História Blue Contacts - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Taekook, Vkook, Yoonmin
Exibições 32
Palavras 1.276
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


hey ya!!!
Obrigada mesmo pelas visualizações e os comentários!!!

Capítulo 3 - Three;


Narrador;

Taehyung olhava o relógio no quarto de Jungkook no hospital. Yoongi e Jin tentavam se distrair jogando algum tipo de jogo de mãos. Há três semanas não deixávamos aquele quarto. Apenas ficavam ali esperando ele acordar. Ele teve inúmeras paradas cardíacas, mas por algum motivo ele voltava ao normal, passou por mais duas cirurgias, pois descobriram que um de seus órgãos foi perfurado.

Os pais de Jungkook estavam quase sem esperanças já, sua mãe vinha apenas uma vez no dia e chorava por 10 minutos segurando a mão do filho e depois saia. Sua irmã chegava hoje e ainda não sabia do ocorrido, seus pais não avisaram com medo de algo. Não haviam frequentado as aulas direitos e Jonathan foi preso, as câmeras de algumas lojas daquela rua o flagraram batendo em Jungkook e Natalie foi indiciada por ser cumplice.

– Ah – os três amigos se olharam assustados e olharam para a cama de Jungkook – ah – ouviram novamente e se levantaram quase que num pulo olhando para ele que abria os olhos lentamente, seu rosto agora exibia apenas umas pequenas manchas e uns cortes quase completamente sarados.

– Jeon? – Jin pergunto baixo o olhando.

– É – ele disse os olhando e fazendo algumas caretas – o que? – ele levantou as mãos, mas logo elas voltaram a maca, não tinha nenhuma força e estava completamente confuso, não se lembrava muito das coisas, mas ficou feliz em ver seus amigos ali – há quanto tempo? – ele perguntou falando pausadamente e como se o custasse muita força.

– 3 semanas e 4 dias – Yoongi disse o olhando e sorriu.

– Nossa, eu sinto que alguém abriu a minha barriga e revirou ela – disse tossindo um pouco e Jin o olhou – ah fala sério – ele disse e riu. Jin e Yoongi riram, mas Taehyung continuava com a mesma expressão de quando ele acordou. Parece que os dois amigos perceberam e disseram que iam chamar o médico saindo do quarto – Taetae – ele disse o olhando – o que foi?

– Eu vi você morrer, duas vezes, vi você sangrar pelos narizes e parar de respirar, mas nada foi tão forte como te ver acordar, você está acordado né? – ele perguntou ainda processando a ideia.

– Sim – Jungkook disse sorrindo, queria abraçar Taehyung no momento – eu estou bem, acho – disse e sentiu a mão de Tae aperta a sua.

– Só não morre de novo, por favor – ele pediu.

– Se for pra morrer eu prefiro morrer ao mesmo tempo que vocês três, pelo menos assim não nos separamos – ele disse e Tae sorriu. Sentou na cadeira do lado da maca de Jungkook e ficou o olhando, ele estava cansado então não falou nada, apenas ficou o observando, seu coração vibrava com a volta do amigo.

~~

Hoje seria a volta de Jungkook para o colégio, depois de mais de um mês longe, os três amigos o esperavam na porta de seu prédio, eles não deixavam o mais novo fazer mais nada sozinho, Jungkook até que estava gostando de ser mimado daquele jeito. Yoongi estava falando de um rapper que havia fechado contrato com a gravadora dos pais deles e que provavelmente viria estudar na academia em NY.

Yoongi sempre gostou de escrever, apesar de não saber se daria um bom rapper, ele escrevia todos os dias, principalmente sobre seus amigos. Não sabia demonstrar muito seus sentimentos, mas quando precisava falar algo sério escrevia uma música e dava a algum de seus amigos que as recebiam sorrindo.

Chegaram na escola e como sempre atraíram olhares, agora mais do que nunca já que Jungkook estava com eles. Eles pareciam andar em câmera lenta e começaram a rir que nem idiotas no meio do caminho do corredor.

– Isso parece cena de filme – Tae disse carregando a sua bolsa e a de Jungkook.

– Eu estou com sono – Yoongi disse se apoiando no ombro de Jungkook e segurou o amigo pelos braços.

– E me diz uma novidade – Jin disse e foram para a sua primeira aula. Natalie estava lá, ela constantemente encarava Jungkook que fingia não saber da existência dela. Os outros alunos da sala esperavam um luta livre entre eles.

– Yo – Yoongi disse para Natalie que o olhou confusa e todos na sala pararam de falar – dá pra você parar de secar o meu amigo aqui? – ele falou e a sala todo começou a rir. Natalie saiu de lá e parecia chorar. Yoongi riu e os outros meninos também o fizeram. Jungkook se sentiu um pouco mal, mas logo lembrou das coisas que ela o fez passar. O professor de história entrou na sala e começou a sua aula logo. Não teve muitas coisas interessantes naquele dia.

Todos foram para suas casas logo depois de deixarem Jungkook na sua. Sua irmã estava na casa de uma amiga, então ficaria sozinho até seus pais chegarem. Pela primeira vez estava sozinho, sem ninguém para observa–lo, foi lentamente andando por toda a sua casa até chegar em seu quarto. Fechou a porta e sentou no chão encostado nela. Abraçou os joelhos e olhou a janela.

Sua mente parecia vazia pela primeira vez em anos, não tomava seus remédios a mais de um mês, por mais que gostasse da sensação de não ter nada falando com ele, sentia uma estranha falta de seus remédios, era como se o seu corpo os chamasse, como se não pudesse viver sem eles. Se levantou e foi até o seu banheiro abrindo o armário e tirando os quatros potes de remédios diferentes.

– Não! – falou para si mesmo tentando reprender a própria mente que agora gritava, ria e chorava pedindo o remédio – NÃO! – tacou o pote na parede e sentiu a respiração ficar pesada – eu sou mais forte que isso, eu sou – agora com as mãos nos ouvidos tentava fazer as vozes em sua mente parar.

Ele voltou para seu quarto e tentou achar seu telefone na bolsa, suas mãos tremiam e ameaçava chorar, porque com ele? Discou um número e se sentou no chão esperando alguém atender.

– Kookie – a voz de Taehyung fez Jungkook suspirar aliviado.

– Fala comigo, por favor – ele implorou e Tae pareceu confuso.

– Ok, o que você precisa falar? – ele perguntou calmo.

– Eu não sei, eu só preciso me manter distraído Tae – ele disse com a respiração pesada.

– Distraído do que Jeon? – ele pareceu mais sério agora.

– Das vozes, elas tão me – engasgou – elas tão gritando, gritando alto, fala comigo – implorou mais uma vez.

– Eu ouvi falar que a gravadora está procurando novos talentos, seria uma boa a gente se inscrever – ele disse e Kook riu.

– A gente não ia dar certo, acho – falou.

– Claro que iriamos, somos demais – Taehyung riu no fundo o que fez Jungkook dá um leve sorriso. Gostava da risada de Tae, o fazia se sentir bem, mas ele estava rindo só para tentar acalmar Jungkook.

– Você poderia vir aqui hoje? Eu sei que já passou tempo demais aqui e deve ser um saco, mas se não der eu entendo – Jungkook disse e novamente recebeu um risada de Taehyung que fez seu coração aquecer, porque estava se sentindo daquele jeito?

– Eu já estou indo – ele disse – vou continuar falando até chegar ai, então hoje o céu a nublado – Tae disse.

– Sim, está frio – Jungkook ainda estava sentado no chão, as lágrimas agora faziam o seu rosto gelado por causa do vento que entrava pela sua janela. Alguns minutos depois a campainha de seu apartamento tocou e ele foi correndo abrir a porta, dando de cara com um Taehyung de olhos azuis.

– Jungkook–ah – falou e fechou a porta. Por um momento o sorriso dos dois podiam iluminar uma cidade inteira, mas logo se apagou, Taehyung segurou rapidamente Jungkook que desabava em seus braços chorando e tremendo.


Notas Finais


comentem :)))
bjão :))


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...