História Boys in love-JOSHLER - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Twenty One Pilots
Personagens Josh Dun, Personagens Originais, Tyler Joseph
Tags Bandas, Bissexualidade, Depressão, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Jenna Black, Josh Dun, Love, Morte, Romance, Sexo, Twenty One Pilots, Tyler Joseph, Violêncoa
Exibições 109
Palavras 1.382
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura <*>

Capítulo 16 - New change to my life



Os últimos dias tem sido bem melhores pra min,eu finalmente estou me aceitando 100% e estou com o Josh próximo a min. Meus pais me apoiam mais do que nunca,eu ate tomei coragem e disse para a minha mãe que frequentei um psicologo,ela não pareceu gostar muito da ideia,mas não disse nada além de "Espero que isso esteja sendo bom pra você,meu anjo", Já meus irmãos nem tocam no assunto "Eu e Josh" eles agem normalmente perto de nós. O assunto das drogas e a overdose permanece só entre min e Josh,eu realmente não acho necessário que eles saibam disso.

E o lance do Mr.Craig,eu realmente não preciso ir lá agora,não mesmo,ele nunca me ajudou de verdade,só me trouxe mais perguntas confusas,ele e um homem com problemas vísiveis em seus olhos tentando resolver os meus problemas,eu não pude deixar de me incomodar sobre isso.

Brendon havia vindo ate a minha casa de novo,ele abriu um sorriso pertubador quando eu abri a porta,mas vindo dele já e comun. Ele fez um toques no meu ombro e deu alguns tapas nos ombros de Josh,se jogou no sofá e nos fitou. Eu e Josh nos entreolhamos e fitamos Brendon esperando que ele dissesse o porque de ter entrado na minha casa e deitado no meu sofá sem sequer pedir minha autorização ou dizer algo. Então ele tirou o celular do bolso e mexeu nele,teclou de um lado para o outro,ate fazer uma cara vitoriosa e andar ate nos,colocando a tela do celular entre o meu rosto e o do Josh.

-E uma...foto?- disse Josh e riu ao fitar bem a foto.

-E uma foto dos dois..se beijando? E vocês postaram no Instagram!- perguntou Brendon- Que porra e essa?

-Serio que você veio aqui por isso?- perguntei abaixando a tela do celular que brilhava sobre nos

-Sim,ué...eu imaginaria qualquer coisa menos que vocês eram..gays.- Brendon disse e guardou o celular em seu bolso- Sem preconceitos,e que...sei lá..Tyler você foi casado e Josh sempre pegou as mais gatas.

-Eu sou Gay-disse Josh sem emoção- Ele e bissexual.

-E estranho descobrir essas coisas..sobre seus amigos,ainda podemos continuar sendo amigos,certo?- pergutou Brendon sentando-se novamente no sofá.

-Okay,isso não interfere na nossa amizade.- disse Josh se encostando na parede.

-Oh...droga- Brendon disse e me fitou- Foi mal Tyler por...ter beijado o Josh na sua frente,foi uma bola a fora,eu não sabia que você gostava dele,foi só uma brincadeira...agora eu entendo porque fugiu de lá.

-Tudo bem.- Não estava nada bem,eu ainda sentia raiva por isso mas poderia reconsiderar com o tempo.

-Então...só veio aqui para esclarecer isso mesmo?- perguntou Josh- Porque eu e o Ty ainda temos muitas coisas a fazer.

-Se não se importa temos que divulgar a Twenty one Pilots.- Disse com orgulho.

-O que? Vocês vão voltar?- Disse Brendon e então assentimos- Isso e ótimo,eu vou fazer um Show em 5 dias,vocês poderiam abrir o Show e enlouquecer a todos.

Eu e Josh nos entreolhamos e então Josh assentiu.

-Por que não?- disse confiante- Nos sabemos como levar o público a loucura.

-Abrir um Show do Panic! At the disco seria uma grande jogada!- disse Josh

-Certo,isso e o que eu posso fazer por destruir a privacidade de vocês com perguntas estupidas.- Ele disse e se dirigiu ate a porta- Eu mando uma mensagem daqui a 5 dias.

Assim que ele saiu e um silêncio permaneceu naquele lugar e então me virei e me sentei no sofá,apoiei minhas mãos no rosto e levei minha cabeça pra trás. Senti o corpo de Josh contra o meu,ele havia se sentado em meu colo. Abri os meus olhos e encarei os olhos fofos e doces dele que me fitavam com uma ingenuidade complexa e com um grau de fofura incrivelmente Sexy.

-Então...já temos um Show no qual tocarmos?- disse Josh passeando suas mãos pelo meu rosto- Vamos voltar com tudo e deixar todos boquiabertos.

-Que música acha que eu devia cantar?- Disse alisando as costas dele precionando-as mais perto de min,levando o rosto de Josh mais perto do meu.

-Ode to Sleep e depois aquela outra música que você estava cantando um dia desses.

-Câncer...

-Isso e sobre alguém em particular?- perguntou Josh

-E sobre uma garotinha da minha classe,eu nunca te contei isso...era Elize,e eu era apaixonado por ela,a gente brincava todos os dias e ela sempre marcava presença,a Elize era a garota mais inteligente,a garota mais bonita da sala,mas certo dia ela faltou e no outro seguinte também-  Respirei fundo antes de continuar o resto- E então passaram-se meses e ela não vinha,certo dia eu tive permissão pra sair mais cedo da escola e eu não sabia o porque e então meu pai foi me buscar e me contou toda a situação sobre a Elize ter câncer e estar em um hospital,eu fui ate lá e quando a vi meu coração se despedaçou.

-Oh...sinto muito Ty....

-.....E então,ela morreu naquele mesmo dia,mas antes ela me disse algumas coisas. "All my hairs abandoned my body and my agony. "I know i will never marry or Kiss you,because i like you so much budy" E depois disso eu não consegui dormir por dias.

-Oh...ty,gostaria que a história tivesse tomado outro rumo.

-Se tivesse tomado outro rumo,eu provavelmente estaria com ela e não com você Baby...porque eu amava ela,mesmo sei lá com uns 6 anos.

-E porque nunca me contou?

-Não achei que fosse necessário.

-Você não me conta muitas coisas sobre o seu passado,antes dos seus...8 anos naquela quadra de basquete.

-E nem você Baby,mas e melhor assim,porque então podemos descobrir mais um sobre o outro com o tempo.

-Tem razão- Josh disse e me beijou,primeiro começou como um beijo gradualmente leve mais depois ele intensificou o beijo,prendendo mais nosos corpos,Josh me empurrou para deitar no sofá e continuou a me beijar,ele passou as mãos pela minha barriga,levantando minha blusa.

Josh depositou vários beijos em minha barriga e subiu ate meu pescoço depositando um beijo doce. Ele levou sua boca perto da mimha de novo e mordeu os lábios,puxei a cabeça dele para mais perto de min,senti o ar dele contra o meu fazendo a boca dele entrar em contato com a minha logo em seguida. Em meio aos beijos ele deu algumas mordidas em meus lábios. Josh apertou minha cintura enquanto passava sua lingua por dentro da minha boca. E então ele se levantou.

-Desculpa Ty...- Josh disse se concertando- Eu tenho que ir buscar as minhas baterias.

-O que? Não! Fica mais um pouco aqui comigo?- disse insisitindo.

Josh parou a minha altura no sofá e me deu um beijo na testa.

-Eu irei voltar pra você Ty...- Ele disse e se levantou- Eu prometo pra você.

Então ele saiu porta a fora,como ele pode fazer isso comigo...me deixar excitado e cair fora? Eu simplesmente não admito.que ele faça isso comigo,mas ele tera uma surpresinha hoje a noite quando eu cantar pra ele.

(...)

Josh havia chegado com todos os seus intrumentos,ele os largou na sala e os montou. Eu tentei ajudar mas não sei mecher com baterias e essas coisas,diria que só me daria bem com o meu piano. Apanhei o meu piano e o arrastei ate a sala,arranhando todo o piso de madeira,mas valia a pena.

-E o que pretende cantar Mr.Joseph? - Josh disse se sentando a sua cadeira enquanto segurava suas baquetas.

-HeavyDirtySoul,depois amanha podemos ensaiar as outras.

-Certo- Josh dise e esticou as articulações- Esta pronto?

-Sim...- disse e me sentei ao piano.

(....)

Can you save my..

can you save my HeavyDirtySoul?

For me,for me

Can you save my HeavyDirtySoul?

(....)

Death inspires me like a (....) dog inspires a rabbit.

Death inspires me like a (....) dog inspires a Rabbit

Em meio as minhas loucuras quando eu canto,eu pude observar Josh tocando sobre a bateria exatamente como eu já pensava. Ele não tinha nenhuma mania além de balançar a cabeça muito entre as músicas, já os meus costumes são se jogar no chão,subir e pular de lugares altos,das tremeduras e gritos no palco,acho que e por isso que as pessoas dizem que eramos como um energético para o público.

Já consigo me imaginar lá,os gritos, as fãs loucas e extremamente vulgares gritando por nos,a mídia que nos comeria vivos,as turnes,as entrevistas pateticas,as luzes...a ansiedade o medo,a verhonha,a insegurança,a decepção as vaias.


Notas Finais


Ficou curto eu sei mas foi necessário. Entao comente e favorite. O qie tão achando mds?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...