História Boy , This Love is SUPERNATURAL -Destiel - 2 ° Temporada - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Crowley, Dean Winchester, Personagens Originais, Sam Winchester
Tags Destiel, Drama, Romance, Sobrenatural
Exibições 114
Palavras 1.708
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem 😙😙😙
AVISO : Acho que apartir de agora irei postar um dia sim e no outro não não . Espero que não fiquem chateados . Acontece que sempre quando vou postar capítulos , já é umas 20 horas ou 21 ( sim , pra mim é tarde , sem tirar o fato de que eu tenho que acordar 6 horas da manhã outro dia . E também tenho insônia . Então tá difícil ) . Espero que entendam . 😳😙

❤❤❤❤

Capítulo 16 - Dezesseis : Rompimento



             Charle já estava quase abrindo a porta de sua casa . Ela botou as suas compras no chão e logo pegou as chaves que estavam no bolso de sua calça jinsz . Enquanto ela empurrava a porta , para poder passar melhor com todas aquelas compras , ela escultou uma voz familiar a chamar . Uma voz , que ela reconheceria em qualquer lugar .

- CHARLE ! , CHARLE ! - a ruiva se vira para trás ,  deichando cair sua mochila e algumas compras no chão . Charle está com o olhar petrificado . Ela não tinha sequer alguma reação ao que via . Ela sentia seu coração pulsar cada vez mais forte dentro de si ,  e uma sensação ruim a preenchi por completo .

     Charle corre até Castiel rapidamente ,  que estava com as totalmente ferido . Sua blusa branca de gola pólo estava rasgada a facadas e completamente suja de sangue , havia cortes pequenos , médios e grandes , por quase todo o seu corpo  ,  e Charle podia ver que o estômago de Castiel estava jorrando sangue ,  o que fez com que ela arregalase os olhos .

- CAS !  - grita Charlie ,  indo até Castiel e pondo um de seus braços no ombro ferido de Castiel , o ajudando a andar melhor - O ... O que o-ouve ? - pergunta ela , desesperada .

- Foi ele . Foi o Dean . Ele ... Ele quase que me matou hoje . Eu ... Eu acho que ... Ele não me ama Mais ! - choraminga Castiel .

* Cinco Horas Antes 

     Dean se levanta da cama , ficando sentado , de costas para Castiel ,  que ainda dormia enrolado no lençol . Dean senti algo estranho dentro de si . Algo como uma energia forte , que tomasse conta de seu corpo a cada segundo , o deixando fraco e desnorteado . De início ,  Dean senti todo o seu corpo dormente , e um frio se instaurar por todo o seu corpo  . Quando começava a conseguir mecher melhor os seus braços ,  pernas e pescoço ,  Dean senti uma forte dor de cabeça , quase como se alguém estivesse atirando sem parar em seu crânio , e que só parariam ater ele virar cinzas .

    Dean põe as duas mãos na cabeça , logo fechando os olhos e começando a sacudila para todos os lados . O loiro sentia sua cabeça começar a esquentar ,  e logo cai da cama ,  gritando sem para , já sentindo as lágrimas chegarem aos seus olhos , por causa da dor avassaladora .

    Castiel acaba acordando com os gritos estridentes de Dean ,  e ao velo se debatendo e gritando no chão ,  o moreno corre para vestir uma calsa e uma blusa , e vai em disparada na direção do loiro ,  o colocando em seu colo , passando a mão na cabeça de Dean calmamente , tentando acalmalo , mas logo sendo envão .

- DEAN ! - grita Castiel ,  sentindo a voz falhar - O QUE HOUVE ?

    Assim que Dean esculta a voz preocupada de Castiel ,  ele logo ssessa os gritos , fechando os olhos e ficando imóvel . Castiel respira fundo ,  fechando os olhos e passando a mão no peito , tentando se acalmar .

    Dean abre os seus olhos lentamente ,  olhando para  a face de Castiel , que logo lhe vem com um sorriso e um beijo carinhoso  , mas Dean  o recusa de modo ríspido  , saindo do colo de Castiel o mais rápido possível ,  ficando de pé ,  e o olhando fixamente ,  fazendo com que Castiel se sentisse cada vez mais encomodado . Ele se levanta do chão e  em seguida , sem tirar o olhar de Dean ,  que mantia o olhar frio e penetrante para o moreno .

- Dean ... O que ... O que está acontecendo ? - pergunta Castiel ,  tentando se manter calmo ,  se aproximando com passos lentos na direção de Dean .

- Você - Castiel não reconhece o tom de voz do loiro . Dean nunca tinha falado com ele daquela forma . Castiel teria feito alguma coisa ? , o que estava acontecendo ? - Você é o culpado ! - fala ele , alterando o tom da voz , vendo o rosto preocupado e temeroso do moreno , que logo fala :

- Culpado ? , o que ... - Castiel para de falar por um momento , tentando manter a calma e respirando fundo , e logo fala em seguida - O quê eu fiz ? , eu sou culpado de que ? - pergunta ele , tentando se aproximar dele , mas Dean logo recua , ficando longe de Castiel .

    Castiel percebe que os olhos de Dean estavam em um tom vermelho escarlate intenso , e logo várias possibilidades horríveis do que podia estar acontecendo vieram a mente dele .

- F-Foi a Amara ? , ela que fez isso com você ? ... Por favor Dean ,  me fale . Eu só quero ajudar ! - diz Castiel , já sentindo os olhos arderem por causa das lágrimas .

- Não ! - fala Dean , olhando Castiel com uma expressão de fúria nos olhos inabalável - Eu fui muito tolo ! . Como ? , Como pude passar tanto tempo da minha vida ... Com VOCÊ  !  . Você é um Encosto Castiel  ! , um idiota que sempre vai precisar ser salvo ! . VOCÊ É FRACO ! . E você sabe que é verdade . Até o seu próprio Pai sabe disso ! .

    Castiel não entendia . Não podia entender . Como ? , Como Dean estaria falando palavras tão ofensivas e sem afeto algum para ele ? Logo para ele ? . Castiel não podia compreender . Ele senti as lágrimas cairem de seus olhos uma a uma . Uma fraqueza inebriante traspassa por todo o seu corpo , e uma dor agoniante ataca o seu coração , fazendo com que o moreno botasse a mão no peito , tentando respirar fundo várias vezes ,  mas não conseguindo .

- A mais pura verdade é que estava apenas Brincando com seus sentimentos ! . Seu tolo ! . É tão fraco , que pensa que o que eu SENTIA por você era Amor . Eu JAMAIS amaria ALGUÉM como você ! - Dean começa a andar na direção de Castiel ,  e acaba o encurralando na parede , e olhando fixamente para o moreno ,  vendo ele derramar cada vez mais lágrimas .

- Eu ... Eu n-nao posso acreditar no que você diz ! , V-Você me ama . E-eu sei disso e ...

- NÃO  !  - grita Dean ,  batendo na parede com força ao lado de Castiel ,  fazendo com que Castiel fechasse os olhos e virasse a cabeça para o lado . Uma confusão de sentimentos e um turbilhão e pensamentos . Era isso o que Castiel sentia naquele momento .

- Não vou desistir de você Dean ! . Nunca ! - diz Castiel firmemente .

    Dean da um pequeno sorriso sarcástico , mas logo dando lugar a uma expressão séria e severa . Castiel vê a mão direita de Dean logo ficar em formato de punho , e Dean logo desferi um murro no rosto de Castiel , fazendo com que o moreno ficasse de joelhos , sentindo o sangue escorrer de sua boca .

- Dean ... P-Por Favor ! ... Pare ! ..  - implora Castiel , abraçando a perna nua de Dean ,  o olhando com clemência no olhar .

    Dean puxa Castiel pela gola da blusa e o joga contra a escrivaninha que ficava encostada em uma parede perto da porta ,  fazendo com que o moreno ficasse com o olhar desnorteado , e com a cabeça baixa .

- Você merece MORRER ! - grita Dean ,  dando vários chutes violentos em Castiel . Dean agora ouvia o choro alto e estridente de Castiel . Castiel tentava proteger o seu rosto , mas acabava recebendo várias pesadas fortes de Dean ,  que o olhava com um brilho impiedoso nos olhos .

- O quê eu fiz para V-Você  ? - choraminga Castiel .

- Me separou de SAM ! .

    Castiel olha para Dean com uma expressão aterrorizada no rosto ,  já entendendo o porquê de tudo aquilo . ERA SAM .

- O quê Sam fez com Você  ? - grita Castiel ,  tentado se afastar de Dean ,  mas logo recebendo um chute nas costas .

- Não OUSE falar o nome dele ! - grita Dean ,  pegando uma faca que estava em cima da sua escrivaninha do seu lado da cama e desferindo vários golpes com ela em Castiel ,  fazendo com que o moreno não parasse de gritar .

    Aquele foi o pior momento na vida de Castiel . Não porque foi machucado em um nível extremo.  Mas porque ele podia ver nos olhos de Dean que ele fava a verdade .

* Agora

- E-Eu pensei que ele F-Foi se me matar ! - choraminga Castiel para Charlie , que o havia deitado em seu sofá . Charle põe a cabeça de Castiel em seu colo ,  logo acariciando seus cabelos negros ,  e ageitando os inúmeros curativos que havia colocado em Cas . Charle estava em silêncio . Não iria falar nada . Não poderia falar nada . Ela havia confiado em Dean . E agora , ele havia falhado com ela . E com Castiel . Castiel nunca mais veria Dean outra vez na sua vida . Porque Charle não iria Deixar ! .

    Os dois passam aquele tempo juntos . Charle não podia parar de se espantar com o que Dean havia feito a Castiel .

- Cas eu ... - fala Charlie ,  tentando manter a voz firme e não chorar - Sinto muito ! - diz ela ,  dando um beijo na testa suada de Castiel ,  e continuando a ouvir os horrores que Castiel tinha sofrido .

              ... CONTINUA ...

             



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...