História Born To Die - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Hoseok, Kim Namjon, Kim Seokjin, Kook, Minjae, Namjin, Park Jimin, Songfic, Taehyung, Vhope, Yoongi, Yoonseok
Exibições 109
Palavras 6.199
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi..demorei neh ;-; Mil desculpas meus amores, mas não foi porque quis,esse capitulo era pra ter sido postado na sexta feira retrasada, mas enquanto eu tava escrevendo o cap meu pc desligou sozinho , raiva? imagina,só quis comer meu computador! Não salvou o que eu tinha escrito ai eu me desanimei, perdi totalmente o pique. Mas então,eu fui pra casa dos meus pais e por varios motivos que não vou entrar em detalhe pra não ficar grande demais essa nota, eu tive que ficar lá, e só pude voltar ontem. Esse capitulo está sendo escrito desde ontem a tarde, terminei agora.
Agora sobre o capitulo:
Ficou bem grande, mas como eu disse no ultimo capitulo,esse será o ultimo dessa fase, aconteceu muita coisa nesse cap, acredito que voces vão querer me matar mas enfim.. Espero que gostem comentem sobre.
AHHH PRECISO DIZER ALGO!
Gente,eu estou tão FELIZ, muito feliz mesmo por passarmos dos 100 favoritos, amo muito vocês,amo o carinho que dão a fanfic e a mim tbm, sério,vocês são demais *-*

Se tiver algum erro e provavelmente terá, me perdoem, acabei de escrever,são muitas palavras,revisei o que pude mas tenho certeza que ficou erros ainda.
Agora fiquem com mais um pouco de Born To Die,nos vemos lá em baixo ><

Capítulo 19 - My Wish


Fanfic / Fanfiction Born To Die - Capítulo 19 - My Wish

(T.P ON)

Jeon Jungkook conta mentalmente os segundos enquanto olha a luz dos andares se acenderem, seu pé bate no metal frio do elevador, um modo de demonstrar seu nervosismo. Finalmente a porta se abre e o rapaz pode sair da caixa metálica que julgou ser lenta demais, ele anda apressado pelo corredor longo do hospital deixando seu namorado para trás.  ‘’ Ala VIP’’ é o que está escrito na placa que indica os corredores, após adentrar o corredor silencioso ele se depara com sua mãe que conversa com um senhor de cabelos grisalhos e jaleco branco, provavelmente o médico, a senhora tem os olhos vermelhos e  parece nervosa.

- Mãe..

Kook chama a mulher que desvia os olhos do senhor  e encara o rapaz parado a alguns passo de distancia, a mulher corre e abraça o filho.

- Kook.. meu filho, que bom que veio! – Senhora Jeon diz com a voz embargada.

- O que aconteceu, Mãe? Porque o pai está aqui? você não me disse nada no telefone apenas disse que o papai tinha sido internado... – JungKook   diz rapidamente sem respeitar pontos ou virgulas.

A mulher se afasta do filho o olhando rapidamente, ela o guia até uma fileira de cadeiras anexadas na parede, o médico e Jimin observam os movimentos deles. Senhora Jeon segura a mão do filho com força e desvia seu olhar para o médico grisalho em um pedido mudo para que ele conte ao menino sobre o estado do marido, Jimin aproxima-se sentando ao lado do namorado, o médico se senta em uma das cadeiras em frente a Jung Kook o olhando antes de começar a falar.

- Já tem algum tempo que seu pai vem fazendo tratamento aqui no hospital, ele sofre de Nefrose,  uma perturbação renal aguda ou crônica que consiste numa lesão degenerativa do rim. O senhor Jeon fez tratamentos com remédios e dietas apropriadas mas o quadro dele evolui muito causando uma insuficiência renal, tivemos que fazer uso da hemodiálise. – O medico se ajeita na cadeira respirando um pouco antes de continuar, esperando o menino processar as informações – Um dos rins do seu pai ainda funciona mas não como deveria, ele é fraco e não consegue fazer o trabalho sozinho, quanto o outro, ele perdeu totalmente a capacidade de filtrar o sangue. Seu pai precisa de um rim novo, e logo, mesmo fazendo hemodiálise ele precisa de um rim saudável.

JungKook esta tentando processar tudo que ouviu, ele passa as mãos por seu rosto nervosamente, Jimin segura suas mãos tentando confortar e acalmar o rapaz.

- E quando ele vai ter um rim novo?  - Pergunta ansioso.

- Colocamos o nome dele na lista de pacientes urgentes mas ainda assim precisamos esperar por um doador compatível – O medico explica calmamente ao jovem.

- Esperar? Meu pai.. ele aguenta esperar..? – Kook teme a resposta.

- O caso do seu pai é grave, sinto muito mas seu pai não pode esperar por muito tempo..

A senhora geme escondendo o choro, ela sempre foi uma mulher forte mas sente que pode desmoronar a qualquer instante. Jimin pode sentir as dores de JungKook , ele o conhece o bastante para saber que por dentro ele está arrasado.

- Alguém precisa morrer para que meu pai viva.. – Junkook parece cansado, desapontado talvez.

- Não necessariamente – Responde o medico.

- Alguém vivo pode doar um rim? – Finalmente a voz de Jimin é ouvida.

- Claro, mas pra isso é preciso uma permissão judicial e uma série de exames comprovando que a pessoa está apta para doar o órgão em questão  - explica o senhor grisalho.

- A família pode doar então? – Senhora Jeon  questiona parecendo esperançosa .

- Sim, se for compatível sim – O medico mostra uma luz no fim do túnel para a família.

JungKook se levanta passando a mão pelo rosto, encara a parede por alguns minutos, pensativo, ele olha para o namorado que tem uma expressão preocupada ,olha para sua mãe que parece um pouco mais esperançosa.

- Eu vou fazer isso, eu vou doar  meu rim para meu pai!

Todos olham surpresos  para JungKook, Jimin principalmente, ele sabe que apesar de tudo o namorado ama o pai e faria qualquer coisa para  o salvar, mas só de imaginar o menino passando por uma cirurgia séria, saber que ele pode correr risco ,isso o deixa temeroso e apavorado. O casal se encara, conversando por olhares ,JungKook sabe que Jimin  está com medo.

 

 

Min Yoongi junta todas suas coisas do apartamento, suas roupas já estão nas malas, o rapaz pálido caminha pelo apartamento  que divide com seu amigo de infância relembrando de todas as coisas que já passaram de baixo desse teto, das risadas altas de madrugada, las histórias  hilárias contadas pelo moreno alegre, as lágrimas também, principalmente pelas  lágrimas que  derramou por amar  demais Hoseok. Olhando para os porta- retratos na sala Yoongi sorri,eles pareciam tão felizes, todos eles, Tae,Jimin,Kook,Jin ,ele e Hoseok, agora todos passam por momentos ruins, ele gostaria de poder voltar ao passado e reviver as fases boas, reviver o tempo onde todos eram apenas jovens ansiosos pela vida, onde ele o Hoseok eram apenas amigos de infância. Se essa é a melhor decisão? Min Yoongi realmente não sabe, mas no momento, essa parece ser a melhor, talvez essa seja a decisão mais dolorosa de toda vida do rapaz até hoje mas se afastar das pessoas que você ama  não significa que os ame menos mas que os ama ainda mais, e foi baseado nisso que Yoongi decidiu ir embora. Em uma ultima olhada pelo apartamento, com suas malas e seu urso grande em um dos braços, o jovem pálido de cabelos esverdeados tem seu rosto molhado por lágrimas, e chorando Min Yoongi tranca a porta decidido não voltar tão cedo  pra esse lugar que chamou de casa por tantos anos.

 

   Hoseok e Taehyung estão sentados no chão da biblioteca em silencio, o moreno não sabe o que dizer ou como dizer enquanto Tae se sente envergonhado porém feliz,afinal, Hobi correspondeu ao seu beijo, isso significa que ele sente algo, certo? Sua mente está uma bagunça.  Hoseok passa a mão pelo rosto tirando a franja da testa e respira fundo.

- Tae..  – Sua voz quebra o silencio.

- Hum.. – O mais novo responde olhando para seus próprios dedos da mão.

- Eu.. eu não sei o que dizer..  eu..

- Hobi hyung, o que você sentiu quando eu te beijei? – Taehyung o encara com um leve sorriso nos lábios e com as bochechas fracamente coradas.

- Surpresa.. foi automático, eu.. – Hoseok faz gestos com a mão enquanto fala.

- Automático? – TaeTae abaixa o olhar com um sorriso sem humor, Hoseok o encara sem saber o que falar. – Você vai ficar comigo,certo? Realmente não vai me deixar? Eu preciso de você Hyung.. – O  rapaz diz com os olhos brilhando, sua voz está um tanto embargada, provavelmente segurando o choro.

Hoseok fecha os olhos por alguns segundos e a primeira imagem que vem em sua mente é de Yoongi, seu coração esta doendo, por algum motivo ele se sente mal, ao abrir novamente os olhos ,vê seu amigo mais novo sentado em sua frente esperando por uma resposta, ele então sorri minimamente e então responde.

- Claro Tae, eu não vou te deixar.. – Porque sentiu como se faltasse o ar ao dizer essas simples palavras?

Taehyung sorri e solta o ar que nem percebeu estar segurando.

-Eu preciso ir agora TaeTae, tenho que falar com Yoongi Hyung.. – Hobi se levanta e Tae o imita. – A gente se vê mais tarde..

Kim o  olha e concorda com a cabeça e deixa um beijo no rosto do moreno se despedindo.

 

 Namjoon mesmo querendo ir até o hospital precisou ir trabalhar já que Kook não pode ir, seu namorado Jin o fez companhia até a biblioteca onde trabalha ele achou melhor não ir com os amigos até o hospital mesmo preocupado com o Sr. Jeon. Jimin lhe deu noticias  falando sobre o estado do pai do namorado e da decisão que o mesmo tomou, Jin ficou preocupado com o amigo e com seu pai e combinou com Namjoon que irão juntos ao hospital depois que o moreno sair do serviço por isso decidiu passar a tarde ajudando o namorado. Após organizar os livros novos na prateleira o casal sentaram-se em uma das mesas de leitura, Namjoon percebeu que o namorado estava mais pálido que o normal ,ele segurou sua mão a sentindo tremer.

-Você está bem, amor? – Perguntou preocupado.

-Estou sim, acho que estou um pouco cansado... – Jin sorrir brevemente tentando acalmar o namorado. – Vou buscar algo pra bebermos – Ao se levantar as pernas de Jin falharam o fazendo quase cair, Namjoon em um movimento rápido  segurou em seu braço.

-Jin, o que foi?  - Namjoon se levantou segurando os ombros do namorado o encarando.

- Acho que é o cansaço e a preocupação com o Kookie.. – Jin tem a voz um pouco fraca, Namjoon o ajuda a se sentar novamente.

- Tem certeza Jin?  Vamos ao medico, você não parece nada bem! – O moreno se ajoelha entre as pernas do namorado sentando na cadeira o olhando com preocupação enquanto segura suas mão frias.

- Não meu amor, eu vou ficar bem, eu só preciso descansar um pouco..  – O loiro beija a mão a do mais novo e sorri de lado – Não se preocupe meu Joonie.. – Ele leva suas mãos  ao rosto do namorado o acariciando.

 Namjoon não diz nada,apenas abraça o namorado sentindo que algo está errado e ele teme isso.

 

Jung Hoseok está sentado no sofá da sala com seu celular em mãos já cansado de tentar falar com Yoongi, ele não o atende. Seu desespero foi categórico quando chegou em sua casa e não viu as coisas do amigo nos lugares que costumavam estar, seu guarda roupas  e quarto vazios. Hoseok não intende o que esta acontecendo, até ontem eles estavam bem mas agora isso, Yoongi simplesmente sumiu sem dizer nada e o pior que ele nem mesmo sabe onde ele pode ter ido. O moreno desbloqueia a tela do celular e antes que posso chamar o numero do amigo novamente o contado de Jimin brilha em sua tela.

- O Kook vai o que?... estou indo até ai Jiminie! Ah, por um acaso você viu ou falou com Yoongi hyung? – Hobi pergunta tentando disfarçar sua preocupação.

- Sim, acabei de falar,ele está vindo pra cá..porque? 

- Por nada, já  estou indo, até daqui a pouco..

 Hobi desliga o telefone e rapidamente sai do apartamento ansioso em ver Yoongi e poder assim conversar com ele e tentar entender o que está acontecendo.

 

Yoongi está em frente ao hospital no carro do seu amigo Zhoumi, por sorte o apartamento do amigo não fica tão longe do hospital.

- Hyung, obrigada por me deixar ficar no seu apartamento até os papeis da transferência da faculdade ficar pronto – Yoongi sorri rapidamente para o mais velho.

- Já te disse para parar de agradecer, somos amigos,lembra!? – Zhoumi bate no ombro do menor em um gesto de carinho – Tenho   certeza que gostará da China!

-Eu espero que sim,Hyung.. – O mais novo respira fundo e abre a porta do carro – Nos vemos a noite,Hyung – E então deixa o carro do mais velho e caminha em direção a entrada do hospital.

 

Min Yoongi vai até a sala de espera perto dos quartos dos pacientes vips,lugar onde Junkook  e Jimin estão, ele ouve atentamente tudo o que o amigo lhe conta, sobre o estado do pai e sobre sua decisão, Jimin tenta esconder suas lágrimas ao ouvir o namorado falando sobre os riscos que ele corre na cirurgia, ele já ouviu do medico mas ouvir da boca de JungKook dói ainda mais.

 - Você está mesmo decidido a fazer isso, não é mesmo? – Yoongi pergunta ao amigo mais novo.

- Sim hyung, apesar do que aconteceu,eu amo meu pai e não quero que ele morra, eu posso salvar ele então farei isso! – JungKook segura a mão do namorado com força tentando lhe transmitir confiança.

- Eu entendo Kookie, eu faria isso por alguém que amo também. Você é forte e não vai acontecer nada errado, você  ficará bem e o tio Jeon também – Yoongi passa o braço pelo ombro do menino o abraçando.

- Meu namorado é realmente muito forte! – Jimin se gaba fazendo os rapazes rirem.

- Quando você irá ser internado?

- Eu já fiz exame de sangue hoje comprovando que sou compatível, os médicos entrarão com o pedido de permissão judicial amanhã bem cedo, provavelmente até a hora do almoço já poderei ser internado para fazer os outros procedimentos. – Kook explica ao amigo.

  - Ah, que bom que está indo tudo rápido. – Min respira fundo e volta a olhar para os amigos – Kookie,Jiminie, eu tenho algo pra  falar pra vocês..

- Aconteceu alguma coisa,Hyung? – Jimin pergunta receoso.

- Eu vou embora pra China daqui três dias..

- O QUE? – O casal pergunta em coro.

- Como assim você vai embora pra China? E a faculdade? E a gente? Por que tão de repente? Hyung.. – Jimin se desepera falando rapidamente e jorrando perguntas ao hyung.

-Hyung..porque? – Kook faz um olhar triste.

Min Yoongi suspira e encosta as costas na cadeira olhando para parede em sua frente.

- Com a ajuda de um amigo consegui transferir meu curso para a faculdade filiada com a nossa. Eu preciso ficar longe um tempo, preciso organizar meus sentimentos, me sinto horrível por estar fazendo isso agora mas eu preciso ir. – O rapaz volta encarar os amigos – Eu preciso esquecer alguém e pra isso eu preciso ir pra bem longe.

- é o Hobi hyung..não é? – Jimin pergunta com a voz triste.

-Estava tão na cara assim? - Yoongi questiona rindo baixo – Eu amo aquele filho da mãe, mas não posso ficar com ele e depois será uma boa oportunidade ir pra lá, meu pai tem alguns contatos e eu poderei ter algumas experiências.. sabe.. eu sei que vai ser bom pra mim...

-Hyung, eu não sei o que aconteceu entre vocês mas se você acha que  é o melhor a se fazer, eu estou com você. – Jimin sempre muito emotivo limpa algumas lágrimas ao terminar de falar.

- Yoongi Hyung, mesmo não concordando, eu também te apoio, pode ter certeza que baterei naquele idiota do Hobi hyung depois. – Yoongi e Jimin riram com o modo de falar de Jung Kook – A gente te ama hyung, vamos sentir muito sua falta, eu desejo do fundo do meu coração que você fique bem lá, e não importa onde qualquer um de nós estejamos, seremos sempre melhores amigos!

Yoongi tem seus olhos cheio de lágrimas com as palavras do amigo mais novo, os dois se abraçam forte e Jimin se une ao gesto.

-Eu suponho que o clima deve estar meio tenso entre você e o Hobi hyung, então é melhor você ir porque ele está  vindo pra cá  também   - Jimin comenta após se separar do abraço.

- Então eu já vou indo – Yoongi se levanta – Eu irei voltar aqui antes de ir embora Okay? 

-Okay! – O casal responde juntos.

Yoongi segue pelo corredor contrário do que veio, indo até os elevadores de saída.

Hoseok junto de Tae, Jin e Namjoon chegam logo que Yoongi sai.

- Vieram todos juntos?  - Kook pergunta se levantando do banco onde estava.

- Na verdade nos encontramos na entrada – Namjoon responde por todos.

- E o Yoongi Hyung? ele já veio? – Hobi pergunta apressado.

Jimin e Kook se entre olham pensando na resposta, Kook escolhe em ser sincero.

-Ele acabou de sair, deve estar pegando o elevador agora...

Antes mesmo de terminar de ouvir o amigo Hobi já saiu pelo corredor rapidamente esperando encontrar Yoongi. O rapaz de cabelos esverdeados já estava no elevador quando vê a figura de Hoseok  entrando no corredor onde fica os elevadores. Seu coração gela, eles se olham por alguns segundos e antes do moreno chegar mais perto as portas da grande caixa metálica separa seus olhares e ultima coisa que Yoongi pode ver é o amigo lhe chamando. Hoseok aperta descontroladamente o botão do elevador ao lado mas é interrompido com o vibrar do seu celular, ao pegar o aparelho ele nota a mensagem vinda de Yoongi.

‘’ Por favor Hoseok, não  venha atrás de mim..’’

Hoseok suspira derrotado,o rapaz caminha cabisbaixo e senta em um banco próximo. Ele sente vontade de chorar e de gritar, Hoseok só queria entender o porque de Yoongi estar agindo assim.

Taehyung e Namjoon estão sentados um ao lado do outro,  Kook está junto de sua mãe conversando com o medico e Jin faz companhia a Jimin.

- Hyung, será que aconteceu algo entre Hobi e Yoongi hyung? – Tae pergunta olhando para   as próprias mãos. – Eles estão estranhos..

- Eu não sei, mas o amor deixa as pessoas estranhas mesmo.

- Como assim,Hyung? – Tae o olha um tanto confuso.

Namjoon olha para o amigo em silencio por alguns breves segundos.

- Eu não deveria dizer isso Tae, mas o Yoongi ama o Hobi   e não é amor de amigos apenas, é mais que isso..  Só resta saber se o Hobi também sente o mesmo..

 A expressão de Taehyung vai de confuso para  triste, ele estranhamente se sente culpado por algo. Talvez Hoseok realmente ame Yoongi.

- Sabe TaeTae, nossos sentimentos são tão confusos em relação ao amor que as vezes nos confundimos um pouco.     

Namjoon acaricia os cabelos do amigo mais novo que se mantem calado, tentando organizar seus pensamentos. Talvez ele esteja um pouco confuso.

Yoongi desligou o celular assim que saiu  do elevador,  chamou um  taxi dando o endereço do apartamento do amigo. 

 

‘’Eu juro que mesmo que se passassem

mil anos ,eu ainda lembraria do gosto

daquele beijo e da sensação que tive.’’   

 

 

(...)

 

 

3 Dias Depois.

 

Min Yoongi acordou cedo mesmo  que na noite passada tenha ido dormir tarde pois estava se despedindo dos amigos Namjoon e Jin, ele foi jantar na casa do mais velho e como já esperava foi compreendido por ambos. Jin pediu pra que ele se cuidasse e voltasse o mais rápido possível pois ele sentira muita falta das reclamações do seu dongsaeng. Foi uma despedida boa, mesmo com Jin chorando no final,foi um momento bom.  Seu voo para China será a noite, ele tem tempo para se despedir de Kook que fará a cirurgia a tarde, de Jimin e TaeTae, quanto a Hoseok , ele não ligou nem mandou mensagens mais, o rapaz sabe que o moreno está com raiva, Yoongi realmente não queria a raiva de Hoseok mas dadas as circunstancias isso era inevitável.   

 É quase hora do almoço e Yoongi está no quarto onde Jung Kook está internado.

- Você é cruel Min Yoongi, vindo se despedir de mim no dia da minha cirurgia! – Kook finge estar bravo.

-  Falando assim realmente parece muito cruel da minha parte – O mais velho se aproxima da cama do outro pegando em sua  mão – Eu gostaria de estar aqui quando você acordar da cirurgia mas eu não posso, mas sabe, não é como se eu nunca mais fosse voltar. Nesse tempo que ficarei longe eu quero que se cuide muito bem, cuide de Jimin por mim. Você ficará bem e seu pai também, você é um menino de ouro,JungKook.

O mais novo deixa lágrimas escaparem de seus olhos, Yoongi o abraça e lhe beija o rosto. Ele ama Kookie como seu irmãozinho mais novo, sempre cuidou dele mesmo que de um jeito meio doido, mesmo não sendo de demonstrar sentimentos facilmente, Min Yoongi ama seu dongsaeng.

- Eu te amo Hyung, boa sorte lá e acima de tudo,seja feliz!

- Obrigado Kookie, diga ao Jimin que lhe deixei um beijo e um até logo, não estou afim de ver    aquele bebê chorão fazendo escândalos.

- Okay, Tchau Hyung..

- Tchau Kookie..

(...)

 

Taehyung esta em um restaurante que costuma frequentar com seus  amigos esperando por Min Yoongi, ele recebeu uma mensagem do hyung de manhã  o convidando para almoçar, mesmo estranhando um pouco já que Yoongi não costuma fazer isso, aceitou prontamente o convite do amigo.               

 

- Desculpe me atrasar TaeTae, passei no hospital primeiro – Yoongi  senta explicando-se para o mais novo.

-Tudo bem Hyung – Tae sorri quadrado para seu hyung –  Mas, porque me chamou hyung, você nunca faz isso.. é tão mesquinho -  Taehyung resmunga baixo a ultima frase.

- O que disse!? Aigoo eu deveria te deixar com fome! – Yoongi faz um bico  bravo – Essa criança..

- É apenas brincadeira Hyung! – Tae diz sorrindo meigo.

- Certo.. Mas eu te chamei aqui por um motivo, tenho algo para lhe contar.

-Me contar? É bom ou ruim? – Tae o olha desconfiado.

-Saberá depois que almoçarmos!

(....)

- Pronto Hyung, agora já pode me falar!

Taehyung diz assim que termina seu prato. O mais velho toma um pouco de agua e respira fundo ,afastando seu prato de si, ele fita o amigo em sua frente e sorri minimamente.

-Tae, eu vou embora hoje.. eu vou pra China,eu te chamei aqui pra me despedir.. – Yoongi começa falando de maneira calma.

- Você..você vai embora!? Como assim? hyung,que brincadeira é essa? – Taehyung não acredita nas palavras do amigo, ele não pode fazer isso com eles.

- Não é brincadeira TaeTae, vou hoje á noite, eu sei que é repentino,mas é a verdade..

-Mas porque? Porque você vai nos abandonar hyung? – O mais novo entra em desespero, ele não quer acreditar nas palavras do hyung.

 

    - Eu preciso Tae.. eu realmente preciso... – O mais velho fita o amigo.

- É por causa do  Hobi hyung? Porque você gosta dele? – Kim questiona o amigo,seus olhos já estão cheios de lágrimas.

Min Yoongi desvia seu olhar de Taehyung, encara a janela ao lado da mesa por alguns segundos, meditando em suas próximas palavras. Após respirar fundo volta olhar para o amigo.

- É verdade que eu amo ele, amo muito, mas não é por causa dele e nem por mim..

- Não? – Taehyung tem uma expressão confusa.

-Não Tae, é por sua causa!  Eu sei que você gosta dele, e sei também que você criou uma certa dependência dele. Ele é maravilhoso, é incrível, alegre,amoroso.. – O de cabelos esverdeados sorri enquanto  elogia o moreno – Você precisa dele, ele tem tudo que você precisa, como eu poderia tirar isso de você? Eu não posso, por mais que eu ame ele é você quem precisa mais dele..

Taehyung solta seu corpo como se estivesse cansado, seu olhar se abaixa, ele pode sentir o gosto salgado das lágrimas que escorrer de seus olhos. Culpa, isso o define no momento, porque esse hyung bobo está fazendo isso? 

-Hyung... por minha causa você está desistindo da sua felicidade.. – Kim lamenta ainda com a cabeça baixa.

- Taetae.. – Yoongi segura as mãos do mais novo sobre a mesa o fazendo lhe encarar – Por favor, não se sinta culpado. Minha felicidade é ver você feliz, mesmo com meu jeito torto eu sempre cuidei de você, não foi? – Tae concorda com a cabeça – Você é meu irmãozinho TaeTae, eu te amo e faria qualquer coisa pra te ver bem. Eu estou fazendo isso por amor,mas por amor a você TaeTae! – Min não permite que suas lágrimas caiam como seu amigo.

- Hyung... – Taehyung exclama debruçando a cabeça sobre a mesa e chorando, chorando por seu amigo, chorando por Hobi e chorando pelo fato de se sentir amado.

Yoongi deixa as mãos do amigo se levanta e se senta  na cadeira ao lado de Taehyung, o puxa para seus braços o acolhendo, o abraça forte deitando sua cabeça em seu ombro enquanto acaricia seus fios de cabelos.

- Não chore meu pequeno Taehyung, não chore.. – Yoongi diz calmamente finalmente deixando uma lágrima escorrer.

-Eu te amo tanto hyung! – Tae tem sua voz abafada por estar com o rosto escondido no ombro do amigo.

Yoongi limpa a lágrima e afasta o amigo de si,o olha e ajuda limpar as lágrimas.

- Pode me fazer um favor? – Min pergunta a Kim que concorda com a cabeça – Entregue isso ao Hobi – Ele tira um envelope do bolso, uma carta e entrega ao rapaz – Entregue a ele quando eu já tive ido embora, tudo bem?

Taehyung pega o envelope e sorri sem humor para o amigo – Tudo bem,Hyung..

- Agora eu preciso ir, tenho que passar na casa dos meus pais – Yoongi se levanta e tira do bolso dinheiro e deixa sobre a mesa – Fique e coma a sobremesa, eu sei que você gosta de doces – Min sorri de lado, se curva e beija a testa do amigo – Até mais TaeTae..

Min Yoongi deixa o restaurante se esforçando para não chorar enquanto Taehyung segura o envelope branco e chora baixinho, lembrando de todas  os momentos que  passou ao lado do amigo concluindo que Min Yoongi é como um anjo e ele,Kim Taehyung, é um egoísta.

 

(..)

Jimin esta deitado  na cama de JungKook  – escondido dos médicos e enfermeiras –  com a mão sobre o peito do menino e a cabeça sobre um dos braços do mesmo, falta alguns minutos para o rapaz entrar em cirurgia e Jimin se sente amedrontado, ele sabe que seu namorado corre riscos durante a cirurgia visto que é um procedimento complicado. Kook acaricia os cabelos do namorado que está em silencio a  algum tempo.

-Você não é de ficar quieto por tanto tempo assim... o que houve? – Jungkook pergunta ao menor.

-  Meu namorado vai doar um rim.. estou com medo.. – Jimin responde com a voz baixa.

- Seu namorado é forte, ele vai ficar bem e ainda vai salvar a vida de uma pessoa que ele ama!

Park Jimin se senta na cama encarando o namorado, seus olhos estão brilhando por estar cheio de lágrimas.

- Jeon JungKook, eu acho bom você voltar pra mim, não me faça chorar e não me deixe triste –  o mais velho mal termina a frase e já está chorando.

- Mas você já está chorando! – Kook brinca com o menino que esconde o rosto com as mãos – Ei.. vem cá.. – Jeon se senta e puxa o namorado para um abraço – Eu vou ficar bem meu amor, eu não seria louco de te deixar..

Jimin se afasta do abraço mas ainda se mante próximo do namorado – Eu estarei aqui quando você abrir os olhos,estarei te esperando, então,não demora, tá? – Jimin sorri meigo e acarica os rosto do namorado.

-Eu te amo meu ChimChim!

- Eu te amo meu coelhinho!

O casal unem seus lábios em um beijo delicado e carinhoso, um  beijo cheio de amor e esperança. A porta do quarto é aberta por alguns enfermeiros interrompendo o casal.

-Está na hora.. – Um dos enfermeiros avisa.

- Certo, eu estou pronto! –Kook diz confiante e sorri para Jimin.

JungKook é levado para a sala de cirurgia, Jimin fica na sala de espera juntamente da sogra,Jin e Namjoon. Kook respira fundo e sente medo ao se deparar deitado em uma mesa de cirugia, rodeado por aparelhos e pessoas de azul, ele sabe que na sala ao lado está seu pai na mesma situação que se encontra, esperando por seu rim. Lhe aplicam a anestesia e pedem pra que conte até dez, ele chegou no seis e antes de apagar completamente, JungKook vê a imagem de Jimin sorrindo. Definitivamente, ele voltará para o namorado.      

 

 

Algumas horas depois..

 

Jung Hoseok  entra no pub que frequenta com Taehyung, o garoto lhe chamou ali, o moreno planejava fica em casa essa noite,sozinho, mesmo que isso lhe cause uma dor grande pois sua casa já não é mais a mesmo sem a presença de Min Yoongi lá. Mesmo com seus planos interrompidos, o rapaz foi encontrar com o amigo pois o mesmo lhe disse que era algo importante.

Sentado ao balcão está Kim Taehyung, o movimento no pub está pouco, o rapaz toma sua bebida favorita enquanto espera o amigo. Hoseok o vê assim que adentra o lacal,caminha em sua direção e senta no banco ao lado do amigo.

- E então, esperou muito? – Hobi pergunta assim que sua presença é notada pelo amigo.

- Estava tão perdido em pensamento que nem sei quanto tempo estou aqui.. – Tae responde olhando para o amigo.

- O que te fez ficar tão pensativo?

Kim respira fundo e olha para seu copo vazio.

- Eu cheguei a conclusão que eu não amo você como pensei que amasse. Eu apenas estava confuso..

- Como assim Tae? – Hoseok se ajeita no banco sem entender o que o amigo quer dizer.

- Eu fui egoísta quando te pedi pra que ficasse comigo e cuidasse de mim, fui muito egoísta Hobi, por isso, por favor me perdoe.

-Tae.. eu disse que ficaria.. eu vou cuidar de você..

-Não.. – Tae interrompe a frase de Hoseok – Eu sou Kim Taehyung, eu sou forte e posso me cuidar sozinho, eu realmente posso. Você  está livre, Jung Hoseok! – O menino diz com firmeza, confiante em suas palavras.

-Porque está me dizendo essas coisas? – Hobi questiona Tae, sua expressão é séria.

-Porque Yoongi hyung te ama e está mais do que nítido que você ama ele também, e por causa do meu egoísmo o nosso hyung está indo embora para China nesse exato momento. – Kim abaixa a cabeça, tentando não chorar.

- O que você disse? Yoongi.. ele está indo embora!? – Hobi sente seu mundo despedaçar, a sensação é que não existe ar suficiente para seus pulmões. – Ele.. ele não pode fazer isso.. – Resmunga em baixo tom de voz já sentindo as lagrimas em seu rosto.

- Me desculpe,Hyung.. – Tae levanta seu olhar e tira do bolso de sua jaqueta o envelope branco e coloca sobre o balcão – Yoongi hyung pediu pra que lhe entregasse isso.

Hoseok olha para o menino e para o envelope e o pega ficando em silencio com seus pensamentos e suas lágrimas.

- Se você tiver sorte,o avião pode não ter saído ainda.. – Tae diz sugestivo.

Hoseok guarda o envelope e se levantando rapidamente.

– Obrigado TaeTae!

 E após agradecer o amigo, Hobi corre para fora em busca de um  taxi que o leve o mais rápido possível para o aeroporto. Kim Taehyung suspira e deixa então algumas lágrimas caírem enquanto olha para o copo em sua mão, ele sabe que essa é a coisa certa a se fazer, ele sabe que jamais amará Hoseok como Yoongi o ama.

- Me sinto tão orgulhoso de você!

Uma voz é ouvida,Tae levanta seu olhar e se depara com Minjae do outro lado do balcão.

-Minjae? Estava dormindo em baixo do balcão de novo? – Tae pergunta limpando rapidamente suas lágrimas.

- Digamos que as noites são muito curtas pra mim – Minjae sorri colocando os cotovelos  sobre o balcão. – Mas como eu ia dizendo.. estou orgulhoso pelo que fez.

-Obrigado..eu acho..  – TaeTae  força um sorriso. – Eu apenas fiz o que aquele  Hyung bobo fez por mim.. E depois, eu nem amava o Hobi mesmo – Tae diz simplório, fingindo não se importar e ri brevemente.

-   Você é Kim Taehyung e pode se cuidar sozinho! – Minjae repete as palavras do amigo usando a mesma confiança que ele.

- Com certeza!

- Mas.. não se esqueça que eu sempre estarei aqui pra você e por acaso você se sentir fraco eu te darei toda a minha força.. – Minjae fita Taehyung e lhe dá um de seus melhores sorrisos.

Tae sorri minimamente e deixa o copo sobre o balcão – Então.. o que acha de beber comigo hoje?

- Acho ótimo, saiba que sou o melhor em beber!

Taehyung sorri, ele não está feliz,não como costuma estar, mas também não está completamente triste. Ele fez a coisa certa mas ainda assim dói, afinal, ele gostava de Hoseok apesar de não o  amar como Yoongi. Ele poderia ter dado a carta para Hobi antes, poderia ter avisado que Yoongi ia embora, mas, ele apenas cumpriu como prometeu, ele devia isso ao amigo mais velho.

Hoseok corre entre as pessoas no aeroporto e amaldiçoa mentalmente quem planejou esse lugar, porque fizeram tão grande!? Ele deseja que Min Yoongi esteja em alguma cadeira, sentado com seus fones no ouvido e que dê tempo dele o encontrar e implorar para que fique.  O rapaz encontra o balcão para check-in e pergunta sobre o voo para China e então vem a noticia, ele definitivamente perdeu Min Yoongi. O avião saiu a mais de meia hora, se ele tivesse chegado antes ele poderia ter impedido o menino pálido  de cabelos esverdeados de ir embora. Hoseok caminho derrotado pelas pessoas, ele se senta em uma das cadeiras que tem vista para onde os aviões decolam e tira do bolso a carta deixada por Yoongi.

 

       ‘’ Meu querido Hobi, eu começo esta carta lhe pedindo perdão, perdão por sair assim, por não dizer nada,por não atender suas chamadas, mas eu não podia te ver e nem ouvir sua voz, porque meu coração é fraco e eu sei que se eu visse ou ouvisse você eu não conseguiria te dizer adeus, por isso te ignorei, por isso escrevo esta carta e é por meio dela que me despeço de você. Não se preocupe comigo, estou  agradecido por ter memórias com você, vou poder me lembrar delas quando  estiver só. Elas me darão forças quando eu sentir sua falta. No meu coração eu te levo, no meu coração eu te abraço, é o suficiente, então, não se machuque por mim.  Apenas te olhar me faz querer chorar. Sabe, o tempo passa e nosso amor cresce, o meu amor por você cresceu tanto  que nem cabe em mim. Há momentos em que me lembro de você sendo gentil, dos seus abraços, dos seus sorrisos e do seu beijo, então, me sinto melhor. No momento que você está lendo as minhas palavras, eu estou voando para China, para longe.. será melhor assim. Me desculpe, mas, eu já não posso cumprir nossa promessa, mesmo que meu coração chore e se parta em dois.  Despedidas são sempre tão tristes,meu coração dói, vou sentir saudades mas eu vou te esquecer. Como destino, eu nunca vou ter alguém como você, nunca vou amar alguém, só você.. Por mais que minhas lágrimas sejam tristes, eu espero que você seja feliz. Eu tentei esconder mas senti que fosse explodir, você tomou conta do meu coração. Eu já não posso te tocar,não posso ter você, mas estou bem, você vai pensar em mim pelo menos uma vez ,isso é tudo que preciso. Mesmo que você me odeie por isso, nosso adeus é só um adeus momentâneo, vamos nos encontrar novamente um dia.

Adeus Meu Amor.

 

                   Min Yoongi.’’

 

          ...............................

 

 

8 Meses depois..

 

Namjoon abre os olhos e se encolhe ainda mais na cama, Jin dorme de costas pra ele,então cuidadosamente passo seu braço pela cintura do loiro o abraçando. Na janela ele pode ver as arvores úmidas, o quarto está frio mesmo o aquecedor estando ligando, é inverno, quase natal e Namjoon está muito animado por isso, será seu primeiro natal junto do namorado. 

-Jin.. amor.. – Nam sussurra no ouvido do mais velho.

Jin continua com os olhos fechados,apenas se mexe um pouco na cama em sinal que está acordado.

- Amor, sabe que dia é hoje? – O moreno pergunta animado.

-Hum..? – O mais velho murmura.

- Hoje  é primeiro de Dezembro,estamos no mês do natal, vamos poder ver a neve juntos – Namjoon beija a bochecha do namorado.

- Será o melhor natal de todos,Joonie.. – Jin tem a voz baixa.

- Você está sonolento amor, vá tomar um banho quente enquanto irei fazer nosso café. – O moreno beija o ombro do loiro e sai do quarto.

Jin abre os olhos sentindo seu corpo fraco, se esforça para se sentar na cama e com muito custo consegue se levantar, seu corpo treme, ele caminha lentamente até o banheiro, abre a porta,entra e se depara com seu reflexo no espelho, o rapaz se assusta ao ver sangue escorrendo de seu nariz. E antes que possa gritar o namorado,seu corpo lhe  trai o fazendo cair no chão. Namjoon ouve um barulho vindo do banheiro e corre até lá, ao abrir a porta do cômodo seu coração para por alguns segundos, seu corpo gela ao ver o namorado caído no chão com sangue em seu rosto. Rapidamente Namjoon se ajoelha perto de Jin o pegando em seus braços.    

-Nam.. me desculpe..

  Jin sussurra antes de  fechar os olhos.

-JIN..JIN..JIN!!

 

*-*-*-*-*-*-*-*-*

 

Eu não consigo dormir á noite, bem acordado e tão confuso, tudo está em ordem mas eu estou machucado.  Eu preciso de uma voz, eu preciso de uma luz pra me levar pra casa, eu meio que preciso de um herói. É voce?  Querido, eu estou um pouco cego, acho que é  hora de você me encontrar. Você pode ser meu rouxinol? Cante pra mim, eu sei que você está ai. Você  pode ser minha sanidade, me trazer paz.  Cante para eu dormir, diga que será meu rouxinol. Alguém fale comigo, porque estou me sentindo como o inferno? Preciso de você para me responder. Estou sobrecarregado, eu preciso de um estrela para seguir.  Eu não sei o que faria sem você, e contando que você esteja comigo hoje á noite ,eu estou bem. Sinto tão perto, sei que você está aí.. Venha e cante pra mim, seja meu rouxinol.  

  


Notas Finais


Olha eu aqui de novo.. e então, o que acharam desse capitulo? Finalmente teremos o segredo de Jin revelado, eu acho que ja nem é segredo assim,neh..
Sei que esse cap tem pouco Namjin ,diria que é mais Yoonseok que Namjin,mas os próximos capitulos serão Namjin.
Voces devem estar se perguntando o que aconteceu com o Hobi, Kook,Jimin e TaeTae nesse tempo, será explicado no próximo capitulo que não demorará tanto pra sair, prometo de mindinho ;)
A musica de hoje é Nightingale- Demi Lovato,gente,ouçam,é muito linda.
Nos vemos logo,me façam ainda mais felizes meus amores e deixem comentarios aqui em baixo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...