História Bloody Games - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, Got7, K.A.R.D, TWICE
Personagens G-Dragon, JB, Jiwoo, Jungkook, Jungyeon, Lisa, Momo, Rap Monster, Rosé, Sana, Suga, T.O.P, V
Visualizações 7
Palavras 641
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Survival, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello

Capítulo 11 - Juntos


Jiwoo-ON

Ver BM caindo morto na minha frente fez meus joelhos tremerem e eu acabei caindo. O garoto que atirou nele me olhava com um olhar de pena mas também de satisfação.

- Filho da puta - sussurrei.

Me levantei rápido o que me fez ficar tonta. Andei até ele e saquei logo a faca pra enfiar naquela garganta.

- Diga adeus.

Taehyung-ON

A tal de Jiwoo dava muito medo. Ela vinha na minha direção me encarando friamente e pronta pra me matar. Meu deeus, ela pretende me matar com aquela faquinha? Sim, ela jogou na minha direção e acabou cortando minha orelha. Ela sorriu satisfeita ao ver meu sangue escorrendo e do nada ela voa no meu pescoço.

- Você não devia ter matado ele.

- Porque não? - falo quase sem ar.

- Por que isso teve como consequência a sua morte.

Após ela dizer isso eu vi Yoongi sangrando no chão da arena e T.O.P dando socos no coitado, o que o fazia sangrar mais. Consegui tirar as mãos de Jiwoo do meu pescoço e me levantei.

- Eu não quero te matar e desculpe por isso.

Peguei o braço dela e em um movimento rápido o torci fazendo a coitada gritar de dor. Os gritos dela se misturaram com o de Yoongi que além de estar vermelho pela falta de ar, estava vermelho pelo sangue que T.O.P tirava dele a cada soco. Corri até os dois e me joguei em cima de T.O.P e Yoongi respirou aliviado. Ele se levantou e pegou meu arco, pronto pra atirar em T.O.P mas o mesmo me jogou no chão, me fazendo sentir uma dor enorme nas costas. Yoongi disparou a flecha mas ela se fixou em uma árvore. T.O.P veio na minha diteção pronto para me matar, mas quem aparece? Isso mesmo, Jungkook. Ele se joga em cima de T.O.P e desmaia o mesmo com uma paulada na cabeça.

- Onde você tava, cara? - Yoongi levanta e o abraça.

- Lutando com o GD, mas ele viu o que o Tae fez com aquela garota - Aponta pra Jiwoo - E foi socorrê-la.

- Vamos dar o fora daqui e rápido - Disse pegando meu arco - Cadê o casal?

De repente Jihyo brota do meu lado junto com Rap Monster. Os dois tinham sangue nas mãos.

- O que houve?

- A gente tem um novo problema.

- Qual?

- Elas - ele aponta para duas garotas sentadas no chão amarradas e sangrandi. Uma tinha cabelo loiro batendo no ombro e a outra quase não tinha cabelo - Quem são?

- Eu não sei. Elas iam roubar do empório enquanto lutávamos.

- Tá. Peguem elas e vamos sair daqui agora.

- Esperem - Uma voz feminina nos chama - Podemos ir?

- Quem são vocês?

- Momo e Jisoo. Ajudaremos vocês, prometo.

- Suga, pega essa e Jungkook a outra - Eles prenderas as garotas e saímos correndo para o acampamento

No acampamento

Estávamos todos muito cansados da luta no empório. Comemos um Jungkook (coelho) assado e a maioria dormiu. Eu e Jihyo ficamos de guarda.

- Você matou alguém? - Ela disse.

- Sim. Como sabia?

- Posso ver nos seus olhos. Já matou alguém antes dele?

- Não.

- Descanse pequeno V. Eu cuido daqui.

- Obrigado Jihyo.

- Por nada.

Lisa-ON

Abri os olhos e logo vi Jungyeon sangrando mais pela boca.

- Junggie. Junggie, acorda - Sussurrei pra ninguém nos notar.

- Lisa... me deixa dormir!

- Sua boca tá pior - Ela passa a língua e sente o sangue.

- Eita...

- O que houve? - A garota acordada perguntou.

- A boca dela está pior.

- Me deixe ver - Ela se aproximou e pegou um pano molhado e limpou a boca de Jungyeon.

- Preciso de um antisséptico.

- Eu vou buscar no empório - Disse me levantando.

- Cuidado.

- Certo

Sai andando do acampamento e cheguei no empório. Estava tudo vazio, então fui de boas e peguei o remédio. Após dar um passo senti uma mão no meu pescoço.

- Aonde vai, Lalisa?


Notas Finais


Desculpa se ficou grande ou chato demais, bye :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...