História Boyfriend - Sebaek - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chansoo, Sebaek, Sulay, Taoris, Xiuchen
Visualizações 131
Palavras 1.043
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OBRIGADA PELOS 70 FAV EM TÃO POUCO CAP!!

SARANGHAE

Capítulo 11 - Cap 11


Fanfic / Fanfiction Boyfriend - Sebaek - Capítulo 11 - Cap 11

~~Dia seguinte~~
P.O.V Sehun

Levantei da cama com o maior cuidado para que Baek não acordasse.

Fui ao banheiro e lavei o rosto. Quando saí do banheiro, Baek estava encarando o teto.

- Bom dia. - Digo sorrindo.

- Bom dia flor do dia. - Ele levanta e me abraça. - Quer comer fora? 

- Pode ser. - Selo um beijo em sua testa. 

- Então se arruma. - Diz saindo do quarto. Vou até meu guarda-roupa e pego uma calça preta rasgada com uma regata branca e lisa. Entro no banheiro, tomo um banho e escovo meus dentes. Quando termino de me aprontar, vou para sala encotrar-me com Baek. 

Saímos de casa rumo a uma cafeteria.

 Entramos na cafeteria cujo nome era Coffe. Sentamos na melhor mesa e fizemos nosso pedido.

Olho para ele e o mesmo já está me olhando. Abaixo a cabeça envergonhado e ele ri pelo nariz.

- Sabe o que isso significa? - Nego. - Nada. - Olho para ele com a maior cara de bunda e ele sorri. - Ei. - Nossa pedido chega. - Obrigado. - Ele sorri. 

Olho para porta e vejo Chanyeol e D.O entrarem.

- Merda! - Levanto e pego o cappuccino de Baek. Chanyeol vem até mim junto a D.O.

- O que faz aqui, Oh? - Chan pergunta.

- Vim tomar meu café da manhã e olha quem encontrei. - Derramo todo o cappuccino encima de Baek. - O mesmo me olha sem entender nada. - Jogo o copo do cappuccino em seu rosto e saio dali. 

~~Em casa~~


- Por quê diabos você fez aquilo? - Pergunta indignado.

- Me desculpe. - O abraço. - Chanyeol e D.O não podem saber ainda. - Ele me abraça também. 

- Tudo bem. - Vou tomar um banho. 

[...]
Estávamos sentados no sofá assitindo Tv enquanto comiamos pizza. É, esse foi nosso café da manhã.

- Baek. - Ele me olha. - Desculpa a pergunta mas...Tu é virgem? - Ele quase se engasga. 

- Óbvio! Por que essa pergunta do nada? - Suspiro.

- Minha nomorada quer que eu tire a dela. - Ele me olha incrédulo. - Mas lógico que não quero fazer isso!!

- Você não pode fazer isso, por mais que ela queira. - Ele volta a focar na Tv. - Sehun? - Respondo com um "Hum?". - Você ama mesmo sua namorada? - Nego sem hesitar. 

- Depois que tudo aquilo aconteceu, eu nunca mais soube o que é amar.

- Mas por quê não ama mais? - Ele se aproxima de mim e mexe em meus fios pretos.

- Eu tenho medo. - Olho para ele.

- E se você se apaixonar mais uma vez?

- Eu me afastaria da pessoa. - Ele arqueia rápido a sobrancelha. 

- Entendo. - Ele passa a mão em meu rosto. - Mas sabe que afasta-se te traria mais dor, não sabe? 

- Pode até ser...Mas prefiro afastar-me do que ver quem eu amo partir. 

- Sehun, tirando eu, já beijou algum outro homem? - Ele nega. - Por quê me beijou?

- Não sei. - Falo olhando seus lábios.

- E gostou? - Ele olha meus lábios também. 

- Talvez. - Sussurro. 

- Eu gostei. - Dou um sorriso. E quando me dou conta meus lábios já estão colados eu de Baek. Quando terminamos o beijo, ele cora. - Me desculpe. 

- Tudo bem. - Falo sorrindo. 

"O que esta acontecendo comigo?! Já a terceira vez que o beijo. Não é ruim, mas eu sou hétero! Mas é por impulso...Quando estamos tão perto assum, sinto vontade de beija-lo. O que esta acontecendo comigo?!"

[...]
P.O.V Baekhyun

Já eram 12:07 e eu estava em meu quarto meio confuso. Peguei meu celular e liguei para Minseok.

Ligação on:

- Min? Tas ocupado? - Ele nega com um "Hunhum". - Seok, quando você estava apaixonado pelo Dae, sentia vontade de beija-lo e de abraça-lo?

- Claro né Byun! Todos sentem isso quando estão apaixonados, normal.

- Mas você o beijava por impulso? - Ele ri. 

- Muitas vezes. Mas por quê isso? Estas apaixonado? 

- Não sei ao certo, mas quando souber te conto. 

- Mas por mulher ou homem? - Dou um sorriso. - Responde. - Tenho certeza que ele quer que a resposta seja "homem".

- Ah Xiumin, vai fica curioso. - Desligo o celular.

Ligação off

"Não quero que ele se afaste de mim. Sei que nos conhecemos a pouco tempo (Se tratando bem), mas ainda assim não quero que ele vá, por isso, que vou ama-lo em segredo...Se é que é possível. Aish! Eu não estou apaixonado! Não estou! Quem danados apaixona-se por alguém que te trava mal? Isso só existe em filmes." - Penso.

Levanto do chão e vou preparar o almoço. 

- Eu desisti. - Ele diz me abraçando por trás, o que fez meu coração acelerar e minha respiração sair um pouco de ritmo. - Cozinhar é muito difícil. - Diz apoiando seu queixo em meu ombro. 

- Não é não. - Discordo. 

- É sim. - Ele sela um beijo em minha bochecha.

- Isso é tão estranho... - Penso alto. 

- O que? - Pergunta soltando-me. 

- Você me tratando com tanto carinho. 

- Quer que eu pare? - Nego. - Então não reclama. 

- Ta. Põe à mesa. - Ele faz o que pedi. 

Comemos calados apenas trocando olhares de "Me come? Te como" ksksks zoas. Apenas comemos normal.

[...]
- Baek, me passa teu número? - Pediu me entregando o celular. 

- Ta. - Digitei e entreguei a ele. Logo senti meu celular vibrar. 

WhatsApp on:

Xxx: Obrigado.

Adicionar contado:

Salvo como: "Hunnie"

- Agora posso te irritar quando não estiver em casa. - Diz brincalhão.

- Para isso serve o bloqueamento.   - Falo no mesmo tom.

- Você não teria coragem. - Eu ri.

- Não mesmo. - Abraço-o. 

- Você tão baixinho. - Ele diz rindo.

- Tu que é alto demais! - Falo fazendo beicinho. 

- Não sou não. - Largo do abraço e fico de cara emburrada de costa para ele. - Que bebêzinho. - Ele me abraça por trás.

- Sai! - Ele ri. - Vai dormir comigo hoje? - Nego. - Por quê, bebê?

- Porque sim! - Falo emburrado.

- Ta bom. - Ele me larga.

[...]
P.O.V Sehun

Estou deitado em minha cama e vejo a marceneta da porta mexer - Sorri. - Era ele.

- Não fale nada! - Ele deitou em minha cama e colocou seu rosto contra meu peito, me abraçando.

E assim dormimos.







Notas Finais


Aiii sen or!!
So cute!

É isso meu povo
Até o próximo.

Beijinhus.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...