História Bloodthirsty Vampires - interativa - Capítulo 19


Escrita por: ~ e ~Always_After

Postado
Categorias Amor Doce, The Vampire Diaries
Personagens Castiel, Iris, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Rosalya
Visualizações 25
Palavras 3.399
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ola estou atrasada novamente como sempre neh kk espero que gostem, boa leitura!!

Capítulo 19 - Capítulo - 14


Fanfic / Fanfiction Bloodthirsty Vampires - interativa - Capítulo 19 - Capítulo - 14

Luna Borges

Apesar de ser uma festa é aniversário de uma das minhas melhores amigas, apesar de ter a conhecido há pouco tempo, eu estava meio pensativa.

Minha avó tinha passado a semana em casa e percebeu que tinha algo estranho comigo; até porque desde o acidente com Clay, eu não parava de pensar no que tinha acontecido, em relação a bolha ou sei lá o que foi aquilo.

Flashback On

Harry tinha me deixado em casa com o protesto de sair com alguns amigos do time de futebol, que ele tinha entrado recentemente e como sempre minha mãe e meu pai estavam trabalhando, Angel tinha ido para a escola e Luke estava na faculdade; só sobrando eu e minha avó, que deveria estar em algum lugar da casa, desconhecido por mim até então. Fui para meu quarto e troquei de roupa, já deixando os materiais em cima da escrivaninha; desci e almocei.

Voltei para meu quarto com o intuito de fazer os deveres mais rápido, para ter tempo de escolher uma música para o trabalho que havíamos recebido no início da semana; afinal eu tinha ficado responsável por isso no grupo. 

_ Posso entrar? _ minha avó disse abrindo uma pequena fresta na porta.

_ Claro vó! Apenas estou fazendo o dever. _ disse sorrindo para ela que se direcionava para minha cama.

_ Como você está? _ ela perguntou ao se sentar na beirada da minha cama. _ Quero dizer, em relação aquele garoto, qual o nome dele mesmo? – ela disse parecendo pensar.

_ Clarke? Carlos? Cleiton? _ minha dizia, me fazendo ter uma extrema vontade de rir.

_ Clay. _ eu disse e ela me olhou.

_ Esse mesmo! _ ela falou sorrindo.

_ Estou bem, só um pouco confusa. _ admito.

_ Confusa em relação a que minha filha? _ ela disse simpática, me trazendo um conforto repentino, como se pudesse fazer qualquer coisa que ela continuaria aqui, para mim.

_ É que na noite do acidente o carro explodiu, mas por incrível que pareça, a explosão não nos atingiu. _  eu falei me lembrando da fatídica noite. _ Foi como se um bolha de ar tivesse nos protegido, mas como isso aconteceu que me deixa confusa. _ digo com sinceridade afinal é a minha avó, uma das pessoas em quem eu mais confio no mundo.

_ A isso é uma pergunta fácil de responder. _ ela disse endireitando o corpo e sorrindo.

_ Você é uma bruxa. _ ela disse simplesmente com um sorriso brincalhão no rosto.

Por um momento eu realmente achei que ela estava brincando com a minha cara, tanto que comecei a rir; mas seu semblante não falava isso, ela realmente falava sério. 

_ O que? Essas coisas não existe vovó. _ digo ficando seria.

_ Claro que existe minha filha, o mundo sobrenatural está ao nosso arredor. _ minha vo diz me olhando enquanto eu tentava acalmar minha respiração.

_ Nunca te ocorreu algum dia, as coisas estranhas que acontecia com você por está nervosa ou magoada... Coisas que não tinha explicações. _ ela diz seriamente.

Foi então que minha ficha caiu e eu me lembrei de momentos como começava a chover em dias de sol, apenas pelo fato de eu ter começado a chorar. Ou em outros momentos da minha infância que as coisas aconteciam só por eu querer. Foi aí que minha ficha caiu, eu realmente era uma bruxa?!

Minha respiração acelerou ainda mais, isso realmente é real?

 _ Nossa família é de uma linhagem antiga de bruxas, vindas de Salem. Se mudaram para a França por causa da perseguição que estavam sofrendo e se fixaram aqui em Paris. É uma linhagem de poder passada de mãe para filha, sua mãe queria que esperássemos, até ter uma idade apropriada para contar, mas achou que o dia veio antes.

_ Minha mãe? _ perguntei abismada ao saber que minha mãe sabia de tudo e não me contou.

_ Ela estava com medo que ficasse com raiva e acabasse com tudo, afinal não é sempre que uma bruxa tão poderosa como você fica à solta por aí. _ ela diz brincando e amenizando um pouco da mágoa que havia se formado em mim ao saber do segredo que minha mãe escondera de mim por tanto tempo.

_ Por isso ela não a deixou em nenhum momento depois que seu namorado morreu, por medo da sua reação. _  ela continuou.

_ E o que vai acontecer agora? _ perguntei depois de momentos em silêncio, tentando assimilar tudo.

_ Vamos te treinar. _ minha mãe disse aparecendo no batente da porta, sorrindo, como se o peso que carregava a tanto tempo nas costas, tivesse sumido.

Flashback Off

_ Terra chamando Luna! Tá aí? _ Nathaniel mexia impaciente a mão na minha frente.

_ Ah! Oi. _ digo meio envergonhada e ele riu.

_ Que bom que saiu do transe, agora pode me responder. _ ele disse sorrindo e que sorriso lindo que ele tem.

Pera porque eu tô falando isso? 

_ E qual foi a pergunta? _  digo ainda encostada na árvore que estava desde que havia chegado na mansão dos Salvatore.

_ A galera vai jogar pingue pongue de cerveja, anima?? _ ele diz rindo e eu concordei com a cabeça.

_ Por que nao. _ sorrio, Nathaniel estende a mão para mim, pego em sua mão e vou seguindo para dentro da casa dos Salvadores.

Wanessa Makhoul

A festa estava ótima, por mais que a maioria das pessoas ali eu nao conhecia, eu realmente estava amando tudo.

Íris deu a ótima ideia de jogarmos pingue-pongue de cerveja, custamos a juntar toda a nossa turma e quando juntamos, a Darcia disse que nao queria jogar com cerveja e Lisa concordou,  então decidimos que seria batida de morango.

Íris começou a arrumar os copos numa formação triangular que me faz lembrar de pinos de boliche. Depois de arrumar ela foi enchendo os copos com a batida.

_ O jogo é em duplas, então vamos nos dividir e cada partida vai trocando as duplas ok. _ Rosa explica animada ja agarrando o braço de seu namorado.

Luna ja estava com Nathaniel então os dois fizeram dupla, sei que Lyz queria faz dupla com a Candice mas fui mais rápida e me juntei, não quero correr o risco de ficar com o Castiel por mais que ele _hoje_não me encheu o saco.

O restante da turma foi se separando, Lisa ficou com o novato de cabelos verdes que não me lembro o nome, Darcia com Kentin, Jackson com Armin pois Lucy ja estava grudada no Alexy. 

Acho que ela e o Armin não se resolveram ainda.

Rosa obviamente com Leigh, Harry com a Íris e Castiel fez dupla com seu irmão Lysandre.

_ O jogo é o seguinte gente, é so acertar qualquer um dos copos do outro lado da mesa, aí o outro time tem que beber o copo que você acerta a bolinha... Quem acerta todos os copos do adversário ganha. _ Íris com empolgação.

_ Amei o jogo. _ sorrio.

_ Quem começa? _ Candie pergunta.

_ Vamos deixar as mais fracas com bebida primeiro, Darcia versos Lisa. _ Harry diz maliciosamente.

Lisa olhou para o garoto "esverdeado" e ele confirmou com a cabeça.

_ Por mim tudo bem. _ ela diz sorrindo.

_ Por mim também. _ Darcia diz confiante.

Cada uma das duplas se posicionaram em frente a mesa de centro da sala em lados opostos. Jade deixou Lisa ir primeiro e quando ela acertou deu um gritinho agudo supresa. Kentin e Darcia beberam o copo vermelho cheio de batida.

Foi a vez da outra dupla jogar e Kentin também deixou Darcia ir primeiro a mesma errou e eles que beber mais uma vez. 

Lisa pegou a pequena bola e a mergulhou em um copo cheio de água, tudo bem que não é a maneira mais higiênica, mas isso é uma festa.

O verdinho pegou a bola e jogou errando e Darcia deu um gritinho comemorando.

_ Desculpa Lis. _ o garoto coça a nuca sem graça.

_ Tudo bem Jade. _ minha amiga sorri docemente.

Isso, Jade é o nome dele, agora não esqueço mais.

Por fim a dupla da Lisa ganhou, Darcia ria atoa pela quantidade de batida que havia bebido e quando terminaram se sentou encostando a cabeça no ombro de Kentin que passou o braço na cintura da mesma.

Os dois ja agem como um "casal" so eles não percebem isso, mas vou fazer eles se pegarem logo logo.

Em seguida foi a Íris e o Harry contra a Rosa e o Leigh. As duas duplas estavam empatadas, Rosa e Íris fazia todos nos rir disputando que ganharia, as duas ja estavam alteradas era visível isso. E quando Rosa jogou a bolinha marcando um ponto Íris ficou furiosa.

_ Você é péssimo Harry. _ ela o xingou fazendo bico.

_ Se quer parecer brava tira esse bico da sua linda face. _ Harry diz sorrindo, a mesma revira os olhos mas acaba sorrindo.

_ Wanessinha. _ escuto a voz do meu irmão atrás de mim.

_ Adora me encher o saco ne. _ sorrio me levantando.

_ Sua festa ta demais. _ Jeremy sorri levando o copo a boca.

Percebi que ele estava de mãos dadas com a tal Nina, esse dois com certeza estão se pegando.

_ O que está bebendo? _ pergunto.

_ Garota você tem que relaxa. _ diz Naya ao lado de Daniel. _ E afinal, parabéns.

_ Hm, valeu. 

_ Iai irmão. _ Daniel olha pra Jackson que so acena com a cabeça.

_ Oi Armin. _ Naya vai até Armin e o abraça.

_ Oii Nay. _ ele sorri, a mesma lhe da um beijo no rosto e volta a ficar ao lado de Daniel que a olha feio.

Lucy parece não gostar nada sobre o abraço e vira um copo de batida.

_ Esmaga ossos. _ Max me comprimenta com um abraço.

_ Meu moreno mais lindo. _ sorrio retribuindo o abraço.

_ Parabéns Wanessa. _ a morena de olhos verdes diz.

_ Valeu Kim. 

_ Parabéns Wanessa. _ Nina finalmente da o ar da graça.

_ Obrigada cunhada. _ provoco e Jeremy me olha com ódio.

_ O que estão jogando? _ Naya pergunta quando Daniel a puxa pra sentar em seu colo. 

Ótimo eles vão ficar com a gente. So que não!

_ Pingue-pongue de cerveja. _ Luna diz.

_ Na verdade é com batida de morango. _ Candece a corrige.

_ To dentro. _ Kim diz se sentando.

_ Ta né. _ tento ser o mais amigável que poço.

Não que eu odeie a turma do Jeremy, mas ainda não me familiarizarei com eles.

Íris resolveu ir novamente para "ensinar". Então foi a Íris e o Harry contra a Kim e o Maxoel, desça vez a ruiva ganhou, por pouco mais ganhou.

_ É assim que se faz. _ ela comemora virando mais um copo de batida.

_ Acho melhor você pegar leve. _ Leigh diz serio.

_ Não estraga a noite mano. _ a ruiva revira os olhos.

Naya e Daniel foram os próximos contra o meu irmão e a minha futura cunhada. Era bom ver o Jeremy se divertindo dessa forma, a risada dele me alegrava e quando ele consegiu ganhar meu irmão abraçou a Nina forte e lhe deu um selinho.

_ Que lindo. _ meus amigos disseram.

_ Somos so amigos. _ Nina revirou os olhos.

_ Amigos que se pegam. _ Daniel disse malicioso, ele colocou a mão no bolso e tirou um baseado.

_ Aqui não. _ o repreendo.

_ Careta. _ ele diz sorrindo. _ Vamo rodar turma. _ Daniel disse e todos se levantaram o seguindo.

_ A gente se esbarra maninha. _ Jeremy pisca pra mim e sai com seus amigos.

_ Seu irmão é... Como posso dizer.. _ Íris tenta falar mais Jack a corta.

_ Um drogado,pois é. _ Jack diz com desdém.

_ Ia dizer pra frente, mais ok. _ Íris diz.

_ Quem vai contra a gente ? _ Luna muda de assunto.

_ Claro que somos nós né amiga. _ me levanto animada.

_ Vamos deixar elas começarem. _ Luna diz brincando. 

_ Não vamos perder. _ Candie afirma.

_ Isso é o que vamos ver. _ Luna sorri maliciosamente e joga a bolinha que quica na borda do copo e rola pra dentro. _ Vamos ganhar. _ ela se gaba brincando.

_ Isso é oque vamos ver. _ digo confiante.

Bebemos a batida e Candice ja foi jogando a bolinha e errou, fazendo todos gargalhar de nós. Tornamos a a beber e foi a minha vez de jogar, eu acertei e logo Candie e eu ha estavamos comemorando.

Quando Nath jogou ele acertou, Candice pelo visto odeia perder pois bufou antes de beber a doce bebida de morango enquanto Luna e Nath riam de nós.

Cada ponto que faziamos era uma comemoração e cada ponto para eles Candie bufava e por fim perdemos.

_ Eu disse que ganhariamos. _ Luna abraça Nathaniel.

_ Disse mesmo morena. _ ele sorri.

A mesma se separa timidamente do loiro.

_ Não fica brava pinkbaby. _ Luna brinca apertando as bochechas de Candice.

_ Não me chama assim. _ Candie revira os olhos mais acaba rindo.

_ Nossa vez. _ Alexy se levanta rapidamente.

_ Pronta pra perder Lucy. _ Armin a provoca.

_ É o que vamos ver galinha. _ Lucy diz secamente.

_ Vai toma. _ Castiel provoca.

_ Vamos jogar em vez de brigar? _ Jack diz impaciente.

Lucy toma a bola de Alexy e joga tão forte que a pequena bolinha quica na mesa e vai de encontro ao rosto de Armin.

_ Puta que pariu. _ ele xinga colocando a mão no local.

_ Desculpa, não foi por querer. _ ela diz dando de ombros.

_ Lucyella. _ Alexy a repreende.

_ Juro que não foi por querer, se fosse a bola acertaria bem mais embaixo. _ ela diz com um sorriso macabro.

_ Tem alguém com ciúmes. _ digo olhando para a Luna.

_ Também acho. _ minha amiga concorda.

_ Calem a boca. _ Lucy esbraveja.

Alexy e Lucy beberam e Jack jogou a bolinha acertando o copo os fazendo mais uma vez ter que beber. A tensão entre Lucy e Armin aumentou e so resultou na perda dela e de Alexy.

_ Valeu Lucy, perdemos. _   meu smurf revira os olhos.

_ Quem vai contra a gente? _ Castiel disse.

_ Eu. _ me levanto o olhando nos olhos.

_ Não vou aliviar pra você por ser aniversariante. _ ele diz sorrindo.

_ Nem eu vou aliviar pra você ruivo. _ sorrio vitoriosa.

_ Então vamos lá. _ Lyz diz pegando a bola e jogando.

Ele acerta o copo e bebemos rapidamente nosso copo. Candie olhou para Lyz e disse.

_ Você joga bem bicolor, mas eu sou melhor. _ ela sorri e joga a bolinha acertando.

_ Isso. _ nos demos um toque de mão enquanto todos riam animados.

Lyz sorriu balançando a cabeça e bebeu seu copo junto de Castiel. O ruivo a minha frente me olhou e jogou a bolinha sem tirar os olhos de mim, achei que ele erraria, mas ele acertou.

Castiel sorriu maliciosamente enquanto eu virava minha batida. Agora mais que nunca tenho qe ganhar.

Peguei a bolinha da mão de Candie e joguei, a maldita bola quicou na mesa e parou no colo de Harry. 

_ Não sou um copo com batida de morango gata. _ Harry ironiza jogando a bola para Lyz que a mergulha na água. 

O jogo continuo e conseguimos empatar, era a minha vez de jogar e por mais que eu havia errado mais que acertado Candie confiou em mim me deixando dar a última jogada. Respirei fundo e por mais que minha cabeça rodava um pouco firme meu visao no copo e joguei, a bola filha da puta rolou na borda do copo e caiu dentro de outro.

_ Acerteeei. _ gritei pulando.

Por impulso abracei Candice e a dei um selinho, quando percebi o que tinha feito me separei, mas ela me seguro pela nuca e selou nossos lábios de novo aprofundando o beijo, ela pediu passagem com a língua e eu logo aceitei colocando minhas mãos ao redor do seu pescoço. 

Nos separamos pela falta de ar, minha amiga me olhou enquanto eu passava a mão sobre meus lábios. Todos nos olhavam boquiabertos.

_ Isso foi bom. _ ela diz sorrindo.

_ Demais. _ respondo.

_ Vocês são lésbicas? _ Rosa diz incrédula.

_ Não, mais foi divertido. _ dissemos em uníssono.

_ Acho que preciso me aliviar. _ Harry diz ainda com os olhos vidrados em nós.

_ A deixem de ser idiotas, foi so um beijo entre amigas. _ Candie da de ombros se sentando.

_ O que vamos jogar? Isso ja cansou. _ Rosa deita a cabeça no ombro de Leigh como Darcia estava antes.

_ Não vou jogar mais nada, vou curti a minha festa.

_ Acabei de ter uma idéia. _ Rosa da um sobre salto.

_ E qual é? _ Nath diz.

_ Temos um desafio pra você aniversariante. _ Rosa da ênfase no final de sua fala.

_ Ja sei o que é. _ Alexy da um sorriso sapeca.

_ Dizem logo. _ reviro os olhos.

_ Temos uma tradição Nessa. _ Rosa diz sorrindo.

_ Ela não vai aguentar Rosa. _ Castiel diz serio, poderia diz que até preocupado.

_ Claro que aguento. _ digo incredula.

_ Amiga ja bebemos demais essa "tradição" é melhor ignorar. _ Luna diz preocupada.

_ Manda Rosa. _insisto.

_ Tem certeza? _ a platina me olha duvidosa.

_ Parem de lenga lenga, se ela disse que quer então dêem o desafio a ela. _ Candice revira os olhos.

_ Valeu. _ aceno com a cabeça sorrindo.

_ Tudo bem nervosinhas... A nossa tradição é a seguinte, todo aniversariante é desafiado a tomar a quantidade de dose de tequila em idade que eles fazendo e levar a mesma quantidade em tapas na bunda. _ a platina diz sorrindo animada.

Puta que pariu, no caso eu teria que beber dezoito doses de tequila e levar dezoito tapas na bunda. 

Isso pode ser interessante.

_ Ta bom, desafio aceito. _ confirmo com a cabeça me levantando.

_ Aonde vai? _ Luna se levanta.

_ Indo beber minhas primeiras quatro doses. _ digo como se fose a coisa mais óbvia.

_ Vamos beber com você. _ Candie se levanta me seguindo.

_ Não preciso de ajuda. _ reviro os olhos.

_ São so algumas amiga relaxa. _ Lucy diz sorrindo.

_ Ate você Lucy. _ bufo frustrada e ela afirma com a cabeça.

Fomos até a cozinha e distribuímos duas doses para mim, Luna, Candie e Lucy. Nós viramos a tequila rapidamente.

_ Oito ja foram, agora so falt dez. _ Luz diz com dificuldade.

_ O restante eu bebo sozinha. _ afirmo e elas concordam.

Fomos para o quintal novamente aonde ja haviam varias pessoas na piscina, algumas caidas no gramado e outras dançando.

Eu e meus amigos nos juntamos aos que dançavam ao som de Sorry Not Sorry, meu irmão estava do outro lado do quintal ao beijos com Nina e seus amigos ao seu lado fumando Naya passou o baseado para Kim e agarrou Daniel o dando um belo beijo.

Decidi parar de prestar a atenção neles e voltei a dançar com meus amigos.

_ Baby, I'm sorry (I'm not sorry) Baby, I'm sorry (I'm not sorry). _ cantei com empolgação junto das minhas amigas.

Com certeza esse é o melhor aniversário de todos.

Continuamos nos divertindo, decidi tomar mais duas doses da tequila me restanto somente oito, ja estava me sentindo muito altera e quando ia voltar para o quintal Rosa chegou por trás de mim e me deu um forte tapa na bunda.

_ Um. _ ela contou rindo.

Dei um gritinho e quando vi todos meus amigos ja estavam perto de mim novamente inclusive os de Jeremy.

_ Sem avisar. _ digo aos risos, Candie veio até mim e me deu outro tapa.

_ Dois. _ ela sorriu.

_ Sinto muito Nessa. _ Lysandre diz sorrindo.

_ Tudo bee... _ ele nao me deixo termina a frase e ja me deu o tapa.

Filho da mãe!


Notas Finais


Espero que tenham gostado, comentem oque estão achando, beijos e até segunda!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...