História Boss - Imagine Jungkook - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Comedia, Hoseok, Interativa, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Romance, Sexo, Sexual, Suga, Taehyung
Exibições 669
Palavras 1.085
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa os erros ortográficos e não desistam de mim! Amo vocês!
Obrigada pelo favs... GENTEMMM*
CAP A MAIS HOJE!
VOCÊS SÃO DEMAIS!
E MALDOSOS JKKK
Vocês shippam ela com quem afinal?
Mas então... Amanha eu vejo se escrevo dois cap aq e na outra fic blz?

Capítulo 16 - Dirty Mouth


Fanfic / Fanfiction Boss - Imagine Jungkook - Capítulo 16 - Dirty Mouth

Jeon*

Eu estava num clube de strip-tease que eu venho “afogar as magoas” ou seja comer mulheres... Eu até iria no Clube Kim’s mas ai eu lembro que quem cuida daquele lugar é o maldito do Park Jimin então invisto nesse aqui.

 

Eu estava levando a Sun para o banheiro eu não consegui resistir a todas aquelas provocações daquela gostosa. Com ela no colo a coloquei em cima da pia do banheiro e comecei a rasgar seu vestido, passando a mão em seus seios tão deliciosos...

 

Sun: J-Jeon... – Ofegava, enquanto colocava as mãos em meu terno e eu a tirei. – Ah... J-Jeon... Vejo que alguém está muito animado aí né...

Eu: Ele quer atenção... – Enquanto ela se deliciava aos meus toques saiu de cima da pia e me puxou até a cabine do banheiro.

Sun: Deixa eu te aliviar... – Tocava na minha calça.

Eu: Querida... Eu mando e você só obedece... - Com a ____ é tão fácil... Mas que demônios eu estou pensando nela agora.

Sun: Sim Senhor... – Ela assentiu com a cabeça.

Eu: Boa garota. – Abria a fivela do meu cinto e descia a calça e tirei meu pau da cueca e ela sorriu ao ver. – Chupa... Querida.

 

Ela se ajoelhou e começou a me tocar devagarinho isso me deixava louco, elas adoram me provocar ela passou a língua na pontinha e começou com a sucção eu mordia os lábios em resposta e passei a mão em seus cabelos a forçando enfiar meu pau inteirinho em sua boquinha.

 

Sun: Como você é gostoso Jeon... - Tirou sua boca do meu pau.

Eu: Oh... Não para... – Ela continuou os movimentos e fechei os olhos com todo aquele tesão eu iria explodir em sua boca. – Oh... ____...

 

____... Mas... Anh..

 

 

Só depois que eu percebi que fiz merda ela parou na hora o boquetinho.

 

Sun: JEON QUEM É ____? – Me deu um tapa na cara. – BABACA!

Eu: Eu bebi demais... Ah... Sook... Continua...

Sun: Meu nome é SUN! AH SE VIRA AI SEU IDIOTA! VOCÊ ME DEVE UM VESTIDO NOVO!

 

Caralho ela me largou nessa situação... Mas tudo que eu queria nesse momento era a boquinha da ____ aqui... Oh...

Sentei na privada e comecei a me tocar.

 

Ohh... ____ você está me deixando louco... Aquela cara de inocente mas uma garota muito levada...

 

 

____*

 

O Taehyung me abraçava apertado tadinho... Ele sentiu minha falta, eu sou uma idiota... Como eu pude ter feito isso com ele?

 

Eu: Me desculpa, me desculpa, me desculpa, me desculpa... TaeTae... – Sorria enquanto ele me envolvia em seu abraço apertado.

Tae: Não... Por favor... Não peça desculpas... Só de você estar aqui eu já estou melhor...

Eu: Eu nunca vou falar com ele Tae, eu prometo eu juro! – Beijei sua testa. – Eu posso te recompensar pelo tempo perdido... – Isso soou estranho.

Tae: ____, não quero que você transe comigo como se fosse apenas sexo... Se você quiser voltar comigo... Como eu te disse independente do que aconteceu eu quero que seja especial... – Me deu um selinho.

Eu: Oh Meu Deus... – Comecei a chorar. – Tae, você... EU TE AMOOOOOO! –  Falei o que me veio na mente. Começamos a nos beijar ali no gramadinho e rolei ficando em cima dele.

Tae: Você está sendo sincera? – Me olhou um pouco triste.

Eu: Sim... Tae... Estou eu juro! – Depositei beijos em seu pescoço.

Tae: Vamos começar do zero...

Eu: Sim... – Sorrimos.

Tae: Quer vir para minha casa? – Levantou me puxando junto.

Eu: Sim... Claro.

Tae: Vamos. – Me pegou no colo.

Eu: Tae... Não precisa eu sei andar.

Tae: Não teima... Eu quero... – Me selou.

 

Ele morava perto só que no final da rua e por sorte era um apartamento, então ninguém iria atrapalhar.

 

Jeon*

 

Oh... Eu to ficando maluco eu preciso dela.

 

Me recompus, claro ninguém iria me levar a sério se me visse desse jeito. Se concentre Jeon Jungkook ela é apenas uma mulher como todas as outras e você é um advogado de sucesso. Me olhei no espelho... E me vi mais novo e lembrei de tudo que aconteceu no passado...

 

 

Aquela...

 

Preciso conversar com o Jin, só ele para me dar conselhos num momento desses, sai do banheiro e fui até o lado de fora do estabelecimento e liguei para o Jin.

 

Eu: Jin!

Jin: Me chamou de Jin, já sei você está afogando suas magoas de novo? – Dizia com um certo humor.

Eu: Não começa SEOKJIN!

Jin: Fala Jungkook, estou aqui para te ouvir.

Eu: Você sabe onde a ____ está?

Jin: Eu levei ela para casa...

Eu: Certeza? – Sinto cheiro de mentira.

Jin: Sim, ela mora aqui do lado.

Eu: Sim... Então tá bom.

Jin: Jungkook eu acho melhor você falar o que você sente para ela.

Eu: Eu não sinto nada!

Jin: Sente Jungkook... Bem ai no fundo sente... Não pode lutar contra isso.

Eu: Jin... Não começa...

Jin: Ah então espero que você não foi dar uma das suas aliviadas...

Eu: AH TCHAU KIM SEOKJIN!

Jin: Você gosta dela Jeon Jungkook, só não deixa ela escapar certo? Não estou mandando na sua vida só quero o melhor pra você. – Desliguei, o pior é que ele estava certo.

 

Entrei no meu carro e fui em direção a casa dela... Eu não vou me declarar ou algo do tipo só quero fode-la mesmo.

 

[...]

 

Estaciono ao lado da sua casa e vejo que está tudo apagado, AH NÃO... SE ELA ESTIVER COM AQUELE FILHO DA PUTA DO PARK JIMIN.

 

Eu tenho o número daquele desgraçado filho da puta!

E liguei para o mesmo.

 

Jimin: OHHHHHHH VOCÊ JUNGKOOKIEE ME LIGANDO? MAS OI? QUAL A BOMBA DA V... – O interrompi.

Eu: Se a ____ estiver ai você é um cara morto Park Jimin.

Jimin: Se bem que eu queria que ela estivesse aqui, mas não ela não está Senhor Bipolar, perdeu a garota foi? HAHAHAHAHAHA!

Eu: Park Jimin...

Jimin: Jeon Jungkook... Ok vamos parar com essa porra e se vira ai, aqui ela não está! Se estivesse eu iria faze-la minha... E nem iria dizer que estava comigo, iria faze-la gritar... – Desliguei.

 

Odeio ele.

Liguei para o Namjoon.

 

Nam: Fala Jeon!

Eu: Tem como rastrear o celular da ____... De novo... – Falei sem graça.

Nam: Oh... Sim espera um pouco... Alguns minutos...

 

Esperei e escuto o mesmo me chamar.

 

Nam: Jeon, ela está nessa mesma rua só que em um apartamento no final da mesma rua.

Eu: Porra...

Nam: Boa sorte, eita alguém está louco hein...

Eu: Vai tomar no meio do seu cu com muito amor e obrigado. – Desliguei.

 


Notas Finais


Favoritem vão me ajudar muito e comentem quero saber o que estão achando bom é só por hoje amores! Obrigada mesmo. Bye bye.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...