História Boys in love - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Bts, Jikook, Namjin, Sugamon, Vhope, Yaoi
Exibições 75
Palavras 1.929
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mil desculpas pela demora! 😓

Capítulo 30 - Mama


Fanfic / Fanfiction Boys in love - Capítulo 30 - Mama

                       POV's Taehyung

Estamos prontos para levarmos nossa filha para casa. Meus pais e meu irmão estão nos acompanhando até o orfanato. Saímos do carro e entramos

- Olá! Vinheram pegar a garotinha, não é? - a recepcionista pergunta

- Sim - eu e Hoseok respondemos. Ela nos leva para uma salinha, onde a pequena está sentada. Seus cabelos pretos amarrados em dois lacinhos vermelhos, usando uma blusa e manga longa branca e uma saia vermelha combinando com os laços, que fofa!

- Appas! - ela pula da cadeira e corre para nós, existe felicidade maior que essa? Sentir o calor de seu filho?

- Quer ir para casa? - Hoseok pergunta, animado. Ela assinte, sorridente. Antes de irmos, ela se despede de seus colegas. Taeho pega suas malas e voltamos para o carro, ambos de mãos dadas

- Então essa é a nossa netinha? - minha omma fala, dando um beijo na testa da nossa garotinha

- Podemos engordar ela, Hoseok? - meu appa brinca, fazendo a pequena rir

- Agora ficou no canto, Taeho! - eu falo, Taeho faz uma cara emburrada, mas dá um sorrisinho para ela.

- Appas, posso fazer uma pergunta? - ela fala, colocando o cinto de segurança

- Sim, meu amor - eu falo

- Qual o meu nome? - ela pergunta. Eu e Hoseok nos entreolhamos, sorridentes. Estamos felizes com a escolha do nome dela

- Seu nome, é Seo Yeon - Hosek acaricia suas bochechas, ela dá um sorriso largo

- Gostei! - ela ri. Seo Yeon... foi uma homenagem para a finada "Omma" de Hoseok. Seo Yeon dorme no trajeto até nossa casa. A levamos para seu novo quarto e a deitamos em sua cama. Ela dorme tão serenamente. Na hora do almoço, ela acorda, coçando os olhinhos e bocejando

- Não dormiu essa noite, meu amor? - pergunto para ela enquanto ajudo minha omma com o almoço, a mesma se senta na mesa

- Estava tão ansiosa que não consegui pegar no sono - ela fala, esticando seus bracinhos

- Está com fome? - minha omma pergunta

- Sim, muita fome! - ela sorri, passando a mão na barriga - O cheiro é tão bom! Onde está o meu outro appa?

- Está resolvendo alguns assuntos da loja com seu avô, querida - minha omma fala

- Afinal, sobre o que eles estão falando? - eu indago, minha omma dá de ombros
                                   POV's Hoseok

- Alô? Myung Hee? - eu falo ao telefone

- Ela mesma, quem fala? - ela pergunta

- Sou eu, Hoseok - eu falo, animado

- Hoseok! Menino! Tu tá vivo?! E o Tae?! Como ele tá?! Ai meu core! - ela fala, parece que a mulher tá tendo um infarto, GDeus!

- Calma, moça! Tá tudo bem! Estamos todos vivos! - eu tento acalma-la

- Ufa! Agora estou mais tranquila! - ela respira fundo - Mas por quê está me ligando?

- Lembra que você disse que seu achasse um emprego eu te ligasse? - eu falo

- Não me diga que... - ela dá uma pausa - HOSEOK VO TE DAR UM ABRAÇO! - ela quase estoura meus tímpanos

- Não prescisa agradecer - eu rio

- Na moral tio, valeu! - ela fala - Me passa o endereço que vou agora! - passo o celular para Joo Won. Ele diz todas as informações para ela e logo desliga. Após o almoço, somos recebidos por sua presença

- Hoseok! Não sei o quanto te agradecer! - ela me abraça. Eu a acompanho para o escritório, nos encontramos com Taehyung e Seo Yeon

- Myung Hee, esse é o Tae - eu o apresento para ela
- Então esse é o famoso Taehyung! Hoseok me falou bastante sobre você! - ela sorri

- É-É mesmo? - Tae cora, eles se cumprimentam

- E quem é essa princesa aqui? - ela se agacha para ficar na altura de Seo Yeon

- Seo Yeon, 5 anos de idade! - ela fala

- Ok ok, descançar, recruta! - Myung Hee brinca, Seo Yeon ri. Eu a levo para o escritório e ela passa por uma entrevista. Ela foi aceita. Trabalharemos juntos a partir de segunda

- Nos vemos daqui a alguns dias, Hoseok! - ela se despede

*1 semana depois*

Eu, Seo Yeon,Tae e sua família estamos indo para o mercado. Se bem que, esse não é o caminho...

- Para onde vamos, Tae? - eu pergunto, ele me ignora. Logo chegamos no local, e realmente não é o mercado. É uma casa, mas não a conheço

- Onde estamos, appa? - Seo Yeon pergunta

- Eu não sei - eu falo, saindo do carro de mãos dadas com ela. Tae toca a campainha. Uma mulher, aparentando ter nossa idade, abre a porta

- Você é o Kim Taehyung? - ela pergunta para Tae, ele assinte

- Podem voltar para casa, depois ligo para voltarem - ele pede. Eu, Tae e Seo Yeon entramos, os outros ficaram lá fora

- Tae, o que vinhemos fazer aqui? - eu pergunto, um pouco nervoso

- Me desculpe, não me apresentei. Meu nome é Park Seo Nam - Park Seo Nam?!

- N-Não me diga que...

- Sim, sou irmã da Park Seo Yeon, sua omma se preferir - ela sorri... irmã da minha... meus olhos se enchem de lágrimas, meus lábios tremem

- Mas meu nome é Seo Yeon! Você não é minha irmã! - Seo Yeon diz, cruzando os braços. Tae se abaixa

- Seo Yeon é o nome da sua finada avó, pequenina - Tae passa a mão entre suas madeixas pretas

- Avó? É mesmo, appa? - ela parece surpresa - Então meu nome é bom? - tão inocente

- Sim, sua avó foi muito importante para seu appa - Tae sorri, ela sorri de volta

- Seu nome é Seo Yeon? Você se parece muito com sua avó quando ela era menor - Seo Nam sorri - Vamos nos sentar - ela nos leva para o sofá e traz chá com biscoitos

- Obrigado - eu e Tae falamos

- Agora você deve estar se perguntando, Hoseok: Por que estou aqui? Bem, Taehyung entrou em contato comigo a alguns dias atrás. Ele me contou que você foi a criança que minha irmã iria adotar antes de... - ela dá um profundo suspiro

- Posso pegar um biscoito? - Seo Yeon pergunta

- Que educada! Claro que pode - ela sorri

- Você não sabe o quanto estou feliz por ver alguém da família da Seo Yeon - eu sorrio

- Minha irmã falava muito de você, desde o primeiro dia que ela começou a dar aulas orfanato - ela nos leva para um quarto. Vejo que no quarto há um templo para Seo Yeon, com fotos e pertences

- Ela era linda - Tae fala, com Seo Yeon nos braços. Seo Nam me dá um quadro dela e um colar escrito "Hoseok" no pingente redondo

- Ela iria te dar esse colar quando chegasse em casa, acho que esse era o desejo dela - eu segurei o colar de ouro em minhas mãos trêmulas. Não consigo segurar minhas lágrimas mais, elas encharcam o colar. Me sento de frente ao templo dela

- E-Eu gostaria de ficar sozinho por um momento, se não for incômodo - eu peço

- Tudo bem, estaremos na sala se precisar de algo - ela fala e eles deixam o quarto. As lágrimas caem mais rápido

Seo Yeon, eu sinto sua falta. Desde aquele dia do acidente, meu peito está com um rombo. Mas esse rombo foi preenchido com Taehyung, você estaria sorrindo se estivesse aqui conosco. Ele me deixa feliz. Você está feliz? Está me vendo daí de cima? E o Appa? Ele está com você? Sei que são perguntas que nunca serão respondidas, mas elas nunca serão caladas

Eu gostaria de ter uma omma e appa, como Taehyung. Sinto um pouco de inveja, mas você me ensinou que não se pode ter inveja dos outros e agradecer pelo o que tem, não é? Eu agradeço todo dia a Deus por ter conhecido Taehyung, ele foi minha luz. Talvez o destino tenha tirado um anjo da minha vida para preencher com outros. Agora tenho uma filha, com o seu nome, ela é maravilhosa. Eu te amo, omma                                   

                     POV's Taehyung

Eu brinco com Seo Yeon, Seo Nam nos observa sorridente

- Você me lembra a Seo Yeon, Taehyung - ela fala - Era boa com crianças, generosa, a bondade em pessoa

- Pelo o que você e Hoseok dizem, ela deveria ser memso uma boa pessoa, que ela descanse em paz - eu falo

- Appa... tô com sono... - Seon Yeon fala

- Pode deixar ela dormindo no meu quarto - Seo Nam fala. A deixamos dormindo na cama dela e voltamos para a sala. O silêncio domina o local

- Me desculpe pelo incômodo, iremos para casa assim que Hoseok voltar - eu falo

- Está tudo bem, faz tempo que eu não recebo visitas - ela fala - Sabe... Seo Yeon era a melhor irmã... cuidava de mim e da minha omma, ela fazia tudo isso sozinha. Éramos muito pobres depois que meu Appa morreu. Ela estudou, trabalhou, fez de tudo para nos sustentar

- Mas e sua omma? - eu pergunto

- Ela tinha... Câncer - ela se engasga, como se a mente se negasse a falar a palavra

- Meu pêsames - eu falo, fazendo uma reverência

- Quando ela conseguiu passar na faculdade, ela teve um romance com o appa de Hoseok. Eles queriam algo que Seo Yeon não poderia dar... um filho. Ainda me lembro daquele dia quando entrei no seu quarto

Ela estava de costas, mas quando percebeu minha presença, ela se virou. A imagem não saiu mais da minha mente. Seu rosto estava inchado, olhos vermelhos, o nariz escorrendo

"O que foi, irmã?" Eu perguntei

"N-Não foi nada! Me lembrei de uma história triste" ela falou

- Seo Yeon aparentava estar sempre feliz, mas ela se culpava por não poder ter um filho. Meses depois ela resolveu que adotaria Hoseok. Ela estava feliz, só que um feliz diferente, mais "real". Naquele dia ela iria trazer Hoseok, foi o último sorriso dela que vi - ela começa a chorar

- Está tudo bem - eu tento consolá-la. Hoseok volta do quarto, olhos vermelhos como sangue

- Muito obrigado pela recepção, Seo Nam - Hoseok fala. Eu pego Seo Yeon nos braços, ainda dormindo. Nos despedimos

- Voltem qualquer dia - ela fala. Meus pais vinheram nos buscar. Entramos no carro e voltamos para casa. Na hora de dormir, tiramos nossas roupas e ficamos apenas de boxers, nos deitamos de frente um para o outro. Eu abraço Hoseok

- Você acha que Seo Yeon gostaria de mim? - eu pergunto

- Claro que gostaria - ele fala

- Eu te amo, nunca vou te deixar - eu o abraço mais forte

- Também te amo muito, Tae -  ele fala. Alguém bate na porta e a abre. É Seo Yeon

- Appas, posso dormir com vocês? - ela pergunta, segurando minha pelúcia de leão pelo braço

- Claro - eu falo. Ela se deita entre nós dois

- Eu amo vocês, appas - ela fala antes de cair no sono

- Também te amamos - eu e Hoseok beijamos suas bochechas. Seo Yeon, omma do Hoseok, saiba que, não importa o que aconteça, eu irei lhe respeitar muito. Por ter sido uma boa pessoa e boa omma. Por ter sido o apoio de Hoseok 


Notas Finais


O último capítulo
Foi muito bom estar com vocês
Chegamos ao fim... será?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...