos, ativa o jato de fogo que o impulsionam para o alto, partindo em direção ao centro da cidade, onde havia poços de lava...! Chegando lá ele olha para trás e vê a sombra de Elazir se aproximando em desespero então a solta. Caindo dentro da lava, derretendo aos poucos a armadura.

- maldito Valahasto! Volte para o buraco de onde saiu! - fala Fartrid saindo da armadura Rethor. E observando a armadura derretendo, sendo consumida pela lava.

- Como o Rei Tadeus disse, mais cedo ou mais tarde, um atacará o outro, o dia do início dessa guerra, logo chegará...! - completa um soldado ao lado de Fartrid.

- que os deuses nos ajudem! - responde Fartrid vendo o sangue de milhares de anões escorrer por debaixo do grande monumento que caíra anteriormente.

[Castelo Valahain/Gehenna]

- está tudo indo como planejado! Logo teremos a cidade templária em nossas mãos e as capitais de Nortrend vulneráveis o suficiente para com uma tacada pegarmos todos os buracos de uma só vez! - fala Lúcifer, dando uma leve risada.

- certamente meu amo! - completa Synner, sorrindo maliciosamente. - muito em breve.


Notas Finais


E ai pessoal, talvez esse cap tenha ficado curto ou enjoativo mas os próximos serão melhores :v
Quem gostou favorita, quem não gostou... É uma pena... :3
Fiquem com Verttoj e bjs do pai!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...