História Bogoshipo - Vhope - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 17
Palavras 1.079
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente
Não quero encher o saco de vocês mais já enchendo , aqui está mais um cap proces
💝💝

Capítulo 8 - Família Unida - O dia que em que Nanjoom quase morreu


Fanfic / Fanfiction Bogoshipo - Vhope - Capítulo 8 - Família Unida - O dia que em que Nanjoom quase morreu

Voltando a minha vidinha triste e sem graça,eu acordei(AUTORA:ae garoto,finalmente hein.Tem idéia de quantos capítulos você demorou pra acordar?Tae:aff,não me interrompa! AUTORA:ok,ok.continua....)ainda com o corpo dolorido mas acordei vivo. Fui pra cozinha e abri a geladeira pra ver se tinha algo que eu pudesse comer,e a única coisa que eu vi eram  aqueles Danones de morango comuns que passam na tv toda hora nos comerciais. Peguei um deles,fechei a geladeira e lavei uma colher para poder comelo.E assim eu fiz.Logo que terminei  joguei a embalagem no lixo e novamente fui lavar a colher e a guardei no armário. Fui para o sofá mais uma vez e comecei a pensar em toda minha vida. Órfão de pai e mãe,avós morreram, a pessoa que você ama vai embora pra outro lugar dizendo que está indo pra sempre.... Realmente,minha vida era um mar de desgraça,sempre que as coisas melhoraram passava um tempo e tudo começava de novo. E o pior de tudo, é que a mãe de Hoseok morreu a pouco tempo atrás e ele nem sabe disso. Foi tão triste. Eu estava ao lado dela na cama de hospital chorando assim como ela,e ela aos prantos,falou que sentia muito por não poder ter visto o filho por uma última vez e me pediu para que eu não contasse pra ele por um tempo e que quando eu achasse que fosse a hora certa  poderia contar . Aí ,ela morreu. NA MINHA FRENTE. Eu nem consegui chorar, já estava acostumado a perder as pessoas que haviam na minha volta. E agora estou aqui,sozinho nessa casa enorme só esperando o possível dia em que Hoseok volte pra casa e eu possa contar pra ele o que aconteceu. Mas eu não tenho pressa , quero sim ver ele,muito... até porque eu nao o via a pouco mais de quatro anos....mas não queria ter que falar isso pra ele. 

Fechei os olhos tentando descansar um pouco da minha vida,até que ouvi um barulho vindo da porta da frente  e lá estavam os meninos prontos para me matarem e eu não estava nem aí .

-TAEHYUNG, AGORA VOCÊ MORRE!-Suga falou correndo na minha direção.

-Pode me matar a vontade, eu sei que ninguém vai sentir minha falta mesmo...

-Não fale assim Tae,eu como sua mãe postiça não permito que você se humilhe dessa forma.-Jin falou se sentando no meu lado.

-E como foi lá no seminário?-perguntei olhando pra ele.

-PÉSSIMO.-Nanjoom respondeu- a vaca da professora tirou ponto de todos nós só porque você faltou na aula dela acredita?

-E agora você vai nos explicar direitinho o que aconteceu, certo?-Kook falou me olhando mortalmente.

-Simples, eu Tava indo pro colégio de boa até que eu cai dentro de um buraco enorme. Meu celular rachou inteiro, minhas costas estão doendo pra cacete  e minhas roupas sujaram, satisfeitos com a resposta?

-Ótimo,agora faz um miojo pra gente que eu tô morrendo de fome- Jimin se jogou na poltrona.

-Em primeiro lugar ,eu não vou fazer nada porque isso é o dever da nossa Omma Jin, e em segundo lugar aqui eu não tenho miojo e nem nada que preste para comer.-falei

-ok,bora pedir uma pizza?-Jin 

-já vou avisando que todo mundo vai ter que pagar sua parte.

Todos deram o dinheiro menos o senhor Park Jimin, que disse que o namorado dele iria pagar sua parte,e ele deu uma piscada para Suga que corou tanto que quase virou um tomate. Nanjoom ligou pra pizzaria pedindo duas pizzas, uma de mussarela e outra portuguesa enquanto Suga foi alugar um filme pra gente assistir enquanto comíamos.

Assim que a pizza chegou atacamos as duas de uma vez , e Suga chegou com o filme que ele dizia ser de terror. Assistimos o filme que realmente dava um puta de um medo e os gordos dormiram na minha sala mesmo.

Nanjoom dormia ensima de Jin com a sua cara colada na dele,quase se beijando. Jimin dormia no colo de Suga como se fosse um bebê e Kook...

Bem, o Kook Tava com a cabeça encostada no meu ombro babando em mim. Tadinhos, o dia deles deve ter sido cansativo,tô até com dó agora. Tirei Kook de cima de mim calmamente para não acordá-lo   e fui para o  meu quarto pegar umas cobertas pra eles. Os cobri delicadamente e fui dormir...

.....

Acordei recebendo uma travesseirada na cara. Todos os meninos estavam pulando na minha cama (que é de casal) ensima de mim com travesseiros nas mãos. Entendi o que estava acontecendo, e comecei a dar travesseiradas  neles também. E ali  começamos a nossa guerra de travesseiros que como normalmente,tem penas de gansos voando para todos os lados. Eu dei uma travesseirada em Nanjoom,que me devolveu com outra na cara e eu me engasguei com as penas que entraram dentro da minha boca. 

- NANJOOM -gritou Jin e todos pararam com a brincadeira.

-Que foi , Omma?

-NÃO ME CHAME DE OMMA.Voce é o pai dessa família entendeu?

-....-todos riram.

-E...NÃO TRATE SEU IRMÃO DESSA FORMA!-Jin pegou o travesseiro e arremessou na cara de Nanjoom,maass,por um sem querer da vida, ele se desequilibrou e caiu da cama batendo a cabeça contudo no chão.

-MEU DEUS ,NANJOOM,MEU AMOR, VOCÊ ESTÁ VIVO?-Jin saiu da cama rapidamente para socorrer  o seu marido ,digo, seu namorado,quer dizer....ah,deixa pra lá...

Nanjoom não falou nada  e permaneceu imóvel no chão,Jin o chacoalhou um pouco mas não obteve resposta.

-Por favor, Nanjoom,me responda...

Senti que Jin estava pra chorar ,mas antes que eu pudesse ir consolá-lo  Jimin entrou na minha frente e foi por trás de Jin colocando uma mão em seu ombro.

-Calma Omma, sabemos que agora Nanjoom está em um lugar melhor...

-O QUE? 

Jimin riu saindo de onde estava e indo na frente de Nanjoom..

-Gente,se afastem por favor..

-O que você vai...

Não passou meio segundo que nos se afastamos e Jimin deu um forte chute no membro de Nanjoom, e o mesmo gritou de dor se contorcendo no chão.

-NAN, MEU AMOR...-Jin o abraçou.

-Eu preciso ir em um hospital...

-Mas..

-Tá doendo....-ele fez um bico super fofo e começou a chorar.

-Tudo bem amor,vamos -disse ele ajudando Nan a se levantar.- E vocês, se comportem enquanto seus pais não estão, entenderam?

-SIIIIMM- falamos em coro.

....

Estávamos sentados no sofá esperando nossos "pais" voltarem do hospital que eles disseram  que tinham ido, concerteza eles estavam em outro lugar só no trepa-trepa.

Derrepente , o telefone começou a tocar  e Suga o  atendeu. Fiquei observando a expressão de seu rosto e ele estava com os olhos arregalados.

-Tae...

-Fala..

-É pra você..

-Quem é? 

Ele ficou completamente pálido quando eu falei aquilo,me levantei do sofá e antes que eu pudesse dizer alguma coisa ele falou:

-É o Hobi...



 
















 


Notas Finais


Calma povo
Posso garantir que o telefonema não é nenhuma desgraça


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...