História Boring Monotonous - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~yoondette

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Bts, Fluffy, Jikook, Kookmin, Sincronização
Visualizações 61
Palavras 1.024
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi zent rs

Capítulo 1 - Prólogo: Quem é Ele?


Eu estava frustrado. Mais que frustrado, eu estava com sono. Hoje começa oficialmente o oitavo ano e eu realmente não estava nem um pouquinho animado. Fala sério, Tae, Yoon, Hobi e eu somos conhecidos como os nerds e os bobocas da escola. E isso não tem graça, poxa! Seria a mesma coisa chata do ano passado. Na verdade tudo é chato na minha vida eu bem estou surpreso. Na verdade, eu deveria estar surpreso? Não eu realmente não deveria. Nas minhas férias, a única coisa que eu fiz de útil fora ir no fliperama com os meus melhores amigos, por que além disso, eu não fiz nada. A não ser cuidar da minha irmãzinha.

Bufei, descendo as escadas vendo que mamãe, papai e Sohee já estavam na mesa. Menos Chaeyoung. Por que isso nem é novidade 'pra mim? Com certeza ela deve ter fugido pela janela e deve estar estudando anatomia humana com o namorado que a mesma arrumou. Eca, felizmente isso não é problema meu.

— Bom dia — murmurei sem ânimo enquanto me sentava e pegava um copo de leite e waffles com bastante calda de caramelo e morango. Eu estava morrendo de fome, além de qualquer coisa.

— Bom dia, filho — falou mamãe sorrindo, enquanto dava alguma coisa que não conseguia identificar para a menorzinha. — você viu a sua irmã?

Ótimo, aquele era um momento perfeito. Não que eu tivesse algo contra a Rosé, longe de mim, é claro. Mas de uns anos pra cá ela ficou metida e chata. Não sou obrigado a suportar irmã mais velha chata. Não mesmo. Esse momento é o meu. Como eu esperei por esse momento, eu sabia que um dia Deus olharia 'pra mim e falaria que enfim poderia soltar as verdades pros meus pais.

— Ela deve estar com o namorado dela — falei dando de ombros como alguém que não quer nada. Mas por dentro eu estava felicíssimo em Seul. Tudo bem, sei que moro em Busan, mas não custa sonhar não é mesmo? Meus pais começaram a tossir, fazendo Sohee e eu os olharmos estranho.

— Namorado? Do que diabos você está falando, Jeon Jungkook?! — omo, falei demais.

— Do Nam-

— Cala a merda da boca, Jungkook! — revirei os olhos para a Rosé que havia aparecido.

— Cala você, Roseanne!

— Olha a boca! Chaeyoung que história é essa de namorado? — com essa deixa terminei meu café rapidamente. Eu não ficaria aqui para ser interrogado.

— Tchauzinho — falei e sai correndo, ouvindo meus pais e Rosé discutindo sobre o tal do “Nam”.

É gente, Rosé namora com Kim Namjoon. Ele é meio insuportável, mas está dando 'pra levar. De acordo com o Taehyung, eles são uma boa dupla. Pelo jeito nas férias Tae chamou Namjoon para matar um bicho que havia matado a gatinho do Kim mais novo, e depois disso eles ficaram meio inseparáveis. Era uma dupla estranha, confesso, mas não irei julgar. Peguei a minha bicicleta e comecei a pedalar o mais rápido possível até a escola. Quem sabe eu não tenho a chance de conhecer alguma novata ou novato e fazer amizade. Apesar que é raríssimo eu deixar algum forasteiro entrar no grupo. Felizmente um grupo de amigos de apenas quatro pessoas. Por enquanto, acho.

[☆]

Kook, Kook, Kook, Kook, Filho da puta, 'tá na escuta? — Tae e seu jeito fofo de ser. Sem dúvidas ele era o mais boca suja do grupo. Peguei meu walk talk, puxando a antena do mesmo.

— O que aconteceu, Tae? Eu 'tô indo 'pra escola ainda, mas já 'tô chegando. Câmbio. — respondi, tentando não cair com a bicicleta.

Jungkook, idiota, tem boatos que o filho do delegado vai estudar com a gente! E parece que ele 'já tá chegando então vem rápido! Câmbio. — ouvi a voz do Hobi. Eles já estão no colégio, então. Se eu não tivesse afrontado a minha irmã eu já estaria no colégio também.

Que idiota isso. 'Pra quê colocar um mimadinho no grupo? — Yoongi resmungou.

— Cala a boca, Yoon. Você nem conhece o garoto ainda! — resmunguei, aumentando a velocidade das pedaladas. Já conseguia ver a silhueta da escola, então em pelo menos cinco minutos eu já chegaria lá. — Estou chegando. Câmbio. Desligo.

Abaixei a antena do walk talk e voltei a pedalar. Imagina que interessante entrar mais um menino 'pro grupo? Não costumamos fazer amizade, já que a maioria das pessoas da escola são uns idiotas, mas quem sabe, apenas quem sabe, esse garoto não seja legal 'né? Não seja como todos os outros idiotas daquela escola monótona de sempre. Quando dei por mim, já estava na frente da escola. Deixei minha bicicleta junto com a dos meninos e corri em direção ao lugar que com certeza eles estariam: pátio da frente. Corri rapidamente até lá, vendo Yoongi cochilando sentado no banco, Hobi sentado ao lado do mesmo enquanto ria de alguma coisa com o Taehyung.

— Oi, pessoal! — comprimetei, me aproximando.

— Eai, Kook! — falou Hobi sorrindo e acenando minimamente, sendo seguido apenas por Tae já que Yoongi realmente estava dormindo.

— O garoto já chegou? — perguntei, me sentando no lugar vago que havia ali.

— Não, acho que foi alarme falso — falou Tae dando de ombros, me fazendo sem querer soltar um muxoxo. Não tinha motivo, mas talvez eu tivesse criado uma pequena expectativa.

Voltei meu olhar para frente, vendo então um meninho baixinho, loirinho, saindo de dentro do carro do delegado. O garotinho se virou de frente, fazendo meu coração descompensar um pouquinho. Ele era um fofo, e bonitinho? O garoto usava um suéter grande demais azul escuro, e uma calça jeans gasta, e caregava uma mochila azul clara nas costas. Não conseguia ver bem, mas suas bochechas eram gordinhas. Era realmente… fofo.

— Quem é ele? — perguntei cutucando Hobi, que até então não o tinha o visto. Hoseok o olhou e então a ficha parecia ter caído.

— É o filho do delegado, Kook!

Então aquele era o garoto que possivelmente poderia entrar no grupo? Poxa, ele era muito bonitinho. Será que tudo o que ele tinha de beleza ele tinha em carisma? Eu só espero que ele não seja um idiota como os outros garotos.


Notas Finais


isso aqui eh kid!au de anos 80 então voses vão se decepcionar se estão esperando hot pq não vai ter okay? já avisando agora rs

eu queria a mt tempo fazer uma fic de anos 80 e eu amo stranger things então transformei o universo de st em um universo alternativo e misturei com o otp e deu nisso k

naquela época tinha drogas, álcool, etc... Talvez eu fale disso na fanfic com os personagens MAIS VELHOS ou seja os """"adolescentes"""  pq meus bebês iti malia vai ser bem relacionamento de criancinhas sim amém

Inclusive aqui eles tem 13/14 anos

eh isto gente eu espero que vocês gostem pq eu tô bem animada SOCORRINHO

amo voses 💗
  


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...