História Blue - Capítulo 23


Escrita por: ~

Exibições 73
Palavras 813
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Aqui está mais um capítulo fresquinho pra vcs.
Espero que gostem...

Capítulo 23 - Briga


Fanfic / Fanfiction Blue - Capítulo 23 - Briga

.:KAITLIN:.

Acordei no final da tarde sentindo tonturas e um forte e insuportável dor de cabeça, me levantei com certa dificuldade e coloquei os pés no chão de madeira fria, me arrastando lentamente até o banheiro.

Olhei meu reflexo no espelho e me permiti rir de mim mesma, meu cabelo estava todo bagunçado que com vários nós nas pontas, minha pele estava mais pálida que o normal e dava para ver as minhas costelas debaixo da minha carne.

Tentei desfazer os nós com meus dedos enquanto voltava para o quarto e andava a passos lentos até o guarda-roupa. Peguei e vesti apenas uma calça de moletom cinza e me sentei novamente na cama, ligando a TV logo em seguida. Fiquei assistindo The Walking Dead até a lua e as estrelas aparecerem no céu.

Abri o vidrinho cheio de biscoitos que estava em cima da escrivaninha e comecei a come-los até restar apenas migalhas no fundo do pote. Coloquei o mesmo de volta onde estava e olhei para o relógio.

Já eram 18:15 da noite. Peguei o meu notebook que estava debaixo da minha cama e o liguei, fiquei assistindo vários videos da banda EXO até de madrugada e depois resolvi passar uma água em meu corpo. Tomei um rápido banho e apenas coloquei a minha langerie verde-escura e me joguei na cama.

(...)

Acordei com aquele infernal despertador tocando, peguei o aparelho com as mãos e acabei jogando-o para o outro lado do quarto. Abri apenas um dos meus olhos e senti o mesmo arder, me levantei sentindo meu corpo reclamar de dor e coloquei os pés no chão.

Me arrastei até o banheiro e olhei meu reflexo, novamente haviam enormes olheiras em volta de meus olhos, retirei minha roupa intima e a joguei no chão, abrindo a torneira em seguida e esperando a banheira encher.

Entrei dentro da mesma e senti meu corpo ficar mole sobre a água quente, lavei meus cabelos rapidamente e terminei de me banhar, sai, enrolei a toalha em minha cintura e voltei para o quarto. Andei até o guarda-roupa, peguei e vesti um suéter preto de cola alta, uma calça jeans azul-escura, meu moletom vermelho, meu All Star preto de cano longo e peguei uma barrinha de cereal.

Peguei minha mochila junto com o meu celular e desci as escadas rapidamente, sai daquela casa e comecei a andar a passos rápidos pelas ruas. 

Hoje era Segunda-Feira, o que significava que o inferno iria começar tudo de novo.

Coloquei os fones de ouvido e aumentei o volume da música Mad Hatter da cantora Melanie Martinez, coloquei as mãos dentro dos bolsos do moletom e fiquei olhando para baixo até chegar no colégio. Fiquei encostada em um pinheiro que tinha ali e olhei para todos os lados, logo avistando Apollo conversando com seus amigos junto com Agnes.

Senti meu corpo estremecer, estava querendo evitar ficar perto dele, nem que seja a um metro de distância...

Olhei mais a minha volta e vi que Michael estava parado perto dos portões do colégio, observando Apollo com um olhar mortal... Será que tinha acontecido alguma coisa entre eles?

Sai dos meus pensamentos com o barulho do sinal, apenas tirei um dos lados do fone e andei a passos lentos para dentro do colégio. Andava lentamente pelos corredores, recebendo os mesmos olhares que eu recebia todos os dias dos outros alunos, entrei dentro da sala de aula e me sentei no meu lugar.

Coloquei meu material na mesa e em seguida deitei minha cabeça em cima da mesma, ignorando os outros alunos que entravam na sala. Logo senti algumas bolinhas de papel serem jogadas em mim, tentei ignorar tudo aquilo e depois a professora de matemática entrou.

Junto dela estava Michael, que se sentou em seu lugar com uma cara de poucos amigos. Tentei não falar com ele por causa disso, poderia irrita-lo ainda mais...

~//~//~//~//~

O sinal do inicio do intervalo tinha tocado e logo todos os alunos se levantaram e saíram da sala, deixando o professor de biologia falando sozinho. Apenas peguei a pequena barrinha de chocolate que havia dentro da minha mochila e a abri.

-Olá.-ouvi uma voz conhecida.

-Michael?-perguntei, olhando para ele.

Vi que ele estava com um pequeno corte em sua sobrancelha esquerda e em seu lábio inferior, observei ele pegar sua cadeira e se sentar na minha frente.

-Está tudo bem?-me atrevi a perguntar.

-Está... Foi só uma briga idiota que eu tive com meu pai.

-Por que?

-Ele e minha mãe descobriram sobre a merda dos meus cortes...

Fiquei em silêncio, não queria me envolver na vida pessoas dele...

-E eu acabei sendo pego bebendo.-ouvi ele me dizer.

-Sério?-perguntei.-Por quem?

-A vaca da minha mãe...-ouvi ele rir nauseado como se aquilo fosse engraçado.

Peguei um pedaço da barra de chocolate e dei para ele. Ficamos ali conversando sobre todas as coisas que vinham em nossas mentes.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...