História Boys in love-JOSHLER - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Twenty One Pilots
Personagens Josh Dun, Personagens Originais, Tyler Joseph
Tags Bandas, Bissexualidade, Depressão, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Jenna Black, Josh Dun, Love, Morte, Romance, Sexo, Twenty One Pilots, Tyler Joseph, Violêncoa
Exibições 119
Palavras 1.969
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - I'm falling


Fanfic / Fanfiction Boys in love-JOSHLER - Capítulo 13 - I'm falling


Eu sempre disse pra min mesmo "não sofra por quem não se importa com você" eu atribui essa dica as mulheres que já gostei,e agora ao Josh. Os dias parecem mais longos pra min,passo meu tempo jogando com a Xbox do...Josh,ou dormindo ou o que tem acontecido na maioria das vezes,eu me afundo no canto do banheiro e começo a chorar.

Já nem vou mais no Mr.Craig,pretendo voltar algum dia,mas não esses dias,como um homem que aparenta ter problemas iria me ajudar a resolver os meus problemas?

E Josh o elemento principal para tudo que estou sentindo não aparece á 6 dias. Eu não faço ideia de onde ele esta,já fui na casa dele,perguntei aos amigos mais próximos dele,e ate fui no Local Pub mas nada de Josh. E como se ele tivesse evaporado ou fugido. Mas...ele disse que me ama,talvez tenha sido da boca pra fora.

Meu celular apitou,era uma mensagem do Brendon.

[ E ai Tyler? Eu vou dar uma festa hoje e se você viesse seria uma boa,traz o Josh também,vamos Foder as gatas daqui geral]

Eu não queria ir,não queria mesmo. Mal sabia ele que Josh não estava comigo agora,e eu estava sem controle das minhas emoções.

Chamei Zack pra ficar comigo,eu não aguentava mais ficar sozinho em casa,eu literalmente ia morrer,Zack aceitou na hora sem hesitar. Eu bem que poderia chamar outro irmão,mas acho que nenhum deles e tão próximo quanto o Zack,e nem morto eu iria contar para a minha mãe eu sou Bissexual,que seria uma mistura de Gay\Hetero.

A campanhia tocou. Me estirei e abri a porta,Zack fez um sinal da Paz e entrou na minha casa,sem que eu dissesse qualquer palavra. E por isso que eu gosto mais do Zack do que de qualquer outro familiar,ele me trata como irmão dele,e não como um velho amigo,a maioria dos irmãos quando crescem começam a se tratar como "adultos" e isso e um porre,gosto da relação que eu tenho com o Zack.

Ele se jogou no sofá,pondo seus pês acima da mesa,e manteve os braços cruzados,esperando que eu dissesse algo.

-Zack...- Disse me sentando ao lado dele.- Eu tenho que te dizer uma coisa.

-Dizer o que?- ele arregalou os olhos e se virou pra min.

-Eu..eu,bom,eu...- Minha garganta engasgou- Eu era casado com a Jenna,você lembra?

-Sim.

-E então eu me separei dela- Zack me encarava confuso- E depois...eu reecontrei o Josh.

-Sim,e mais o que?

-Isso e meio...estranho

-Qual e? Vamos Tyler eu não tenho o dia todo.

-Eu e Josh,somos muito amigos.

-Disso eu sei.

-E eu...beijei ele.- saiu tão leve quanto uma folha,mas logo um no se formou na minha barriga.

-Você..e gay?- ele parecia despreocupado ao dizer aquilo.

-Bissexual.

-Então sei lá...você ja fudeu ele?

-Eu....- Corei - Sim.

-Porra Tyler,então você gosta de lamber pau?

-O que?- arqueei as sobrancelhas- Eu contei pra você porque achei que fosse me entender.

-Desculpa,eu entendo,me desculpa mesmo e que eu fiquei meio chocado.

-Zack- Enchi meus olhos de lagrimas que ameaçavam cair.

-O que foi?- Ele deitou minha cabeça em seu ombro.

-Eu amo ele.

-E isso e bom não e?

-Ele fugiu,depois que fizemos amor,ele fugiu.

-Doi?- Assim que ele disse aquilo o fitei

-O que?- ri

-Quando ele entra em você..doi?

-Eu não vou te responder isso.

-Okay,foi mal...então onde ele esta?

-Eu não sei,ele fugiu.

-De você?

-Eu não sei.

-De que então?

-Eu não sei.

-Já pensou em ligar pra ele?

-Ele deixou o celular aqui,deixou a Xbox e algumas roupas.

-Ele e louco ou o que?

-Eu não sei.

-Você so sabe dizer "Eu não sei".

-Foi mal...eu só...- Meus olhos enxeram de lagrimas,me encolhi no sofá.

-Você vai ficar bem.- Zack disse e me abraçou.

As temidas lágrimas que eu temia,desceram por entre o meu rosto,caiam sobre o meu braço e os braços de Zack.

-Sabe de uma coisa...- enxuguei as lágrimas e me levantei- Ta rolando uma festa na casa do Brendon,eu não vou ficar aqui morfando nesse sofá.

-Ta certo- Zack levantou e deu um tapa nas minhas costas- Quer que eu vá com você?

-Não,provavelmente vai ter bebida,e eu não quero testar o apíce de raiva da mamãe.

-Okay,eu odeio festas mesmo- ele disse se jogando no sofá- Quando chegar eu nem vou estar mais aqui.

-Poderia fazer um favor?- disse e ele assentiu com a cabeça- Não conte a ninguém sobre a nossa conversa.

-Pode deixar.

Eu acredito no Zack,acredito mesmo,talvez ele não seja a pessoa mais compreensiva do mundo mas e a pessoa que mais me apoia nesse momento.

(...)

Durante todo o caminho eu pensei se era o certo a se fazer..sair de casa em meio a uma crise e ir a uma festa. As festas do Brendon,são bem...como posso dizer...macabras e iradas ao mesmo tempo. Tem garotas nuas e vários famosos. Agora que o Panic! At the disco esta fazendo tanto sucesso outros artistas querem fazer Feat com ele,mas ele sempre nega,e isso faz com que as pessoas sintam mais interesse em investir nele,o que e esquisito pra min,porque eu nunca fiz Feat e ninguém nunca quis investir tanto em min,além da minha antiga gravadora Fuled by Ramem.

Estacionei meu carro na entrada.
Enterrei minhas mãos nos bolsos e rangi os dentes,se eu estou nervoso,Claro. Eu odeio festas,mas não quero me afundar em Depressão dentro de casa,não mesmo. Enquanto o Zack deve estar jogando na Xbox,eu estou aqui suando frio,por estar indo a uma festa lotada por conta propia.

Nem precisava bater na porta,já que a festa ia além da casa,tinha garotas semi-nuas tomando banho de mangueira,e haviam peitos e risadas e gritos e bebida,música alta,gente dançando,tudo que eu imaginava.

Brendon veio ao meu encontro,dei alguns passos pra trás. Mas ele me deu aquele típico abraço masculino de antes.

-Não pensei que você fosse vir,o Josh já chegou.

-O Josh ta aqui?- Arregalei meus olhos.

-Sim,ué..porque a surpresa? Ele não tava passando uns dias na sua casa?

-Não,quer dizer.. sim,ele..tinha sumido esses dias.

-Bom! Se diverte por aí,pega umas bebidas e aproveita pra beijar umas garotas.

-Uh..eu..acho que não vou ..fazer nada disso.

-Porra Tyler,O Josh tava com uma gata porque não aproveita pra pegar uma gata também ..

-Josh? Ele..estava com uma garota?

-Sim,foi o que eu disse.

-Certo.- Engoli em seco- Acho que vou pegar algumas bebidas.

Brendon seguiu caminho para receber outro convidado,enquanto isso fui ate uma maquina de bebidas. Eu não queria ficar bebado em uma festa,esse não era eu,mas eu estava sofrendo e o caro que eu amo não fala comigo por 6 dias mas tem tempo pra vir a uma festa e beijar garotas.

Bebi várias latinhas de VODKA,nunca tinha visto latinhas de VODKA antes. Talvez eu tenha bebido umas 7 porque já estava tudo enbaçado e eu não via nada além de borrões. Estava me segurando em pessoas e lugares que eu não conseguia diferenciar de real ou imaginario.

Por um momento senti meus lábios beijando uma boca,mas mesmo vendo tudo enbaçado ainda conseguia ver que não eram os lábios de Josh,eram de alguma garota com os Shorts curtos e cabelos ruivos. Me afastei dela e cai no chão,olhei pra cima e não vi nada além de luzes coloridas e rostos borrados,o som estava abafado em meus ouvidos. Me levantei mais uma vez,lembro-me de me sentir totalmente molhado,talvez eu tenha caído na piscina porque em uma fração de segundos alguém me puxou pra fora,tinham os cabelos vermelhos e eu já sabia quem era.

Ele me tirou de lá,meus braços estavam apoiados em seu ombro enquanto ele me ate seu...hum..pelo formato arrisco dizer que era um carro. Ele me colocou dentro do carro e depois entrou em seguida. Girou a chave e finalmente já estávamos longe daquela festa.

Deitei minha cabeça pra trás e o fitei.

-Mudou de novo a cor do cabelo?- disse meio lento sob o efeito da bebida.

-Mudei- ele disse e passou as mãos pelo cabelo- Rosa era meio chamativo demais,vermelho sempre foi o meu favorito.

-Claro...Pra impressionar garotas em festas também não e?

-O que?

-Brendon me contou que estava com uma garota.

-Ah sim,eu beijei ela algumas vezes,mas você também beijou uma garota segundos antes de dar aquele Show na frente de todos.

-Esquece isso,só me leva pra casa- disse esfregando mão no rosto-Ah,droga...eu voltei muito cedo,o Zack deve estar em casa ainda,ele não pode me ver assim.

-Pode ir na minha casa- ele disse e eu assenti- O que ele estava fazendo lá?

-Eu assumi pra ele que sou Bissexual e que amo você.

-Ty..me desculpa.

-Pelo o que?

-Você sabe..ter fugido.

-Tanto faz..você já fez isso né? Não tem mais volta.

Não dissemos mais nada todo o caminho. Assim que chegamos na casa dele,eu entrei ainda cambaleando e me joguei no sofá.

-Eu vou trazer algumas roupas secas pra você.

Me aproximei dele o bastante pra ele dar um passo pra trás. Mas também eu estava muito bebado pra medir as consequências do que eu faço. Coloquei meus braços apoiados sobre os ombros dele,minha visão já tinha focado.

-Josh,eu..te amo tanto,mas te odeio pra caralho.- disse aproximando mais nossos rostos.- Olha o que me fez passar nesses 6 dias,não foi facíl.

-Ty,isso não e facíl pra min,eu nunca achei que ia amar o meu melhor amigo.

-Então não foi da boca pra fora?

-Claro que não,eu te amo Tyler.

-Que bom saber- Disse e aproximei meus labios da boca dele,mas ao invés disso,ele desviou o beijo e me abraçou. Claro que o abraçei de volta,e forte,ele me precionou mais contra ele,sentia todo o calor de seu corpo contra min.

-Porque não me beijou?

-As vezes um abraço vale mais que mil beijos.

Me sentei no sofá e esperei que ele viesse com as roupas. Ele chegou com uma calça cinza e folgada e uma blusa branca com mangas.

-Obrigado- disse pegando a roupa.

Ele se virou de costas e assim eu pude vestir as minhas roupas. Assim que as vesti me sentei no sofá. Josh se virou e se sentou ao meu lado,me sentei mais perto dele,permaneciamos olhando pra frente,nossas mãos se procuraram ate se encontrarem,um sorriso se formou no meu rosto quando elas se entrelaçaram. Josh me fitou e em menos de dois segundos sua boca se fundia com a minha em um beijo. Ele foi me deitando no sofá ate estar acima de min,ele passou as mãos da minha cintura ate meu pescoço,suas mãos passavam pelos chupões que ele havia deixado um dia.

-Desculpa por ter te machucado Ty..- ele desviou o olhar dos chupões para os meus olhos.

-Não foi nada.

-Tem marcas no seu pescoço- ele disse e levantou minha blusa- E na sua barriga.

-Não tem problema..e serio!

-Ty...eu..não costumava transar assim com ninguém,mas com você e simplesmente diferente.

-Você não gosta de garotas..fala serio Josh

-Não...acho que eu achava que gostava,mas em toda minha vida você foi a única pessoa que me fez ficar de pau duro na cama.

-Que romantico- ri

-E você?

-Eu sou Bissexual.

-Eu já sabia,então finalmente nos assumimos um pro outro,e agora?

-E agora...podemos ficar juntos!- disse

-Tipo...namorados?

-Talvez.

-Então você e meu namorado Ty?

-Sim eu sou.

Josh me beijou,eu apertei o corpo dele contra o meu,senti o pau dele ficar duro,o meu também ficou,ele sorriu assim que percebeu,mordeu os lábios,então puxei a cabeça dele encostando nossos lábios de novo.

-Eu tô excitado...porra..- Josh disse mordendo os lábios de novo.

-Josh...me promete uma coisa?- disse e ele assentiu- Você nunca mais vai me deixar?

-Nunca- Ele parecia confiante no que dizia.

Do que valeria isso? Do que valeria tudo isso? Se eu posso acordar um dia e tudo isso ser um sonho,ou um pesadelo. E na manha seguinte eu poderia acordar e não ter ele ao meu lado,ou simplesmente eu poderia acordar e lidar com ele dizendo que nada disso aconteceu.








Notas Finais


Espero que gostem de verdade ^-^
Comente e favorite.
COMENTE E SERIO EU AMO LER OS COMENTS
ENTÃO NÃO SOU BOA EM CENAS FOFAS NÃO E? SEMPRE FUI MELHOR EM CENAS DE TRISTEZA OU BRIGAS OPS
OBRIGADA POR LEREM.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...