História Boy , This Love is SUPERNATURAL -Destiel - 2 ° Temporada - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Crowley, Dean Winchester, Personagens Originais, Sam Winchester
Tags Destiel, Drama, Romance, Sobrenatural
Exibições 108
Palavras 1.950
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá anjinhos
Só queria dizer que é apartir dessa capítulo que a história se desenrola melhor 😉
Não fiquem com raiva de mim por causa do final 😆

Capítulo 15 - Quinze : Persuadido



           Sam estava sentado em um dos bancos do parque . Ele observava atentamente os pássaros voando para todos os lados , as folhas das inúmeras árvores balançarem ao ritmo desconexo do vento . Via as crianças e seus pais brincando juntos nos brinquedos ,  quando uma criancinha descia o escorregador e caia direto nos braços de sua mãe ,  que já o esperava atentamente , um sorriso aparecia em sua face . Como ele adorava estar ali . Adorava ver as crianças brincarem , adorava ver a natureza ,  e gostava principalmente de estar sozinho .

    Já iria fazer um dia que Sam não via Dean e ... Castiel . Sam ainda tentava se acostumar com a idéia de que não poderia mais ficar perto de Dean . Ele sabia que seu amor não seria correspondido ,  pois o coração de Dean pertencia a Castiel .
O jovem Winchester sentia uma pontada no seu coração a cada vez que pensava isso . Mas teria que ser assim . Ele teria que esquecer Dean . Mesmo que não Quizesse . Sam já tirava com o dedo uma lágrima que caia de seu olho esquerdo ,  quando ele esculta alguém o chamar . Era uma voz feminina .

- Como é triste ver um homem tão belo sofrendo por alguém que não o mereci !

     Sam se vira para seu lado esquerdo e logo encontra uma mulher com cabelos castanhos , usando um longo vestido preto ,  o olhando fixamente ,  com um olhar triste e caído .

- Q-quem é você ?  - pergunta Sam , se recuperando do susto ,  logo olhando melhor para a mulher ,  e automaticamente se lembrando de quem é  .

- Amara ! - fala Sam ,  com um tom de voz ríspido e grossa ,  logo se afastando da mulher .

- A própria - diz Amara ,  dando uma pequena cortesia com a mão direita e baixando a cabeça ,  olhando Sam com um sorriso malicioso e com um olhar calmo e despreocupado .

- O que você quer aqui ? , o que fez com Castiel ? - pergunta Sam ,  já se levantando do banco e ficando frente a frente com Amara .

- Conversar - diz ela simplesmente ,  encostando o braço no braço do banco e balançando a perna em seu colo calmamente .

- Não tenho nada para conversar com você !  - fala Sam ,  logo andando para longe dela ,  mas parando no meio do caminho , ao ouvir a morena falar :

- Mas eu tenho . Tenho uma Proposta para fazer a você - diz ela , se levantando do banco e ficando de pé .

     Sam se vira e volta a olhar para Amara ,  sentindo a brisa fria passar por seu corpo ,  e logo fala :

- Eu vou repetir : não tenho  NADA para falar com  VOCÊ !  - fala Sam ,  aumentando o tom de voz , logo dando passos curtos na direção de Amara .

- Não é intrigante ? - fala Amara ,  começando a andar na direção de Sam ,  que se mantém com uma postura tensa - A culpa de tudo isso está acontecendo com VOCÊ é justamente da pessoa a qual está se preocupando agora ,  por mais que diga que não . Castiel . Eu sei como é Sam . Sei como é amar ... E não ter seu amor correspondido . É ... Frustrante ! - Amara chega perto de Sam o suficiente para que a respiração um sentisse a do outro . Amara podia sentir o ritmo acelerado das batidas do coração de Sam ,  enquanto algumas gotas de suor desciam lentamente por sua testa . Era isso que ela queria . Ele estava no ponto .

- Eu não vou deixar que as suas palavras me envenenem . E eu já me conformei que ...

- Que o quê ?  - pergunta Amara , enterrompendo Sam ,  o olhando com um olhar frio e penetrante , fazendo com que ele ficasse sem geito - Que não vai poder ter Dean ao seu lado ? - fala Amara ,  enclinando a cabeça para o lado .

- Eu SEMPRE vou ter Dean ao meu lado ! . Ele é o meu ... - as palavras fogem da boca de Sam ,  por mais que quizesse , era muito difícil pronunciar " essa palavra " em alto e bom som . Sam para de falar por um momento ,  ficando com o olhar perdido .

- Mas NÃO forma que VOCÊ deseja !

    As palavras de Amara causam um grande impacto em Sam ,  o deixando de início sem reação , então Sam fala ,  com a voz fraquejando :

- E-Eu não sei do que e-está falando ! - diz o moreno ,  recuando para trás .

- Eu disse que tinha uma Proposta a fazer . Se você deixar eu falar ,  prometo que não vai se arrepender - diz Amara ,  pegando no braço de Sam ,  e o olhando fixamente .

- Eu não vou aceitar proposta Nenhuma ! . E não vou fazer nada para VOCÊ ! - diz Sam ,  alterando o tom de voz - Eu posso amar o meu irmão de outro geito ,  e ele pode não corresponder do geito que eu quero a esse amor ... - Sam para de falar para tomar fôlego ,  e logo continua - Mas ainda sim ele é meu IRMÃO ! . E eu posso ter errado em tentar separar ele e Castiel ... Mas eu não vou cometer esse erro de novo . Não mais ! - fala ele firmemente .

- Então  deiche eu te mostrar uma coisa ! - diz Amara ,  indo até Sam e segurando a sua mão direita com força ,  e logo Sam não conseguia enchergar um palmo a sua frente .

---------------------------------------------------------------------- ~~~

     Sam abre os olhos lentamente ,  e acaba tendo que forçar um pouco a vista ,  em meio toda aquela escuridão . Ele estava no que parecia ser um quarto . Um quarto de hotel . Como aqueles em que ele dormia com Dean quando estavam caçando . Sam esboça um pequeno sorriso ao se lembrar desses momentos .

- Acho que você não vai ficar com esse sorriso por muito tempo - diz Amara ,  que estava do lado de Sam . Sam olha para Amara , que parecia estar com um olhar preocupado , e logo acompanha o olhar da morena , que vai em direção a cama de casal do quarto .

O coração de Sam começa a bater descontroladamente ,  ele senti a temperatura do seu corpo esquentar ,  e suas mãos começarem a tremer , e logo senti as lágrimas descerem de seus olhos e rolarem por suas bochechas frias .

    Sam via Dean e Castiel deitados na cama . A visão de ver Dean abraçado com Castiel em quanto dormiam era como se o moreno tivesse levado várias facadas no estômago ,  e o pior . A roupa dos dois estava jogada para todos os lados , e estavam apenas com o lançou branco em cima de si ,  que iam de suas cinturas e se estendiam até os seus pés .

- Está vendo ? . Você estava se preocupando à toa . Eles não estavam nem para o seu sofrimento ,  estavam ... Curtindo ! - sussurra Amara no ouvido esquerdo de Sam , que senti todo o seu corpo tremer ao ouvir cada palavra que saia da boca de Amara . Por mais que Sam quizesse evitar , Amara estava certa . E Sam queria se matar por causa disso  .

- Eu ... E-eu  ...

- Calma Sam . Está tudo bem . Eu sei o que está sentindo . Você vai dizer para si mesmo : " Eu posso perdoalo . mais uma vez . Ele é meu irmão . E NADA MAIS . Eu tenho que entender " . Mas você sabe que não é assim.

- M-Mas ele c-conversou comigo . Entramos em um acordo e ...

- Baboseira ! - diz Amara ,  o enterrompendo - Você sabe que aquela conversa não adiantou de nada  . Sabe que não vai poder segurar a o que está dentro por mais tempo - Amara toca no peito de Sam com um dedo de sua não direita ,  ficando em sua frente , e o olhando com um brilho  nos olhos .

- E é por isso que estou aqui . Não quero lhe fazer essa Proposta por causa dessa droga de Maldição . Mas sim porquê sei o que você está SENTINDO . Sei o quanto é difícil . Sei o quanto esse sentimento pode ser devastador e Monstruoso . Eu não aguentei . Não consegui suportar essa dor . Mas Você pode . Você é forte ! - diz Amara ,  vendo a expressão de Sam mudar .

      Antes que Sam pudesse responder ,  ele vê Dean abrir os olhos lentamente ,  e dar um pequeno e leve beijo na bochecha de Castiel ,  que dá um longo sorriso e o envolvi mais em seus braços . Sam senti as lágrimas descerem de seus com mais força ,  e logo uma onda de raiva o envadi por completo . Sam vira seu olhar para Amara , que esperava uma resposta , e logo fala ,  entre o  choro baixo :

- Você pode falar sobre essa sua Proposta . Estou ouvindo .

     Amara da um longo sorriso e logo fala :

- A minha proposta é : Eu poderia tirar todos os sentimentos que Dean senti por Castiel ! ,  e ele teria olhos para VOCÊ !  ,  literalmente

- MAS E O CASTIEL ?  ,  ELE NÃO PODE FICAR IMPUNE ! - fala Sam com a voz grave .

- Quanto a Castiel ,  Dean iria continuar sentindo algo por ele . Mas ao envés de AMALO ,  ele iria ODIALO . E toda vez que ele encontrasse Castiel  ,  Dean não deixaria barato ! - conclui Amara ,  com um tom de animação na voz .

- FEITO ! - fala Sam sem pensar .

- Mas , Você terá que prometer uma coisa a mim .

- O quê ? - pergunta Sam impaciente .

- Você não pode deixar Dean e Castiel se apaixonarem outra vez . Caso isso aconteça ... Você irá Morrer . Essa é a consequência do Pacto . Você está Desgosto Sam Winchester ? - pergunta ela pegando mão direita de Sam e esfregando a sua na dele .

- Estou ! - diz o moreno ,  que em em um picar de olhos , não estava mais no quarto do hotel com Amara ,  voltara para o parque , Sam procura Amara por todos os lados , mas acaba desistindo de procurala .

    Sam resolvi seguir seu caminho . Antes que ele chegasse a seu carro , o moreno senti uma irritação na sua mão direita , e quando vai olhala ,  ele acaba vendo uma mancha negra e profunda na palma da mão . De início ,  ele se assusta ,  mas logo se lembrando do Pacto então relaxa ,  entrando no seu carro e partindo com um sorriso estampado no rosto .

- Isso será Interessante  ! - fala Morte ,  que estava do lado de Amara , e via o carro de Sam partir .

- Concerteza ! - completa Amara ,  com um sorriso malicioso estampado na boca .

             ... CONTINUA  ...



           



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...