História Borendy - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bendy and the Ink Machine
Personagens Bendy, Boris the wolf, Henry, Joey Drew, Personagens Originais, Sammy Lawrence
Visualizações 87
Palavras 850
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Memories and reconciliation


Fanfic / Fanfiction Borendy - Capítulo 5 - Memories and reconciliation

Uma ambulância chegou e levou Bendy para o hospital. Perguntando se tinha alguém próximo para acompanhar e Boris disse que era namorado do mesmo. Então foi junto com os socorristas na ambulância segurando a mão do mesmo a qualquer custo.

(No hospital)

Boris estava nervoso. Ele estava se sentindo culpado por tudo. 

-Boris! Meu deus o que houve? Cade o Bendy?!!!

Alice dizia entrando em desespero no hospital. O lobo havia a telefonado é contado tudo.

-Eu não sei, entraram com ele na emergência, disseram que é provavel que que....

Boris começa a chorar e Alice o abraça começando também a chorar.
E então esperaram, e esperaram, até o um médico vir na direção deles.

-São amigos de Bendy?

Ele diz enquanto mexia em alguns papéis.

-Eu sou irmã dele! E ele é namorado.

Alice diz se pronunciando.
O médico da um suspiro e fiz:

-Por sorte ele está bem, mas ele teve um braço quebrado e um corte na cabeça e na bochecha direita, além de um machucado no estômago. Se quiserem podem ir vê-lo, ele está no quarto 58.

-Obrigado doutor.

Boris diz e ele e Alice vão a procura do quarto. 

(No quarto)

Bendy começa a abrir os olhos. Ele não estava em sua casa, muito pelo contrário, percebeu que estava em um hospital, na maca, com um monte de aparelhos medicinais ao seu redor.
Ele houve a porta ser aberta e a silhueta de Alice e Boris entra no quarto.

-Bendy! Eu estava tão preocupada! Não ouse morrer de novo pirralho!

Alice diz tentando parecer raivosa, o que não deu certo, ela estava muito feliz e contente de ver o irmão bem.

A anja percebe que Boris e Bendy não se olhavam. Decidindo então a sair do quarto para que aqueles dois pudessem se resolver.

-O que foi Boris? O gato comeu a sua língua? Ou será que eu vou ter que abrir a sua boca agora?

-Be-Bendy por que isso?

-Ah muito bem, nossa, como se fosse não soubesse, é tudo culpa daquele seu amiguinho idiota!

-Que? Culpa dele? Foi você que saiu correndo feito desesperado!

-Então a culpa minha né? Bom trabalho Sherlock Homes! 

-Bendy quer para de ser sarcástico! Eu tô tentando pedir desculpas!

-Então fale! 

-Certo. Olha, me desculpa, eu não queria ter beijado ele, ou melhor, eu nem queria reencontrar ele novamente, eu sei que você tá com raiva e tal, mas Bendy eu te amo e nada nesse mundo vai mudar o que eu sinto por você, quando soube do acidente, meu mundo literalmente caiu, eu vim na ambulância acompanhando você, fiquei esperando você acordar, só para mais uma vez ver seus olhos abrirem. Bendy me perdoa! Eu não conseguiria viver sem você! Nem imagino se eu te perdesse....., eu sou muito idiota mesmo....

Boris chora com o discurso. Ele sente uma mão a se fechar com a dele. Bendy estava a chorar também.

-Bo-Boris, você não é idiota...., eu fiquei com medo e não pensei nas consequências, foi tudo culpa minha! Eu te amo Boris! 

O menor derrama lágrimas e Boris o beija. Ambos encostaram as testas e se puseram a trocar olhares e carícias.

(Semanas depois)

Bendy havia tido alta é voltado para casa. Boris agora moraria com ele e Alice. Arrumaram tudo, incluindo um mural no quarto deles cheio de fotos e memórias.

Voltaram para a sala encontrando Alice com um balde de pipoca, sentaram os três no sofá e começaram a assistir o filme.

Bendy lembrou do acontecimento. E se sentiu triste ou vazio...Ele sentia que precisava de Boris.

-Boris poderia me seguir rapidinho? Quero te mostrar uma coisa.

Bendy diz e o lobo segue.

-Não esqueçam a camisinha!

Alice diz rindo recebendo um "vai se fuder" de ambos. Sim, ela sabia o que eles iriam fazer, uma Fujoshi sabe quando o Yaoi vai começar.

(No quarto)

-Por que me trouxe até o quarto?

Boris pergunta ao demônio que o empurra contra a cama ficando por cima bem encima do membro do mesmo.

-Be-Bendy....

-Oh Boris, sabe, eu estou entediado, e quero brincar! 

Bendy diz fazendo movimentos de vai e vem. Ele sente as mãos de Boris em sua cintura a lê ajudar. O lobo geme e o demônio começa a sentir o membro do mesmo dar vida. Tentador, provocador e apenas uma brincadeira....

-Bo-Boris!

O demônio gemia sentindo em seu corpo a mãos do outro. Boris o imprensa na parede e Bendy se prende ao mesmo.

Em poucos segundos ele penetra em Bendy começando os movimentos de vai e vem bem rápidos.

-Bo-Boris ahhm hum ahh!

Bendy subia e desconta encontrado na parede. Boris chupava e mordiscava o pescoço do menor. Ambos estavam mergulhados no prazer. A sensação era única, eles gostavam de se amar, e como gostavam.

Depois os dois voltaram para a sala e Alice estava jogada com a metade do corpo no sofá e a outra no chão. Bem normal.

-Alice! Acorda!!!

Os garotos gritam e ela dá um pulo pegando um travesseiro batendo em ambos.

-Ahhhhhh!!!!! Mata bichooooooo!!!!!!!

-AHHHHH!!!!!

-TÁ PEGANDO FOGO BICHO!!!!!!!

Todos começam uma guerra de travesseiro. #Melhor noite



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...