História Bloodborn - God's War - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bloodborn, Bloodborn Gw
Exibições 24
Palavras 1.007
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Violência
Avisos: Canibalismo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


E aí pessoal, primeira vez que faço dois cap em um dia, envio aliás, já que Bloodborn já está pronto. Enfim, aproveitem, favoritem se quiser e é isso se acomoda ai e vem com o pai :D

Capítulo 6 - Dragon Slayers


Fanfic / Fanfiction Bloodborn - God's War - Capítulo 6 - Dragon Slayers

[A esperança nunca deve morrer]

- comandante templário Ernest Ulmer! Vindo da sub sede de Orlon para assumir o cargo de templário sênior na cidade de Interlaus!

- faça um bom trabalho comandante!

[…]

A imagem era amedrontadora a impressão que passava era de que o fim havia chegado. Hecrum o dragão do lago de enxofre de Gehenna, e seus dragões Gehennicos, não tão grandes como ele, mas o suficiente para engolir Léon e os outros de uma só vez, com suas escamas em tom magenta, reluziam as luzes do ambiente, tão resistentes quanto as armaduras de aço dos bárbaros de Nortrend!

- acho que... Acabou deusa...! - fala Léon ainda sob o corpo do defensor abissal que derrubara anteriormente. Estava exausto, e sabia que já não podia fazer a transformação Bloodborn naquela condição e sem falar que Myr havia usado um feitiço de restrição nele.

- tenha fé em mim! Ainda não acabou! - fala Amay. Ainda em forma de espada.

- Verttoj... Acabou? - indaga Myr, ainda de pé, sua lança caída no chão, ao seu lado, e suas mãos ensangüentadas após uso excessivo do escudo de Verttoj! Ela olha para o céu cansada, suspira e cai para trás já sem esperanças!

- olha o tamanho desse bicho! - fala impressionado Zeth, deixando uma das suas espadas cair e cravar no chão. - acho que vir para Avrath foi suicídio de fato...! Bem pelo menos, não vou morrer em um beco escuro de Orlon, e sim, entre amigos! - completa Zeth, caindo sentado e dando uma leve risada.

- seres fracos! Cansam, choram, não entendo essa falha criação que tanto amam os deuses!Mas o bom, é que eles morrem! - fala Hecrum, soltando uma forte gargalhada ecoando por Avrath.

- acha que é melhor que algum de nós aqui? Demônio? - fala Léon soltando uma risada sarcástica.

- e por acaso sabe com quem está falando?! -pergunta Hecrum suspirando.

- um demônio ridículo? - indaga seriamente Léon fazendo um último esforço para se levantar e segurando Examay com ambas as mãos, em postura de ataque.

- nossa. Que ameaçador! Uma formiga...? Devo esmagar! - Hecrum então acena com a cabeça e um dos dragões faz um mergulho partindo até onde Léon está.

- AAAARRGGHHHH - com um último esforço Léon coloca a ponta de Examay à frente!

- segure firme! - fala bravamente Amay! E entrando primeiramente entre o nariz da besta a lâmina vai rasgando todo seu corpo até cair no chão as bandas do corpo robusto do dragão.

- muito bom! - fala Hecrum! - precisa melhorar! - completa o mesmo aparecendo acima de Léon e o pisando brutalmente esmagando seu corpo, quebrando todos os seus ossos, fazendo jorrar sangue para todos os lados!

- Léoooon! - grita Myr com desespero! E ao tentar correr na direção de onde estava seu corpo é presa por um dos dragões que a prende entre sua pata.

- O fim...! - fala Zeth, cravando sua outra espada no chão. E esperando sua vez!

- POR AVRATH! - duas vozes surgem do nada e sob a cabeça de Hecrum um cavaleiro mascarado cai proferindo um feitiço.

- "Jidert inhus Mezkcrit" (dialeto Avrathiano - sem tradução.) - e levando ao alto sua mão direita ao céu, enquanto a outra permanecia segurando firme a alabarda cravada na cabeça de Hecrum, um relâmpago cai em sua mão, agora eletrizada ele desfere um soco absurdamente forte em Hecrum o fazendo se curvar rapidamente!

- "uzumur fosper harto" - diz a cavaleira com máscara de leão, ao proferir tais palavras sua alabarda se imbui em eletricidade partindo a cabeça do dragão que rendia Myr.

- BEGLARDIA! - Grita Hecrum e de sua boca uma grande bola de energia negra se cria no céu, rapidamente ele volta para em frente ao portão de Gehenna se desvencilhando do cavaleiro ele diz:

- malditos Avrathianos! Caçadores de dragões! - fala Hecrum com a cabeça ainda curvada, o soco do cavaleiro deve ter sido avassalador. Então as últimas palavras são: - assim como consumi a vida de seus familiares, amigos e conhecidos, assim vou consumir a de todos vocês! Assim ele adentra os portões de Gehenna e some completamente!

- todos para trás! Johan leve a templária para longe daqui! Elfo? Pode se levantar? - indaga a cavaleira.

- sim, mas se quiser me carregar! - fala sorrindo e sentindo dores Zeth.

- Beglardia é uma magia que somente Hecrum pode usar, e que somente eu sei como parar! - grita a cavaleira colocando sua alabarda no apoio das costas.

- o que é isso? Pergunta Myr ao grande cavaleiro que havia lhe deixado escorada em alguns escombros longe dali.

- magia de pulso! No décimo pulso! Ela é capaz de destruir Avrath mais uma vez juntamente de todas as cem cidades ao redor. Jaina pode sugar Beglardia porém seu corpo às vezes sofre com esse poder dela mesma, absorver poderes, quanto mais forte mais ela é prejudicada!

- Um... Dois... Três e...! - fala a cavaleira nomeada de Jaina, ela pressiona a bola gigante de energia, e passa a sugar para sua boca, a massa de energia vai diminuindo até sumir!

- isso vai servir para trazer de volta a vida o amigo de vocês ali...! - fala Johan à respeito de Léon.

- "ele não está morto!" - fala em seu subconsciente Jaina. Ela chega perto de Léon e suspirando, aguarda poucos segundos e sob Léon despeja toda a energia que sugou... Um raio de energia auroral! Fazendo Léon voltar a respirar!

- Argh! - exclama Léon sentindo seu corpo todo doer!

- eu disse para não perder as esperanças! Eu vi os dois vendo o combate! - fala Amay, ainda em forma de espada.

- uma espada falante? - indaga Jaina, colocando a cabeça de Léon sob seu colo, reconhecendo que ele não podia se levantar no momento!

- é uma longa história! - fala Léon.

- nós temos tempo! - fala Johan se aproximando de Léon e Jaina. - temos bastante tempo!


Notas Finais


Cap grande pqp! Espero que tenham gostado... Introdução aos Irmãos Johan & Jaina! Caçadores de dragões! Os últimos, fechando o grupo. Espero que tenham gostado. Bjs do pai!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...