História Blue Whale - Capítulo 61


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Baleia Azul, Blue Whale, Jimin, Jin, Jogos, Jungkook, Masoquismo, Morte, Mutilação, Namjin, Namjoon, Suga, Suícidio, Texting
Visualizações 92
Palavras 675
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Capítulo no ponto de vista de Jimin

Capítulo 61 - Eu confio...


A claridade do dia começa a me incomodar, fazia muito tempo que não dormia tão bem assim. Com dificuldade, começo a abrir meus olhos, a luz era um tanto “ demais” naquele quarto, o que achei estranho. Sinto uma respiração quentinha bater contra minha nuca e um braço másculo rodeando minha cintura. Merda! Provavelmente bebi demais ontem e acabei dormindo com um estranho qualquer. A que ponto chegamos, hum? Mesmo com medo de saber quem estava  atrás de mim, o que podia ser um velho horroroso, com uma pança de cerveja, ou sei lá algo pior, me viro e me surpreendo com o que encontro. Era um garoto lindo. Seus cabelos eram em um tom de chocolate, sua pele levemente bronzeada, lábios tão vermelhinho e uma pintinha em baixo do inferior. Observo ele dormir um pouco, ele estava com a boca um pouco aberta, mostrando a ponta de seus dentinhos, tão adorável. Mas eu me lembro desse rosto e todo esse penhasco que estava sentindo por ele desaparece. Não podia me mexer muito e o acordar, precisava ser rápido. Pego um canivete que carrego em um bolso interno de minha camisa e coloco contra o pescoço dele. Logo seus olhos se abrem, mas estranhamente seu olhar não me transmitia medo.


_ Bom dia para você também Jiminie.


Ele não mexia nenhum músculo, mas sorria de forma terna para mim. Esse garoto não tem medo de morrer?


_ Essa é a hora que você diz: "Bom dia Kook."


_ Como vim parar aqui, justo com você, seu rato grampeador?


_ Ah… Se lembrou de mim? Que pena… Gostava mais do Jimin manhoso e inocente.


_ Mas o que? Que merda você está dizendo? Me responda logo. Por que estou aqui com você ou prefere uma jugular perfurada?


_ Sem stress… Bom ontem acabei que topei com você em um bar e você estava bebendo muito. No começo eu não percebi que você estava alcoolizado, te achei muito fofo e fui flertar com você. Aí na hora de ir embora você quis vir para cá. Não queria te trazer, mas você foi tão insistente, que acabei cedendo. Só isso.


Olho desconfiado para ele. Logo alguns flashes começam a vir em minha mente...


_ Você não vai fazer coisinhas com o Jimin?


_Eu não faço coisinhas Jimin e sim amor. Você quase me seduziu garotinho manhoso.


_ Eu não sou garotinho… Então você só faz com quem ama?


_ Sim.


_ Então o Jimin vai fazer você amar ele.



Droga. Eu não acredito que eu agi feito um retardado apaixonado com ele. Sinto meu rosto queimar e mesmo que talvez ele não tenha feito nada de errado, forço mais o canivete em seu pescoço, subo em seu colo e imobilizo as mãos daquele garoto, descontando um pouco da raiva que estava sentindo de mim mesmo.


_ Jiminie… É assim que pretende me fazer te amar?- O mesmo diz em um tom dengoso e sorri sarcástico em seguida.


_ Eu não sei que merda eu te disse ontem. Só esquece e me diz o porque de eu ainda estar aqui? Você sabe quem eu sou e eu sei quem você é… Não se faça de desentendido, sei que não foi atrás de mim só  por atração, eu não nasci ontem tah?


_ Você ainda está aqui porque eu irei proteger você. Talvez você não se lembre agora do nosso papo de ontem, mas saiba que tudo que disse, não foi da boca para fora…


Sua respiração era serena, seus músculos estavam relaxados, o que indica que ele não está mentindo. Novamente os flashes voltam e eu me lembro de tudo. Agora sei que falei demais e também sei que ele irá me proteger. No final das contas quem iria me salvar de meu inferno era meu próprio inimigo. Lágrimas finas começam a rolar em meu rosto, foi fraco de minha parte, mas sinto que perto dele eu posso ser quem eu era. Solto suas mãos, tiro o canivete de seu pescoço e o abraço, deitando em cima de seu corpo e aumentando o choro.


_ Jiminie… Eu irei salvar você e Namjoon, apenas confie em mim…

















Eu confio… Kook...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...