História Boa Noite Gaara - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Matsuri
Tags Gaamatsu, Naruto, Romance
Exibições 94
Palavras 1.528
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


YOOO FANS !!! Ca estou eu mais uma vez publicando uma fic com esse casal MARAVILHOOOSO que shippo tanto na minha vida! Dedico essa one shot para aquelas pessoas que sempre acreditam no amor que possa surgir nesse casal assim como esta pessoa que escreve ( que lindo meu kami-sama T.T) . FANS de gaamatsu não desistam de seu shippe
Boa Leitura Jovens Leitores

P.S. - É muito trabalhoso fazer fanfic em 3 pessoa

Capítulo 1 - Bom Sono


Fanfic / Fanfiction Boa Noite Gaara - Capítulo 1 - Bom Sono

 Eram duas da manhã. . Apenas três dias desde que Gaara tinha voltado à vida e agora ele estava terminando a pilha interminável de sua papelada para carimbar. Seu corpo ainda estava um pouco frágil mas ele não podia deixar isso impedi-lo.  Sendo o Kazekage, ele tinha deveres a cumprir e alguns dias de ausência só se intensificou a necessidade de terminar o seu trabalho imediatamente.As coisas eram diferentes agora.  Como qualquer outro ser humano, Gaara também se cansou e agora teve que lutar contra o impulso de cair na cama e dormir.Tentando conter um bocejo, ele continuou, diligentemente a leitura através do sono e carimbar os documentos quando de repente sentiu uma pessoa se aproximando de seu escritório.

 "Se identifique."  Ele disse em seu habitual tom monótono de profundidade.

"Kazekage-sama, é Matsuri!"

 "Entre."

 Matsuri calmamente abriu a porta, fechando-a obedientemente enquanto ela graciosamente entrou na sala.

" "Duas da manhã e ainda assim? Eu me pergunto como você pode ficar parado e continuar fazendo tudo isso." ela pensou consigo mesma. Houve um silêncio constrangedor entre eles e Matsuri pensou em fazer a iniciativa de quebrar uma conversa com Gaara.

 "Umm .. Kazekage-sama?"

 Gaara silenciosamente tirou os olhos do papelada.

"Umm .. Eu estava pensando que você deveria dormir um pouco. Já é duas horas."

 "Obrigado por sua preocupação, Matsuri. Mas ainda posso continuar."

 À medida que os minutos passavam, Gaara foi lentamente sucumbirndo à exaustão. Suas pálpebras lentamente começou a cair e os círculos escuros ao redor dos olhos tornou-se ainda mais proeminente. Ele pegou Matsuri tentando abafar um bocejo.

 "O que você está fazendo neste momento da madrugada ? Você não deveria estar na cama até agora?." afirmou categoricamente.

 "Umm ... eu estava tendo um momento difícil para dormir, então eu decidi vir aqui para vê-lo Gaara-sama."

 Gaara ligeiramente encolheu ao ouvir-lhe dirigir a ele dessa maneira. Todo mundo geralmente se dirigiu a ele como Kazekage-sama por respeito. Apenas algumas pessoas como Matsuri o chamou Gaara-sama. Embora tenha sido três anos desde a sua chegada como Kazekage, apenas alguns já conseguiram ficar a conhecer Gaara como uma pessoa, sendo uma delas Matsuri que foi sua primeira aluna desde  que a Academia Suna foi erguida. Honestamente, Gaara realmente não se importo se as pessoas  falavam horrores ao seu nome. Tudo o que ele queria era que os aldeões a reconhecê-lo pelo que ele era. Ele estava grato pela preocupação da menina e bravura inicial, mas ele precisava para começar o trabalho feito.

 "Você deveria descansar um pouco. Eu estou bem aqui e eu vou acabar em um tempo. Por favor, deixe."

 "Mas Gaara-sama, eu estou preocupada com você. Foi apenas alguns dias desde que você voltar a .. vida e você realmente não teve conseguido um descanso decente ..." Matsuri apontou para sua mesa e manteve a as bordas.

Sem olhar para cima da papelada, Gaara afirmou categoricamente: "Por favor, deixe-me  termina isto."

 Matsuri ainda não cedeu ao pedido do kazekage . "Gaara-sama, você precisa descansar também. Você pode deixar toda a papelada para amanhã. Você não precisa ser tão duro consigo mesmo."

 Gaara refletiu ao ouvir a última frase. "Você não precisa ser tão duro consigo mesmo." De repente, ele pensou sobre seus erros do passado e do terror que ele causou para os moradores. . Nada em seu poder poderia fazer para as vidas que ele tomou. . Ainda assim, ele continuou a carimbar a pilha.

 "Gaara-sama, por favor! Você não pode continuar assim."

 Ignorando-a continuou fazendo o que ele estava fazendo, mas Matsuri não aguentou mais. . Assim como ele estava prestes a carimbar uma página, ela colocou a mão em cima da pilha. Seus olhos verdes encontraram os olhos castanhos escuros dela.

 "Por favor, descanse um pouco. Você pode guardar isso para amanhã . Matsuri se declarou, com os olhos fixos em Gaara.

 Ele não conseguia entender por que ela estava tão desesperada para fazê-lo descansar.  Ele disse a ela que ele ainda poderia continuar e mesmo que ele pareça  hesitar, ele ainda podia continuar. . Ele sentiu uma súbita vontade de levantar a voz e assustar a menina fora de seu escritório, mas seu corpo não permitiria que ele a fazê-lo. Gaara estava cansado, ele teve que admitir, mas de alguma forma, ele simplesmente não conseguia aceitar a idéia de sono. Ele estava com medo

 "Dormir, É algo que eu nunca fiz em toda a minha vida. Eu não posso trazer-me a ... essas coisas que vocês chamam de sonhos." Pensamentos aleatórios que ligam o sono com a morte nadou na mente de Gaara.

 Cansado e derrotado, Gaara caiu em sua cadeira como um balão furado. Ele seguiu seu hábito usual de dobrar os braços e fechando os olhos para meditar. Ele sentiu como se estivesse afundando em um poço preto profundo e sem fim.

 Depois de alguns segundos, ele percebeu que não era as luzes do escritório e papelada que ele já estava vendo. Gaara repente sacudido até acordar a si mesmo. "Não, eu não posso me deixar afundar nesse abismo. Eu tenho trabalho para terminar. Ao vê-lo acordado, Matsuri rapidamente correu para seu lado.

 "Gaara-sama! Você está bem? “ Ela segurou as bordas da cadeira de Gaara.

 Gaara dirigiu a sua visão para a janela do lado direito.  Ele não podia admitir abertamente que ele estava com medo de adormecer. Isso foi simplesmente ridículo!  Mais uma vez, um outro silêncio constrangedor iniciados antes Matsuri quebrou o gelo novamente.

 Tentando olhar em seus olhos, ela suavemente falou" "Gaara-sama? Eu realmente sinto muito pelo que eu disse. Você já estava dormindo, mas de repente você acordou. Qual é o problema?"

Seus olhos verdes virou-se para conhecer suas orbes castanho chocolate. No fundo, Matsuri tentou abafar um blush de aparecer em suas bochechas. Era difícil esquecer que o Kazekage também foi apenas um garoto - um menino de sua idade. Lentamente, Gaara puxou-a para mais perto dele.

"Prometa-me, você não vai rir ou qualquer coisa."  Ele sussurrou suavemente.

 "Eu prometo."

 "Matsuri, eu .. Eu estou com medo."  Seus olhos, inconscientemente, deslocou-se para o seu colo. "Eu tenho medo de cair no sono."

 Sua resposta honesta atingiu a profundidade do coração de Matsuri. De repente, ela pode ver a criança, Gaara, segurando seu ursinho de pelúcia, evitado pelos moradores para o monstro que ele não sabia que estava dentro dele. Ele quase levou às lágrimas. Ela percebeu que ele nunca tinha dormido em toda a sua vida..

 No lado de fora, Gaara parecia indestrutível. Ele iria simplesmente ficar cruzando os braços e ordena a sua areia para espremer os corpos dos inimigos. Ele foi implacável e implacável na batalha.  Ele foi o Kazekage depois de tudo, mas abaixo de tudo, Gaara ainda era ... um menino criança-que foi privado de amor e agora tentando pegar as peças através da construção de relacionamentos. O Kazekage, o líder da Sunagakure, estava com medo de adormecer.

Sem hesitações, Matsuri encosta  suavemente seu rosto, sussurrando, "Gaara-sama, está tudo bem. Basta fechar os olhos''.Ela gentilmente segurou a cabeça para seu peito enquanto ele lentamente obedeceu

""Mas ... E se eu não acordar de novo?"  ele sussurrou.

 "Shhh ... Vá dormir, Gaara-sama." Matsuri sussurrou, pressionando suavemente os lábios com o dedo indicador.

 "E se Shukaku volta para mim ..." Gaara murmurou inconscientemente

 "Vá dormir, Gaara-sama ..." Matsuri gentilmente acariciou o cabelo vermelho.

 "E se ... E se eu não posso ver a luz de novo?"

 "Shhh .. Vá dormir."

 Em poucos segundos, a respiração de Gaara igualou. Ele finalmente estava dormindo. Matsuri carinhosamente segurou a cabeça vermelha em seus braços, observando a figura de dormir do Kazekage.

 "Ele parece tão calmo, como um anjo." Matsuri acariciou delicadamente o rosto de Gaara, esfregando o rosto suavemente. Como ela tomou em sua forma pacífica, ela notou sua tatuagem vermelho espreita para fora de seu cabelo vermelho bagunçado.

 De repente, ela se lembrou de seu primeiro encontro com Gaara. Ele parecia tão distante, tanto medo, mas todos não ver que assim que funcionaram longe dele. Ela era a única corajosa o suficiente para se aproximar dele e ele de bom grado tornou-se seu sensei. Gaara lhe ensinou um monte de coisas e, eventualmente, transformou-a da arma temendo a menina para uma kunoichi.  Ela nunca iria esquecer o quão longe ele foi apenas para salvá-la de seus sequestradores. Ela viu como ele lutou com sua própria vontade para evitar que o Shukaku de ir em uma agitação. Havia um monte de coisas que ela viu que eram invisíveis para os olhos dos moradores. Gaara, não foi apenas o Kazekage para ela. Ele também era o seu mentor, seu amigo, e acima de tudo, seu interesse amoroso.

 Ame. Perguntou se Gaara podia sentir isso agora- seu amor por ele. A aldeia precisava dele.  O conselho precisava dele. Ela precisava dele.  Ela queria estar lá para ele gosta de como ele estava sempre lá para ela. Ela queria ajudá-lo enfrentar seus medos.  Acima de tudo, ela queria que ele reconhecê-la também. Ela só queria Gaara iria parar de se machucar e ver além do que ele passou.

 Ela gentilmente beijou sua testa. "Boa noite, Gaara-sama ..." carinhosamente segurando-o nos braços enquanto a escuridão desapareceu em luz

 


Notas Finais


Continuo feliz de escrever fics e é disso que eu gosto ! Ate a próxima e comentem o que acharam
Um Abraço da Anormal Euzinha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...