História Boy in Luv - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Boys Before Flowers (Boys Over Flowers)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hoseok!ômega, Jikook, Jimin!alpha, Jungkook!ômega, Namjin, Taehyung!alpha, Vhope, Yoongi!alpha
Exibições 402
Palavras 1.889
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Leitura <3

Escutem wish you're m love <3 é a musica do capitulo <3

Capítulo 23 - A declaração implícita e o quase beijo


Fanfic / Fanfiction Boy in Luv - Capítulo 23 - A declaração implícita e o quase beijo

- Seria uma pena se você desmaiasse aqui. – A voz do alfa lúpus era debochada, mas logo suavizou quando viu a situação do ômega. – O amor é injusto criança.

O ômega fungou e passou as mãos no rosto que estava inchando devido ao choro.

- O que você entende de amor? Eu não estou apaixonado! – Disse rudemente.

- Eu não entendo sobre isso e nem preciso entender, só de te olhar já percebo.

- Tsc... Alfa estupido!

Antes que pudesse continuar xingando o Park, ambos ouviram a porta do quarto se abrir e tentaram disfarçar o clima estranho que havia se formado. Jungkook foi para trás do alfa lúpus tentando se esconder. Ele estava encolhido e acanhado na presença de Yoona e Yoongi.

- Jungkook! Que bom que veio – Yoona disse com um sorriso gentil. – Por que não entra?

- Ah... – Balbuciou incerto – Eu ia entrar para te parabenizar.

- Aposto que a festa está chata não? Eu e o Yoonie estávamos indo dar um passeio, quer ir conosco?

O ômega se encolheu ainda mais atrás do alfa lúpus e Yoongi apenas observava as reações estranhas do Jeon.

- Ah.... Eu...

Era nítido que Jungkook estava desconfortável com a situação e que ele não queria sair com o casal depois da cena que tinha visto.

- Nós vamos sair, estávamos indo nos despedir. – A voz de Jimin soou em meio aquilo.

- Vocês dois? Saindo? – Yoona franziu o cenho estranhando.

- De carro! Nós vamos passear de carro. – Jungkook disse nervoso.

- Isso mesmo. – Park sorriu ladino – Vamos passear e se nos dão licença, já vamos indo.

O alfa agarrou o ômega pelo braço o arrastando para fora, Jungkook tentava acompanhar seu ritmo, mas falhava com a pressa de Jimin.

- Resolvido, já te paguei por ter me salvado, estamos quites.

- O que?! Como pode me pagar tão pouco por salvar sua vida? Você pagou 10%

- 50%

- 25% e não se fala mais!

 

                                                                               ___

 

Após o ocorrido, Jimin e Jungkook saíram da festa indo até um carro que estava estacionado em frente ao prédio. O caminho era silencioso, nem Jungkook e nem Jimin se atreviam a falar nada. O alfa observava a noite pela janela enquanto o carro se movimentava. O pequeno Jeon olhava distraidamente para o Park, o analisando.

Seu rosto de traços másculos se mantia serio enquanto observava o movimento lá fora, o tecido do terno delineava os músculos bem definidos do alfa, Jungkook nunca assumiria, mas o achava bonito. Sem que pudesse conter, suas feromonas já circulavam pelo carro.

O alfa sorriu de canto ao sentir o cheiro de amores se intensificar. Mas antes que pudessem fazer algo, o carro parou indicando que haviam chegado. Ao descerem do carro, Jungkook estava tão distraído com a visão do enorme prédio, que nem reparou quando Jimin entrelaçou suas mãos.

Entraram no prédio dando de cara com um bar refinado onde alguns garçons transitavam arrumando as mesas. Jungkook admirava a beleza do local enquanto sentia as mãos do alfa em seus ombros o guiando até o bar que havia no centro do local.

- Por que aqui está vazio em um sábado à noite? – O ômega perguntou curioso.

- Porque foram expulsos.

O ômega inclinou a cabeça para o lado em sinal de confusão e o Park achou aquilo fofo da parte do Jeon que era uma graça fazendo atos simples.

- Aluguei o local. – Disse enquanto se sentava em frente ao balcão do bar – Pode gritar, chorar, espernear, se quiser podemos chamar os seguranças para bater em alguém...

- E por que eu faria isso?

- Tsc... – O alfa estralou a língua em sinal de impaciência – Você está magoado, deve ser horrível ver a pessoa por quem está apaixonado beijando outra.

- Eu não estou apaixonado seu idiota!

- Me engana que eu gosto...

- De todo jeito... – O ômega suspirou. – Não tem como eu competir com a Yoona, não sei nem porque estou sentindo ciúmes.

- Olha isso, assumiu que gosta dele. – O alfa riu.

- Ya, cala essa boca! Não sou bonito, não sou inteligente e minha família é pobre.

- E você também não parece ser legal, seu temperamento é explosivo.

Jungkook fez uma careta para o alfa o fulminando com o olhar.

- Exato, então você não tem medo de levar um soco né?

Jimin apenas riu.

- Então... Como uma pessoa esquisita como eu pode competir com Kim Yoona? Para começar, não tenho as qualidades.

Jimin apenas olhava para um ponto qualquer à sua frente enquanto pensava e sorria, um silencio se instalou entre eles, mas logo o alfa quebrou o mesmo se pronunciando. Jungkook o observava e achava bonito como o alfa se portava a sua frente.

- Eu nem posso comparar. Mas você não é esquisito.

As palavras que eu fiquei a noite em claro

Preparando para me confessar a você

Não conseguem sair

Quando fico de frente para você

O alfa tentava o máximo possível não demonstrar o quanto estava nervoso dizendo aquelas palavras que tanto planejava dizer para o ômega, mas ele tinha medo já que sabia que o Jeon lhe odiava, algo florescia dentro de seu coração pelo pequeno ômega mesmo ele não querendo assumir para si mesmo, não podia negar que Jungkook lhe atraia de uma maneira incondicional.

Será que devo dizer que é amor para você?

Eu espero por isso tanto tempo

- Você tem qualidades... – Jimin virou-se para o garoto de cabelos levemente rosados e sorriu.

- O que? – Jungkook estava confuso com tudo aquilo, algo ali fazia seu coração bater mais forte, mas ele não sabia o que era. Era um sentimento diferente do qual sentia por Yoongi.

- Yoongi é um idiota, se ele tivesse te conhecido antes da Yoona, com certeza ele teria gostado de você.

Se doía para o alfa dizer aquilo? Doía, e como doía, mas ele não gostava de ver o ômega triste, ele podia até irrita-lo, mas não gostava de vê-lo cabisbaixo e sofrendo, era como se lhe arrancassem um pedaço.

Jungkook enrolava uma mecha de cabelo nos dedos de maneira nervosa e envergonhada.

- Está sendo sincero?

Sua mente lhe dizia que aquilo era apenas uma zoação do alfa, mas seu coração dizia que aquilo era sincero e não era da boca para fora.

- Família, beleza e inteligência... Isso em você é quase zero. -Se virou olhando profundamente nos olhos do ômega. – Mas você é o primeiro ômega que eu reconheço e que eu valorizo. – Sorriu. – Você é cheio de qualidades.

Sinta esse meu coração

Que suspira por você

Esse meu amor

O clima de repente se fez denso entre os dois. Quem visse de fora, acharia que Jimin estava apenas consolando o Jeon, mas não era bem assim, havia uma declaração meio implícita ali e Jungkook não havia percebido, mas um calor estava dominando seu corpo depois daquilo, seria vergonha ou algum outro sentimento? Ele só sabia que de repente seus pensamentos do alfa haviam mudado. Ele era idiota, mas não um completo idiota.

Jimin sentindo seu rosto corar, rapidamente se levantou e saiu apressado, sua garganta fechava e ele estava tremendo de nervoso. Jungkook apenas permaneceu sentado pensando no que havia ocorrido ali e tudo estava mais quente, suas bochechas coradas, seu coração acelerado e sua mente confusa, era um conflito interno e ele não sabia o que fazer.

Viu uma garrafa sem rotulo encima do balcão e pensou ser agua, rapidamente bebeu do conteúdo sem se importar, apenas queria matar aquele calor que tomava conta de seu corpo.

No banheiro, Jimin sorria bobo em frente ao espelho, ele queria pular e gritar de felicidade depois daquilo.

- Eu finalmente consegui dizer.

Apesar de não ter dito com todas as palavras que estava gostando do ômega, ele havia deixado um pouco claro que tinha algo ali. Ele só não sabia que Jungkook era lerdo o suficiente para não reparar em seus sentimentos.

Quando o alfa finalmente voltou, reparou que Jungkook estava com a cabeça deitada no balcão do bar. Ele parecia estar dormindo e o Park estranhou isso. Cutucou o ômega, mas o mesmo apenas murmurou e continuou no mesmo lugar.

- Ei bolsista. – O cutucou de novo – O que houve?!

Não obtendo resposta, olhou para o barman que limpava algumas taças e logo perguntou o que houve com o ômega, o barman apenas apontou para uma garrafa vazia que estava encima do balcão. Jimin pegou a mesma e a cheirou sentindo o cheiro forte de tequila.

- Ele bebeu tudo? – Perguntou incrédulo.

O barman apenas assentiu.

Jimin estralou a língua e meneou a cabeça em negação, aquele ômega era impossível mesmo, como alguém tomava uma garrafa de tequila assim com tanta facilidade? Ele era doido?

- Ei! – Cutucou com força o ômega repetidas vezes. – Recomponha-se ômega!

Finalmente Jungkook levantou a cabeça, seus cabelos estavam bagunçados e ele tinha uma voz embolada.

- Ômega... – murmurou-  Exato, eu sou um ômega...

Jimin queria rir da situação, mas não podia, Jungkook estava bêbado e falando besteira, nem se surpreendia com isso.

- Uma pessoa pobre não é um ômega? – Gritou.

Ômegas e seus orgulhos. Os ômegas se importavam muito com sua espécie, eles não eram valorizados sempre e se tornavam manhosos em busca de atenção.

- Sem nome, beleza ou inteligência... – murmurou – Não precisava ser tão franco, eu sei disso.... Sinto isso na pele todo dia seu idiota!

- Idiota? – Perguntou incrédulo.

- Não tenho tempo de pensar nisso. – O Jeon empinou o nariz imitando uma figura importante e rica. – Sou uma pessoa ocupada. – Ele está delirando e Jimin apenas cruzou os braços se divertindo daquilo. – Consegui uma bolsa naquela maldita escola para ser maltratado todos os dias. – Choramingou.

- Ei alcoólatra. – Jimin riu e o cutucou de novo. Jungkook apenas o ignorou fingindo estar dormindo no balcão. – Ei golpista!

Era claro que Jungkook nunca havia bebido, ele começou a gargalhar da cara do alfa e as vezes soluçava de bêbado.

- Estou triste hoje...

O irônico, era que enquanto falava isso, o Jeon gargalhava. O mesmo ria e começou a dar tapas de leve no rosto do alfa que apenas o encarava incrédulo. Os tapas não doíam porque o ômega estando bêbado, não tinha forças para lhe bater.

- Obrigado Park Jimin. – Sorriu docemente parando de bater no alfa. – Você me salvou hoje.

O alfa apenas o escutava calado enquanto sorria, uma vez na vida aquele ômega tinha sido educado consigo agradecendo.

- Não posso fazer nada por você agora... então...

O ômega parou um pouco para pensar e logo uma ideia lhe veio na cabeça, sorriu ladino para Jimin que já sabia que o Jeon estava querendo aprontar com aquele sorriso.

O Park foi pego desprevenido quando Jungkook lhe puxou pelo colarinho. Seus rostos estavam próximos e os narizes se encostavam. O coração do alfa batia a mil apenas com aquela proximidade, parecia até um boca virgem naquela situação, sendo que o boca virgem dali era Jungkook que nem parecia estar envergonhado, maldito efeito do álcool.

Jungkook lambeu os lábios em provocação fazendo com que o alfa ficasse mais nervoso com aquilo, era tentação demais.

O ômega já estava quase beijando Jimin quando...

Urgh... A bebida deu seu pior efeito. O ômega simplesmente vomitou no terno impecável do Park que grunhiu em raiva com aquilo.

Estava bom demais para ser verdade...

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Primeramente...

FELIZ ANIVERSARIO COOKIEEE <3
EU DISSE QUE IA POSTAR, EU DISSE KKKK
Enfim né...

Pessoas, mil desculpas pela demora, mas ultimamente a rotina tem sido puxada com o final de ano
Estou me preparando para uma prova para ingressar numa escola técnica e pqp são muitas coisas pra estudar e ainda tem as provas de final de ano que são dia 01
Eu vou tentar atualizar boy in luv uma vez na semana certo?
As outras fics tambem uma vez na semana <3
Espero que tenham gostado desse capitulo mais romantico [ fora a parte do vomito ] Até a proxima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...