História Boy In Luv {JiminCentric} - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags 3some, Bdsm, Bts, Comedia, Crossdresser, Daddykink, Fluffy, Gay, Hopemin, Jihope, Jijin, Jikook, Jimin!centric, Jinmin, Kookmin, Lemon, Minjoon, Nammin, Ot7, Slash, Smut, Sugamin, Taemin, Texting, Threesome, Vmin, Yaoi, Yoonmin
Exibições 447
Palavras 2.205
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Algumas pessoas nos comentários do capítulo passado perguntaram minha idade... Mas antes de falar eu gostaria de deixar claro que eu entendo vocês jovenzinhas menores de idade, eu venho alimentando meu vício pornográfico desde cedo também. Enfim kksjskjs
Como se não bastasse ser baixinha, dançarina e ter uma falsa carinha de santa fofa... Eu ainda tive que nascer em outubro de 95 como meu utt supremo. Pois é.

E olha essa fotinha... Eu amo ela.

Capítulo 19 - 019


Fanfic / Fanfiction Boy In Luv {JiminCentric} - Capítulo 19 - 019



A boca de Yoongi tinha gosto de sorvete de morango, o que é normal, visto que tem um pote de sorvete no banco onde ele estava sentado provavelmente comendo. Mas o gosto daquela língua não importava e sim as coisas que aquele músculo estava fazendo para Jimin. 

Primeiro o mais velho o beijou com uma vontade tão intensa, como se Jimin fossdesua e Yoongi ese no deserto por dias sem beber. Suas línguas se acariciando, depois lambendo os lábios avermelhados e inchados do menor antes de descer para o pescoço, onde Yoongi puxou a gola da blusa para baixo e lambeu a pele, a cada momento movimentando de leve os quadris contra o dongsaeng.

Jimin se lembra de já ter sentido esse tipo de sensação antes, mas ele prefere ignorar. É melhor ignorar esse calor, o suor brotando em sua testa, o pulsar forte e acelerado do coração que parecia descer por seu estômago mais e mais e ele tinha medo de pensar onde mais vai pulsar se ele não sair dessa situação em que se encontra logo.


"Yo-ongi hyung" as palavras eram meroSussurrconJAs mãos de Yoongi estavam nas costas do menor, uma pouco acima da bunda, segurando o corpo junto, e a outra deslizava pela pele arrepiada das costas por baixo da blusa. "Hyung..." sussurrou novamente, as mãos delicadas apertaram os braços pálidos. A sensação da boca do mais velho em seu pescoço, beijando tão suavemente como se fosse algo que venera, fez as pernas de Jimin mais fracas.


"Por Deus, Jimin..." Yoongi murmurou, os lábios pressionando beijos agora na clavícula do pequeno mesmo por cima do tecido fino da blusa preta de gola alta - para esconder os chupões. "Você é o menino mais bonito que eu já vi. Lindo." Afastou o rosto e olhou nos olhos desfocados de Jimin. "Eu sei que eu fiz algo errado e eu sei que você me perdoou. Sei que estou sendo insistente de novo e que você vai me perdoar novamente. Mas eu ainda quero me redimir por ter sido tão impulsivo, por ainda estar sendo." Suspirou e deu um passo para trás, afastando também as mãos do corpo trêmulo contra o armário, o que levou grande força de vontade. 


"E-Está tudo b-bem, hyung. Eu já te perdoei, sei que não fez p-por mal." Jimin respondeu de cabeça baixa, estava corado demais e com vergonha de olhar nos olhos de seu hyung. Eles tinham acabado de ter uma sessão de amassos, se esfregando como se não houvesse amanhã apenas meio minuto atrás, lógico que estava com vergonha de olha-lo.


"Sim, mas eu quero me desculpar."


"Você já se desculpou. Já disse ontem junto com os outros que sente muito." Jimin olhou.


"Sim, mas eu pretendo ser sincero agora" admitiu suavemente. Suspirou e passou a mão no cabelo um pouco nervoso. "Eu quero fazer as coisas certas com você, okay? Eu só... É só..." Yoongi solta um bufo e esfrega o rosto "É complicado. Eu sou complicado."


"Está tudo bem," Jimin sorri, o sorriso amável de sempre "todos somos complicados às vezes. É normal."


"Você..." Yoongi riu um pouco incrédulo e balançou a cabeça. "Você é surreal, Park Jimin." Sussurro, alisa o rosto fofo e sorri. As bochechas do menor, que voltavam para o tom normal de rosa pálido, logo escureceram novamente como ele voltou a corar. "O que eu quero com tudo isso" o mais velho afastou a mão "é saber se você quer sair comigo. Sabe, pra recomeçarmos isso. Da forma certa dessa vez." 


"Oh. Tipo u-um encontro?" Quando o hyung balançou a cabeça positivamente o menor engoliu em seco. Ele nunca foi a um encontro. "Eu... Eu adoraria, hyung!" Sorriu timidamente e ganhou um lindo sorriso de Yoongi. 


"Ótimo" disse o mais velho. "É melhor eu me vestir agora e então vamos encontrar os outros." 


"Aqui!" Os dois viraram ao mesmo tempo, assustados com o grito. Encontraram Kim Taehyung na porta do vestiário com a cabeça pro lado de fora. "Eles estão aqui." Se ajeitou e olhou para Jimin com um sorriso e depois olhou para Yoongi "Ah. Hyung..." Tae engoliu em seco, os olhos arregalados agora focados no menor ali, porque pelo menos Jimin está vestido! Não que ele se importe se o pequeno quiser de repente tirar tudo... "É... Você deveria se vestir." 


Yoongi sorriu de lado encarando seu donsaeng, ele sabe que o loiro sempre fica meio paralisado com sua pele tão branca. Algumas vezes aconteceu dele acordar sentindo um dedo cutucando seu peito e dava de cara com Taehyung observando a mancha rosada que ficava na pele pálida e depois afundava o dedo no peito de Yoongi mais uma vez, até perceber que o hyung estava acordado. Taehyung é do tipo que em determinados momentos se choca muito fácil.


"Eu vou" balançou a cabeça e viu com de canto que Jimin passava as mãos nervosamente pelo cabelo.


Yoongi soltou uma risada baixa e foi para o outro lado dos armários, onde o dele fica. Tae estava olhando para Jimin, a cabeça levemente tombada e mordendo o lábio. O pequeno enfim olhou para o loiro e corou desviando o olhar.


"Ahn... O que-"


"Aconteceu alguma coisa, não é?" a voz de Taehyung soou baixa e calma para que apenas o moreno pudesse ouvir.


Agora Jimin estava surpreso. Veja bem, desde que Taehyung e os outros cinco garotos começaram a estudar ali, Jimin tem reparado neles - apenas por curiosidade e eles são lindos, não tem como negar, então... - e normalmente, pelo que reparou, o loiro não é o que se pode chamar de observador. Parece que ele se enganou e Tae não é tão desligado. 


"A-Alguma..." limpou a garganta "Alguma coisa?" O maior suspira e Jimin abaixa a cabeça encarando as mãos.


"Jimin, eu não sou burro. E nem vivo no mundo da lua." Franze o cenho, se aproxima e coloca os dedos sob o queixo do pequeno, levanta a cabeça dele e o encara. "Eu percebo muita coisa, só prefiro guardar pra mim."

"Eu não acho que você é burro. Nunca achei." O menor cruzou os braços em desgosto. "Um pouco desligado às vezes, não burro."

"Uuhm" Tae contém a vontade de sorrir pela expressão fofa do menor e cruza os braços também. Não pode derreter agora. "Então, o que aconteceu antes de eu chegar?" 

Jimin abriu a boca, mas foi Yoongi que respondeu, reaparecendo já vestido. "Eu o chamei para um encontro" sempre direto. Taehyung arqueou uma sobrancelha. 

"E?"

"E o beijei." Admitiu suavemente "Mas isso foi antes do convite."


Taehyung quase podia sentir o gosto amargo em sua boca enquando encrava seu hyung platinado, os lábios em uma linha fina. Ele não ia brigar, todos já conversaram sobre isso e foi uma longa e séria conversa, eles vão se controlar ao máximo para não brigar. Por Jimin.


"Bem" o loiro responde a contra gosto.

"Finalmente" Hobi chegou bufando, seguido dos outros. "Eles estavam espalhados e eu tive que buscar cada um."


Namjoon pisou do lado de dentro e já notou que algo havia acontecido, Jungkook simplesmente fez uma cara desgostosa porque imaginou o que seu hyung fez durante o tempo sozinho com Jimin.


Todos sabiam que Yoongi pediria para ir a um encontro, o amigo deixou claro no dia anterior, depois que Jin voltou da casa de Jimin, que faria o pedido.


"Parabéns pelo jogo" o ruivo sorriu e os outros concordaram.

"Obrigado." Yoongi sorriu de volta.

"Deveríamos sair ou fazer alguma coisa pra comemorar." Eles olham para Jin "Eu não estou com muita vontade de sair, na verdade, então podemos fazer algo em casa."

"Tipo?" Namjoon pergunta e o amigo encara.

"Sei lá. Comparar pizza e passar a noite acordado falando sobre como não é saudável assistir tanto pornô" brinca  e logo todos estão rindo, mesmo que Jimin esteja um pouco corado nem ele consegue prender o riso. 

"Você" o rapaz de cabelo esverdeado dá um soco de leve no ombro do abusado, que ri novamente e arruma a touca. "Eu não assisto apenas isso."

"Claro que não." Hobi responde sorrindo.

"Mas então," Jin recomeça "o que acham? Não temos aula amanhã mesmo." Os garotos dão de ombros. "Podemos ir pro apartamento."

"Ah, claro. Não precisa pedir pro dono." Namjoon diz ironicamente e Jin bate no braço dele.

"Em breve Yoongi e eu vamos morar lá também..."

"Eu já me mudei. Só não levei muitas coisas, mas tem uma semana que tô dormindo lá. Menos outro dia que fui pra minha antiga casa pra arrumar as coisas." Yoongi diz.

"Ótimo" Jin olha para o platinado e sorri amavelmente. "Podemos ir, não é?"

"Claro." Yoongi responde sorrindo para Namjoon, apenas pelo prazer de provocar.

"Imbecis..."

"Ah, para de resmungar, Nammie" Jin aperta as bochechas do mesmo. "Nós sabemos que você já aceitou e gostou da ideia."

"Podemos comprar cerveja?" Todos os olhos se voltaram para o loiro um pouco espantados com o comentário repentino. "É que Yoongi hyung fica engraçado bêbado." Tae dá de ombros.

"E tarado!" Jungkook começa a rir "Você se lembra da última vez?" Aponta para Taehyung que chacoalha a cabeça rapidamente em negação.

"Eu peguei alguns copos escondido e fiquei meio bêbado. Não me lembro tão bem." 

"Pegou escondido ou alguém te deu?" Os olhos de Jin estavam estreitos encarando o platinado.

"Eu estava bêbado!" Yoongi levanta as mãos. "Ele queria provar e eu dei um pouco."

"As pessoas estavam querendo provar e dar muitas coisas naquela noite." Namjoon murmurou calmamente soltando uma risada baixa.

Jungkook limpou a garganta "Enfim," olhou para Jimin "você vai, não é?"

Jimin se encolheu sob todos os olhares, abaixou a cabeça e mordeu o lábio. "Bem, eu... Eu não sei. Eu estou de castigo. Acho." Franze o cenho "Sei lá, minha omma é meio estranha."

"Ah, vai. Por favor!" O maknae se aproxima e segura as mãos delicadas, balançando suas mãos unidas.


"E o que você sugere? Que eu fuja?" Jimin ri, mas logo arregala os olhos quando vê o sorriso largo de Jungkook. "Jeonggukie, eu não posso fazer uma coisa dessas!"


"Ah, Jiminie" o maknae choraminga "por favor. Por favor!" implora. "Tae e eu podemos ir te buscar, nós moramos perto da sua casa. É só você esperar na janela do seu quarto e nós damos um jeito."

"E você sabe qual é a janela do meu quarto por acaso?" Com o silêncio do mais novo Jimin bufou uma risada "E eu ainda pergunto..." resmunga.

"E então?" Taehyung pergunta ansioso e o pequeno suspira, mas resolve que ele precisa de mais emoção em sua vida. Lisa vive dizendo isso.

"Okay."


Dito isso os seis comemoraram - mesmo que Jin ainda pensasse que seria melhor pedir a mãe.

Eles se despediram quando estavam do lado de fora da escola. Jimin viu seu irmão mais velho encostado no carro, Lisa estava no banco do carona balançando a mão e depois fazendo sinais obscenos e apontando os garotos. O pequeno corou ouvindo as risadinhas e saiu correndo até Suk, quase caindo ao tropeçar em seu próprio pé. 


"Ei," Suk o segura "calma aí, amigo!" Jimin corou mais e enterrou o rosto no peito do maior.

"E aí," Lisa chamou "deu?"

"Lisa!" Suk olhou para a namorada mortalmente.

"Que foi, oppa? Você vive falando que quer que ele tenha mais diversão e depois fica assim quando pensa que ele deu mesmo. Vai entender... Bipolar." A garota tira a cabeça da janela e senta direito no banco emburrada.

"Podemos só ir pra casa?" 

"Claro Jiminie" Suk abre a porta de trás para o menor, que entra e enterra a cabeça no colo de Lisa, que passou pra lá pronta para fofocar.

"Então, gracinha" a menina sussurra. "O que aconteceu?"

"Fora você me fazendo passar mais vergonha do que eu, sem ajuda, já passo?" Pergunta amargamente.

"É. Fora isso, amor." Começa a pentear os fios negros do menino com os dedos.

Jimin bufa. "Yoongi me beijou de novo. No vestiário. Eu mal me aguentava de pé depois." Morde o lábio e sussurra em tom de segredo. "Eu senti aquele calor de quando eu faço aquilo." Lisa cobriu a boca para impedir os gritinhos de sair. "Eu sinto coisas estranhas quando estou perto do Tae e do Hobi, mas eu vou te falar sobre isso melhor depois." Balança a mão pra dispensar qualquer comentário ela pense em dizer. "E Jin hyung continua tão... Argh! Maravilhoso. Mesmo que ele não faça nada além de respirar." Choraminga enterrando o rosto no colo da amiga. "Namjoonie hyung continua sendo aávels, mesmo sem perceber... E ele é tão inteligente. Eu acho que gosto de nerds muito mais do que o necessário. E Jungkook..." Jimin suspira e volta a choramingar. "Jungkookie-ah entrou no modo fofo e eu tenho medo do que pode acontecer se ele não sair logo. Ele estava tão fofinho hoje! Por que ele é todo bruto e safado em um momento e de repente tá todo fofo?" Jimin olha para Lisa parecendo uma criança pedidae. "Por que ele bagunça comigo desse jeito? Criança boba! Ain!" Deita a cabeça novamente no colo da amiga "Eles são um problema. E meu coração, meu corpo e meu cérebro são estúpidos demais pra me afastar." Fica alguns minutos em silêncio e quando Lisa abre a boca pra falar alguma coisa o pequeno continua. "Ah, e eles vão vir aqui me ajudar a fugir pela janela hoje. E eu vou passar a noite com eles." 


Depois dessas palavras Jimin abre a porta do carro - antes mesmo de seu irmão parar completamente, o que fez Suk gritar, - e sai correndo sem dar tempo da loira dizer qualquer coisa.




Notas Finais


"Aquilo" kkkdkdjd Jimin nem consegue dizer.
Era pra eu ter atualizado antes, mas eu to dormindo tanto e tô de tpm, então... Peço compreensão por favor?!Kkjkkk
Quais casais vocês shippam no bts? E qual otp dos otps?
Eu não vou falar quem eu realmente shippo e nem meu otp dos otps, quem sabe sabe... Vou deixar vocês se perguntarem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...