História Boku No Hero Academia : Another Academy(Interativa) - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Personagens Originais
Tags Boku No Hero Academia, Potãnto, Seishin, Traitor
Exibições 12
Palavras 2.065
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 41 - A Ultima Pulsação Do Anjo Caído.


 Lyra se teleportava para vários locais aleatórios, tentando achar o a culpada pelo metal líquido: Asteka.  Ela voava pela cidade por vários locais. Ela cai em cima de um prédio e olha ao seu redor. Em questão de segundos, uma estaca de metal se emerge do chão e fura o braço de Lyra e espirra sangue para todos os lados.
Lyra: Droga! – Ela se teleporta para outro prédio. –... Argh! Ela me furou com aquele metal... Ela o está controlando de algum lugar... Mas, não pode ser muito longe... De um prédio? De dentro deles? Pelo menos no raio de um quilômetro... Há não ser que... 
   Uma forma metálica cria forma na frente dela e sorri.
Asteka: Finalmente, mas sabes que não chegará nem a dois metros de onde estou.

...

Tokumatsu Gensou andava pelo prédio normalmente. Ele tinha uma conversa mental com Kyruin. “Eu pensava que o único que tivesse chance de virar um Rank SSS era o Chronos Akabane.” 
Gensou: No estado atual, ele é o único que poder ficar estável no Rank Supremo. Atualmente, estamos lançado muita energia para o corpo de Loki-kun, fazendo-o alcançar o Rank Supremo. A cada segundo ele avança mais e mais ao 100% e virar um ser divino completamente. Mas, ele não ficará vivo por muito tempo depois disso. Talvez ele murche até virar uma anã-branca talvez faça acontecer uma supernova. Independente, o resultado pode retirar essa cidade do mapa. – Seus olhos ficam totalmente pretos e um feixe de luz sai deles. A parede a sua frente é destruída e atrás dela lá está... Kyruin Katsurigi. –... Sabe, agora que tenho o U.L.T.R.O.N. minha conexão mental com meus subordinados aumentou ao nível de fazer de mim o novo “Sarotomi Hana” com o Multi-Skill! 
Kyruin: Você sabe que após a finalização de Loki Campbell, todos nós iremos morrer, inclusive você só pra ter um vislumbre do território divino, em tentar fazer o ser perfeito. 
Gensou: O que dizes? A ciência sempre se baseou em sacrifícios... Eu nunca esperava você me esperar. Pensava que sempre você iria fugir.
Kyruin: Duvido muito eu conseguir escapar quando você mesmo tem o Multi-skill. Bem... Eu vim negociar. – Ela dá três passos para trás e Gensou a seguia. – Vá... Eu te dou os códigos mentais para minha habilidade. – Ela dá mais dois passos para trás –... E você me deixa sair dessa cidade. Pelo menos se ela for ser destruída me deixe sair! – Ela olha para trás e dá mais um passo e Gensou a segue. – Só mais um passo! – Pensa.
Gensou: Só tenho uma dúvida... Por que pensa tanto em passos?!
Kyruin: Droga! – Ela sorri. – Mentira! – Ela pisa no chão e uma mina explode. – Sabia que aqueles soldados tinham colocado algumas coisas aqui!
Gensou: Kyahahahahahahahhahaha! – Ele ria descontroladamente adentro da fumaça.
Kyruin: Hã?!
    Gensou sai da fumaça sorrindo. Ele havia perdido uma perna, porém ele mal sangrava.
Gensou: Próteses... Sempre úteis! Agora... – Ele olha para Kyruin e ela começa a sentir falta de ar.
Kyruin: Arrgh! – Ela segura sua garganta tentando puxar ar.
Gensou: Aerokinesis é a melhor habilidade! – Ele estala os dedos e ela desmaia. – Agora é só roubar o controle do V.I.S.Ã.O., e fim.

...

Em meio a o esgoto, debaixo do prédio onde se encontrava Gensou e Kyruin.
Asteka: Que idiotas... Agora é só Gensou passar todas as habilidades ao Loki pelo V.I.S.Ã.O. e iremos dominar e destruir aquele desgraçado... Chronos Akabane! – Ela ri e sua mão é perfurada por uma estaca de metal. – Não pode ser!
Lyra: Você que pensa! – Ela retira mais três estacas e aponta para Asteka. 
   Lyra dispara na direção de Asteka. Asteka olha os movimentos de Lyra. A vilã planejava o fim da morena, ela jogaria uma faca e como o esgoto é fechado o teleporte seria previsível o bastante para se prever e arremessar outra faca com o metal líquido... Asteka arremessa a faca e Lyra coloca a mão na frente.  A faca transpassa a mão de Lyra fazendo-a sangrar.
Asteka: Droga... O que eu faço?! Só tenho mais uma chance!
   Lyra teleporta a faca para a direção de Asteka, sua perna é furada.  Asteka grunhiu de dor e olhou em volta. Lyra a desferi um soco no rosto e um chute no abdômen. Asteka ri e abre sua camisa de lá saltam-se várias estacas de metal que se esticam e perfuram o braço de Lyra. Ela se afasta...
Asteka: Sua idiota, isso é mercúrio! Tem pedaços de mercúrio! Você vai morrer! Consegui! Eu consegui!
Lyra: ... – Ela olha para sua mão e a toca. – Acho que não dessa vez! – Lyra toca em seu ferimento e grita como se tivessem arrancado um braço dela. Uma poça de sangue surge do nada ao lado dela. – Teleportei meu sangue com mercúrio para fora... Agora...
Asteka: Não... Não... Você... Não!!!
   Lyra se teleporta para trás de Asteka e desferi um chute contra sua nuca, ela cambalea e aos poucos vai perdendo a consciência. Ao final, ela desmaia. 
Lyra: Parece que eu... Ri por último... “Ha”. – Ela cai no chão desmaiada.

...

Gensou: Aerokinesis é a melhor habilidade! – Ele estala os dedos e ela desmaia. – Agora é só roubar o controle do V.I.S.Ã.O., e fim. – Ele anda até Kyruin e toca seu crânio, ele se levanta e diz: –... O2KMCO2NACLCO4 . Acab... – Ele começa a sangrar pelos olhos e nariz e cai no chão. – O que aconteceu?! – Ele cai no chão incapacitado. – Hã?!
   Kyruin se levanta. Seus cabelos loiros grudavam em seu rosto e se tornavam vermelhos com sangue em seus ouvidos e seus olhos. Ela sorria com os dentes avermelhados.
Kyruin: Você... Acha que eu deixaria você vencer?! Cof... – Ela olha para Gensou e toca em sua cabeça. –... Pronto! Agora sim...  Voltei!
Gensou: O quê?
Kyruin: Eu alterei minhas próprias memórias... Eu fiz eu mesmo lembrar que os códigos de autodestruição do V.I.S.Ã.O.  seriam o código de liberação total. Agora nenhum de nós tem... Nem terá aquele computador desgraçado!
   Uma explosão ocorre no andar superior.
Kyruin: Ouviu esse som? É o som do fim!

...

   Todos param no tempo. Tudo para... Loki vai caminhando lentamente, ao tocar no chão ele começa a derreter como se os pés dele estivessem com lava de vulcão. Ele se aproxima de Saiko e se prepara para desferir o soco... O tempo volta a correr... Saiko sai voando e atravessa um prédio. Loki aponta a mão contra Kayano e desferi um relâmpago gigantesco. A garota coloca a mão na frente e tenta cancelar... O raio continua sendo lançado e continua sumindo... O raio some por completo e Kayano é lançado no chão e bola várias vezes, seu braço já estava despelando. Uma sombra surge, era Suuichiro Saiko, ele joga seu capote fora e limpa o sangue em sua testa.
Saiko: Isso foi patético... Como eu deixei minha guarda baixa?! Agora terei de terminar isso com um só soco.

...Dentro da mente de Loki...

O garoto de cabelos brancos estava sentado em meio a escuridão. A única coisa que realmente tinha lá era uma luz que vinha dos céus. Tudo era escuro e mal se enxergavam um palmo à frente. O albino segurava seus cabelos com força.
Loki: Eu não tenho culpa! – Ele range os dentes –... Porque me transformaram naquilo!
   Lyra surge do nada e olha para Loki com desdém.
Lyra: Mesmo você podendo os impedir.
Loki: Não, eu não podia fazer nada!
Lyra: Então foi por isso que deixou aquela menina morrer?!
Loki: Não... Kyruin...
Lyra: Você não deveria sequer existir! Clone de Surtur!
Loki: Não! Eu sou o Original! Não!
   Lyra se distorce e se torna o próprio Loki.
 “Você é o culpado!”
Loki: Não!
“Você é apenas uma criação humana!”
Loki: NÃO!
“Você acha que luta pelo bem?”
Loki: Quando eu faço isso todos gostam de mim. Acham-me forte e legal!
???: Está mentindo!
Loki: Hã?! – Loki levanta o rosto e vê Kayano.
Kayano: Não minta, saiba que você faz isso por você mesmo! Só está inventando coisas para aumentar seu ego.
Loki: Faço?
Kayano: Fingi que se esforça ao máximo e só para ganhar mais força e dizer que é forte? Pra quê?! Isso é só um exercício ao seu ego.Ter um dos mais amplos poderes elétricos lhe faz sentir-se especial? Você não está sendo controlado, você está mostrando seu real lado!
Loki: Estou?
Kayano: Sim. – Ela aponta para o rosto do garoto que se encolhe mais. –... Você só espera as coisas piorarem para lançar seu Railgun e terminar de uma vez isso tudo!
Loki: Pode ser.
Kayano: Claro que é! Você aumenta sua mente só para se ver acima dos outros. Você fingi ser feliz e diz aos outros que está. Anda com uma máscara no seu rosto! Acha mesmo que isso duraria ainda mais.
Loki: Sim...
Kayano: Você me ama não é?!
Loki: ... Sim... Eu te amo... Kayano Kaede.
Kayano: Mas saiba que ninguém te ama pelo que você é! Todos te amam por uma só coisa... Pelo que você fingi ser!
   Todo o mundo começa a se quebrar. A conexão com Gensou e Asteka se foram. Loki começou a se libertar, ele abre os olhos e vê Kayano lutando com uma forma deformada de si mesmo.
Loki: Não! Pare!

...Mundo Real...

   Um círculo preto foi criado. Loki tinha ele em mãos. A esfera enegrecida tinha estrela dentro delas, ela liberava inúmeros raios ao seu redor. Loki apontava a esfera para Kaede Kayano.
Kayano: Droga... – A palma de sua mão já tinha perdido a pele. Sua individualidade estava conhecendo o limite de Deus. –... Será que...
Saiko: Não!
Kayano: Consegue se mover depois de receber o mais relâmpago já visto?
Saiko: Eu sou o cara mais extremo de todos! – Ele olha para Loki. – Antes parecia mais uma forma de energia aumentada... Mas isso já é algo além da imaginação. Parece que terei de usar minha técnica de auto-destruição!
Kayano: Não... Eu sei o que fazer! Só tenho de colocar algo extremo em mim mesmo!
Saiko: Então...  – Ele gira o braço. –... Eu abrirei seu caminho até ele!
Kayano: Obrigada Saiko-kun.
Saiko: De nada! Vá e bote extremidades dentro daquele cara!
   Saiko puxa seu braço para trás. Ele sorria com sangue cobrindo todo seu corpo. Ele então avança seu braço e desferi um soco contra o ar. O chão é rachado. Todas as nuvens se abrem. Todos os raios são alterados.  O ar se revolta e um clarão cobre a cena. Kayano fecha os olhos por um segundo e ao abri-los... Ela vê um caminho aberto, um caminho feito pelo soco de Saiko. Dentro da esfera, Loki residia. A esfera negra havia sumido e Loki havia sido brocado por Suuichiro Saiko.
Saiko: VÁ KAYANO!
Kayano: Sim!
   Kayano corria em meio as destroços do soco de Saiko. Suas pernas já tinham sido raspadas e rasgadas em meio a batalha. Seu braço havia perdido a toda sua pele. Seu rosto coberto do líquido carmesim que compõe seu ser. A existência dela forçava a correr ao futuro. Ela salta e soca Loki. Um som agudo é proferido. “Não! Não faça isso! Isso é algo além de qualquer pensamento! Você vai...”, dizia Loki de dentro de sua mente.
Kayano: Loki!!!!
   O braço de Kayano adentrava Loki e perfurava seu coração. A cada segundo que ela avançava seu braço era pulverizado. Sua pele já havia ido embora, seus músculos estavam sumindo e deixando lugar somente para os ossos.
Kayano: Não importa se eu perca tudo, eu ainda vou te trazer de volta!
   Kayano soca o rosto de Loki. O céu se abre e se divide e o azul volta para todo o local. A aparência noturna dá lugar para um local completamente claro. Kayano olha para Loki e sorri. A aparência do garoto havia voltado ao normal, ele não tinha mais roupas. Kayano dá seu capote para ele.
Kayano: Eu sei que há um lado obscuro na humanidade. E que ele irá nos matar algum dia! Mas, não fique tão bravo. Pois eu sempre vou vir te buscar!
Loki: Ka... Kaya... Kayano! – Ele abraça a ruiva. – Seu braço!
Kayano: O quê?! – Ela olha para seu braço direito... Nada residia além de ar no local. –... Meu braço... Ele...
Loki: Mas... Mas... – Loki  se vira e seus olhos se fecham. Antes deles se fecharem ele vislumbra uma figura olhar para ele. O ser portava asas e um sorriso no rosto... Loki desmaia em meio ao próprio tempo...

...Anjo Caído...


Notas Finais


Finalmente, tudo ajeitado pro fim de ano. Acho que todas as pessoas que não moram em uma caverna sabem o quanto é difícil um fim de ano, tanto pra mim que é estudante. Acho que sempre é ruim fim de ano pra pessoas da minha linha de idade(ou não).
Enfim, acho que essa será uma fic que acabará depois do Natal. Bixin um pouco grande! Pelo menos entraremos no penúltimo arco da história. Bem... Acho que se eu conseguir Final Fantasy XV essa fic fica pra 2017 kkk.
Bom fim de ano a todos :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...