História Boss - Imagine Jungkook - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Comedia, Hoseok, Interativa, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Romance, Sexo, Sexual, Suga, Taehyung
Exibições 528
Palavras 1.551
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem os erros ortográficos e não desistam de mim amo vocês!
Vocês são demais!
Caramba gente 20 comentarios no cap anterior scrr, noa to bem.

Capítulo 21 - Paper Hearts


 

Everything is gray under these skies

Wet mascara

Hiding every cloud under a smile

When there's cameras

And I just can't reach out to tell you

That I always wonder what you're up to


 

Pictures I'm living through for now

Trying to remember all the good times

Our life was cutting through so loud

Memories are playing in my dull mind

I hate this part paper hearts

And I'll hold a piece of yours

Don't think I would just forget about it

Hoping that you won't forget

 

Flashback*

Jeon*

 

Eu pausei o vídeo não tive coragem de ver o resto... Como ela pode fazer isso comigo? Eu estava fazendo corações de papel... Como ela pode? Eu sou tão feio assim, bom não vou mais correr atrás de NINGUÉM! NINGUÉM! QUE SE FODA ESSA PORRA...

 

Liguei para a Senhora Kim.

 

Eu: Kiiiiimmmmm... – Gritei.

Kim: Que foi bebe?

Eu: Kim... Você gosta de mim?

Kim: Por que essa pergunta agora?

Eu: Nada eu só...

Kim: Claro que eu gosto meu amor... Você é tão lindo... Tão... Ah JungJung... Se nós não estivéssemos tão longe eu adoraria te consolar... Meu amor, meu tudo... Quem fez isso com você anjo? Foi aquela putinha do cabelo laranja? Se foi não liga...

Eu: Eu queria ir até ai mas eu estou fazendo Direito, Kim...

Kim: Quando você tiver um tempo vem para Coreia e eu vou adorar te recompensar bebe... Sinto tanta sua falta... Sinto falta de nós... Mas eu não queria que você ficasse aqui... Você tem potencial amor.

Eu: Kim...

Kim: Esquece ela amor.

Eu: Okay obrigado Kim... – Desliguei o celular.

 

 

Não vou ficar em casa hoje remoendo, vou sair e não tenho hora para voltar.

 

Vejo a Senhora Seon chegando em casa me olhando.

 

Senhora Seon: Querido você esta bem?

Eu: Tchau Senhora Seon. – Sai de casa.

Senhora Seon: Queridoooo...

Eu: NÃO ENCHE! – Gritei.

 

 

Vi o Freddie me esperar no carro.

 

Freddie: Senhor Jeon?

Eu: Qualquer lugar que eu possa beber...

 

 

[...]

 

A partir de hoje não vou correr mais atrás de ninguém... 

 

Eu: Oh... Só me chupa... – Dizia para a stripper que dançava no meu colo.

Moça: Sim Senhor Jeon...

 

Flashback off*

 

Jeon*

 

Eu levei a Senhorita ____, até o meu carro, meu pau está dando sinal de vida porra... Quero aquela boquinha gostosa bem aqui...

 

____: S-Senhor Jeon... – Se debatia enquanto eu abria a porta de trás do carro e a jogava no mesmo.

Eu: Sh... Tá... – Entrava e fechava a porta ficando por cima dela, estou nem ai se nos pegaria aqui nesse carro eu só quero ela. – Você faz ideia do quanto me deixa louco para te foder? – Puxei sua saia revelando a sua calcinha de renda branca.

____: J-Jeon... – Passava suas mãos tremulas no banco se contorcendo.

 

____*

 

Eu tentava fazer ele parar, mas é como eu disse quando estou com ele meu corpo não responde a mim, só quer tê-lo.

 

Jk: O Park Jimin te tocou aqui foi? – Colocou o dedo por dentro da minha calcinha acariciando o meu sexo e eu assenti com a cabeça. – Pois... Só eu posso te tocar aqui... – Puxou minha calcinha e a minha respiração estava muito alta e o carro fechado só com nós dois dentro... Eu ofeguei quando ele chupou seus dois dedos, lubrificando o mesmo e sem mais delongas me penetrou sem dó.

Eu: J-Jeon... Ah... – Mordi os lábios a procura de disfarçar meus gemidos, mas acontece que eu estava gostando muito.

Jk: Tão molhada... Gosto disso... – Sua voz me fazia pirar... Eu tinha um tesão por esse homem, e o odeio mas o jeito dele bruto... Ah... – Geme baixo amor...

Eu: Ahh... – Ele jogou o seu corpo em cima do meu me penetrando ainda com os seus dedos e eu gritei.

 

Depois de tanto tempo dele me tocar dessa maneira que eu senti me desmanchar em seus dedos e ele tirou os mesmos de mim e me olhou com desejo e chupou.

 

Jk: Já disse o quanto seu gosto é delicioso senhorita ____... – Lambia os seus dedos enquanto eu estava esperando de perna aberta ele me rasgar todinha como ele havia dito. Mas ele fez melhor se sentou no banco e abriu sua camisa e eu pude notar o volume esplendido na calça social que ele usava.

 

Me olhou mordendo os lábios e depois fitou sua ereção e já estava mais que explicito o que ele queria que eu fizesse, eu fiquei tremula... Eu nunca tinha feito isso... Eu fui com a minha mão tremendo até a sua calça e ele respirava com calma e me olhava rígido, eu passei a mão por cima da calça sentindo o volume e apertei de leve por cima da calça, ele viu o meu medo e começou a abrir sua calça naquele espaço minúsculo e desceu agora eu via ele apenas de cueca.

 

Ele pegou minha mão com calma e colocou por dentro da sua cueca e eu nunca assisti pornô eu me arrependo amargamente de não ter assistido pelo menos... Comecei a acariciar bem devagarinho o seu membro e ele gemia baixinho... Ele viu que aquele tecido estava me atrapalhando e desceu sua cueca box.

 

Me arrumei no banco e agarrei seu membro com as duas mãos e fazia movimentos de vai e vem e ele se contorcia vagarosamente.

 

Jk: Oh... ____... – Ele colocou sua mão em cima da minha, me mostrando da maneira que gosta. – Continua...

Eu: S-Sim... – Eu estava nervosa demais. Era diferente vê-lo dessa maneira.

 

Ele me olhou e eu mordi meus lábios olhando seu membro... Passei a língua entre os dentes e me abaixei mais e lambi a pontinha e ele pirou, vi que ele queria isso desde sempre, enfiei seu pau na minha boca.

 

Só sinto suas mãos em meu cabelo.

 

Jk: Oh... Sem os dentes Querida... Oh... Isso... Chupa gostos... – Sua mão forçava minha cabeça me fazendo engolir tudo, seu pau estava chegando na minha garganta.

 

Fazia um vai e vem com a minha cabeça, depois de um tempo nesse ritmo, eu estava adorando se era isso que queriam saber.

 

O Senhor Jeon é gostoso... E delicioso.

 

Sinto ele jorrar um liquido quente e salgado em minha garganta eu tento engolir tudo mas eu acabo me engasgando porra... E tiro minha boca do seu sexo.

 

E começo a lamber que nem pirulito e dou uma lambida em suas bolas e volto a colocar seu membro na minha boca, limpando tudinho e escuto seus gemidos em aprovação.

 

Jk: Você é tão boa... – Ele puxou minha cabeça me fazendo tirar a boca do seu pau e ele me olhou soltando um sorriso... – Eu quero te foder bebe...

 

Ele passou seus dedos em meus lábios limpando o resto do seu gosto e soltava um sorriso gostoso, espero que ele tenha gostado, foi tão... Sem jeito... E vejo ele se estimulando, se tocando e ele gemia meu nome e ele me olha jogando um sorriso cúmplice.

 

Jk: Vem cá... Vem... – Me fazia sentar em seu colo e senti seu membro me rasgar e eu gemia de dor essa posição dói um pouco querendo ou não. – Sh... Já vai passar... – Ele abri a minha blusa deixando à mostra o meu sutiã e retira meu seio direito e começa a chupa-lo.

Eu: S-Senhor Jeon... Ah... Ah... – Gemia tentando me controlar.

Jk: Sh... – Tirava sua boca do meu seio e me apertava contra o seu colo e me virou ficando em cima de mim. – Tão apertada...

 

Ele começou a meter forte e rápido dentro de mim... Eu gritava, estava sendo tão duro comigo.

 

Comecei a chorar.

 

[...]

 

Não sabia o que tinha acontecido depois daquilo, só sei que acordei numa cama e minha intimidade estava doendo muito, aquele idiota... Levantei da cama, e eu não conseguia andar.

 

E vejo o Jeon me olhando no batente da porta e eu comecei a andar e cai, ele estava certo ele me fodeu mesmo.

 

Ele tocou em mim e eu tirei sua mão.

 

Eu: FIQUE LONGE DE MIM! – Gritei.

Jk: D-Desculpa... – Ele me olhou chateado. – Eu...

Eu: VOCÊ O QUE? JÁ ME FODEU O BASTANTE NÃO ACHA? SÓ ME DEIXA IR EMBORA...

Jk: Eu não vou deixar você ir embora assim... – Me pegou no colo e me levou para um cômodo da casa que era um banheiro enorme que tinha um ofurô ele ligou a água quente e me colocou lá.

Eu: Por que está fazendo isso? Vai me foder aqui também até eu sangrar? – Perguntei nervosa.

Jk: Eu não queria fazer isso... Mas eu só lembrei que o Park Jimin te tocou e...

Eu: Aconteceu mais alguma coisa que eu não estou sabendo... Senhor Jeon... – Ele me olhou magoado era novo ver ele assim.

Jk: A verdade é que eu não consigo te ver com outra pessoa. – Foi em direção a porta.

Eu: Fica comigo... – Fiz biquinho.

Jk: É melhor não. – Me olhou rude.

Eu: Por favor... – Ele voltou e tirou sua bermuda e se sentou no ofurô junto comigo e eu fui ao seu lado. – Por que você é assim Senhor Jeon? – Olhei para a água que estava quentinha e aliviava as dores que eu estava sentido.

 

E ele não respondeu nada. 

 

Jeon*

 

Não consigo falar sobre o que aconteceu comigo... Ela não entenderia, as pessoas se aproveitam da verdade. Mas por alguma razão me sinto mal por ter feito isso com ela.


Notas Finais


Favoritem vão me ajudar muito e comentem quero saber o que estão achando!!!
Bye bye.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...