História Boy , This Love is SUPERNATURAL -Destiel - 2 ° Temporada - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Crowley, Dean Winchester, Personagens Originais, Sam Winchester
Tags Destiel, Drama, Romance, Sobrenatural
Exibições 87
Palavras 1.962
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Peço desculpas por não ter postado ontem . Estava muito cansado e fiquei fora de casa o dia todo . Espero que gostem :3
😚😚😚😘😙

Capítulo 17 - Dezessete : Ajuda



           -- DEAN ! - fala Sam , se surpreendendo ao abrir a porta e ver o irmão mais velho , parado , o fitando com um olhar ao qual Dean jamais tinha o olhado antes . Um olhar sereno , amoroso , e sexy . Sam o olha de cima a baixo , com o olhar alarmado ao ver o irmão completamente nu .

-- Sammy ! - fala Dean , com o tom de voz abalado e frágil . Sam pode ver os olhos do loiro começarem a brilhar , e logo Sam recebi um abraço caloroso e apertado do loiro , que enterra a cabeça no ombro largo de Sam , passando as duas mãos nas costas do mais novo , acariciando suas costas lentamente .

    Sam logo passa as suas mãos pelas costas nuas e bronzeadas de Dean , mas logo fechando os olhos e sentindo uma lágrima escorrer de seu olho esquerdo . Sam não podia acreditar . Era maravilhoso e bom de mais para ser verdade . Sam se recordava do Pacto que havia feito com Amara , e ele sabia que Dean voltaria para ele . Mas mesmo com essas certezas , o coração do moreno ainda sim mantia algumas dúvidas , e principalmente ... medo .

    Sam não podia acreditar . Mas iria se permitir a isso . Ele estava abraçando Dean ! , de uma forma a qual jamais o tinha abraçado antes . E o que deixa Sam completamente louco . Dean estava completamente nu , e se mostrava ali para ele , sem vergonha ou timidez alguma . Sam com certeza estava no céu .

-- Dean , o que ... O que houve ? - pergunta  Sam , logo levando Dean para dentro da casa , e fechando a porta logo em seguida .

-- Eu ... Eu sou um mostro ! - choramingou Dean , se sentando no sofá , vendo Sam ir até a cozinha , e logo voltar com uma xícara e um cobertor . Sam envolvi Dean no cobertor carinhosamente , e com um sorriso leve no rosto , dando em seguida  a xícara , que tinha chocolate quente , e vendo o irmão dar um gole rápido na bebida , e ficando com um sorriso caloroso no rosto , mas ainda sim , deixando algumas lágrimas descerem de seus olhos verdes .

-- Não !  - fala Sam , indo até Dean e ficando de joelhos na sua frente , pegando as suas mãos e as juntando com as suas , o olhando com um brilho sedutor nos olhos , e um sorriso grande e feliz -- Eu me recuso a acreditar nisso ! . Dean - Sam passa sua mão esquerda delicadamente na bochecha direita do loiro , fazendo com que ele fechasse os olhos desse um pequeno suspiro de prazer -- Você é a pessoa mais boa e maravilhosa que eu já encontrei em toda a minha vida ! . Você pensa nos outros antes de si próprio . Salva as pessoas mais amadas , não ligando para as consequências ou desafios que terá que enfrentar . Você tem um coração grande e valoroso . Você é uma boa pessoa . Não tem como ser Um Mostro .

    Ao ouvir essas palavras , Dean da um abraço forte em Sam , e logo fala :

-- Eu quase que matei o Amor da minha vida hoje ! .

    As lágrimas descem dos olhos de Dean em um ritmo frenético , fazendo com que os olhos do loiro ficassem logo vermelhos . Os lábios de Dean começam a tremer , impossibilitando Dean de falar qualquer coisa que fosse . Uma dor se instaura por todo o seu corpo . Suas mãos começam a tremer lentamente . Dean senti vários arrepios e calafrios passarem por todo o seu corpo , e a imagem de Castiel , encurralado no chão , completamente ferido e endefeso , tremendo em um ritmo frenético ,  no canto da parede , olhando para Dean totalmente aterrorizado não saia de sua cabeça . A cada vez que Dean piscava os olhos ,  ele via os olhos azuis de Castiel .

Tão inocentes . Tão belos . Tão maravilhosos e incumbidos de uma beleza Serena e pura . Tão libertadores e sensíveis .

-- Castiel - fala Sam , baixando o olhar e logo o voltando para Dean outra vez , que estava com o olhar totalmente perdido . Sam se senta ao seu lado , puxando um pouco o seu rosto para a sua direção , fazendo com que Dean o olhasse e recebesse dele um belo sorriso .

-- Sim - fala Dean .

-- Você quer conversar sobre isso ? , eu estou aqui para o que der e vier .

-- Eu e ele tivemos a Melhor noite de nossas vidas - começa Dean -- Tudo estava certo . Tudo estava perfeito . Não tinha nada errado entre nós dois . Mas ... - Dean para de falar por um momento , logo dando um leve suspiro e continuando -- Do nada ... Eu me acordei no meio da noite e ... Eu senti algo estranho . Uma ... Uma raiva da qual eu nunca havia sentindo antes . Um ódio . Uma repulsa . Uma ... Uma Dor ! . E ... Por Deus ! , assim que eu vi Castiel se levantar da cama e ir em minha direção ,  eu senti todas essas emoções se juntarem de uma vez . E ... - Dean começava a chorar um pouco mais alto ,  fazendo com que Sam o envolvesse em seus braços e beijasse a sua cabeça , logo a acariciando carinhosamente -- Quando ele falou o seu nome eu fiquei louco . Não queria que ele pronunciasse o seu nome - Dean se levanta do colo de Sam ,  o olhando fixamente .

-- E por quê você não queria que ele não falasse o meu nome ? - pergunta  Sam , com uma expressão inocente na voz .

-- Porque você é Meu ! , e ninguém tem direito de falalo além de mim ! .

     Dean e Sam sentem as suas respirações baterem uma na outra . O calor entre eles dois aumenta lentamente . Sam se rende completamente a tentação de não olhar fixamente nos olhos verdes esmeralda de Dean , e logo sente a sua boca se tocar com a do loiro . A sensação da boca de Dean se encostando com a sua era indescritivel . A boca de Dean era macia e serena . Sam podia sentir a mão de Dean segurar de leve as suas costas , e logo a língua quente do loiro adentrar a sua boca lentamente , se batendo com a de Sam , fazendo com que o moreno sentisse vários calafrios passarem por todo o seu corpo .

-- Desculpe - fala Dean , dando um fim aquele beijo tão intenso e forte . Sam se encosta totalmente no sofá , se afundando na almofada fofa e logo fechando os olhos e passando as duas mãos por entre seus longos cabelos castanhos lisos , mas não tirando de seu rosto um sorriso de pura satisfação e prazer . Ele queria aquilo outra vez . tinha dado muitos beijos na sua vida . Mas nenhum deles se igualaria com o que tinha acabado de dar . Agora Sam entendia o porquê de tantas garotas cairem na lábia de Dean . Como o próprio tinha caído .

-- Você não tem porque se Desculpar . Esse foi o melhor Beijo que alguém poderia ter me dado em toda a minha vida ... Até Agora ! - Sam se desencosta do sofá e empurra Dean , fazendo com que ele ficasse deitado no sofá com o olhar meio perdido . Dean via Sam sobre seu corpo , o olhando com um olhar sexy que fazia com que um calor inesperado percorresse por todo o seu corpo . Sam da mais um beijo em Dean , dessa vez mais forte e mais violento .

     Dean senti o moreno morder o seu lábio de baixo levemente , e percorrer com sua mão até aonde o lançou escondia as suas partes íntimas . Sam pega no membro duro e grosso de Dean , logo fechando os olhos e sentindo uma sensação de Puro êxtase o envadir por completo . Dean começa a masturbar Sam lentamente , ouvindo os lentos e prazerosos gemidos de Dean , que se contorcia levemente no sofá . Sam pega firmemente no membro eriçado de Dean mais uma vez , aumentando o ritmo da masturbação , fazendo com que Dean desse gemidos altos e graves , mas ainda sim beijando Sam .

-- Sammy ... isso é errado - fala Dean , entre gemidos que eram música para os ouvidos de Sam .

-- Se é ... então vamos aproveitar ao Máximo ! .

    Dean percorre suas mãos até a calça jinsz de Sam , a tirando lentamente , descendo - a pelas conchas grossas de Sam calmamente . Dean pega no membro totalmente eriçado de Sam e logo começa a masturbalo em um ritmo rápido , fazendo com que o moreno ficasse sem fôlego e logo começasse a gemer .

   Depois de um curto tempo , Sam goza vários jatos de semem na direção do abdômen de Dean , e logo Sam deita em cima de Dean , acariciando os cabelos dourados de Dean , sussurrando em seu ouvido direito :

-- Eu te amo Dean .

   Dean ao ouvir essas palavras nada fala , só acaricia a cabeça de Sam lentamente , a beijando em seguida , e fechando os olhos .

---------------------------------------------------------------------- ~~~

     Amara caminhava lentamente sobe o longo e estreito corredor , que era apenas iluminado por algumas toxas que estavam presas em cima das altas paredes de tijolos negros . Ela desci os degraus segurando um pouco de seu longo vestido preto , e para ao chegar ao fim do corredor e ver uma porta alta de ferro , que estava trancada .

-- Não vai me empedir porque estou no inferno Crowley ! - fala a morena para si mesma , estendendo a mão no ar e fazendo um movimento circular com ela , em direção a porta , logo vendo a porta se abrir em segundos .

    Amara entra no grande e escuro salão . Antes de descer , ela movimenta a sua mão em direção às toxas apagadas , e logo se acendem , iluminado melhor o espaço ,  fazendo com que ela visse uma grande jaula suspensa no ar por correntes de ferro . Ela desci os pequenos degraus e vai em direção a jaula , com um sorriso malicioso estampado na sua face .

--A muito tempo eu esperava por isso - fala ela ,  ficando de frente para a jaula .

- faz eras que eu não esculto essa Voz - fala a voz vinda da jaula .

- Preciso de respostas para as perguntas que tenho . E VOCÊ pode respondê-las para mim - fala Amara .

-- O que te faz pensar que tenho essas " respostas " ? .

- Eu sei que você as tem . E sei que vai me responder . Isso se não quiser passar mais uma Era trancada dentro .

-- Prociga !

-- Somente à  uma pessoa nesse mundo que pode responder o que quero ver respondido . Somente a primeira mulher pode me explicar o que quero .

-- Então EXPLIQUE ! - grita a voz .

-- Muito bem EVA ,  vamos começar ! .

              ... CONTINUA  ...

   





           


Notas Finais


😛😙😙😙😙😙😗❤❤❤❤💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...