História BOKU NO HERO - Medieval - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Bakugo Katsuki, Midoriya Izuku, Todoroki Shouto
Visualizações 14
Palavras 1.357
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - O Imprevisível


Fanfic / Fanfiction BOKU NO HERO - Medieval - Capítulo 1 - O Imprevisível

Um reino distante do outro se tornaram aliados se o casamento ocorrer...

Um simples porém respeitado camponês estava caminhando pelo reino com um sorriso em seu rosto, comprimentando os outros ao seu redor e seguindo seu caminho tranquilamente, aos redores se encontrava além das pessoas, algumas casas e vendedores de bijouterias e outras coisas, no caminho que estava um pouco movimentado ele se esbarra com uma pessoa usando um capuz que cobria seu rosto  

– Me desculpe 

– Tudo bem, com licença .. 

– ?? Que estranho, a voz me pareceu familiar .. Será que.. S-senhor! Espere! 

O sujeito começou a se distanciar rapidamente pela multidão em quanto Midoriya tentava segui-lo, depois de passarem pela multidão o sujeito começou a correr entre as pessoas esbarrando em algumas mas Midoriya não desistia de correr atrás dele até perde-lo de vista 

– uhf ..uhf .. ele corre demais .. Hhm!!?

Ele sente uma mão cobrindo sua boca e o trazendo para trás, quando ele se virou para frente percebeu que era aquele sujeito que estava atrás, ele tirou a mão de sua boca e disse:

– por favor não grite, mas apenas responda,por que estava me seguindo? Sabe quem eu sou?

_ desculpe, achei que era ... 

No momento em que estava se explicando o sujeito tira seu capuz erevelando seu rosto 

– A-ALTEZA!! ..HMM?!!N

Novamenteele põe sua mão sobre a boca de Midoriya no momento em que falou alto

– Silêncio, ninguém pode saber que estou aqui fora, já que descobriu quem sou terá que me ajudar agora, vamos indo até meu cavalo e ir embora 

– uh? Espera por que precisa de minha ajuda? Alteza? Espere ! 

– você conhece o caminho para o outro reino não? Você me parece saber o caminho por isso quero sua ajuda para me levar até o segundo reino, tenho o dever de pedir a mão da princesa Momo em casamento para que nossos reinos possam se unir e se defenderem juntos ..

– ah .. eh bem, eu sei o caminho mas a única maneira de chegar até lá é passando pela floresta .. 

– então vamos logo, estou pronto para seguir em frente com meus deveres, é responsabilidade de um rei escolher apenas o bem para seu reino

– ...{ Ele parece confiante no que fala} m-mas a floresta é cheia de ladrões, não é seguro irmos por lá e ao menos tentar outro caminho, levariam dias, semanas ou talvez messes para chegarmos até o outro reino, os que tentaram passar pela floresta nunca mais voltaram, e dizem que á um dragão q- { ele já está montado no cavalo e seguindo em frente} E-ESPERE!! Ao menos me escute alteza! Vai ser muito perigoso se formos agora!! Logo irá escurecer e poderemos ser roubados ou pior .. mortos por ladrões ou ogros eu não sei você mas eu não sou capaz de enfrentar ninguém 

Disse desanimado e com medo, a floresta era desconhecida e poucas pessoas conheciam os arredores do lugar, poderia se encontrar qualquer tipo de ser vivo como ogros entre outros tipos de monstros, a floresta era imensa e no final se encontrava o segundo reino 

– precisamos partir agora, eu sai de meu castelo sem que percebessem, se eu voltar não conseguirei sair novamente, se alguma coisa tentar nos atacar eu vou revidar, não se preocupe eu sei nos defender 

– .. sendo assim .. acho melhor irmos de uma vez então, só temos que seguir em frente e chegaremos até a floresta, eu conheço uma trilha que podemos seguir até o outro reino

– Certo, me lembrei que não nos apresentamos direito, sou Todoroki Shouto 

– Me chamo Midoriya Izuku é um enorme prazer em conhece-lo alteza 

– Pode me chamar de Todoroki   

Todoroki e Midoriya começaram a caminhar em quanto conversavam no caminho e o sol iria se pondo até que chegaram na entrada da floresta Midoriya estava agora com a responsabilidade de guiar o príncipe de seu reino até conseguir atravessar a floresta e chegar até a princesa, o que ele saberia que não seria fácil 

– bem .. chegamos .. a floresta é imensa então temos que tomar cuidado pelo que vier no caminho { fico me perguntando se ele vai me deixar montar no cavalo também}

– bom, fique de olhos abertos e vamos proseguir ... Midoriya? ...{ Ele não para de murmurar} 

– *murmura e se entrarmos e já formos assaltados, pode aver monstros imensos pela floresta, pode aver bruxas e nos transformar no que quer que ela pense, e se nos separarmos no caminho eh–

– Midoriya! Vai ficar tudo bem, confie em mim 

– .. S-sim! Desculpe 

Eles começaram a seguir em frente pela floresta, não se passou muito tempo e eles tiveram que parar por conta de estar anoitecendo e não enchegarem nada mais do que a escuridão pelo caminho, antes de anoitecer eles procuraram por galhos para poder acender o fogo e não passarem frio a noite 

–  Pronto! Acendemos o fogo! A única coisa que me preocupar agora é o que vamos comer 

– Alteza, eu tenho comigo algumas frutas colhi no caminho que estávamos andando, aqui pode pegar 

Eram algumas frutas como maçãs e pêras que estavam próximas em árvores pequenas, Midoriya estendeu seu braço entregando a maçã para ele enquanto comia uma pêra, Todoroki avia descido de seu cavalo e o deixado preso para que não fugisse, eles se sentaram ao redor da fogueira para se esquentar 

– obrigado.. 

Alguns minutos se passaram e eles avisam se deitado no chão, dormindo, Midoriya não conseguia dormir por que estava com medo de algo acontecer até que ele ouve um barrulho vindo de um arbusto, ele se levanta permanece sentado ao ouvir o barulho e encarando o arbusto até sai um guaxinim e ele se assusta 

–AAAAAAAaaah!! ..e-era..apenas um guaxinim .. uff 

Ele olhou em direção ao Todoroki vendo que estava dormindo e seu cavalo também, quando ele volta a olhar o guaxinim nota que o animal estava roubando as únicas frutas que tinham restado 

– E-ei! .. Devolva! Isso não é seu! 

No momento em que ele se levanta o animal foge, ele pega as frutas e as deixa próxima dele quando se deitou novamente no chão, antes de fechar seus olhos notou que uma sombra estava se aproximando mas quando se virou não pode dizer uma se quer palavra pois o que seja que estava lá já teria o localteado, quando acordou não estava mais com Todoroki e estava amarrado a uma árvore, tentou se soltar mas não adiantou de nada 

–  Eu .. estou preso? .. Fui sequestrado ?! SOCORRO!! EU TO PRESO!! ALGUÉM!!? ALTEZA??!! TODOROKI!! AAAAAAAH!!! POR QUE ISSO FOI ACONTECER JUSTO COMIGO!!??

– CALE A BOCA!! 

– Uh?? Q-quem é você?? 

– MANDEI CALAR A BOCA!! 

– D-desculpa!! 

Ele tinha cabelo loiro e usava uma capa vermelha, Midoriya estava assustado e o sujeito se aproximava de sua boca 

– O-o que vai fazer?! 

Ele colocou seus dedos dentro da boca de Midoriya levantando um pouco seus lábios para ver seus dentes 

– ...{ Estranho, os dentes dele não são ountudos como dos que estou acostumado a ver } 

– Ei .. o q ta fazendo? tila seuz dedoz da miaah bocaaah 

ele tirou seus dedos da boca dele e permaneceu bem aproximado a ele, depois peeguntou

– Qual é seu nome? .. 

– .. MidoriyaaAAAAH!! 

Ele começou a cheira-lo perto de seu pescoço depois próximo ao peitoral, parecendo como um cachorro que estivesse farejando algo, Midoriya estava um pouco vermelho um pouco acima em suas bochechas 

– P-por favor pode parar de agir estranho comigo, por que me prendeu aqui? O que você quer? 

– O que um fracote como você faz em um lugar como esse? Só pode estar querendo encrenca com alguém 

– Nada disso!! Estou acompanhando de uma pessoa e agora não faço ideia de onde ela pode estar, por favor me solte eu preciso encontrá-lo !! 

– Não, preciso de você e se tentar fugir eu te mato ouviu bem!!! 

– ME SOLTA LOGO AAAAAH!! 

– CALA A BOCAAAAAAAH!!!!!!

– NÃAAAAAO!! ME SOLTA!! HMMMMM!!!

Ele tampou a boca dele com sua mão

– Se você continuar a gritar eu JURO QUE VOU TE MATAR!!! DEKU!!! ....

– HUMM?? HMMM!! { espera um pouco .. esse apelido é familiar.. tinha uma pessoa que me chamava assim mas ... Não pode ser ... É ELE!! ME LEMBREI!!} 


CONTINUA...

















Notas Finais


Espero que tenham gostado! Em breve mandarei o segundo capítulo, obrigado por lerem! E me perdoem por não ter muita criatividade para deixar o capitulo maior ;--;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...