História Born To Die - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Hoseok, Kim Namjon, Kim Seokjin, Kook, Minjae, Namjin, Park Jimin, Songfic, Taehyung, Vhope, Yoongi, Yoonseok
Exibições 138
Palavras 3.629
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Alguém vivo depois desse comeback? Gente que coisa mais maravilhosa!! to apaixonada, gente e o solo do Jin,meu deus eu não paro de ouvir,minha favorita do album <3 nossos meninos arrasaram mais uma vez *-*
Agora chega de surto..
Desculpa por demorar, eu ando mais devagar pra escrever os capitulos ;--;
A music do cap de hoje é : I love You - Alex e Sierra :3
Boa leitura amores ~*~*~*

Capítulo 14 - Little Things


Fanfic / Fanfiction Born To Die - Capítulo 14 - Little Things

 

‘’ Não sou nada especial, disso estou certo. Sou um homem comum com pensamentos comuns e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim, e o meu nome, em breve será esquecido, mas amei uma pessoa com toda alma e coração e, pra mim isso sempre bastou.’’  

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

 

Duas semanas, já se passaram duas semanas desde que retornamos do acampamento, faz duas semanas que  eu e Jin nos tornamos namorados, as vezes me pego pensando em como a vida é engraçada, eu não acredito em destino, esse negócio de que quando nascemos Deus já escreveu toda nossa vida, que ele sabe tudo o que vai nos acontecer, se alguém aparecer em nossa vida é porque era esse nosso destino, eu acredito que as coisas simplesmente acontecem, Jin apareceu em minha vida de repente e quando percebi já estava apaixonado por ele. Mesmo estando pouco tempo juntos, eu sei que Kim Seokjin mudará minha vida para sempre.

Me olho no espelho pela quarta vez, quero ter certeza que estou realmente bonito, camisa cinza, calça escura e jaqueta preta, cabelos levemente arrepiados, eu acho que estou bem. Sairei com Jin hoje, não é como se nunca tivéssemos saído juntos mas como namorados essa é a primeira vez, desde que voltamos do acampamento não tivemos muito tempo para sair, as provas irão começar logo e os trabalhos da faculdade toma nosso tempo. Como hoje é sexta feira, chamei Jin para um encontro, não sei porque, mas estou ansioso, acho que é o amor que me faz ficar assim, meio bobo. Meu relógio marca sete e meia da noite, hora de ir buscar meu namorado.

 

Fios  loiros caídos na testa propositalmente, camisa branca, jaqueta de couro marrom e  calça apertada, Jin está lindo, ele é sempre lindo mas hoje ele está perfeito.  O disse para escolher onde ir, ele escolheu um restaurante pequeno  que em noites de sexta feira tem karaokê,eu sei que Jin ama cantar e provavelmente foi esse o motivo da sua escolha. Não pude deixar de notar alguns  olhos de lobos em cima dele assim que entramos no lugar, fiz questão de segurar em sua cintura para mostrar a todos que ele é meu.

 

-Você está muito bonito – Com o cotovelo sobre a mesa e cabeça apoiada na mão, Jin me olha com um leve sorriso.

- Eu ouço muito isso – Respondo convencido tomando um gole do drink que pedi.

- Que metido você , retiro o elogio!

-Na verdade.. – Coloco meus cotovelos na mesa me aproximando do seu rosto – Você que está lindo, tão lindo que percebi vários safados olhando pra você quando entramos

- O que? Não seja bobo! – Ele sorri e retiro alguns fios rebeldes dos olhos – Eles podem até olhar, mas meus olhos estão apenas em um homem!

- E quem seria esse homem? – Me afasto e encosto na cadeira o olhando de lado

-Kim Namjoon, o homem da minha vida! – Jin encara meus olhos e não posso evitar de sorrir mostrando os dentes.

-Kim Namjoon também só tem olhos para Kim Seokjin – Arrasto minha mão sobre a mesa até tocar a sua e entrelaço nossos dedos.

 

Pedimos nossa comida e estava maravilhosa, este pequeno restaurante já está na minha lista de lugares favoritos, a comida é boa, o som é agradável, tudo tão aconchegante, Jin fez uma ótima escolha. Notei que Jin não  bebeu nada com álcool ao lhe perguntar ele apenas disse que não gosta muito de beber, por isso ficou apenas no suco. O karaokê começou e algumas pessoas já foram até o palco se arriscar, alguns catam bem mas outros são como um gato engasgado.  

- Você não vai cantar?

- Estou pensando.. eu deveria?

- Claro! Sua voz é linda,Jin

- Irei cantar pra você! – Antes de se levantar me deu seu mais lindo sorriso e um beijo nos lábios.

 Assisto caminhar até o palco, escolher a música, segurar o microfone  e olhar pra frente, olhar pra mim e sorrir.  A introdução começa com o som do violão, seu corpo se move lentamente no ritmo da música.

 

I fell in love with a beautiful boy

Eu me apaixonei por um menino bonito

And he still takes my breath away

E ele ainda me tira o folego

I fell in love in the morning sun while the hours slipped away

Me apaixonei no sol da manhã enquanto as horas se passavam

Sometimes when I hear your name, my smile creeps on my face

Às vezes, quando ouço seu nome, meu sorriso se arrasta em meu rosto

And for reasons I can't explain it's never out of place

E por uma razão inexplicável isso nunca está errado

 

Como na primeira vez que ouvir sua voz linda cantando estou mais uma vez hipnotizado, se existe anjos e se eles cantam como diz as histórias, bom, eu acho que sei como é ouvir um anjo cantar, uma voz doce, delicada, eu poderia ouvir essa voz pelo resto da minha vida. Eles está olhando pra mim e eu fitando seus lindos olhos, existe apenas nos dois nesses restaurante agora, tudo em minha volta está mudo, só consigo ouvir a linda voz do meu namorado, ouvir a letra da música  e sorrir.

 

Cause I love you

Porque eu te amo

More than you think I do

Mais do que você pensa que eu amo

And I love you

E eu te amo

 

 

Uma lágrima cai do cantos do meu olho a limpo rapidamente, Jin canta tão maravilhosamente que sinto vontade de chorar. Seus olhos não deixam de me fitar nenhum momento, é como se ele estivesse me lendo enquanto canta, as palavras que saem de sua boca em forma de canção são tão verdadeiras, eu poderia até dizer que foi escritas por ele. Sussurro lentamente  um ‘ eu te amo’  e ele sorri e a música acaba, o vejo vindo em minha direção e me levanto o esperando com um sorriso grande, ele me abraça apertado o envolvo em meus braços sentindo o cheiro de seus cabelos, cheiro de frutas. Separo o abraço e o beijo, o beijo sem me importar com as pessoas olhando, sem me importar se o lugar não é o mais indicado, apenas o beijo pois  esse é meu modo de dizer o quanto estou feliz e o quanto o amo.

Saímos do restaurante após pagar a conta, a noite está clara, de mão dadas corremos pelas ruas iluminadas com luzes de todas as cores, corremos rindo um para o outro como dois adolescentes bobos, mas talvez seja isso que somos no momento, dois adolescentes bobos e apaixonados, corremos até uma praça onde há uma fonte com luzes verdes e vermelhas, subo no cercado da fonte e olho para meu namorado que está ofegante pela corrida.

- EU TE AMO KIM SEOKJIN! –grito com toda força, não ligo se estou parecendo um doido, eu apenas quero que o mundo saiba que estou amando.

 

(...)

 

Entramos apressados tropeçando nos próprios pés, jogamos nossas jaquetas e sapatos pelos ares, nem mesmo ascendemos as luzes, Jin pula em meu colo sem deixar minha boca, o levo até minha cama o deitando sobre os lençóis, a luz da lua entra pela janela deixando uma iluminação romântica, posso ver os olhos de Jin brilharem. Entre beijos e gemidos nos despimos, igualmente nus sobre minha cama, minha boca beija cada parte do corpo que tanto amo, sinto cada partezinha, sua pele é tão macia e cheirosa, suas mãos puxam meus cabelos assim que minha boca toca em sua virilha, minha língua lambe o interior de suas coxas subindo até sua intimidade rija, nós dois já estamos duros, mas eu não tenho pressa, eu quero acariciar, beijar,chupar cada centímetro do corpo do Jin. Minha boca envolve seu membro, meus movimentos começam lentos mas logo se tornam mais urgentes, sinto seu gosto, nunca fiz isso antes e não me sinto menos homem por isso, é bom, é delicioso sentir o gosto, o pulsar, o desejo de Jin dentro da minha boca, meus cabelos são puxados com mais força o que me deixa ainda mais excitado.

- Nam...

Sua  voz manhosa  geme meu nome repetidamente, já posso sentir o pré gozo em minha boca e continuo até sentir o gosto do  liquido quente jorrar em minha boca, eu diria que o gosto é agridoce, não me sinto envergonhado por fazer isso, eu quero provar tudo de Jin. Após abandonar seu membro vou até seus lábios fartos e o beijo o fazendo provar de seu próprio gosto, nossas salivas se misturam, nosso beijo é apaixonado e quente.  Me sento na cama e puxo Jin para meu colo, suas mão seguram em meu ombro ,minhas mãos agarram sua bunda o pressionando sobre meu membro que arde de tesão, caminho meus dedos por suas costas e minha boca por seu pescoço e peito, solto gemidos roucos com os movimentos de seu corpo em mim, sua língua passa por minha orelha deixando um mordida em meu lóbulo fazendo meu corpo todo se arrepiar.

- Te quero dentro de mim,Nam..

Sua voz arrastada sussurra em meu ouvido me deixando ainda mais louco, sorrio mordendo meu lábio inferior, suas mãos se apoiam em minha barriga inclinando o quadril seguro meu membro o guiando até sua entrada e lentamente se senta em mim, gememos juntos, seguro com força em suas coxas e jogo minha cabeça para trás assim que começa a cavalgar em mim, sua entrada quente vai e vem em meu membro me fazendo gemer baixo, seus dentes mordem com força meu lábio, nossos olhares se encontram, posso ver em seus olhos o prazer, prazer esse que também estou sentindo. O abraço pela cintura unindo nossos peitos e me deito na cama e inverto as posições ficando sobre seu corpo.

- aahh..Jin.. você é tão gostoso..

Sussurro com a voz rouca em seu ouvido e sinto seus dedos finos tatearem minhas costas, entrando e saindo de você com movimentos mais intensos posso tocar seu ponto sensível. Gemidos tomam conta do pequeno cômodo que é minha casa, palavras desconexas, sussurros e os barulhos que a cama faz pelo movimento de nossos corpos se unem  fazendo uma sinfonia erótica. O suor escorre por nossas testas, já mudamos de posição várias vezes, já não posso mais aguentar, meu corpo está quente, nosso sexo está em chamas, meu membro lateja dentro de seu interior quente e apertado, sinto espasmos  percorrer meu corpo, e juntos nos desfazemos, nossos corpos enfraquecem e assim me deito sobre seu corpo suado afundando meu rosto na curvatura de seu pescoço tentando recuperar meu folego.

- Você é a melhor coisa que aconteceu na minha vida,Nam   

Sua voz baixa e cansada diz em meu ouvido enquanto seus dedos acariciam meus cabelos suados, levanto meu tronco apoiando em meus braços e o olho, mergulho em seus olhos escuros.

- Você me deu vida,Jin...

Sorrio e beijo seus lábios com calma, volto a me deitar escondendo meu rosto em seu pescoço, nossos cheiros estão misturados, no ar e em nossos corpos, seus braços me envolvem em uma abraço, me sinto bem, me sinto amado, estou nos braços de um anjo.

(...)

 

(T.P ON)

- Mas que porra!!

O rapaz de cabelos pretos joga o celular longe fazendo seu namorado baixinho se assustar e quase cair do sofá onde está deitado com a cabeça em seu colo.

- O que foi Kookie? Porque jogou o celular assim? – Jimin pergunta confuso se sentando.

- Meu pai Jimin, meu pai não vai mais pagar a mensalidade da minha faculdade

JungKook bufa e passa a mão pelos cabelos sentindo um misto de raiva e desespero, ele se levanta e vai até a cozinha, abre a geladeira e pega um garrafinha de agua e bebe tudo de uma vez, Jimin o segue e observa seus passo escorado no balcão que divide a cozinha.

- Ele não podia fazer isso, ta certo que ele está com raiva mas isso é demais.. é o seu futuro!

- Ele não pode mas fez.. o que eu vou fazer agora? Eu to fudido! – Kook joga a garrafa na pia a fecha os olhos respirando fundo.

- Calma Kook, a gente vai dar um jeito..

- Como? Eu não tenho de onde tirar dinheiro Jimin!

Park Jimin se aproxima do namorado e segura sua mão e o olha com seus olhos doces. 

- Você pode arrumar um emprego, você tem que provar ao seu pai que pode se virar sozinho, você já é um adulto!

- Você está certo mas o salario que irei ganhar com certeza não dará pra pagar as mensalidades – Kook suspira desapontado.

- Ei.. – o ruivo toca o rosto do namorado e sorri- Eu estou aqui, eu te ajudo, eu trabalho e tenho dinheiro guardado e ainda recebo ajuda dos meus pais, você não precisa se preocupar com gastos da casa, apenas se preocupe em trabalhar e pagar a faculdade..

O mais novo sorri e deixa lágrimas cair por seu rosto, Jimin o abraça acariciando suas costas  com carinho.

- Eu não sei o que seria de mim sem você,amor, obrigado por tudo.. – Kook diz com a voz embargada.

-Eu vou estar com você sempre meu amor – O mais velho afasta o abraço e acaricia o rosto do mais novo – eu te amo

- Eu amo você,Park Jimin

 

Mesmo sabendo que será difícil, mesmo com o coração machucado, JungKook se sente feliz por ter Park Jimin ao seu lado, o baixinho de cabelos avermelhados é o motivo de Kook continuar tentando e não desmoronar, ele sabe que no fim valerá a pena ir contra o pai e lutar pelo seu  amor.

 

Há alguns quilômetros um rapaz chora enquanto olha pela janela da sala do apartamento, sentado no chão abraçado com seu urso de pelúcia preto,  um livro do  lado e fones no ouvido. Faz duas semanas que Min Yoongi chora escondido a noite, por mais que ele tente ele não consegue não chorar, ele sente seu coração cada vez mais apertado, seu amor por Jung Hoseok  aumenta cada dia mais e ele se odeia por isso, ele sabe que deveria esquecer o amigo mas simplesmente não consegue, seu amor já é maior que tudo, e por isso ele chora, pois sabe que éum amor unilateral e sabe que nunca terá o amigo que tanto ama ao seu lado, como um namorado.

Hoseok saiu e o deixou sozinho no apartamento e o pior não é isso, o pior é que ele saiu com Taehyung, desde do acontecido no acampamento eles se tornaram mais próximos que já eram, eles estão sempre juntos na faculdade e sempre que podem saem juntos, Hoseok convida Yoongi mas ele nunca aceita, seria tortura demais e mesmo que Yoongi saiba que eles são amigos, ele se sente enciumado.

 

  - Você não faz ideia do quanto estou quebrado, eu tento me montar, peça por peça, mas é tão difícil.. Você não faz ideia    do quanto eu me seguro e do quanto eu tenho medo de não aguentar.. Você não faz ideia do quanto eu te amo..

Min Yoongi diz olhando para seu reflexo na janela palavras que ele sente vontade de dizer ao amigo, suas lágrimas caem pesadas e apesar de seus olhos arderem ele não consegue parar de derramar lágrimas.

 - Eu vou esperar.. eu deveria esperar Kumamon? – O rapaz olha para o urso como se esperasse que ele o respondesse – Certo, eu vou esperar, mesmo doendo, eu vou esperar até que venha pra mim.. porque eu o amo até o Sol morrer..

 

O rapaz limpou olhos assim que ouviu a porta abrindo, tentou disfarçar ao máximo, logo uma voz que tanto conhece e ama o chama próximo .

- Suga? Porque está aqui no escuro? – Hobi pergunta confuso se sentando ao lado do amigo.

- Só estava pensando... – Suga evitar de olhar par ao amigo sentado ao lado.

- Você estava chorando? – Hoseok se aproxima mais do amigo  tentando ver seu rosto. – Porque estava chorando,Yoongi? Aconteceu algo?

Min fecha os olhos e aperta mais o urso em suas mãos, novamente ele evita de olhar nos olhos do mais novo.

- Não foi nada.. eu só..só.. estava lendo um livro triste.. só isso..

Hoseok encara Min Yoongi com os olhos semicerrados, parecendo desconfiar das palavras do amigo mais velho.

- É melhor não ler coisas tristes.. não gosto que chore – Hobi passa o braço por cima do ombro do mais velho   e o puxa para mais perto. – tenho algo pra você!

O rapaz mais velho sente seu corpo tremer e seu estomago embrulhar ao ser abraçado pelo amigo, ele se sente assim toda vez que Hoseok o toca, seu coração está acelerado, até parece que uma escola de samba dentro do seu peito. Ele respira fundo em busca de calma e finalmente olha para o amigo, e ali esta  os olhos negros e o sorriso divertido que ele tanto ama, ele observa o moreno retirar do bolso duas fotografias de polaroide.

- O que é isso?

-Isso é o que você queria ver..

 Hobi entrega as fotografias para o mais velho, duas fotos do lago  com peixes coloridos que Yoongi queria ver, uma   apenas os peixes e  outra de Hoseok sentado na beira do lago fazendo bico. Yoongi pega as fotos e sorri.

- Você foi até lá.. – O menino de cabelos esverdeados diz com a voz baixa enquanto analisa as fotos.

- Eu fui no domingo, você estava dormindo e nem quis sair da barraca o dia todo então fui sozinho e tirei foto pra você, eu deveria ter entregue antes mas esqueci.

-Obrigado Hobi.. – Suga sorri meigo. – Você parece um pato quando faz esse bico assim

- Ommo,eu deveria parar de fazer então? – Hobi cobre a boca com a mão.

- Não, é fofo, eu gosto – O mais velho responde tirando a mão do amigo da boca, ele segura a mão do moreno por alguns segundos, ele deseja poder segurar sempre que quiser essa mão quente.

- Ainda bem que gosta.. – Hobi aperta a mão do  mais velho e sorri enquanto o olha.

 

Min Yoongi queria desistir desse amor mas algo dentro dele diz que ele deve continuar a tentar, por mais que ele nunca consiga se declarar para o amado, ele ainda sene que um dia, quem sabe um dia, ele terá os olhos do Jung Hoseok sobre ele, Suga não irá desistir,por mais que o machuque ele quer poder dizer que tentou até o fim e quem sabe ele saia vitorioso.

Os dois amigos   acabam por dormir no chão da sala, em frente á janela grande, com as cabeças deitadas no urso Kumamon   eles dormem juntos , Yoongi segura as fotos sobre seu peito e Hoseok segura uma de suas mãos. Talvez Yoongi realmente saia vitorioso.

 

(...)

 

 Jin se espreguiça e tateia a cama em busca do corpo do namorado mas não o encontra, ele abre os olhos e se lembra que está na casa do Namjoon, pela primeira vez dormiu na casa dele. O rapaz se senta na cama puxando o lençol consigo pois ainda está nu, a porta do banheiro se abre e a figura de Namjoon de toalha sai de dentro do cômodo, o loiro sorri mordendo os lábios com a cena.

- Bom dia,meu amor – Namjoon o beija e se senta ao seu lado na cama

-Bom dia amor – Jin diz manhoso deitando no colo do namorado – Hoje é sábado,vamos dormir mais um pouco..

- Seu preguiçoso – O moreno acaricia os fios loiro do mais velho – Não que fazer nada hoje?

-Não..eu quero dormir – O rapaz mais velho continua com sua voz manhosa.

- Ok senhor sedentário, mas primeiro eu quero te dar algo

-Me dar algo? – Jin se senta novamente e encara o namorado – O favores sexuais que está me devendo? 

- Eu ainda estou te devendo isso? Faz duas semanas que estou te pagando isso – Namjoon ri baixo e se levanta indo até seu guarda roupas.

- Você vai me pagar por muito tempo ainda!

O mais novo retira de sua gaveta uma caixinha aveludada azul, ele caminha de volta até a cama, segura na mão  do namorado e coloca a pequena caixinha em sua palma e a abre, duas alianças de compromisso, o loiro sorri não acreditando no que vê.

-Nam.. não precisava.. eu não sei o que dizer!

O moreno pega uma das alianças e coloca no dedo anelar do loiro e beija sua mão.

- Sua mão se encaixa perfeitamente na minha, como se tivesse sido feita só pra mim.. Nós somos perfeitos um para o outro, eu te amo Jin, você será pra sempre meu e eu serei pra seu!

Jin tem seus olhos cheio de lágrimas e não pensa duas vezes antes de agarrar o namorado em um abraço apertado, deixando as lágrimas caírem por seu rosto, Namjoon afasta o abraço e limpa as lágrimas do rosto do namorado, o loiro pega o ultima aliança da pequena caixa e coloca no anelar do moreno, seus olhos se encontram e ambos sorriem.

- Eu te amo,Kim Namjoon, nunca vou me cansar de dizer isso.

 

Um beijo calmo e apaixonado se inicia, Jin deixa mais algumas lágrimas caírem enquanto seus lábios tocam os de Namjoon, ele não se lembra qual foi a ultima vez que se sentiu tão feliz e completo como está se sentindo agora, ele ama Namjoon, ama tanto que até mesmo dói, ele agradece a Deus  por ter colocado Joonie em seu caminho, em meio a uma vida de tormentas ele finalmente encontrou seu refúgio, seu porto seguro e agora mais do que nunca, Jin sente que pode vencer qualquer coisa, pois, agora ele tem um motivo pra viver.

(T.P OFF)

 

*-*-*-*-*-**-*-*-*-*-*

 

‘’...E eu ainda as tenho, penduradas no pescoço como um colar, porque você é meu pra sempre e eu sou pra sempre teu..’’

 

 


Notas Finais


Limonadazinha romantica pra vocês,espero que tenham gostado ^^
Então gente, vocês acham que o Yoongi baby vai conseguir fisgar o boy Hobi? eu amo VHope e Yoonseok, estou perdida kkkkkkkkkkk
Mas eu estou com dózinha do Suga #PlayForSuga
Nos vemos no proximo capitulo meus amores, até lá, beijos *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...