História Bonfire - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias No.6
Personagens Nezumi, Shion
Tags Bonfire, Nezumi, Nezushi, No6, Shion
Visualizações 61
Palavras 1.475
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ei pessoas, como vão as coisas? foi mal a demora pelo capítulo. Aconteceram muitas coisas/descobertas nada agradáveis essa semana.
Vocês sabiam que coelhos são bichinhos tão sensíveis que eles podem morrer de susto? Não assustem um coelhinho, pfvr jshgjsh
Boa leitura, pessoas <3

Capítulo 3 - Café, Sorrisos e Kof4 ~


Fanfic / Fanfiction Bonfire - Capítulo 3 - Café, Sorrisos e Kof4 ~

                      '''''''''''''''
                               12h30
Se há alguém no mundo que pode acordar com uma dor de cabeça monstra, esse sou eu. Pelo menos, eu estava de férias, o que mais eu poderia querer? 
      Me arrastei até em baixo no pijama azul bebê, a luz do sol passava pela janela da sala, o que deixava tudo muito claro. Fui até a cozinha, comi torrada pura com café, talvez cháfé, Nezumi fazia o café mais doce e fraco que já se conhece até agora, eu diria a ele que ele colova diabete no café, se o mesmo estivesse aqui mas ele havia ido trabalhar.

Acabei tomando um remédio pra dor de cabeça e assistindo uma maratona de Harry Potter que passava na TV, mas acabei vendo 2 filmes, quando me veio a coragem necessária pra dar uma limpada naquela zona, na verdade, não estava tão bagunçado por minha parte mas Nezumi era um bagunçeiro de primeira. Comecei a limpar a parte de cima, o que conta com dois banheiros, quase morri nos dois. Ao tentar lavar a janela, o banquinho não deu muito certo mas ao fim, consegui. A parte de baixo, era a sala a cozinha e a lavanderia, o que foi mais fácil do que em cima, por incrível que pareça.

18h eu ainda não havia acabado, estava quase, só faltava uma passado de pano na sala mas assim que comecei Nezumi abriu a porta.
- Você pode ficar aí.
Ele resmungou mas esperou que eu passasse o pano.
- Pode entraaaar! - Gritei pro mesmo que ainda esperava na porta.
Ele deixou o sapato perto da porta e entrou, deixou a mochila no sofá, enquanto eu fazia café (sem diabete dessa vez) 
- Oi Shi - ele disse, se sentando em uma das cadeiras e olhando pra mim
- Oi Nezumi, como foi seu dia? - perguntei esperando o café coar
- Eu tenho uma novidade - disse ele com uma voz alegre
- Ai desu! Fala! - eu disse lhe entregando a garrafa com o café. 
- Eu fui promovido, sabe o que isso quer dizer? - me encarava ainda
- O quee?
- Eu vou ser um dos chefes principais! - ele soltou com um sorriso que poderia chegar até suas orelhas, se fosse possível. 
Caramba, Parabéns - dei um soco leve no braço dele -Você merece.
   Ele se levantou da cadeira e passou por mim, pegando duas xícaras na parte de cima do armário. 
- Obrigado - disse ainda sorrindo mas havia mais brilho em seu olhar. 
Levou as xícaras até a mesa e se sentou novamente, eu me sentei de frente a ele e puxei uma xícara pra mim.
- bom, esse era seu sonho, certo? 
- sim, era.
- não há nada melhor do que se realizar um sonho, né? Você sempre dizia isso, lembra? - mordi um biscoitinho bem pequeno, acho que era maizena.
- verdade mas agora, tenho outro sonho. - disse depois de tomar um gole de café. 
- E qual é? 
- Não posso te contar - ele sorriu de canto e eu bufei porque queria saber .
                          / / / / / / /
                     
                            23h00
   Jogados no sofá, jogando KOF4, eu havia ganho dele umas 7 rodadas e ele 5 mas como Nezumi é Nezumi, queria continuar jogando.
- Cara, eu tô cansado já - murmurei, e larguei o controle do meu lado
- Ah, qual é? Era minha revanche
- Aceita que dói menos 
    Ele sorriu e tirou o jogo mas continuamos jogados no sofá assistindo, Nezumi ficava me cutucando e jogando almofadas em mim, eu revidei e ele também e assim começou mais uma bagunça, até que eu me joguei no sofá realmente cansado, deitei nele por inteiro, impossibilitando do maior sentar mas ele levantou minha cabeça com as mãos e se sentou, colocando uma almofada em seu colo e deitando minha cabeça em cima da almofada.
- Mas tem outro sofá - reclamei
- Eu quero ficar nesse!
- Você é um chato - o encarei, rindo. Aquela atitude havia me deixado sem jeito
- Sou chato por querer ficar perto de ti?
Alô, mundo? Eu ouvi isso mesmo? Fiquei tão corado que parei de encara-lo e olhei pra TV. Mas eu não estava prestando atenção em nada, apenas na sensação de ter suas mãos acariciando meu cabelo. Ás vezes parava, mas dava-se continuidade pouco tempo depois, era uma sensação tão boa... tão zeen... tão "vou dormir" e não foi que isso aconteceu mesmo?
                             ><><><
    Quando abri os olhos, senti algo diferente, mais macio e confortável. Ah, eu estava na cama. Mas quando olhei pro lado, eu não estava na minha, Nezumi dormia ao meu lado, era a coisa mais linda dormindo que alguém poderia ver, era sublime, como se nenhum problema o atingisse, como se ninguém do mundo tivesse problemas, como se tudo fosse realmente feliz. Eu gostava disso. Me levantei e peguei um cobertor pra cobri-lo, porque esse guri nunca se cobria? Coloquei delicadamente em cima do mesmo e voltei a me deitar do lado do maior, ele havia me coberto, e a ele não. "Que bobo" pensei ainda o encarando. Resolvi dormir novamente.
    Não consegui.
    Peguei meu celular e comecei a jogar um joguinho que envolvia concentração, na décima fase, estava quase lá. Só um toque. Eu ganho ou perco
- Vai perder! 
  Apertei na hora errada com o susto. 
- Babaka, eu ia ganhar! - resmunguei com um bico na cara
- Você nem sabe jogar - ele tomou o celular das minhas mãos e começou a jogar, e não foi que ele perdeu só na fase 15? Ele olhou pra minha cara rindo
- Tá mas você perde no Play2 
- Não em tudo, você que é especialista em Kof4
  O sono tava batendo e eu resolvi dormir novamente mas ao virar de lado, senti um braço me enlaçando. Talvez eu estivesse louco. Só talvez. Então, olhei pra ter certeza. Sim, Nezumi me abraçava. Eu não estava louco mas foi tão bom que não tive forças e nem vontade pra sair do abraço. 
- Nezumi - reclamei
- Nezumi? - e nada de resposta
- Nezumi... 
Conclui que já estivesse dormindo, então me aconcheguei mais fundo em seu abraço e peguei no sono.
                           u-u-u-u-u
                              06h00
     Quando não era meu despertador, era o dele. Abri os olhos e ele estava todo encolhido e virado para o outro lado e sem coberta nenhuma, qual o problema dele? Ele não gostava de se cubrir mesmo? 
- Nezumi - me sentei na cama, quase caindo de sono.
- Nezumiii! - mais alto dessa vez
Ele se mexeu e por fim se sentou na cama, coçando os olhos, depois me encarou.
- Bom dia, fase 10 - ele tentou rir mas estava com muito sono pra isso
- fase 10 é o cacete, só não passei de fase porque você me atrapalhou - disse com o tom meio bravo - e além do mais, você tem que ir trabalhar, lembra? - acrescentei. 
- claro - zzzzz
E então eu levantei com a intenção de ir pro meu quarto dormir mais e quando cheguei a porta, logo a abrindo
- Você pode dormir aqui -
    O que saiu como um sussurro da boca do moreno e eu fingi não ouvir, fechei a porta e andei cambaleante até meu quarto e me joguei na cama, sabendo que iria dormir o máximo que conseguisse naquele dia.
   E tudo acabaria bem mas alguém bateu na porta quando eu estava quase dormindo.
- Pode entrar - gritei
Nezumi abriu a porta e estava real oficial lindo com uma calça social meio justa, uma camisa social branca e um colete que estava meio justo também. 
- Oi - ele disse e foi até a cama se sentando ao meu lado.
Ele tinha um perfume único, eu sabia que era só dele porque nunca o senti em outras pessoas e naquele momento ele exalava no quarto.
- Oi, você não tá atrasado? - me sentei na cama e encarei o maior
- não, eu posso entrar mais tarde agora - disse, ajeitando a gravata.
"Chefe é Chefe, né pai" pensei nisso e deixei escapar um riso
- que foi? - 
- nada - respondi ainda sorrindo
- então, eu vim avisar que você não precisa me esperar chegar hoje. Tenho uma reunião meio "tarde" - ele fez aspas com as mãos - não sei que horas volto. 
- Certo - dei um sorriso pro maior, afinal ele estava feliz pelo trabalho. 
- e também, comprei uma coisa pra ti - 
Me entregou a sacola que havia trago, eu a peguei e tirei de dentro dela um livro que queria há anos, mas nunca havia comprado.
- Nezumi, isso é caro - falei meio bobo com o presente ainda
- mas te deixou feliz, isso que importa - ele me encarou profundamente e eu não conseguia parar de sorrir.
- Obrigado. 
- por nada, fase 10
Ele se levantou da cama e se foi em direção a porta. 
- não morra de fome enquanto eu estiver fora - ele disse antes de fechar a porta.
- vou tentar.


Notas Finais


Desculpa se essa fic se passa basicamente a noite. É porque eu relaciono NezuShi com noite.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...