História Boy - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Niall Horan, Personagens Originais
Tags Harry Styles, Revelaçoes, Romance
Exibições 3
Palavras 1.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente. Bom, aqui estou eu com mais um capítulo eee.
Queria pedir para vocês favoritarem e comentarem pois é importante demais da conta pra mim.
Espero, de verdade, que gostem. Fiz com todo o carinho

Avisos:
-Daniel Sharman como Paul
-Novamente, a personalidade do personagem foi criada por mim, mas não é a do ator realmente

Capítulo 4 - Capítulo Quatro


Fanfic / Fanfiction Boy - Capítulo 4 - Capítulo Quatro

Ponto de vista de Kathelyn Turner.

 Eu e Natalie passamos boa parte da noite juntas. Os meninos jogaram mais que nós duas no boliche, entretanto comemos mais que eles. Tentei ignorar Melissa ao máximo, mas ela me encarava demais. Como está fazendo agora.

-Não ligue para isso Turner- Harry me diz.

-Eu não ligo, mas incomoda-

-Ela ainda gosta de mim, certeza-

 Rio e ele me ajuda a jogar a bola nos pinos. Acerto e nós comemoramos.

-Vou ao banheiro- digo para os três que estão perto de mim.

-Quer que eu vá junto?-Natalie pergunta.

-Não obrigada- sorrio e vou em direção ao toalete.

 Entro no local, que é bem limpo, e me olho no espelho. Estou um pouco suada pela agitação do jogo então decido molhar o pescoço.

-Eu sabia- Melissa entra e fecha a porta.

-O que foi?- reviro os olhos. Ela está me irritando.

-Você caiu na armadilha do Harry- ri.

-O que?-

-Ele disse pra todo mundo que vocês estão namorando, mas que está enjoado de você- ri de novo só que mais alto.

-É mentira. Eu vou falar com ele-

 Saio do toalete e vou em direção aos meus três amigos. Natalie está comendo tacos e Niall conversa animadamente com Harry.

-Styles posso falar com você?- pergunto para o cacheado.

-Sim. Espera ai Niall-

 Diz para o amigo e vem comigo para um local menos barulhento.

-O que houve?- ele pergunta. Parece preocupado.

-É verdade que você espalhou que nós estamos namorando?- cruzo os braços.

 Ele fica calado. Vira de costas e passa a mão direita pelos cabelos para finalmente dizer:

-Quem te disse?-

-Então é verdade? Qual é Harry? Que babaquice!- explodo de raiva.

-As pessoas ficavam insistindo e eu só confirmei-

- Você disse que estava enjoado de mim! É verdade?- o encaro.

-Claro que não. Essa parte é só um boato-.

 Suspiro. Ele fica em silêncio.

-Não sei. Eu vou embora, tá legal?- digo e me viro antes que ele fale alguma coisa.

 Passo pelo grupo da faculdade direto. Pego meu sapato no balcão e vou para fora do local onde o calço. Tento ligar para o fixo de minha irmã, pois não tenho crédito, mas provavelmente ela deve ter saído com as crianças. Ótimo.

-Está sozinha?- ouço uma voz masculina e viro-me para ver quem é.

 Um garoto alto de cabelos claros me encarava. Parece-me familiar.

-Talvez- rio sem graça- Eu te conheço de lugar?- pergunto.

-Estudo da UCLA também. Sou Paul- ergue a mão.

-Kathelyn- aperto-a e sorrio. Ele faz o mesmo.

-Kathelyn do Harry, não é?- arqueia as sobrancelhas.

-Não sou a Kathelyn de ninguém- nego com a cabeça.

-Terminaram?-

-Nem começamos- percebo a grosseria- Perdão, estou em uma noite ruim-.

-Estou te enchendo?-

-Não, claro que não. Só quero ir pra casa da minha irmã- cruzo os meus braços por conta do frio.

-Se meu carro não estivesse no conserto, te ofereceria uma carona- ele ri.

-Obrigada de qualquer forma. Acho que vou caminhando- digo começando a andar.

-Está tarde, aqui é perigoso- me alerta.

-Minha irmã mora aqui perto. Está tudo bem-

-Ok então. Tentei te fazer ficar- ele ri e eu faço o mesmo.

-Estou um pouco cansada, mas você é legal-

-Posso pedir seu número?- põe as mãos no bolso e me encara.

-Claro-

 Ele salva meu contato e eu salvo o dele no celular.

-Valeu pela conversa. Foi um prazer- digo me afastando.

-Até segunda, Kathelyn-.

-Até- aceno e continuo o percurso.

 A noite da Califórnia é realmente fria. Não tem muitos carros essa hora, provavelmente pelo motivo do clima. As ruas desertas ás onze da noite parece-me familiar, me lembra minha cidade natal. Eu encarava as ruas pela janela de meu quarto depois de jantar com meus pais aos sábados. No inverno, os flocos da neve caiam próximo á minha janela e eu gostava de olhar. Sinto falta de não ter nada para fazer á noite, hoje eu estudo ao invés de observar as coisas. Era mais simples aos treze anos.

 Chego á casa de minha irmã umas onze e quinze da noite pois o boliche não ficava tão longe. Entro e encontro um bilhete em cima da cômoda da sala.

 “Fomos dormir na casa de uma amiga minha e caso enteja com fome sobrou pizza e está em cima da mesa. Desculpa querida, nos falamos amanhã. Amamos você”.

 Suspiro e vou em direção á cozinha. Esquento dois pedaços, dos quatro que sobraram, para comer acompanhado de suco de limão. Vou para a sala e ligo a TV em um reality show.

 Não acredito que Harry foi capaz de confirmar nosso namoro. Eu estou bem decepcionada com ele. E se a Melissa sabe, toda a UCLA deve saber dessa falsa notícia.

 Sinto meu celular apitar e vejo uma mensagem de Natalie.

“Loira oxigenada por que você foi embora? xnatalie”.

“Precisei ir. Está tudo bem? xkathelyn”.

“‘Precisei ir’ suspeito dessa frase, conversamos quando eu chegar. E sim, está tudo bem xnatalie”.

 Suspiro.

“Que bom. Aproveita e me conta o que rolou quando chegar xkathelyn”.

“Amo-te loira. xnatalie”.

“Amo-te. Ganhe por mim xkathelyn”.

 Antes que eu bloqueie meu celular, ele toca. Tomei um susto tão grande que atendi sem olhar quem era.

-Alô?- digo ainda olhando para a TV.

-Filha, sou eu- reconheço a voz de minha mãe.

-Mãe! Como estão as coisas?- sorrio involuntariamente.

-Bem, meu amor. E por ai? Sua irmã? Você?-

-Eu estou bem- digo com a voz mole- Lauren está ótima. O estúdio dela é um sucesso. Mãe as crianças estão tão grandes!- exclamo e ela ri.

-Eu quero as conhecer-

-Por que não vem? Elas amariam te ver, assim como Lauren-.

-Você sabe que seu pai não permitiria. Aliás, ele nem sabe que estou ligando- ela diz baixo.

-Imagino-

-Ele ainda não aceitou completamente a sua viagem filha. E muito menos esqueceu o ocorrido com sua irmã-

-Eu sei- suspiro.

-E a faculdade?-

-Está tudo bem. Adaptei-me ao clima, aos horários, as pessoas... -

-Que bom. Preciso desligar-

-Ok então mãe-

- Mande um beijo para Lauren e as crianças. Amo-te querida. Estou com saudades. -

-Amo-te mãe, também sinto sua falta-.

 Desligo a chamada e assisto boa parte do reality até pegar no sono.


Notas Finais


Obrigada por lerem, favoritem e comentem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...