História Blow a kiss Fire a gun - INTERATIVA - Capítulo 6


Escrita por: ~

Exibições 27
Palavras 1.279
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Festa, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu sei que demorei pra postar e realmente peço milhões de desculpas... Aconteceram tantas coisas que me desanimaram muito...
Ja está escolhido a quarta e ultima participante....
Maaas está ai o capitulo, espero postar o próximo ainda essa semana
Boa leitura <3

Capítulo 6 - A terceira integrante


Fanfic / Fanfiction Blow a kiss Fire a gun - INTERATIVA - Capítulo 6 - A terceira integrante

Leiam as notas iniciais

 

 

E eu estava aqui mais uma vez nesse bendito restaurante esperando a mais nova integrante do grupo, já havia arrumado 3, faltava uma e eu realmente estava quebrando minha cabeça para isso. Meu pai me mandava mensagens todo o santo dia querendo saber sobre o progresso do grupo e isso me deixava além de aflita, nervosa e desesperada.

Jimin havia dito antes de ir para o Fansing que o BTS iria fazer hoje que tinha uma idéia para a ultima integrante da banda, mas o filho da mãe saiu sem me dizer nada e eu estou aqui me corroendo por dentro de tanta curiosidade. Havia algumas pessoas aqui na area vip, que de vez enquando olhavam para mim com uma cara nada boa. O porque? Porque eu não parava quieta, quando eu não estava batendo meus pé com o sapato de salto no chão, eu estava batendo minha caneta em cima de minha agenda. As vezes eu tinha vontade de fazer Jimin virar pó de tanto bater nele.

Tentei voltar minha atenção para a ficha da moça que logo iria se encontrar comigo e fazer algumas anotações importantes.

 

Eller On

 

Eu e GD estavamos na maior e pior discussão que tivemos em toda a nossa vida. O porque? Simples, estavamos em um bar comemorando com nossos amigos o sucesso do novo album do BigBang e um cara deu em cima de mim. Se Top não tivesse segurando ele os dois teriam se matado lá mesmo. 

Agora estavamos eu e Ji-yong, que havia me puxado para fora daquele bar, em seu carro indo para sua casa

 

-Eu não acredito que aquele cara deu em cima de você! - disse ele furioso - e você deu bola pra ele!

-Você tá louco Ji-yong? Você fumou o que para estar louco desse jeito? - disse mais nervosa ainda 

- Eu vi a secada que voce deu nele! - Gritou ele freiando o carro

- A secada o caralho - Gritei com ele também - Eu mal olhei para aquele maldito homem!

 

Ouvimos uma buzina atrás da gente e Ji-Yong voltou a andar com o carro. Ficamos o caminho inteiro em silencio até chegar na garagem de seu apartamento, ele foi para o elevador e eu fui para as escadas que davam para o térreo

 

- Para onde você vai? - perguntou ele segurando meu braço - temos muito o que conversar!

-Eu estou indo para a minha casa! Não sei o porque voce me trouxe para o seu apartamento - disse me soltando - E não! Não temos nada para conversar

 

Comecei a subir as escadas e percebi que ele estava subindo atrás de mim, até que GD me puxa e me prensa na parede

 

-Voce vai me ouvir - disse ele me segurando - e vai ser agora!

-Eu não ten-... - Fui enterrompida pelo barulho do meu celular.

 

Me soltei de Ji-Yong e peguei o aparelho, desbloqueando-o. Era um e-mail. O abri e comecei a ler...
 

Bom querida, queria parabenizá-la por sua performace que chamou-nos muito a atenção.
Espero que possamos nos encontrar para uma conversa mais formal para tratarmos de alguns assuntos sobre a Srta entrar no novo Girl Group.
Irei esperá-la no endereço XXXXXXXX - XXXX ás 13:00hrs desta Quarta-Feira. 

 

Obrigada pela atenção
 

T.M - Manager do Quimera.

 

Eu realmente estava sem reação, minhas pernas bambearam e se Ji-Yong não tivesse me segurado eu juro que ia de cara nos degraus dessa escada. Ele ficou muito preocudado, me perguntando o que tinha acontecido, se eu estava bem, se conseguia me levantar. E eu? Apenas fiquei sem reação. Não sabia dizer o quão feliz estava. Depois de tanto tempo sendo uma treinee, depois de tantas audições, eu realmente fui chamada para participar de um grupo. Abracei Ji-Yong e comecei a chorar e rir junto. Ele estava muito confuso e preocupado sobre a minha reação, sem dizer nada eu apenas mostrei a mensagem para ele. Ele abriu o maior sorriso do mundo, aquele sorriso que iluminava mais do que o sol, que só ele sabia dar. Ele gritou e me pegou no colo pulando comigo.

Pareciamos dois dementes pulando e gritando quando chegamos no saguao e entramos no elevador.

Chegamos em seu apartamento e Ji-Yong abriu uma garrafa de vinho para comemorarmos.

Nem lembravamos mais que estavamos tendo a maior DR do século. Bebemos por um bom tempo, quando a coisa começou a ficar quente fomos aos beijos para o quarto.

Acordei com uma puta dor de cabeça, estava deitada com GD, o quarto todo bagunçado. Coloquei a mão na cabeça logo resmungando pelas pontadas que sentia. Olhei o relógio e marcava quase 11:30. Fiquei olhando ficamente para ele tentando me lembrar de algo importate que tinha hoje, mas minha mente estava completamente em branco. Até que algo veio nem estalo e dei um grito acordando Ji-yong que quase caiu da cama

 

- Quer me matar criatura? - gemeu ele colocando a mão na cabeça pois deveria estar se entindo do mesmo jeito que eu 

- Minha entrevista é em um pouco mais de que uma hor e eu realmente estou atrasada - disse pulando sobre ele e saindo da cama

 

Fui correndo para seu banheiro e tomei um banho rápido. Quando sai de lá não encontrei GD, fui direto para seu guarda roupa onde encontravam algumas roupas minhas e peguei a melhor que tinha por lá.

Encontrei Ji-Yong acabando de passar o café e totalmente vestido.

 

- Onde vai? - perguntei pegando meu copo

-  Com certeza te lear lá - disse ele como se fosse óbvio - ou você acha que eu deixaria voce ir de taxi?

- Ja disse que você é  o melhor oppa? - disse rindo e fazendo carinha de meiga

- Não faz isso comigo Eller, senão daqui você não sai hoje - disse ele me enlaçando pela cintura e dando um beijo na ponta do nariz - agora vamos senão vai chegar atrasada

 

Concordei com ele e fomos para seu carro. O caminho inteiro fomos cantando e rindo, brincando um com o outro. Ji-yong foi me dando varios conselhos, até que chegamos lá.

GD me deu um beijo rapido e entrei correndo ára dentro daquele lugar.

Me identifiquei na portaria e a mulher me levou até uma moça que aparentava ter minha idade. Ela estava concentrada em algo e batento ritmadamente a caneta em sua agenda.

 

-Com licença senhorita Momoa - disse a mulher que me acompanhava - A senhorita Carter está aqui

- A sim - disse ela levantando rosto de seu Notbook, me dando um sorriso gentil e apontando para a cadeira - sente-se

- Tayna - disse ela estendo a mão para mim -- Me chame de Tayná, sem formalidades por favor, odeio essas coisas

- Eller - disse segurando sua mão

- Então Eller, primeiro queria parabenizá-la, você foi um grande destaque entre muitas outras, gostamos da sua performace, sua voz e sua dança - Disse ela sorrindo

 

Ficamos horas conversando. Ela me explicou o básico, como seriam os dias de treinamento, a casa compartilhada, e tudo o que ela achou necessário. Ela avisou o dia em que eu iria conhecer as novas integrantes do grupo e quando eu iria assinar o contrato oficial e o resto dos detalhes ela passaria assim que todas estivessem reunidas.

Assim que sai, encontrei Ji-yong encostado em seu carro me esperando. Assim que entrei no carro liguei para meu irmão e contei a novidade, ele fez uma festa no telefone e com certeza os vizinhos iriam reclamar da barulheira.

Quando cheguei em casa estavam todos reunidos ( Minha familia e amigos ), eles tinham feito uma festa para mim.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...