História Born To Die - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Hoseok, Kim Namjon, Kim Seokjin, Kook, Minjae, Namjin, Park Jimin, Songfic, Taehyung, Vhope, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 293
Palavras 4.024
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores, chegay \o/
Desculpe por demorar tanto meus amores, essa história está ficando um pouco difícil pra mim escrever.. Mas não desisto nunca e cá estou com mais um capitulo U.U
Nesse cap de hoje não tem tanto Namjin, MAS, tem Jikook, Vhope e Yoonseok e a entrada de um novo personagem ~ebaaa~ um pouquinho de cada e eu espero que gostem, eu amei escrever esse capitulo *-*
Musica com o mesmo nome do capitulo, Love Is Not A Fight e eu aconselho voces a ouvirem é muito linda^^
Boa leitura meu amores

Capítulo 15 - Love Is Not A Fight


Fanfic / Fanfiction Born To Die - Capítulo 15 - Love Is Not A Fight

 

“ O amor é sofredor;, é benigno;  o amor não é invejoso..tudo sofre, tudo crê, tudo espera ,tudo suporta.. O amor nunca falha.”

1 Coríntios 13:  4,7, 8   

 

*-*-*-*-*-*-*-*-**-*

 

- Ai meu deus! Estou tão feliz Hyung! – O mais novo dá pulinhos enquanto caminha

- Eu também, sabia que você ia conseguir – Passo o braço por seu ombro o abraçando

- Não só eu, você também Hyung, afina,l também conseguiu um emprego – O mais novo parou em frente ao um carrinho de comida de rua me olhando com olha pidão.

- Okay, vamos comemorar com um cachorro quente..

- Você é o melhor Hyung!

 

Em uma linda tarde de segunda feira, cá estou eu com JungKook, sentados em um banco qualquer em uma praça qualquer comendo cachorro quente e tomando refrigerante, antes de conhecer esses meninos eu quase nem comia esse tipo de coisas, mas agora já virou parte da rotina. Porque estamos aqui? Bom, tudo começou hoje de manhã na universidade,  Kook chegou com uma cara triste, Hobi muito curioso quis saber o motivo, Jimin nos contou sobre o senhor Jeon não pagar mais as mensalidades da universidade, todos nós ficamos apenados e claro, dispostos a ajudar então Jin teve a brilhante ideia de me fazer ir com ele procurar emprego pela cidade, e uma coisa eu já aprendi, o que Kim SeokJin diz é lei. Andamos em vários comércios deixando currículos que provavelmente foram para o lixo após virarmos as costas, já estávamos cansados e na ultima tentativa do dia entramos em uma biblioteca, uma grande biblioteca, fiquei maravilhado com tanto livros dentro do local, tudo tão bonito e silencioso. O bibliotecário  nos atendeu e então já fomos logo dizendo que estávamos em busca de emprego e inacreditavelmente o rapaz magro de óculos grandes nos disse que estavam atrás de duas pessoas, uma para ocupar o lugar dele durante a tarde visto que ele começaria a dar aulas de literatura em uma escola particular nesse período do dia, e outro para organizar os livros nas prateleiras. Kook ficou tão feliz após o rapaz ler seu currículo e fazer algumas perguntas  o chamar para fazer experiência durante a semana  e eu também fiquei muito feliz por ele, mas a surpresa veio quando o mesmo rapaz me perguntou se eu me interessava pela vaga dele, nós conversamos um pouco e ele percebeu que eu  sou amante de livros, minha intenção não era essa,eu apenas ia acompanhar o mais novo mas no fim me apareceu essa oportunidade, Kook me incentivou a aceitar, e eu aceitei. Agora farei experiência junto com ele durante essa semana, serei treinado pelo rapaz de óculos grandes, ele me pediu pra levar amanhã meu currículo. Agora aqui estamos nós dois, felizes a ansiosos. Jin ficará orgulhoso de mim  e Jimin sem dúvidas ficará radiante  pelo namorado.

 

(...)

 

Lar doce lar, é tão bom chegar em casa após um dia cansativo. Tomei um banho demorado, coloquei roupas confortáveis e me joguei na minha cama, olhei para meu dedo anelar vendo a aliança prata, sorrio  como um bobo, estou tão feliz, minha vida está  indo tão bem, cada dia amo mais o Jin e sei que ele se sente da mesma forma. Meu celular vibra sobre a mesinha de cabeceira o pego e vejo que é uma mensagem, mensagem do meu namorado.

 

- Joonie meu amor, como foi hoje? Kook conseguiu um emprego? Estou tão curioso  .-.

- Oi meu amor, hoje foi muito cansativo, estou exausto de tanto andar.. queria uma massagem..

- Aigoo, coitadinho do meu namorado.. quem sabe se ele responder minhas perguntas eu o faça uma massagem do jeito que ele gosta..

- hum... Kook conseguiu um emprego, na verdade ele vai começar amanhã fazer experiência em uma biblioteca.. e eu também, seu namorado conseguiu uma vaga na biblioteca também!

- Ommo! PARABÉN MEU AMOR, estou tão feliz,isso é maravilhoso *-*

-Obrigado amor, estou feliz também, trabalhar com algo que gosto será incrível! Minha vida está indo tão bem, acho que você me dá sorte.

- Sou seu amuleto, cuide bem de mim u.u

- Eu cuido bem do meu amuleto mas poderia cuidar mais se ele estivesse aqui... na minha cama, comigo..

- Sei..safado.. hoje eu não posso ir :/ Mas amor,tenho algo pra conversar com você..

- Que pena, estou com saudades T.T É algo sério?

- É sobre seus pais.. amor você disse que iria falar com seus pais e já faz duas semanas que voltamos do acampamento.. o que acha de irmos até lá nesse fim de semana?

- Ah isso... eu prometi neh!?  Certo, eu vou..

- Mesmo? Não ouse mentir pra mim,Kim Namjoon!

- Eu não sou doido a esse ponto, não quero morrer.. Vamos lá esse fim de semana, de verdade!

- É bom ser consciente disso n.n Eu vou tomar banho agora, e você não esqueça de jantar, nos vemos amanhã na universidade.. Eu te amo.

- Hum..banho? quero fotos.. Até amanhã e não esquecerei de comer,omma. Amo você.

- Safado...

 

Jogo o celular na cama após receber a última mensagem, apesar de não termos passado o dia juntos como de costume e eu estar com saudades dele, hoje foi um dia bom. Estou animado com o emprego, e mesmo estando sozinho no meu apartamento, eu não me sinto só, não como antes, pois eu sei que amanhã terei alguém que amo e que me ama me esperando na entrada da universidade junto de  amigos incríveis, eu não sou mais sozinho. O fato de eu ir ver meus pais no fim de semana me assusta, mas eu sei que Jin estará do meu lado, e ele me dá forças, com ele do lado sinto que posso tudo, até mesmo enfrentar feridas passadas. Jin é uma parte de mim, a parte forte de mim.

 

 (...)

 

(T.P ON)

 

Em uma noite de segunda feira, Kim Taehyung está sentado em cadeira alta, com as mãos sobre o balcão do pub no qual todos os funcionários já o conhecem, um copo vazio em sua frente, um copo que até pouco segundos tinha a sua bebida favorita. O lugar está vazio,apenas ele e os funcionários, uma música calma tocando ao fundo. Taehyung está acostumado com noites como essa, onde ela apenas caminha até o pub favorito e bebi sua bebida favorita, sozinho, pensando em sua vida enquanto brinca os dedos. Seu sorriso, suas brincadeiras e seu jeito  alto astral são como mascaras, escondem a verdade e a verdade é que Taehyung é alguém sozinho, apesar de seus amigos serem sua família, ele ainda é sozinho, a noite ele não tem ninguém com quem conversar, sua companhia é o copo de  Gim.

-  Olha só quem está aqui..  a vadia da Universidade Seul..

Uma voz conhecida por Kim fala próxima de sua orelha, voz essa que ele odeia, que ele sente nojo. Um rapaz baixo com cabelos tingidos de loiro com traços não coreanos, junto de mais dois rapazes morenos. Tae fecha os olhos e respira fundo ignorando o deboche do outro.

- Não quer falar comigo..TaeTae.. que chato..

O Rapaz se senta ao seu lado e passa a mão em seu cabelos, Kim afasta a mão do outro o encarando sério.

- Eu não costumo falar com idiotas! – Tae respondo firme voltando a olha para o copo sobre o balcão.

- Eu não era idiota quando estava na sua cama.. – O loiro ironiza passando a língua pelos lábios,gesto que Tae odeia.

- Vai se fuder  Jackson! – Tae responde ríspido.

- Acho que não é bem isso que você quer dizer.. –Jackson se aproxima de Tae que ameaça se levantar quando é impedido por uma voz desconhecida.

- É melhor vocês saírem daqui agora antes que eu fique ainda mais irritado!

Um rapaz com aparecia angelical do tipo que não faz mal a uma mosca aparece de trás do balção, seu rosto arredondado e com olhos de criança, sem dúvidas ele é um rapaz fofo e bonito.

-  E você vai fazer o que? Chamar o papai? – Um dos amigos de Jackson faz piada com o rapaz, e ele apenas tira de baixo do balcão um taco de baseball.

- Ouuu.. certo, isso está chato mesmo, a gente se encontra por ai..TaeTae.. – O loiro se afasta sendo seguido pelos amigos .

Taehyung suspira enquanto esfrega as mão pelo rosto sentindo   vontade de chorar, ele definitivamente odeia Jackson e odeia como ele o chama e odeia ainda mais o fato de já ter ficado com ele.

- Ainda bem que foram embora ou então você ia presenciar uma chacina aqui.. – O rapaz angelical diz enquanto bate o taco de baseball em uma das mãos.

- Ainda bem, não quero ser testemunha  de nenhum assassinato – Kim responde com um sorriso breve. – Mas, de onde você surgiu?

- Eu estava tirando um cochilo aqui embaixo do balcão.. mas não conta pra ninguém – O moreno diz em tom baixo a ultima frase e sorri.

- E quanto ao taco de baseball? – Tae pergunta com uma das sobrancelhas arqueadas.

- Ah isso? Bom, comecei hoje aqui e achei que precisaria já que ninguém costuma me respeitar, tenho uma aparência muito fofa.

Taehyung ri da resposta do menino e se levanta da cadeira deixando uma nota sobre o balcão para pagar por sua bebida.

- Eu já vou indo, obrigado pela força.. a proposito, sou Kim Taehyung -  Tae estende sua mão para o rapaz atrás do balcão.

- Eu e meu taco estaremos aqui quando precisar! – O rapaz aperta a mão de Tae – Meu nome é Minjae, Kim MinJae.

- Foi um prazer, MinJae, nos vemos por ai..

Taehyung dá as costa saindo do pub desejando não encontra de novo com Jackson. Ele caminha pelas ruas iluminadas com as mão nos bolsos e sorri quando se lembra de Minjae, um rapaz tão fofo, parece ser mais novo e apesar da sua aparência angelical ele se mostrou muito corajoso e engraçado , certamente Kim Taehyung gostou do rapaz. Após caminhar um pouco, Tae resolve se sentar em um dos bancos da praça próxima ao campus, ele retira o celular do bolso e manda uma mensagem para Hoseok perguntando se ele pode o encontrar ali e logo recebe a resposta, Hoseok está a caminho.

Hoseok sempre foi um amigo maravilhoso, sempre se deram muito bem desde crianças, mas ultimamente eles tem se tornado mais próximos, Tae gosta disso, gosta de ter o amigo sempre por perto,ele pode perceber o quanto Hobi é bonito e engraçado, e como ele o faz se sentir bem, ele deixa Tae feliz e confortável. Na verdade o coração de Taehyung vibra toda vez que vê o amigo e ele acredita que um sentimento está nascendo dentro dele.Tae é tirado dos seus pensamentos pela mão o amigo em seus olhos.

- TaeTae, o que faz aqui a essa hora,heim? – Hoseok pergunta ao se sentar ao lado do amigo.

- Eu estava caminhando um pouco e senti sua falta.. – Tae sorri meigo olhando para o moreno ao seu lado.

-Eu também senti sua falta hoje..

- Só hoje?

- Não, eu sinto sua falta todos os dias! – Jung acaricia o rosto do mais novo e encosta no banco olhando para frente.

- Estou me sentindo muito sozinho esses dias.. sabe, mais que o normal.. eu não quero voltar pra casa.. – TaeTae diz com a voz chorosa e deita sua cabeça no ombro do amigo.

- Você sabe que tem a mim e os meninos, e eu já te disse que se quiser pode vir ficar comigo e com Yoongi no apartamento – Hobi acaricia o cabelo do mais novo.

- Eu sei Hobi, mas eu não quero atrapalhar, o Suga Hyung gosta de paz e eu e você juntos fazemos muito barulho juntos – Tae sorri sem humor.

-Ei, de onde você tirou isso heim, certo que somos barulhentos, mas Yoongi jamais iria reclamar de ter você junto com a gente, apesar da personalidade dele, ele se preocupa muito com todos nós.

- Ele é um ótimo hyung.. mas eu não quero incomodar, irei pensar melhor sobre isso..  

- Okay.. Estou com você ,sempre que precisar!

Taehyung sem seu coração acariciado com as palavras do mais velho, sentir seu cheiro e o calor que vem dele é tão bom e aconchegante, ele nunca se sentiu tão protegido como se sente com Jung Hoseok.

- A noite está tão linda hoje, as estrelas estão brilhantes... – Jung diz admirando o céu escuro iluminado pelas  estrelas.  

O mais novo se senta normalmente  fitando o perfil do amigo, seu nariz, seus lábios, são tão perfeitos.

-  Muito lindo.. você é tão lindo Hobi – Tae diz alto ainda olhando para o mais velho.

-Como?  - Hobi o olha confuso.

Kim Taehyung sorri de lado e sem raciocinar direito ele apenas toca o rosto do moreno o trazendo para mais próximo de si e o beija, seus lábios tocam nos do mais velho, é quente e macio, seu coração bate acelerado, o beijo não dura nem mesmo um minuto, Hobi afasta o amigo delicadamente e o olha ainda mais confuso,ele não sabe o que dizer ou fazer.

- H-Hobi..eu.. me desculpe..

Tae percebe o que fez e entra em desespero, se levanta do banco e corre, lágrimas caem por seu rosto e ele nem mesmo sabe o porque. Hoseok vai atrás do amigo e o alcança com facilidade, Hobi o puxa e o abraça sentindo sua roupa ser molhada pelas lágrimas do mais novo.

- Me desculpe.. eu não.. você pode ficar bravo.. eu sou um idiota – O menino diz e chora ao mesmo tempo se sentindo um bobo.

-Ei,calma.. não estou bravo,apenas surpreso, tudo bem Tae.. – Hobi com sua voz calma tranquiliza o amigo, o afasta delicadamente e limpa as lágrimas que escorrem por seu rosto. – Vem, vou te levar pra casa!

- Não precisa.. eu vou sozinho.. estou muito envergonhado.. – Tae se afasta limpando o rosto com a manga da jaqueta.

-Aish, não seja bobo, eu vou passar a noite com você, não quero que fique chorando e se sentindo mal, somos amigos Tae!

Taehyung  se sente um pouco incomodado com a palavra ‘ amigos’ mas mesmo assim sorri brevemente e decide não contrariar o mais velho,pois sabe o quanto ele é insistente. Eles caminham em silencio até o dormitório de Tae. Hobi faz algumas piadas e brincadeiras tentando fazer o amigo se sentir melhor, o quarto é pequeno e só tem um cama que por sorte é de casal, os dois deitam  juntos, Tae deita um pouco afastado do moreno mas Hobi o puxa para perto de si, o abraçando, e assim eles dormem, Tae, apesar  do ocorrido se sente bem em ter o Hobi ao seu lado na cama, seus medos até sumiram por uma noite.

 

Meia noite e JungKook ainda não dormiu, ele está ansioso demais para isso. Jimin tenta dormir mas é impossível com a namorado tagarelando sem parar ao seu lado, ele sabe que é a ansiedade, mas realmente está cansado e quer dormir, ele ouviu a mesma história desde a hora que chegou em casa, como a biblioteca é bonita e grande, em como o pobre rapaz bibliotecário é feio porém muito simpático,dos elogios que recebeu por seu currículo mesmo  sem nunca ter trabalhado, os cursos que fez são ótimos para um currículo, sobre o cachorro quente delicioso que Namjoon hyung comprou e etc.. Jimin abraça o namorado bem apertado tentando o fazer ficar quieto.

- Amor.. eu não posso respirar.. – Kook diz com dificuldade tentando se livras dos braços do namorado.

-Bom..assim você fica quieto..

- O que!? Voce quer me matar pra não me ouvir mais, Park Jimin? – O menino diz bravo empurrando com força o outro.

- Claro que não, é brincadeira amor, mas eu quero dormir e você não para de falar... – Jimin diz manhoso e faz um bico.

- Ah.. desculpe amor.. estou muito empolgado, vou ficar quietinho  - O mais novo se encolhe na cama sem graça.

- Meu bebê vai começar a trabalhar amanhã, estou tão orgulhoso e feliz! – Jimin aconchega o rapaz em seus braços beijando o topo de sua cabeça.

-  Também estou feliz. Nam Hyung também deve estar ansioso e Jin Hyung orgulhoso dele ,assim como você

-Verdade, Nam Hyung é tão bom,estou muito feliz por ele e Jin Hyung estarem namorando – O mais velho  diz enquanto acaricia o braço do mais novo sobre seu peito.

- Gosto de ver como Jin Hyung está feliz, mas me sinto preocupado também.. – Kook diz com a voz tristonha.

- Acho que todos nós estamos assim,Kookie. Provavelmente Jin Hyung ainda não disse a ele..

-É, também acho isso e tenho medo quando ele descobrir... – Kook suspira pesaroso.

- Sabe, eu não julgo Jin Hyung por esconder isso, acho que eu faria o mesmo.. Ver quem eu amo  sofrendo e saber que eu sou o motivo, isso é terrível.. – Jimin diz com voz de choro.

- Sabe,mesmo eu tendo medo, eu acredito que o Nam hyung nunca vai abandonar o Jin Hyung.. eles se amam de verdade – Kook se aconchega ainda mais no corpo do namorado.

- Isso é verdade.. mas agora vamos para de falar sobre isso, não quero acabar chorando.. –Jimin se ajeita na cama – Boa noite meu bebê – Ele beija suavemente os lábios do mais novo.

-Boa noite meu ChimChim..

 

(...)

 

Alguém bate na porta fazendo Namjoon acordar, ele olha no celular e são seis e meia da manhã, ele ainda pode dormir mais um pouco visto que não terá a primeira aula hoje, ele pretende deixar quem quer que seja na porta até se cansar mas as batidas não param, então ele se levanta e caminha com preguiça até a porta e ao abrir uma surpresa.

- Bom dia meu amor!!

Jin pula em seu pescoço o abraçando apertado e espalhando beijos por seu rosto, Namjoon fecha a porta e sua raiva de antes já desapareceu, na verdade ele está feliz, muito feliz por ver o namorado em sua porta tão cedo.

- O que faz aqui a essa hora,amor? -Nam desfaz o abraço mas ainda segura na cintura do mais velho e o olha um pouco confuso.

-Bom.. eu te devo uma massagem...  do tipo que você adora – Jin passa os dedos pelo peito nu do namorado o olhando com um olhar sapeca enquanto morde os lábios.

- Huum.. gostei disso..

 Namjoon ergue o namorado em seu colo o beijando e o leva até sua cama. E o dia não poderia começar melhor para ambos. Beijos, caricias e seus corpos entrelaçados sobre a cama, nenhum lugar é tão bom quanto esse para Kim SeokJIn. Ele tem a necessidade de estar com o namorado todo o tempo, ele tem um segredo,um segredo que esconde do namorado mas ele sabe que precisa contar logo, o tempo não está muito a seu favor... Mas antes disso ele quer aproveitar ao máximo com Namjoon, quer beijar,abraçar, transar, conversar, quer aproveitar ao máximo do namorado pois ele tem medo, medo de perder tudo isso porque ele ama e ama mais que tudo Kim Namjoon.

(...)

 

Min Yoongi não pregou os olhos durante toda a noite, andou pela casa, chorou, ligou, mandou mensagem, tomou café, assistiu tv, mas nada, absolutamente nada o fez desviar seu pensamento de Jung Hoseok, ele nunca ficou fora de casa assim, pelo menos não sem avisar. O rapaz está em desespero, já passa das sete da manhã e nada do amigo chegar,ele não atendeu o telefone nenhuma das vezes que ligou, já contatou os amigos, Kook e Jimin não o viu, Tae não atende o celular e Jin e Nanjoon também não. Ele nem mesmo sabe onde procurar.

- Droga Hoseok, onde você está!?

Sentado no sofá Yoongi fala sozinho e já a ponto de chorar novamente quando a porta se abre e figura de Jung Hoseok adentra o cômodo, o mais velho o olha inexpressivo.

-Suga.. o que...

Antes mesmo de terminar a frase ele é surpreendido pelo corpo do mais baixo o abraçando e chorando descontrolado enquanto profere palavras confusas e alguns palavrões.

-Seu diota... imbecil.. porque você sumiu? Porque me deixou aqui sozinho? Eu estava preocupado.. eu.. eu pensei.. você é um idiota Hoseok! – Yoongi bate no mais novo e chora.

- Yoongi.. me desculpe.. eu não sabia que ficaria assim, meu celular acabou a bateria..

 Hobi fica  confuso com a reação do amigo e preocupado pois o mesmo chora em desespero, ele o abraça carinhosamente e acaricia os cabelos esverdeados do mais baixo. Suga sente seu desespero desaparecer assim que os braços fortes do moreno o apertam, seu coração se tranquiliza mais, ele pode sentir novamente o cheiro do homem que tanto ama, só ele sabe o quanto ficou com medo de nunca mais poder sentir esse cheiro.

-Eu estava..

Mas uma vez a frase de Hoseok é cortada,Yoongi coloca sua mão na boca do moreno o impedindo de continuar, ele o olha com os olhos vermelhos de tanto chorar.

- Não.. eu não quero saber onde estava... você voltou e está aqui e isso que importa..

Pensar que talvez Hobi diria que estava com outra pessoa machuca Yoongi, então ele prefere  não ouvir, não quer sofrer ainda mais. Jung acaricia os rosto do mais velho, limpando suas lagrimas, ver Suga assim faz seu coração se apertar, ele se sente péssimo, se tem uma coisa que ele odeia,isso é ver seu amigo baixinho chorando.

- Seu bobo, porque está chorando.. já te disse que você fica feio assim..

-Porque você me faz chorar..

- Me desculpe Suga..

Hoseok o puxa para um abraço, seus corpo estão colados, Jung agora mais que nunca sente vontade de proteger Yoongi, de o pegar apenas pra ele e o guardar. O calor que vem do corpo do amigo é tão bom, é como se ele estivesse colando todas as partes quebradas que existe dentro de si, Hoseok acaba de perceber o quanto Yoongi é importante para ele. Suga separa o abraço mas continua segurando a jaqueta do moreno, seus olhos se encontram,Yoongi se sente perdido na imensidão negra que é os olhos do Jung Hoseok, ele morde seu lábio inferior e percebe o olhar do moreno ser desviado para seus lábios, ele sente seu estomago embrulhar e seu coração acelerar.

- Não faça isso,Suga.. – Hoseok sussurra com o rosto próximo demais do de Yoongi, suas respirações já se misturam.

- Hobi...   

E como em seus sonhos, Jung Hoseok o beijou, seus lábios se encaixam perfeitamente, Yoongi sente que o mundo parou, tudo está congelado e apenas eles, apenas os dois em movimento, apenas seus corpos abraçados e suas bocas se movimentando. Seus olhos se fecharam automaticamente e ele tem a sensação de estar flutuando, os lábios do mais novo são macios e com gosto delicioso, gosto viciante. Em um movimento rápido, Hoseok o encosta na porta o beijando de maneira quente, suas línguas se unem o causando arrepios. As mãos do mais novo agarram sua cintura e suas mão puxam seus cabelos pretos. Hoseok não sabe o porque de estar fazendo isso mas sabe que é incrivelmente bom e realmente não deseja parar, a boca do mais velho é tão gostosa e doce, talvez ele se arrependa quando abrir os olhos, mas no momento, isso sem dúvidas é a melhor coisa que ele já vez.      

Certo ou não, Min Yoongi ama incondicionalmente seu melhor amigo e agora, mais do que nunca, ele sente que pode ser correspondido, ele sente que pode dar certo, ele pode finalmente sentir como é bom beijar a pessoa que ama.

(T.P OFF)

 

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Amor não é um lugar para ir e vir quando quisermos, é uma casa que entramos e nos comprometemos a nunca partir. Para alguns amor é uma palavra que eles podem repousar.
Mas quando alguma coisa dá errado é difícil manter a palavra. O amor nos salvará se nós apenas chamarmos. Ele não nos pedirá nada mas exige tudo de nós. O amor é proteção em uma feroz tempestade,o amor é paz no meio de uma guerra. Se nós tentarmos sair, que Deus envie anjos para guardar a porta. Não, o amor não é uma luta. Mas vale a pena lutar por ele.


Notas Finais


Com quem será, com quem será que o Hobi vai ficar? vai depender, vai depender se ....... vai querer.
Kiss VHope.. Kiss Yoonseok... o negocio ta bom pro Hobinilson heim, bom nada, quero ver na hora que ele tiver que decidir entre os dois..
e então,pra quem estão torcendo? #TeamYooseok ou #TeamVHope?
Amooo tudo isso!!
E o que acharam do MinJae? ele é tão fofo gente eu não resisti e tive que colocar ele na fic..
Segredos de Kim SeokJin.. Está mais perto que imaginam de todos saberem..
Beijos doces pra voces, e não deixem de comentar e me fazer ainda mais feliz *--*
Até o proximo amores \0/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...