História Boss - Imagine Jungkook - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Comedia, Hoseok, Interativa, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Romance, Sexo, Sexual, Suga, Taehyung
Exibições 504
Palavras 1.814
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem os erros ortográficos e não desistam de mim!
Boa noite amores!

Capítulo 18 - Horny


Flashback*

Jeon*

 

Eu decidi ir até sua casa, já que ela não me respondeu ela deveria estar ocupada...

 

Senhora Seon: Onde vai Jungkook? Você precisa estar aqui antes das 7 horas da noite... Tenho uma surpresa para você querido.

Eu: Não precisava Omma... Eu já disse que de onde eu venho eu nunca recebi tantas coisas assim de uma vez... E não quero me tornar um cara que depende de sua mãe.

Seon: É por isso que gosto de você... – Me deu um abraço. – Jungkook, meu filho eu te amo muito mesmo que não somos do mesmo sangue você é meu filho está entendendo?

Eu: Sim... Eu volto antes...

Seon: Ah você... Bom pede para o Freddie te levar...

Eu: Ah ai eu aceito. – Nós rimos.

Seon: Cuidado...

Eu: Tchau Omma. – Sorri.

 

Entrei no carro, o Freddie era o motorista particular da minha “mãe”, ainda me sinto estranho de chama-la de mãe, mas sabe quando você sente que pode contar com a pessoa, que pode ser você mesmo... Ela apoia tudo o que eu faço e me sinto bem com isso, eu tenho um maior carinho e gratidão pela Senhora Seon.

 

...

 

Cheguei na porta da Melanie, eu peguei as flores e as cartas no banco do carro e o Freddie me desejou sorte.

 

Bati na mesma.

 

Vejo uma Mel toda descabelada me olhando feio.

 

Mel: O que você está fazendo aqui? – Sorriu fraco.

Eu: E-Eu... Toma... – Entreguei a ela e ela me olhou estranho.

 

Flashback off*

 

Jimin*

 

Caralho, preciso fechar essa porra... Porra ____! É difícil fazer tudo parece que aumentou os clientes do clube!

 

Yoongi: Preciso organizar as papeladas...

Hoseok: Ahhhh Jimin... Temos que fechar essa merda! – Reclamava.

Eu: Alguém me deixa pensar... Porra... Alguns papeis estão com a senhorita ____. – Bufei.

Yoongi/Hoseok: JIMIN-AHHHH...

Eu: Vocês estão me deixando maluco.

Hoseok: Acha a porra dos papeis...

Eu: Me deixa!

Yoongi: Jimin!

Eu: Fala aqui com a minha mão! - Sai nervoso de lá, ____... Está fodendo com o Taehyung enquanto eu estou resolvendo tudo isso sozinho.

 

____*

 

Eu estava na banheira com vergonha... Caralho eu estava com vergonha de mostrar meu corpo PARA O TAEHYUNG! EU ESTAVA DE SUTIÃ E CALCINHA... Mas eu lembro do Jeon... Caralho porque eu estou pensando nele?

Tae: No que tanto pensa amor? – Vejo o mesmo só de cueca na minha frente.

Eu: Em você TaeTae... Me desculpa eu só...

Tae: Eu entendo. – Se sentou na banheira e pegou em minhas mãos. – Eu te amo boba... Bom vamos falar de outra coisa...

Eu: Do que?

Tae: Que você termina a faculdade essa semana! ESTOU ORGULHOSO DE VOCÊ MEU AMOR!

Eu: Ah para... Não é tudo isso não! – Sorri envergonhada.

Tae: Eu tenho uma surpresa para você sexta agora... Eu não iria esquecer disso... Mesmo brigado com você!

Eu: Eu sei meu amor... – Ele me puxou para o seu colo.

Tae: Você vai pedir demissão de lá? – Segurou minha mão.

Eu: Sim eu vou...

 

[...]

 

Acordamos no dia seguinte e vejo o Taehyung dormindo que nem um anjo. Caralho... Em pensar que terei que enfrentar o Jeon hoje... Ai senhor to passando mal antes de ir.

 

O Taehyung levanta da cama se espreguiçando.

 

Tae: Eu te levo, só espera eu me arrumar rapidinho.

Eu: Sim tudo bem Tae.

Tae: Tem outro banheiro ali. – Sorriu.

Eu: Obrigada. Nossa ainda tem roupa minha aqui? – Ele deve ter jogado fora.

Tae: Sim, ainda tem... Eu iria te devolver mas...

Eu: Sim tudo bem amor. – Voltei para dar um selinho nele e ele me retribui com um chupão no pescoço me prensando na parede e gemo em aprovação.

Tae: Isso... É para todos verem que você é só minha. – Sussurrou em minha orelha.

Eu: Ah... Tae... – Dizia paralisada com seu ato.

 

Depois de tomarmos banho, nos arrumarmos e tomar um pequeno café ele me leva em direção ao estacionamento do apartamento e de longe vejo uma criatura QUE VOCÊS JÁ SABEM QUEM É! AI MEU CU! ELE É UM STALKER NÃO É POSSÍVEL!

Ele ainda não tinha olhado para nós... Bom...

 

Tae: Calma amor, nem liga...

Eu: E-Eu, preciso chegar no horário.

Tae: Ele ainda nem chegou no prédio dele... Pra que toda essa pressa! – Dizia rígido.

Eu: Tae... Abre logo o carro.

Tae: Eu quero que ele veja você comigo!

Eu: Por favor Tae... Não, hoje não... Depois que eu sair do ninho da fera... Eu... Ah... – Ele entra no carro dele enquanto eu me agarro no braço do Tae.

 

Jeon*

 

Eu estava saindo tranquilamente com o meu carro dessa merda de apartamento como ela veio parar aqui? Eu me sinto um idiota.

Eu nem consegui dormi! Passei a noite em claro pensando naquela boca rosada no meu pau... Mas hoje ela não escapa.

Ela me deve 69 fodas. Paro no meio do estacionamento... QUE. PORRA. É. ESSA.

 

Essa seria uma boa hora para sair do carro e matar esse meliante! Quem ele pensa que é? Mas eu não vou fazer barraco por causa dessa mulher... Ela poderia estar no meu quarto, na minha cama... Ahh... Como eu iria adorar usar o chicote para faze-la me obedecer e entender que é só minha.

 

 

Eu poderia me exaltar aqui mesmo no estacionamento encher a cara desse Kim Taehyung de soco, mas não, eu tenho classe demais para tal coisa. Minha tarefa hoje é foder a senhorita ____. Eu sabia que ela estava com esse idiota mas... Como ela pode depois que eu me abri... É Jungkook, você não pode falar da sua história que as pessoas acham que você é carente. Caralho o que ela vê nele! Calma Jungkook é apenas uma mulher.

 

Senhorita ____, seu cu não será perdoado, vou adorar come-la na hora do café.

 

E saio do estacionamento rapidamente.

 

Depois desses pensamentos levantei a cabeça e vejo meu celular tocar, oh Céus... Só pode ser brincadeira e atendi.

 

Eu: Alo.

Seon: JUNGKOOK... COMO VOCÊ ANDA QUERIDO?

Eu: É... Eu ando bem... – Muito bem, só quero comer a minha assistente.

Seon: NÃO ESTÁ APRONTANDO NÃO NÉ SENHOR JEON! Ó...

Eu: Não Senhora Seon. – Falei na maior calma do mundo, mas eu vou explodir.

Seon: Querido... Agora... Eu já estou ficando velha... E eu sei que agora não é o momento certo mas você precisa de uma namorada... – Minha velha ta ficando louca.

Eu: Não preciso. Não comece eu já falei eu não quero mais ninguém na minha vida! Porra!

Seon: Jeon Jungkook... Eu não te criei assim! É que você precisa arrumar alguém antes ou uma de suas assistentes para ir na nossa viagem! VIAGEM DE NEGÓCIOS! PRECISO DE VOCÊ LÁ! E VOCÊ PRECISA ESTAR BEM ACOMPANHADO PARA ELES VEREM QUE POR TRÁS DE UM GRANDE HOMEM TEM UMA BELA MULHER AO SEU LADO! NÃO QUERO QUE ELES TEM IMPRESSÃO ERRADA DO MEU FILHO!

Eu: Eu entendi... Onde será. – Oh ____ se prepare...

Seon: NY, você esqueceu que você é um dos advogados privilegiados de Harvard? Você precisa estar lá!

Eu: Ok. Tchau...

Seon: É sério Jeon.

Eu: Entendi, mas vou no meu jato particular SOZINHO!

Seon: Nossa... Ok. – Respondeu seca.

Eu: Desculpa eu só...

Seon: Não vou te atrapalhar mais. – Desligou.

 

Caralho. É FODA.

 

[...]

 

____*

 

Ele passa entre nós e caralho... Ai meu cu.

 

O Taehyung entra no carro e eu entro no mesmo e ele me leva até o trabalho.

 

Tae: Se cuida e faz o que te falei amor. – Me deu um beijo na testa.

Eu: Sim ok... Te amo.

Tae: Também te amo.

 

Sai do carro... E entro rapidamente no prédio e vejo a Hellen aquela puta.

 

Hellen: ATRASADAAAAAA...

Eu: Mas o que?

Hellen: O Senhor Jeon está te chamando!

Eu: Só pode ser brincadeira.

Hellen: Ele está zangado. – Saiu rindo.

 

Respiro fundo e vou até a sala dele e o mesmo me encara de cima a baixo, aquele olhar já explicava tudo.

 

Eu: Senhor Jeon eu quero pedir demissão. Não precisa mandar minha carta de recomendação e pode falar mal de mim... Eu não ligo, só estou saindo e aqui está tudo da sua empresa. – Dei algumas papeladas que tinha pego na minha casa antes de ir por isso o atraso. – Nem precisa me pagar se quiser só me deixa sair. – Falei desesperada.

Jk: Passou uma noite com o Kim Taehyung e já está assim?

Eu: Eu não estava com ele. – Menti.

Jk: Oh estava com quem então... – Me fuzilou.

Eu: Com a Grazi.

 

Flashback Jeon*

~Noite passada.

 

Vou ligar para Grazi, talvez ela me responda.

 

Eu: Alo? Grazi...

Grazi: Senhor Jeon... Um honr... – A cortei.

Eu: Você sabe me dizer onde se encontra a senhorita ____, ela me deve uns relatórios de caso.

Grazi: Ela está ocupada demais indo atrás de alguém que a mereça. – Desligou na minha cara.

 

Que tipo de funcionaria é essa que eu tenho?

 

Flashback off*

 

Jk: Ah sério eu liguei para ela perguntando e ela disse que você estava indo atrás de alguém que a mereça...

Eu: Ah... Er...

Jk: Olha só... Eu vi vocês dois juntos... – Saiu de seus aposentos e começou a sussurrar. – E eu não gostei nadinha... Mas... Sabe...

Eu: Senhor Jeon... Não...

Jk: Eu vou comer seu cu, você querendo ou não querida... Sabe por que eu vou fazer isso? – Me colocou em sua mesa e a sala dele é de vidro. – Eu precisei de você... E você não estava lá...

Eu: JEON... NÃO. – Comecei a chorar.

Jk: Não chora... – Roçou sua ereção em mim. – Não gosto de ver você chorando... – Ele passava a mão em meu rosto secando as lagrimas.

Eu: Me deixa ir embora...

Jk: Não vai dar... Você precisa ir comigo numa reunião de negócios.

Eu: Mas eu não quero ir!

Jk: Mas você vai. – Ofeguei. – Olha isso... Você é tão submissa a mim... Você não entende isso? – Sussurra em minha orelha. – Oh... – Passou a mão em meu rosto e me puxou da mesa me prensando na parede do seu escritório.

 

Me analisou, estava bom demais para poder parar... Começou a beijar o meu pescoço... Me apertando com força e chegou em minha boca roçando seu nariz no meu... E ele me deu um selinho acompanhado por um beijo quente, delicioso e viciante e eu cedi com a língua e minhas mãos tremulas passava em seu peito nu por causa da camisa ousada dele isso me dava um tesão inexplicável.

 

Ele parou no meio em que eu fecho meus olhos parecendo aquelas meninas apaixonadas... 

 

Jk: Eu não quero te ver com o Taehyung. – Colocou sua boca molhada na minha orelha. – Sabe por que? – Neguei com a cabeça. – Ah amor... Você é tão ingênua... Eu sou seu dono e por causa desse chupão... Você vai ficar sem andar durante o tempo que ficarmos em NY. Eu preciso falar os seus direitos Querida? - Pausou. - AGORA SAIA... Antes que eu perca a linha.

 

 

Quando sai com pressa ele dá um tapa em minha bunda soltando uma risada maldosa e gostosa mas oi? 


Notas Finais


Favoritem vão me ajudar muito e comentem quero saber o que estão achando!!
Agradeço quem tiver lido.
Bye bye.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...