História Boyfriend (Em pausa) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Beatles
Personagens George Harrison, John Lennon, Paul McCartney, Ringo Starr
Tags Fluffly, Mclennon, Starrison, The Beatles
Visualizações 137
Palavras 1.956
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ALO ALO TO DE VOLTA

VO NEM FALAR MUITA COISA AQUI PQ O CAP TA BOM DEMAIS

Capítulo 5 - The work;


Fanfic / Fanfiction Boyfriend (Em pausa) - Capítulo 5 - The work;

Paul’s P.O.V

Estou correndo o mais rápido possível pelas ruas frias. E o porquê disso tudo é que acordei atrasado, parabéns Paul. Quando chegar lá todos irão olhar para você como se fosse um estranho, o pior de tudo isso é que tenho aula de Matemática no primeiro tempo, e vou ter que copiar tudo depois. Mas eu não quero perder ponto, então é melhor eu fazer isso

Agora estou nos corredores do colégio. Fui tão rápido que nem percebi que tinha passado pela porta de entrada. Subo as escadas rapidamente indo para a sala. Merda, a porta está fechada! Odeio quando todos olham para mim. Bato duas vezes na porta até que atendam, a porta se abre e é a professora

- Chegando atrasado por que McCartney? - Ela pergunta

- Perdi a hora. Desculpe...não irá acontecer mais - Digo de cabeça baixa indo até a minha carteira

- Melhor assim - Diz indo até o quadro continuando à escrever 

- O que aconteceu Macca? - Sussurra George

- Perdi a hora. Acordei tarde demais - Sussurro de volta

- Ah... - Sussurra George voltando a copiar

Começo a copiar o dever rapidamente no caderno. Dou uma virada e vejo John me olhando com seu olhar perfeito. P-perfeito?! Wow, eu pensei nisso mesmo? Parece que sim. Ele como sempre dá um de seus sorrisos me fazendo sorrir e dar uma leve corada. Se concentre no dever Paul!

QUEBRA DE TEMPO [...]

Estamos na aula de Geografia, o professor está explicando a matéria. Enquanto eu, estou anotando tudo que tem de direito. O estranho disso tudo é que eu não parava de olhar para o ruivo, exatamente EU! Não posso ficar mentindo para mim mesmo, a beleza do ruivo é indescritível, eu me sentia estranho quando pensava nele. Não que eu seja hétero, eu tenho minha sexualidade, na verdade eu gosto de pessoas do mesmo sexo, minha mãe e Mike me amam do mesmo jeito, isso me deixa mais feliz

E é engraçado porque desde que começaram as aulas, esse garoto não parava de me olhar, e eu sempre percebia. Às vezes me pergunto o que ele viu em mim, não me acho uma pessoa tão bonita assim na verdade não me acho lá grandes coisas, e tenho dúvidas em questão de “amor à primeira vista”. Aquela loira é sua namorada, será que ele não gosta mais dela? Não quero me meter na vida dele

- Bom, já podem guardar o material de vocês! Quero o dever pronto, cada questão valerá um ponto! - As páginas estão anotadas no quadro, pego uma caneta e anoto em minhas mãos pela pressa

- Hey Macca! Vai começar o trabalho quando com o namoradinho? - Pergunta George 

- Hoje mesmo - Respondo diretamente ignorando o “namoradinho”

- To passado - Diz Ringo - Amanhã vai me contar tudo o que aconteceu! Vem George - Diz Ringo puxando George pelo pulso. Esses dois, hein. Eles também andam bastante próximos, é óbvio que não vou deixar de zoar com eles dois. Mas que droga, eles me deixaram sozinho de novo com esse povo

Sinto alguém tocar meu ombro, me viro e vejo que é John com seu BELO sorriso. Mas esse menino não para de sorrir! Incrível

- Então Paul, vamos? - Ele pergunta inda com o sorriso no rosto

- Claro! - Sorrio de volta

- Poxa Lennon, deixar a gente de vela é sacanagem - Aquele é o tal do Stuart? É ele! Mas pera aí, como assim “deixar a gente de vela”? Eu não sou namorado do John! Vejo que a loira, a tal “Cynthia” deposita um tapa no ombro do maior, lá vem os ciúmes 

- Não tem nada de vela aqui. John é MEU namorado, então não tem o porquê de falar isso - Porra que vontade de sair daqui para eu não ouvir as manhas dessa garota. Olho para John e vejo que ele revira os olhos, gente...eu realmente vi isso? Aposto que ela pensa que eu sou esses gays que quer pegar o namorado dos outros, a culpa não é minha!

- VAMOS Paul? - Vejo que John aumenta o tom de voz

- Vamos - Graças a Deus

- Espera Lennon! Vamos galera! - Esse Stuart adora zoar, ainda me pergunto o que eu estou fazendo aqui ainda, eu já era para estar em casa fazendo o trabalho de música  

Estou descendo as escadas junto com John e seu grupo, sua namorada me olha feio, ela quer realmente me metralhar. Mas eu não ligo, que ela pense o que quiser sobre mim!

- Então Paul, do que você mais gosta de fazer? - Pergunta Stuart colocando seu braço sobre meu pescoço, caralho nunca vi uma pessoa com tanta intimidade

- Ah, gosto de ler meus livros, tocar violão, desenhar...

- Wow! Então você é bem talentoso! - Diz Stuart dando uma leve risada me fazendo corar

- A-ah, obrigado né - Dou um sorriso 

- Stuart tire seu braço do pescoço de Paul. Ele nem te conhece direito - Diz John, ele está com ciúmes? Acho que não, ele sabe que eu não conheço Stuart direito

- Já com ciúmes da minha aproximação com o Paul? - Diz Stuart que começa a rir retirando seu braço que estava em volta do meu pescoço. Ai merda, daqui a pouco vou correr de tanta vergonha, não estou acostumado de conviver com gente assim

- Então Paul, esqueci de te avisar que comprei duas cartolinas, caso a gente queira fazer um trabalho grande - Diz John ignorando o que Stuart disse

- Está ótimo! - Vejo John dar um sorriso - Vamos? Estamos já no portão

- Oh claro

- Tchau meu amor - Diz a garota dando um beijo não muito demorado em John. Ela está tentando fazer ciúmes em mim é isso? Que merda

- Tchau - Diz em um tom seco - Tchau pessoal

- Tchau Lennon, tchau Paul - Diz Stuart dando uma piscadela para mim. Vejo que John devolve com um olhar mortal para Stuart

Estamos fora da escola, agora estou caminhando pelas ruas - ainda frias pelo tempo nublado - guiando John até minha casa. O silêncio domina entre nós dois, que está completamente constrangedor

- Então Paul, sua mãe sabe que vou para sua casa? Ela nem me conhece - Diz John

- Sabe sim, não fique preocupado com isso! Tenho certeza que ela irá gostar de você - Dou um sorriso fazendo John sorrir também  

- Fico feliz por isso! - Viramos agora uma esquina e estamos ainda caminhando para chegar 

- Você quer almoçar na minha casa? - Pergunto

- Não, obrigado - Ele sorri  

- Tem certeza? - Pergunto mais uma vez

- Tenho sim!  

- Okay! Chegamos! - Percebo que estamos na porta

- Ah, então é aqui que você mora? - Pergunta

- Sim! - Digo pegando as chaves da mochila e abro a porta - Vem

- Sua casa é bem bonita, e aconchegante também! Sua mãe está aonde?

- Obrigado! Ela saiu, foi resolver assuntos de trabalho e meu irmão foi para casa de um amigo. Vamos subir

Subo as escadas indo diretamente para meu quarto, achei que tinha esquecido de arrumar a cama. Eu estava tão atrasado que não conseguia pensar em nada, mas vejo que consegui deixar tudo organizado, não gostaria de receber John com o quarto desarrumado

- Você é bem organizado!

- É, nem todas as vezes. Mas gosto de manter meu quarto sempre arrumado - Dou um sorriso de leve - Vamos começar o trabalho?

- Sim! Você tem fotos do Elvis, ou algo do tipo? - Pergunta 

- Tenho revistas do Elvis, podemos recortar as fotos dele e colocar no trabalho - Digo pegando algumas revistas em minha escrivaninha

- Eu também gosto dele! - John sorri - As músicas dele são ótimas!

- Verdade! - Digo sorrindo

- Eu vou colar as cartolinas uma na outra, ok?

- Ok!

[...]

Ficamos a tarde toda fazendo o trabalho, também fizemos o dever de casa juntos, eu corei umas cem vezes porque ele não parava de me olhar e sorrir toda hora, e para o azar de John, está chovendo. E muito forte! Ainda estamos fazendo o trabalho. John me ajudou bastante a fazer o trabalho, mas ainda não está pronto. O cartaz ficou grande e ainda temos muito que colar no trabalho e ainda precisamos treinar a música

- John, depois de amanhã continuamos o trabalho! - Digo dando um leve sorriso

- É melhor assim, semana que vem podemos ensaiar a música, que tal? - Pergunta

- Pode ser! - Ele dá um sorriso

- Melhor eu ir

- Mas está chovendo, tem certeza que quer ir? - Tive que oferecer, seria muito ruim da minha parte não oferecer nada para ele

- Tenho sim! - Ele se levanta e estende sua mão me ajudando a levantar

- Eu te levo lá embaixo, mas antes - Digo abrindo meu guarda-roupa pegando um guarda-chuva que estava no canto - Aqui, leve esse guarda-chuva consigo, amanhã você me devolve

- Não irá fazer falta? - Pergunta

- Claro que não! Eu tenho outro na mochila, não se preocupe - Digo dando um sorriso

- Ok! - Ele sorri 

O guio até a porta de entrada da casa, abro a porta e vejo a chuva forte caindo pelas ruas e calçadas. John está parado na porta prestes a abrir o guarda-chuva

- Bom, então depois de amanhã venho aqui de novo!

- Tudo bem então! - Digo - Sabe John você até que é uma pessoa legal - Digo ficando um pouco corado

- Sério? - Ele dá uma risada - Pensava que eu era esses bad boys? - Pergunta sorrindo

- É, eu achava, mas até que você se esforça com trabalhos - Dou uma coçada na nuca

- Posso ser meio palhaço às vezes, mas quando é relação a música eu me esforço bastante! - Ele sorri, seu sorriso é perfeito... - Posso lhe perguntar uma coisa? Mesmo eu ter perguntado agora mesmo? - Dou uma risada

- Pode sim!

- Podemos ser amigos? - Pergunta, e sinto meu coração bater. Por que está sentindo isso Paul? Aceite logo, ele é uma pessoa amigável!  

- Claro! Eu adoraria! - Ele dá um sorriso de orelha a orelha

- Amigos?

- Amigos! - Respondo feliz

- Então vou indo! Tchau...Paulie - Ele dá uma piscadela e vai embora

P-Paulie? 

John’s P.O.V

Nunca estive tão animado assim na minha vida, me tornar amigo desse garoto para mim foi uma missão concluída! Eu não parava de olhar para Paulie - sim, seu novo apelido! - o jeito que ele explicava o trabalho, e sempre atencioso com as coisas. Nem minha “namorada” é assim. E o jeito que ele se importava...comigo. Ele corando é a coisa mais fofinha do mundo, aquelas bochechinhas rosinhas, é incrível como ele não parava de conversar comigo. Parece que a gente se conhecia a muito tempo! Paul tem uma beleza tão natural

Uma pergunta está na minha cabeça o tempo todo, mas acabei esquecendo. Se ele toca violão e entre outros instrumentos...será que ele canta? Ele tem uma voz tão suave, ela tem cara de que canta! E isso pode ajudar no trabalho

Sinto meu celular vibrar, dou uma olhada e vejo que é uma mensagem da Cynthia, logo agora? Logo agora que estou ligado em meus pensamentos no Paul? John Lennon, controle-se!

“Fez o trabalho com o garoto?’

Não vou nem dar o trabalho de responder ela, eu já percebi que ela anda com ciúmes de mim com Paulie. Mas foda-se, eu não ligo! Meus pensamentos agora vão apenas para uma pessoa:

Paul McCartney

                                             

 


Notas Finais


O OTP INTERAGINDO É TÃO LINDO
PS: O PAUL TA COMEÇANDO A GOSTAR DO JOHN OLHA Q LINDO MDS *-*

amanhã tenho aula, mas juro que vou tentar mandar essa semana pra vcs viu? EU JURO!
bye bye amém mclennon <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...