História Boy meets Evil - " Too bad, but is too sweet " - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, J-hope
Exibições 23
Palavras 1.466
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Annyeonghaseyo lindos e lindas da Unnie.
Notei que as coisas estão meio paradinhas por aqui...Então decidi que vou apimentar as coisas daqui pra frente.


Boa leitura ♡

Capítulo 5 - Amigos


Fanfic / Fanfiction Boy meets Evil - " Too bad, but is too sweet " - Capítulo 5 - Amigos

Nem me lembro de como sai daquela casa, acho que passei reto pela cozinha ignorando totalmente os gritos que minha omma direcionava a mim. Fui para minha casa e corri para o meu quarto trancando a porta atrás de mim, só então voltei a respirar.
Tudo lá me sufocava, não sei se esta proximidade de Hoseok tão repentina me assusta ou me da raiva. 
E porque meu coração bate tão rápido quando ele se aproxima ou fala, é como se meu corpo se movimentasse ao som da sua voz.
- Aish, que inferno.
Exclamei em bom som, sozinha em meu quarto.
Acabei indo dormir de tédio, já que minha omma não voltava logo e me vi sozinha, e outra, meu orgulho jamais me deixaria entrar naquela casa novamente.
No dia seguinte acordei cedo, fiz alguns alongamentos e fui correr um pouco antes da aula. Confesso que adoro o clima da primavera, tudo muito lindo, pela cidade inteira tem flores de cerejeira espalhadas que são minhas flores preferidas. Mas esses pensamentos internos eu não deixo transparecer.
Voltei para casa a tempo de tomar um bom banho e ir para a aula.

- Bom dia minhas crianças!
Sungdeuk hyung começou a falar.
- Hoje vamos começar a criar a coreografia em dupla, então cada um com seu respectivo par, escolham as músicas e vou dar exatamente uma semana para ensaiarem e criarem algo totalmente novo, dessas coreografias cada aluno vai ter dois pontos, o individual e o em dupla. 
Nesse momento deu para ouvir alguns comemorando e outros reclamando dentro da sala.
- Deixem seu hyung acabar de falar e depois vocês reclamam okay.
A dupla que mais se destacar vai ganhar um grande prêmio que ainda não vai ser revelado para não alarmar ninguém. Mais uma coisa, quero que de esforcem e dêem o melhor de si okay. 
Todos concordamos e ficamos animados com as instruções, o hyung Sungdeuk é sem dúvidas meu professor favorito, mas o fato de ter me colocado com Hoseok me irritava.
- Vou colocar algumas músicas para irem tocando enquanto vocês decidem o que vão fazer okay. Fiquem a vontade.
Ele disse no final.
- Cuidado com o que você pede professor.
Taehyung que estava com seu grupinho de amigos cobiçados por todas as garotas da escola, exceto eu, comentou fazendo todos rirem, Hoseok estava perto deles e conversava como se fossem amigos a anos.
Começou a tocar uma das minha músicas favoritas Stay whit me do Jay Park, então já que meu parceiro não estava preocupado com nossa coreografia eu decidi dançar um pouco. Ela era suave de início, então eu caminhei até o espelho me olhando fixamente. Meus passos eram totalmente calculados e eu sabia bem o que fazia, eu era conhecida por minha dança envolvente e sexy.
Dançava me olhando e criando passos aleatórios e intensos. Quando a música finalizou, e eu voltei a minha realidade, notei aqueles olhos escuros sobre mim, me fitando como um felino.
Então dei um meio sorriso e voltei para meu lugar, afinal, estou aqui para causar mesmo.
Estava me alongando minhas pernas novamente quando ele veio em minha direção.
- Vamos começar a preparar nossa dança? Estou com várias idéias.
J-Hope disse se abaixando para se aproximar mais de mim.
- Que legal, porque não as guarda para você? Eu não preciso de suas idéias.
Disse ríspida, sem nem pensar no que estava falando.
- Porque então não disse para o Sungdeuk que queria trabalhar sozinha dês do início.
Seus olhos transbordava nervosismo e aquilo me deixava muito feliz internamente.
- Eu disse, mais ele não me escuta.
Ele olhou para os lados, e depois novamente para mim.
- Se ele não te escuta, então vai ter que se contentar comigo mesmo. passo na sua casa hoje após a aula  para decidirmos a música.
E depois de dizer isso simplesmente saiu se juntando ao seu novo bando, que dançava de forma engraçada ao som da música ambiente.
O resto do meu dia foi bem tranquilo, na verdade tranquilo até de mais, preciso fazer alguma coisa pra mudar isso.
Peguei meu celular e mandei uma mensagem para um amiguinho que sempre me tira do tédio, bem, como posso dizer, ele é divertido.

Mensagens On 

Sun Hee: Vem me buscar, estou entediada TT
Jackson: Me espera lá fora.

Mensagens Off.

Eu gostava de Jackson porque ele era imprevisível, e praticamente igual a mim, não se afeiçoa por ninguém, mas matemos contato um com o outro para quando           "precisamos de um ombro". 
Conheci ele em uma festa, onde bebi de mais e comecei a fazer coisas de mais até pra mim, então um cara confundiu as coisas e meio que tentou me violentar, se não fosse por Jackson que viu o momento em que a pessoa começou a me apertar e me segurar com muita força, talvez não era para eu estar aqui.
Ele deu um soco muito bem dado naquele homem e depois cuidou de mim. Acho que por isso estou presa a ele, é como se lhe devesse algo.
Fui para o vestiário e tomei um banho rápido, pois estava transpirando muito. Coloquei um vestido soltinho que tinha na mochila, uma sapatilha confortável, estava bem feminina para meu gosto, mais o Jack gostava.
Quando estava saindo do vestuário, já pronta me distrai procurando um baton dentro da minha bolsa e esbarrei em alguém.
- Me desculpa, eu....
Quando ergui meus olhos e vi quem era me arrendi na mesma hora das desculpas.
- Onde você vai toda arrumada ? 
Sim era ele, J-Hope.
- Não é da sua conta.
Disse parando na frente de um espelho para passar o baton. Ele parou do meu lado e ficou me olhando.
- Sun Hee, estou falando sério, onde você vai ? Não combinamos de ir escolher a música para nosso trabalho.
Senti que ele estava ficando bravo, e meio alterado por algum motivo.
- Meu querido, primeiro, você não manda em mim, segundo, Annyeong.
Continuei andando e quando cheguei ao portão Jackson já estava me esperando em sua moto, olhei para a entrada da escola e o J-Hope estava nos olhando, então de propósito selei os lábios de Jackson e peguei o capacete reserva e montei na moto, saindo sem direção.
- E então, pra onde quer ir ?
Ele me perguntou ainda dirigindo.
- Me leve pra onde quiser.
Disse o abraçando forte, estava me sentindo tão sozinha ultimamente, precisava de um ombro amigo, mesmo que essa amizade fosse colorida.
- Já comeu hoje ? 
Ele me perguntou ainda mantendo sua atenção na pista.
- Ainda não, mas estou com pouca fome.
Disse ainda abraçada ao seu corpo.
- Okay, então vamos tomar um sorvete.
Ele dirigiu mais um pouco e ligo chegamos a uma sorveteria não tão longe dali, ele estacionou e descemos no local.
Nos sentamos em uma mesa qualquer, enquanto uma garçonete sarada se aproximou quase deitando em cima da nossa mesa para deixar o cardápio dos sorvetes na mão de Jackson, eu entendo que ele é lindo, mas no momento estava acompanhado e ela podia ter demonstrado um pouco mais de respeito. Ele fingiu não ligar para a menina ainda parada em nossa frente quase o comendo com o olhar.
- O que você quer meu amor ? 
Ele disse olhando para mim com uma cara de sacana, então entendi na mesma hora o que ele queria.
- Eu quero você, com cobertura de chocolate.
Disse me debruçando sobre a mesa e selando seus lábios enquanto a outra nos olhava boquiaberta.
- Mas aqui no cardápio não tem isso, então pode ser morango com chocolate.
Disse olhando na direção da serviçal.
- Okay, então traga dois iguais, obrigado.
Ele devolveu os cardápios a mesma, que saiu apressada com o rosto totalmente vermelho.
Começamos a rir que nem dois adolescentes que acabaram de aprontar.
- Por isso gosto de sair com você, mas me conta, o que aconteceu pra me chamar.
Ele perguntou se esparramando na cadeira como se estivesse em sua própria casa.
- Sei lá, estava precisando me distrair, as coisas não vão muito bem.
Disse olhando para minhas mãos, ele é a única pessoa que conto essas coisas, quando eu disse que não confiava em ninguém, eu estava me esquecendo dessa pequena exceção. Jack é um ótimo amigo, e o melhor de tudo, só aparece quando eu chamo.
Os sorvetes chegaram, e como esperado a moça nem nos olhou mais.
- Quer desabafar ? 
Ele perguntou levando a primeira colher de sorvete na boca.
- Só quero esquecer. 
Ele concordou com a cabeça e me olhou bem dentro dos olhos.
- Eu sou a melhor pessoa pra isso.
Piscou, e eu corei no mesmo instante. Ele sabia mesmo o que fazer para que eu esquecer, só ele sabia como.


Notas Finais


Quero só ver o que vai acontecer daqui pra frente. Prometo muito tiro, porrada e bomba. ...o que acharam de eu incluir nosso Jackson lindo na história....me digam e me dêem muito amor poiis estou me sentindo carente de vocês ultimamente ♡

Beijos de luz da Unnie


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...