História Blue (incesto) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gigi Hadid, Magcon, Nash Grier, Nina Agdal
Tags Incesto, Magcon, Nash Grier
Visualizações 1.132
Palavras 2.026
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Incesto, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Everything is blue


Fanfic / Fanfiction Blue (incesto) - Capítulo 2 - Everything is blue


Tudo é azul
Suas pílulas, suas mãos, seus jeans
E agora eu estou coberta com as cores
Despedaçada pelas costuras
E isso é triste
E isso é triste

(Halsey,Colors)

7 AM - Los Angeles,California.

Me olhei no espelho que estava grudado em uma das paredes cinza do meu quarto e a visão realmente me agradava,eu vestia uma calça jeans cós alta cinza com um rasgo em meus joelhos, um cropped cinza e meu típico vans preto.Sim, era um look glamoroso para ir apenas para o colégio, mas para quem tem um irmão gato e amigos gatos é assim que tem que se vestir.

Peguei minha bolsa em cima da minha cama arrumada,e meu telefone na escrivaninha.

Já pronta para descer as escadas escuto Cameron no corredor.

  -Bom dia – ele disse passando enrolado apenas com uma toalha em sua cintura, mostrando seu lindo e definido abdômen.

  -Bom dia? – respondi tentando desviar meus olhos daquela bela visão.

O que ele fazia a essas horas da manha em minha casa? Eu não fazia a mínima idéia.

  -Cameron! – Nash sai de dentro de seu quarto extremamente irritado.

  -Qual foi Dude – Cameron saiu de dentro do banheiro, mexendo em seus cabelos úmidos.

Eu já estava descendo as escadas para evitar qualquer tipo de problema,mas acabou sendo inútil.

  -Volta aqui Mac – Nash falou baixo, mas audível.

  -O que eu fiz agora Hamilton? – falei colocando meus cabelos para trás.

  -Voce – ele apontou para Cameron – não anda assim com a minha Irma aqui oh babaca – Nash deu um belo de um tapa no ombro de cam.

  -Mas – ao em vez de Cameron continuar a falar, ficou quieto já que recebeu um olhar matador de meu irmão.

  -E que roupa é essa posso saber mocinha? – Já ia começar seu lindo e maravilhoso ciúme.

  -Vou ir para a escola – falei como se não fosse obvio.

  -Mas não parece – Nash cruzou os braços e eu já tinha entendido o recado, porem não iria fazer o que ele estava mandando.

  -Nem vem – falei cruzando meus braços também – não vou trocar de roupa.

Vi Nash abrir a boca para rebater, mas meu celular tocou.

Estou chegando gata.

Era meu namorado.

  -Quem é? – Nash veio ao meu lado e me puxou pela cintura, me causando um leve arrepio.

Cameron estava secando seu cabelo, deixando praticamente a gente fazer o que nos quisemos que ele não iria nós escutar.

  -Voce já sabe – disse o olhando.

  -E voce já sabe minha resposta – Nash disse me virando em sua direção – ele é um babaca Mac.

  -Eu não vou terminar com ele – eu falei indignada. – Voce sempre fica com aquela Atlanta.

  -É diferente – ele falou colocando uma mexa do meu cabelo atrás da orelha.

  -Voce pode sentir ciúmes e eu não? – falei quase em um sussurro.

  -Irmao onde tem desodorante? – Cameron gritou desligando o secador.

Ali tinha acabado todo o clima.

Nash sorriu dando um beijo molhado em minha testa e logo saiu perto de mim.

Desci as escadas meio atordoada pelo o que tinha acontecido e vi gigi sentada no sofá com uma maça em uma de suas mãos.

Me sentei ao seu lado pegando a maça verde, a mordendo-a.

  -Bom dia – Minha mãe falou calmamente colocando o café em cima da mesa.

  -Bom dia – sorri para ela – o pai foi viajar? 

  -Mais uma vez – ela riu – e eu também vou amanha cedo.

Minha mãe e meu pai tinham uma grande empresa mundial,a Apple.

Eles viviam viajando para todos os lugares possíveis e de vez em quando levavam Gigi junto, por que eles insistiam em falar que eu e Nash éramos dois irresponsáveis.

  -Eu tenho que ir? – Gigi falou com uma voz manhosa.

  -Tem – Minha mãe se sentou a mesa, nos chamando. – dessa vez é uma semana.

Isso significaria que a casa ficaria só para mim e Nash, ou seja, ele tentaria ficar comigo de novo.

  -Meninos o café esta pronto! – Lilian, minha mãe gritou.

  -To indo dona Lilian – Nash disse correndo escadas a baixo.

Eu olhava Nash atentamente quando Giovana decidi abrir a boca.

  -Não tinha outra não? – Ela me pergunta irritada ,se referindo a maçã.

  -Tinha – eu falo pegando meu celular – Mas a sua estava mais perto. 

Ela se levanta bufando e vai buscar outra maça para ela. 

Assim que peguei meu celular, recebi a mensagem de Raphael.

Cheguei amor

  -Vamos Giovana! –eu grito já abrindo a porta. 

  -A culpa não é minha se voce pegou minha Maça – Ela pegou sua bolsa e veio na direção do carro do Raphael.

  -Mac! – Uma voz masculina me chamou. 

Me virei e vi Nash vindo em minha direção. 

  -fala – eu digo saindo de perto do carro. 

  -Voce vai matar a primeira aula comigo não vai? – Ele me pergunta e coloca seu braço em volta do meu pescoço. 

  -Nash, não vou ficar matando aula com você  – Eu digo fingindo uma carinha triste.

  -Deixa de ser chata – Ele fala sério.

  -Hoje não posso – digo já entrando no carro e dando um beijo em raphael.

Seu beijo era nojento,meloso e áspero.

Eu odiava sua passada de Mao em meu corpo.

  -Bom dia princesa – Raphael sorri, fazendo minha Irma dar um grande suspiro no banco de trás.

  -Bom dia – sorri de lado.

Coloquei meu cinto e olhei para o retrovisor do carro preto.

Senti a brisa do mar invadir meu rosto e narinas, e logo comecei a pensar em Nash.

Eu queria ele para mim,mas era algo impossível, mas o impossível é mais gostoso.

Raphael só fazia parte da minha vida, por que não poderia ter Nash agora, eu tentava achar alguma coisa de Nash nele, mas era impossível, o seu jeito, seu perfume era algo único que ninguem conseguiria ter, a não ser ele.O seu toque suave me levava da terra as nuvens.Eu quero e vou tentar tirar esses pensamentos idiotas das minha cabeça.

Senti o carro parar e vi que já tínhamos chego no colégio e como de costume todos estavam nos encarando. 

Raphael estava com seu braço em volta do meu pescoço, fazendo as meninas do primeiro ano desmaiarem.

Entrei em minha sala, a aula de Biologia e me sentei como sempre na parte de trás da sala, juntos com todos os meninos do grupo.

Todos achavam minha vida perfeita, pais ricos,o namorado perfeito, mas não era assim.

  -Ola, sou a nova professora de Biologia- Uma professora loira apareceu na sala – Me chamo Stephanie e gostaria de conhecer um pouco mais de vocês. – Ela apontou para uma menina, que eu não fazia idéia de quem era. – Voce, qual é seu nome? 

  -Sou Lola Stenfield, tenho 17 anos. – A menina ruiva responde calmamente. 

  -Olha essa bunda – Jack disse – pegava ela de jeito agora. -Ele se referia a professora.

  -Voces me dão nojo – Eu digo revirando os olhos. 

  -Não se faz de santa – Jack G diz. 

  -De santa? – Raphael riu descaramente – essa ai não tem nada.

Ele era um babaca, como Nash havia dito,nós transamos mas não foi la aquelas coisas, mas eu precisava dele.

  -Voces são pateticos – Eu me viro. 

E assim foi indo, minha Irma falou e quando chegou minha vez falei.

  -Maquenzie Grier e tenho 17 anos – Eu falo sem animo.

  -Só mais uma perguntinha - ela se voltou para mim. - Seu irmão é o Nash não é? - ela me encara.

  -Pior que é - Falo sorrindo.

  -Por que ele faltou posso saber? - Ela se aproximava.

  -Não sei - digo olhando minhas unhas.

  -Então faz o favor de avisar a ele que não quero faltas na minha aula - Ela voltou a dar a palavra para outro aluno.

A aula de Biologia tinha se passado muito rápido, Ainda bem, já que eu não suportava essa matéria.

-Pensei que não vinha mais Dude – Cameron faz um toque com Nash, que finalmente tinha chego no colégio. 

-Voce perdeu a nova professora gostosa de Biologia – Matt mostra um sorriso malicioso. 

-nash vem aqui – puxei ele de lado e logo senti aquele cheiro. – Nash voce fumou? – Perguntei fazendo uma cara não muito boa.

-O irmão mais velho aqui sou eu – ele disse revirando os olhos.

-Oi amor - Atlanta, a putinha do colégio falou.

-Oi -ele disse sem jeito e  a abraçou de lado.

De longe vejo Raphael com uma menina, e o pior de tudo eles se pegavam na frente de todo mundo, eu sairia como a corna.

  -O que deu nela? – Eu escuto Jack perguntando, enquanto eu puxo Kylie,minha melhor amiga para o lado de fora do colégio. 

  -Vamos dar o fora daqui – Eu falo para ela e vou indo em direção a seu carro., que estava estacionado perto da porta.

  -Deixa só eu achar minha chave do carro. – Ela falou abrindo sua bolsa.

Eu estava perdida em meus pensamentos quando alguém me chama.

  -Mac! - escuto Meu irmão me chamar.

  -O que? - Eu falo quando ele já estava ao meu lado.

  -O que aconteceu? - Ele diz olhando para e mim e depois para a Kylie.

  -Aquele panaca do Raphael - falei sentindo a raiva transparecer.

  -Ele? - Nash não terminou a frase e me puxou para seu carro, dando partida nele.

  -Para onde você está me levando? - falei o encarando.

  -Para a praia - Nash sorriu.

Ele sabia que eu amava a praia, para mim era o melhor local para se pensar.

  -Eu já volto – ele falou.

Nash parou em frente a nossa casa e correu porta a dentro.

Fiquei esperando um tempo, olhando para um casal passeando no parque,o menino fazia ela rir todos os instantes, eu percebi que cada vez que ele a olhava, seus olhos brilhavam e seu sorriso era o mais sincero possível, ele queria ficar ao seu lado, esse amor era perfeito, o qual todas meninas queriam, assim que ela se deitou em seu colo, ele fez cafuné, me fazendo sorrir instantaneamente.

  -Demorei? – Nash fechou a porta me fazendo dar um pulo.

  -Que susto – coloquei a Mao em meu peito. – o que voce trouxe? – perguntei olhando para a sacola que ele tinha nas mãos.

  -Roupa para a praia – ele falou sorrindo e eu sorri mais ainda.

Peguei a bolsa cinza que ele tinha pego do meu armário,já que a ela era minha.Eu a abri e vi o meu biquíni favorito,

O barulho da onda caindo, a Maresia invadia minhas narinas e já eu consegui avistar no final da avenida, a praia.

Assim que o carro parou , tirei meu tênis e Nash  também,entrei no banco de trás e ali mesmo troquei de roupa, já que o carro tinha uma película escura.

Esperei Nash fazer o mesmo, e assim que ele saiu ficou paralisado ao me ver.

-O que foi? – perguntei olhando meu corpo.

-Nada – ele falou ainda me olhando meio estranho.

Fui em direção ao mar,pisei na areia fofinha e macia.

Nash deu a volta no carro, ficando ao meu lado e segurou minha mão entrelaçando nossos dedos, sim era uma coisa estranha de se fazer, mas ele estava me acalmando, e querendo ou não eu estava gostando.

Me sentei em cima da toalha que Nash havia trazido para a gente e a areia ao meu lado afundou.

-Obrigada - apoiei minha cabeça em seu ombro.

-Pelo o que? - ele apertou nossas mãos, que continuavam entrelaçadas.

-Por tudo - falei o encarando

-Eu não acredito que ele fez isso - falei manhosa

-Ele vai se ver comigo amanhã - Nash falou sério.

-não faz isso - falei o encarando.

-claro que vou fazer - ele falou fazendo fazendo carinho em minha mão.

-por que? - o encarei novamente.

-por que você é tudo pra mim - sorriu.

-por que tudo tem que ser assim? 

-Assim como?

-Esse jeito que você me trata

-eu não consigo - ele balançou a cabeça - eu não consigo parar de pensar em você Maquenzie! -ele aproximou nossos rostos.

-Nash - sussurrei fechando meus olhos com força e respirei fundo, falando uma coisa que eu iria com certeza me arrepender - isso não pode acontecer

-Por que não?

-Nós somos irmãos Nash!

-Isso não tem importância! - ele sorriu aproximando meu rosto do dele cada vez mais.

Encarei seus olhos azuis, e eu só tinha apenas um segundo para pensar, eu o beijo, ou tento esquecer tudo isso?


Notas Finais


Oie oie lindos!
Eu prometi postar um capitulo amanha, mas nao consegui e tive que postar hoje!
Obrigada pelos 73 favoritos, e por todos os comentarios, eu amo ler cada um deles.
Espero que voces gostem
Esse capitulo é totalmente dedicado a @luinhaa
beijinhos e ate o proximo capitulo fofinhos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...