História Boys in love-JOSHLER - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Twenty One Pilots
Personagens Josh Dun, Personagens Originais, Tyler Joseph
Tags Bandas, Bissexualidade, Depressão, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Jenna Black, Josh Dun, Love, Morte, Romance, Sexo, Twenty One Pilots, Tyler Joseph, Violêncoa
Exibições 117
Palavras 1.513
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura ^-^

Capítulo 15 - Nightmare


Fanfic / Fanfiction Boys in love-JOSHLER - Capítulo 15 - Nightmare


Passaram-se dias e Josh cumpriu com o seu combinado,ele ficou comigo,ele não me abandonou,tive ele ao meu lado todas as noites e dias,e sinto que posso dizer que ele e o amor da minha vida. Dessa vez e pra valer mesmo,me sinto no infinito com ele,e como se meu estado de sanidade dependesse dele estar comigo ou não,e Meu deus como ele pega fogo na cama de um jeito que me deixa excitado todas as noites.

Porém isso pode não durar por muito tempo..Mamãe nos convidou para um jantar na casa dela. Ela disse "Tyler eu vou organizar um jantar em família,e não se preocupe sera apenas a mamãe,o papai,seus irmãos e você,mas se quiser pode trazer um amigo,ainda tem uma cadeira sobrando" E essa e a minha chance de contar pra ela que estou namorando um homem e não uma mulher,se o fato de eu ter me separado da Jenna tenha deixado ela furiosa,eu já imagino o que vai acontecer se eu disser a ela que estou namorando o Josh.

Josh tem uma família um pouco mais pacífica,ele apenas ligou hoje pela manha e contou aos pais dele sobre ser Gay ao telefone,os pais dele conversaram com ele por um bom tempo,mas parece ter sido um boa conversa. Mas o fato de eu contar que sou Bissexual pode ser diferente,e como o Pastor Jasper disse "E mais facíl ser Gay do que Bi",meus pais são muito mais rigorosos e impacientes que os pais do Josh,e hoje e Natal,eu espero não estragar o feriado mais simbolico e especial do ano pra eles.

Me encostei no balcão e fechei os olhos,o nervossismo em min era aparente. Minhas mãos davam leves tremeduras quando eu pensava no jantar de hoje a noite.

Senti braços ao meu redor,Josh estava me abraçando por tras,sorri e me virei pra ele,seus braços ainda me preensavam no balcão,então apoei meus dois braços ao redor do pescoço dele.

-O que foi?- Ele disse com uma voz rouca e doce.-Você esta assim pelos seus pais?

-Sim,eu estou com medo,e se eles..sei lá pararem de me amar- Disse e mordi o lábio inferior tão forte que senti o gosto metalico do sangue invadir minha boca.

-Eles são seus pais,nunca vão deixar de te amar.

-Mas eles não são como os seus pais.

-Ty..vai dar tudo certo,e se não der eu vou estar lá pra te proteger.

-Valeu...de verdade- disse e ele mordeu os lábios.

Então nossos olhos se cruzaram, fomos lentamente nos aproximando, até que numa dose de doce paixão nossos lábios se encontraram, foi como se meu corpo não me obedecesse mais, não resistia aquele encontro de desejos. A força do amor era mais forte que eu, o céu parecia ter descido sobre nós. Não podia conter a alegria de beijar o homem que me fez conhecer o sentido de amar....

-Anda,temos que nos arrumar- Ele disse dando um beijo final na minha bochecha,soltando um sorriso adoravel.

-Sim...- Eu ainda estava encantando com os beijos dele,as mordidas de lábio e os sorrisos timidos e adoravelmente fofos que deixavam ele Sexy pra min.

(....)

Assim que girei a chave do carro,uma falta de ar percorreu todo o meu corpo,parei e levei minha cabeça pra trás. Josh segurou minha mão e se virou pra min.

-Ta tudo bem?- ele disse em um tom preocupado.

-Estou,só um pouco nervoso demais.

-Quer que eu dirija pra você- Ele disse e eu fiz que não com a cabeça- Vamos Ty,você não esta bem,quer que a gente morra?

-Não...tem razão.

Então demos um jeito de trocar de lugar dentro do carro,foi um pouco apertado mais demos nosso jeito. Logo Josh estava no volante e eu no banco do lado. Esfreguei as mãos pelo rosto e abri a janela. Estava frio lá fora mas ainda estava sufocante pra min e incrívelmente quente.

-Você tem certeza de que quer ir?- Josh perguntou franzindo o senho- Você não me parece nem 15% bem.

-Eu estou bem Baby não se preocupe,só dirija.

Josh me encarou desconfiado,mas o que eu faria? Eu tinha que contar aos meus pais,isso estava me sufocando,estava me matando por dentro,e uma coisa tão importante que não se pode guardar pra sí propio ou só pra 2 pessoas como eu tenho feito.

(...)

Ao chegarmos lá,Josh estacionou o carro. E se virou pra min,a esse ponto minha barriga já estava embrulhando por dentro,e minha mente estava a mil.

-Ty,você ta pronto?- Josh disse segurando minhas mãos.

-Sim.

Assentimos um para o outro e saímos do carro. Josh segurou minha mão por todo o caminho ate a porta. Então batemos. Esperamos por um tempo e nos entreolhamos. Soltamos nossas mãos e a porta foi aberta. Minha mãe me olhava com um sorriso genuino,ela me abraçou e comprimentou Josh.

-Entrem meninos- Minha mãe disse fechando a porta atrás de nos logo que pisamos dentro da casa. Mamãe fez um caminho ate estarmos na mesa e todos estavam ali,meu irmão Jay,minha irmã Madison e meu irmão Zack,e por fim meus pais claro.. Me sentei a mesa e Josh se sentou ao meu lado.

-Então parece que os dois famosos Tyler e Josh voltaram a se falar!- Disse meu pai com uma risada orgulhosa.

-Sim...pai- Encarei Zack que por algum motivo parecia saber o porque de eu estar ali e ter levado o Josh comigo.

-E então? A banda vai voltar?- perguntou Madison

-Estamos pensando nisso,mas se der tudo certo sim,maddie- Maddie era o apelido que eu dei a ela,só para encurtar o nome.

-Twenty one Pilots esta de volta então com o cantor esqusitão e o baterista misterioso- Disse Jay arrancando a risada de todos na mesa,menos a minha e a do Josh.

-Vocês estão bem queridos?- perguntou minha mãe

-Sim- Disse e engoli em seco- Estamos bem.

-Okay..Josh você esta calado,perdeu a voz?- perguntou Maddie

-Ah...desculpe- disse Josh dando o melhor sorriso

-Ô pirralha porque não come e os deixa em paz?- Zack disse dessa vez arranco risos meus e do Josh.

-Certo Criaças,vamos comer,eu estou super anciosa para hoje- disse minha mãe.

A medida que o tempo passava e comiamos mais e mais,e mais risadas eram geradas,eu ficava mais nervoso. Os pratos estavam vazios e meu pai jogava piadas fora. Josh passou as mãos pela minha perna por debaixo da mesa me lembrando do que eu teria que fazer. O fitei e ele olhou pros meus pais sem humor algum e voltou a me fitar,eu sabia exatamente o que tinha que fazer, olhei para Zack que assentiu com a cabeça discretamente,era a ora certa.eu tinha que contar a eles.

-Mãe...Pai,tem algo que eu quero contar a vocês.- Celei meus punhos e os olhei com firmeza e certeza.

-Sim querido.- Disse minha mãe,então mordi os lábios e engoli em seco.

-Vamos,você esta enrolando?- disse meu pai me fitando. Jay e Maddie também me olhavam curiosos,Zack já sabia o que era então se encostou na cadeira e esperou que eu jogasse a bomba,já Josh entrelaçou a mão com a minha debaixo da mesa e apertou firme.

-Pai...mãe...Eu sou Bissexual- Disse e respirei fundo,fitando os rostos palidos de todos.- E eu estou namorando o Josh.

O silêncio permaneceu no lugar por segundos,o clima era tenso e pesou todo sobre min. Josh apertou mais a minha mão.

-Jay...Madison...Zack- Meu pai disse e deu uma pausa- Subam para os seus quartos.

Todos eles se levantaram,Zack passou por min e deu dois tapas em meus ombros.

Assim ficamos só eu,Josh e meus pais.

-O que falou foi serio? Ou foi uma pegadinha?- perguntou minha mãe

-E serio.- disse

-Então...você esta confuso...certo?- disse meu pai

-Pai,se tem uma certeza na vida e de que eu amo ele.

-Okay...isso foi uma bomba,e você disparou ela do nada.- disse minha mãe

-Sim...me desculpe,eu só não queria continuar mentindo pra vocês.

-Obrigado por contar Tyler-Meu pai disse e deu um beijo em minha testa,e dois tapas no ombro do Josh.

-E sim querido..a quanto tempo isso ta acontecendo?- perguntou minha mãe

-1 mês.- respondi.

-E você teve medo de contar porque achou que iamos te crucificar? - Meu pai disse e eu assenti com a cabeça- Tyler,eu te amo,nos te amamos,nunca fariamos isso com você,jamais iriamos te deixar por isso.

-E filho...você poderia ter contado antes,eu te dou total apoio Tyler- disse minha mãe.

-E você Josh? E Bissexual ou..

-Eu sou Gay- ele respondeu- E eu amo o seu filho.

-Bom saber...- disse minha mãe

Meus pais me abraçaram e comprimentaram o Josh.

-Seja bem vindo a família Josh.- disse meu pai.

-E trate o meu filho com a sua joia preciosa- disse minha mãe

Eles disseram e sairam,acho que queriam que ficassemos a sós. Josh me abraçou tão forte que quase me levantou no ar.

-Eu te disse que daria certo.

E ele estava certo todo esse tempo,eu poderia ter contado a eles a tempo,mas resolvi manter em segredo e porque? Se eu soubesse que essa seria a resposta eu já teria vindo aqui a muito tempo. As palavras dos meus pais me confortaram tanto que eu não sabia descrever o misto de sensações que sentia era como Alegria,satisfação,e....Amor.



Notas Finais


Espero que tenha gostado,eu escrevi no celular entao me desculpem se tiver muitos erros,meu celular esta em 13% entao tive que adiantar mais.
Entao se gostar comente.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...